FERNANDO LUÍS SANTOS // ESE JEAN PIAGET, ALMADA & UIEDANTÓNIO DOMINGOS // FCT-UNL & UIEDA COMPLEXIDADE DO RACIOCÍNIOMATEMÁ...
Considere o triângulo ABC em que [AB]=[BC].Sendo N um ponto no segmento definido por A eC tal que BN bissecta o ângulo ABC...
EDUCAÇÃOBÁSICAFORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES
ANÁLISE
AVALIATIVACLASSIFICATIVA
MODELOSOLO
STRUCTURE OF OBSERVED LEARNING OUTCOMESMODELOSOLO
INTERPRETATIVA
PENSAMENTORACIOCÍNIO
PROCEITOPENSAMENTO PROCEPTUAL
 OBJETIVOBIFURCAÇÃO PROCEPTUAL
QUALIDADEAPRENDIZAGEM
Nível SOLONúmero dealunosAbstrato 0Relacional 2Multi-estrutural 0Uni-estrutural 13Pré-estrutural 19Não responderam 6Total 41
CONSIDERAÇÕESFINAIS
OBRIGADO.PELA VOSSA ATENÇÃO
OBRIGADO.PELA VOSSA ATENÇÃOEste trabalho é financiado por fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e Tecn...
OBRIGADO.PELA VOSSA ATENÇÃOEste trabalho é financiado por fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e Tecn...
A COMPLEXIDADE DO RACIOCÍNIO MATEMÁTICO E A QUALIDADE DAS APRENDIZAGENS: A BIFURCAÇÃO PROCEPTUAL
A COMPLEXIDADE DO RACIOCÍNIO MATEMÁTICO E A QUALIDADE DAS APRENDIZAGENS: A BIFURCAÇÃO PROCEPTUAL
A COMPLEXIDADE DO RACIOCÍNIO MATEMÁTICO E A QUALIDADE DAS APRENDIZAGENS: A BIFURCAÇÃO PROCEPTUAL
A COMPLEXIDADE DO RACIOCÍNIO MATEMÁTICO E A QUALIDADE DAS APRENDIZAGENS: A BIFURCAÇÃO PROCEPTUAL
A COMPLEXIDADE DO RACIOCÍNIO MATEMÁTICO E A QUALIDADE DAS APRENDIZAGENS: A BIFURCAÇÃO PROCEPTUAL
A COMPLEXIDADE DO RACIOCÍNIO MATEMÁTICO E A QUALIDADE DAS APRENDIZAGENS: A BIFURCAÇÃO PROCEPTUAL
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A COMPLEXIDADE DO RACIOCÍNIO MATEMÁTICO E A QUALIDADE DAS APRENDIZAGENS: A BIFURCAÇÃO PROCEPTUAL

240 visualizações

Publicada em

Este artigo apresenta a análise a um episódio que faz parte do estudo mais alargado sobre um modelo avaliação da complexidade do raciocínio matemático de alunos na formação inicial de professores de ensino básico. O enfoque centra-se na forma como os alunos operacionalizam os conceitos matemáticos e por inerência o raciocínio geométrico, melhorando assim a qualidade de sua aprendizagem matemática. O objetivo deste artigo é o de expor a conceptualização sobre a diferença entre aqueles que relacionam e comprimem processos matemáticos e os que se mantém numa aprendizagem rotineira baseada em procedimentos, diferença esta denominada de bifurcação proceptual. É usado um modelo de análise baseado em duas dimensões: (i) avaliativa/classificativa utilizando os níveis SOLO; (ii) interpretativa utilizando as teorias de David Tall sobre o pensamento matemático avançado e o pensamento proceptual. Para tal foram analisadas 41 respostas a uma questão aberta de geometria classificando-as nos níveis SOLO. Após análise dos raciocínios evidenciados identificaram-se 3 dos 5 níveis SOLO existindo evidências da bifurcação proceptual e de vários tipos de raciocínio matemático envolvidos nestes níveis.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
240
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A COMPLEXIDADE DO RACIOCÍNIO MATEMÁTICO E A QUALIDADE DAS APRENDIZAGENS: A BIFURCAÇÃO PROCEPTUAL

  1. 1. FERNANDO LUÍS SANTOS // ESE JEAN PIAGET, ALMADA & UIEDANTÓNIO DOMINGOS // FCT-UNL & UIEDA COMPLEXIDADE DO RACIOCÍNIOMATEMÁTICO E A QUALIDADE DASAPRENDIZAGENS:A BIFURCAÇÃO PROCEPTUALEste trabalho é financiado por fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e Tecnologia no âmbito do ProjetoPromover o Sucesso em Matemática (contrato PTDC/CPE-CED/121774/2010).
  2. 2. Considere o triângulo ABC em que [AB]=[BC].Sendo N um ponto no segmento definido por A eC tal que BN bissecta o ângulo ABC, verifique queN é ponto médio de [AC].
  3. 3. EDUCAÇÃOBÁSICAFORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES
  4. 4. ANÁLISE
  5. 5. AVALIATIVACLASSIFICATIVA
  6. 6. MODELOSOLO
  7. 7. STRUCTURE OF OBSERVED LEARNING OUTCOMESMODELOSOLO
  8. 8. INTERPRETATIVA
  9. 9. PENSAMENTORACIOCÍNIO
  10. 10. PROCEITOPENSAMENTO PROCEPTUAL
  11. 11.  OBJETIVOBIFURCAÇÃO PROCEPTUAL
  12. 12. QUALIDADEAPRENDIZAGEM
  13. 13. Nível SOLONúmero dealunosAbstrato 0Relacional 2Multi-estrutural 0Uni-estrutural 13Pré-estrutural 19Não responderam 6Total 41
  14. 14. CONSIDERAÇÕESFINAIS
  15. 15. OBRIGADO.PELA VOSSA ATENÇÃO
  16. 16. OBRIGADO.PELA VOSSA ATENÇÃOEste trabalho é financiado por fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e Tecnologia no âmbito do ProjetoPromover o Sucesso em Matemática (contrato PTDC/CPE-CED/121774/2010).
  17. 17. OBRIGADO.PELA VOSSA ATENÇÃOEste trabalho é financiado por fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e Tecnologia no âmbito do ProjetoPromover o Sucesso em Matemática (contrato PTDC/CPE-CED/121774/2010).A COMPLEXIDADE DO RACIOCÍNIO MATEMÁTICO E A QUALIDADE DASAPRENDIZAGENS: A BIFURCAÇÃO PROCEPTUALPORFERNANDO LUÍS SANTOS E ANTÓNIO DOMINGOS

×