Hipospádia

10.441 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.441
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
116
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Hipospádia

  1. 1. Fundação de Apoio a Escola Técnica Unidade Santa Cruz Curso Técnico em Enfermagem Rio de Janeiro, 21 de março de 2013Brenda Fravolini Turma: 3102Nayara Caroline Professora: Daniele
  2. 2.  No pênis normal, a uretra exterioriza-se em sua extremidade. Na hipospádia, há um defeito na formação da parte final da uretra, com extensão variável. Na maioria das hipospádias (cerca de 70% dos casos), a uretra estará exteriorizada em uma posição mais distal do pênis ou da glande, o que geralmente permite a reconstrução do canal uretral com um procedimento único.
  3. 3.  Hipospádia resulta de um desenvolvimento anormal do pênis que é definido como um meato uretral ectópico proximal a sua posição normal na glande, localizado em posição ventral em qualquer lugar ao longo do pênis, escroto ou períneo. Um aspecto de anormalidades incluindo curvatura ventral do pênis (chordee), capuchão dorsal do prepúcio e um corpo esponjoso incompleto, está comumente associado à hipospádia.
  4. 4.  Conforme a localização do meato uretral, as hipospádias podem ser classificadas em distais, médio penianas ou proximais. Lembrando que somente depois da correção da curvatura peniana, é que se tem a real localização do meato uretral.
  5. 5.  Esta malformação ocorre por múltiplos fatores, podendo ser genético (Ex.: Sindrome de Reifenstein) e/ou hormonal (Ex.: deficiência da enzima "5- alfa-redutase", ou deficiência de receptores hormonais a nível celular do pênis). O encurvamento distal persistente (chordee) é devido a falta de desenvolvimento normal do corpo esponjoso que envolve a uretra.
  6. 6.  Localização Incomum – Uretra; Dificuldade De Micção; Deformação – Pênis.
  7. 7.  A Hipospádia vezes é diagnosticada por ultrassom pré-natal, mas geralmente ocorre no sexo masculino ao nascimento. Ao exame, o prepúcio normalmente é incompleta e equivocada a abertura da uretra está localizado. A hipospádia leve pode não ser diagnosticada a menos que a remoção do prepúcio (circuncisão) é executada. O diagnóstico de hipospádia no sexo feminino exige um exame físico completo.
  8. 8.  A Hipospádia não pode ser impedida.
  9. 9.  Casos de hipospádia em que a abertura da uretra fica perto da ponta da glande não necessitam de tratamento se o fluxo de urina é reto e não há chordee. Moderada ou hipospadia grave requer cirurgia para atingir o seguinte: - Permitir que o paciente urine de pé; - Corrigir a curvatura do pênis (chordee); -Apresentar uma aparência cosmeticamente aceitável; - Preservar a fertilidade.
  10. 10.  Cirurgia
  11. 11.  Inchaço e sangramento menor no local são comuns após a cirurgia para reparar hipospádia e geralmente não são graves. As complicações incluem reações adversas à anestesia e sangramento excessivo, que pode exigir cirurgia adicional. As complicações a longo prazo, que pode exigir cirurgia adicional incluem o seguinte: *Desenvolvimento de uma abertura anormal da uretra para a pele (fístula) *Estreitamento do orifício uretral (estenose meatal) ou a uretra (estenose) * Formação de balonismo da uretra (divertículos uretrais)
  12. 12.  Consulte um urologista para um exame mais completo. Procure ajuda medica imediata ao ver uma curvatura ventral do pênis (chordee).
  13. 13.  Recuperação total esperada com o tratamento. O prognóstico para a hipospádia depende da gravidade da doença. A correção cirúrgica para as condições moderadas ou graves está se tornando cada vez mais de sucesso. Avanços cirúrgicos (por exemplo, cola de tecido, procedimentos a laser, substitutos uretral) e antes da intervenção do nascimento (pré-natal), que pode melhorar o prognóstico estão sendo desenvolvidos.
  14. 14.  Geralmente são os cuidados pré e pós operatórios, de cirurgia geral, preparo antes da cirurgia e curativos pós cirurgia, além de prestar apoio a família e a criança, orientar sobre todo o procedimento, auxilia nas alimentacões, horários, ficar atento a reclamações de dores e administrar medicamentos preescritos . E manter a família atenta aos cuidados da higiene intima e conforto .
  15. 15.  Concluímos então que a Hipospádia é um desenvolvimento anormal do pênis, que o meato uretral fica fora da sua posição normal . Essa anormalidade não causa problemas a saúde em geral, mais sim a estética e a autoestima do menino depois que cresce . Seu tratamento é a cirurgia e a função da enfermagem é acompanhar no pré-operatório e pós-operatório , orientar aos familiares com a higiene, alimentação , prestar assistência , ter atenção as medicações , horários entre outros cuidados.
  16. 16.  INTERNET. Hipospádias. Data de Pesquisa: 10/03/13 Site: http://pt.scribd.com CAMPOS, Bernardo Almeida. Hipospádia. Data de Pesquisa:10/03/13 Site: http://www.hospitalinfantilsaocamilo.com.br INTERNET. Hipospádia. Data de Pesquisa:13/03/13 Site: http://www.uroped.com.br
  17. 17.  INTERNET. Hipospádia Sintomas e Sinais. Data de Pesquisa:13/03/13. Site: http://medisato.com/pt/hipospadia-sintomas/ INTERNET. Hipospádia: Causas, Diagnóstico, Tratamento. Data de Pesquisa:13/03/13. Site: http://tvcanal7.blogspot.com.br

×