Paralisia cerebral em Odontologia

6.199 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
1 comentário
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Gostaria de saber quais referências você utilizou?
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.199
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
519
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • \n
  • \n
  • espasticidade: Espasticidade é quando ocorre um aumento do tônus muscular, envolvendo hipertonia e hiperreflexia, no momento da contração muscular, causado por uma condição neurológica anormal.Os músculos espásticos são mais resistentes à contração do que os músculos normais e também custam mais a se relaxar, permanecendo contraídos por um período de tempo mais longo. É um dos distúrbios motores mais frequentes e incapacitantes que correm em pessoas com lesões no sistema nervoso.\nAtaxia: reflete uma condição de falta de coordenação dos movimentos podendo afetar a força muscular e o equilíbrio de um animal. É normalmente associada a uma degeneração ou bloqueio de áreas específicas do cérebro e cerebelo. Tem como principais consequências a disartria, a dismetria e a tão característica marcha ebriosa.\n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • Paralisia cerebral em Odontologia

    1. 1. Paralisia Cerebral na Odontologia
    2. 2. PC• “É uma encefalopatia crônica não progressiva da infância.”Caracteriza-se poralterações dos movimentose da postura, de causa nãogenética, adquiridas antes,durante ou após onascimento, até os 7 anosde idade. Em geralacompanha-se de déficitssensoriais e mental, bemcomo de crises convulsivas.
    3. 3. PC: Sinais Característicos• Espasticidade: é quando ocorre um aumento do tônus muscular, envolvendo hipertonia e hiperreflexia, no momento da contração muscular, causado por uma condição neurológica anormal. Os músculos espásticos são mais resistentes à contração do que os músculos normais e também custam mais a se relaxar, permanecendo contraídos por um período de tempo mais longo. É um dos distúrbios motores mais frequentes e incapacitantes que correm em pessoas com lesões no sistema nervoso.
    4. 4. PC: Sinais Característicos• Ataxia: reflete uma condição de falta de coordenação dos movimentos podendo afetar a força muscular e o equilíbrio de um animal. É normalmente associada a uma degeneração ou bloqueio de áreas específicas do cérebro e cerebelo. Tem como principais consequências a disartria, a dismetria e a tão característica marcha ebriosa.
    5. 5. PC: Sinais Característicos■ Tremor: Manifesta-se durante um movimento voluntário■ Dismetria: Erro na medida de movimentos■ Distasia: Dificuldade de manter-se em pé■ Disbasia: Dificuldade na marcha, marcha ebriosa■ Disartria: Dificuldade na fala, fala pastosa■ Nistagmo: Incoordenação do músculo do globo ocular.
    6. 6. EPIDEMIOLOGIA “ Ocorre numa proporção de 3 casos para 1000habitantes (considerando todas as formas e faixas etárias)” (Em 1970, Mac Intosh - Escócia: 1,2 para 1000) (Em 1989, Ferrareto – Brasil: 6,0 para1000)
    7. 7. Fatores Pré-natais• Infecção congênitas• Hipóxia• Disturbios metabólicos: ex. Diabt. Meli Materno• Transtornos tóxicos• Irradiação• Malformações congênitas
    8. 8. Fatores Perinatais• Hemorragias Intracranianas• Hipoxia• Fatores de ordens obstétrica: ex. deslocamento placenta, idande materna etc.• Icterícia grave do RN.
    9. 9. Fatores Pós-natais• Meningoencefalite bacteriana e viral.• Traumatismos• Desnutrição• Síndromes Epiléticas
    10. 10. ClassificaçãoEspásticaAtetóide Atáxica Mista
    11. 11. Espástica• “Quando a lesão está localizada na área responsável pelo início dos movimentos voluntários, o tônus muscular é aumentado, ou seja musculosos tensos e reflexos exacerbados.”
    12. 12. SUBTIPOSTetraplegia - os quatro membros e o corpo inteiro sãoafetados. Algumas crianças com esse subtipo tambémapresentam convulsões e tremores e geralmente nãoconseguem andar nem falar. Essa é a forma mais severade PC, deixando muitas crianças intelectualmenteincapacitadas.
    13. 13. SUBTIPOSHemiplegia - um lado do corpo é afetado. Se for o ladodireito, isso normalmente significa que o cérebro sofreu alesão no lado esquerdo. Além disso, os membros do ladoafetado podem não se desenvolver na mesmavelocidade que os membros não afetados. Geralmente,elas conseguem andar.
    14. 14. SUBTIPOSDiplegia - a parte inferior do corpo é afetada, e a pessoapode andar "cruzando" as pernas e na ponta dos dedos.Muitas pessoas com esse subtipo têm estrabismo egeralmente deficiência visual.
    15. 15. Espástica
    16. 16. Atetoide• “A lesão está localizada nas áreas que regulam o movimento, a criança apresenta movimentos involuntários, e os mov. voluntários estão prejudicados.”
    17. 17. AtetóideA pessoa com atetose apresenta movimentos lentos,retorcidos e involuntários, especialmente nos braços,enquanto a discinesia significa que essesmovimentos podem ser repetitivos, praticamentecomo um tique. Os portadores dessa forma de PCtêm tônus muscular variado. Algumas vezes, seusmúsculos são tensos e rígidos; em outras, sãofrouxos e moles.
    18. 18. Atetóide• A paralisia cerebral atetóide é resultado da lesão que ocorre em uma dessas áreas do cérebro ou mais: nos gânglios basais, no trato corticoespinhal e no córtex motor. Os portadores da atetóide podem ter dificuldade para andar, falar, comer, sentar eretas e realizar atividades motoras básicas.
    19. 19. Atáxica• Esta relacionada com lesões cerebelares ou das vias cerebelares.
    20. 20. Atáxica• significa a perda de coordenação dos movimentos musculares voluntários, é um sintoma que faz parte do quadro clínico de numerosas doenças que comprometem o sistema nervoso. A perda de coordenação pode afetar os membros, a fala, os movimentos dos olhos ou de outras regiões do corpo. Os sintomas geralmente decorrem de disfunções do cerebelo (parte do cérebro responsável pela coordenação motora), lesões na medula espinhal, neuropatia periférica ou de uma combinação desses fatores.
    21. 21. Mista
    22. 22. Aspectos Bucais• Acúmulo de biofilme• Doença Periodontal• Cárie Dentária• Maloclusões
    23. 23. Aspectos Bucais• Reflexos orais• Bruxismo• Trauma• Sialorréia

    ×