Antineoplásicos

23.733 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
23.733
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
492
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Antineoplásicos

  1. 1. Fundação de Apoio a Escola Técnica Unidade Santa Cruz Curso Técnico em Enfermagem Fundamentos de Enfermagem Rio de Janeiro, 31 de julho de 2012Flávia Cristina Ribeiro de AlmeidaMarcos Geison Ribeiro PadilhaThais Oliveira DurãoVinícius Lippmã da Fonseca Passos Turma: 2102Professor Orientador: Thiago Wilson
  2. 2. O QUE É CÂNCER?Câncer (ou Neoplasia) é o crescimento desordenado(maligno) de células que invadem os tecidos e órgãos,podendo espalhar-se (metástase) para outras regiões docorpo.
  3. 3. O QUE CAUSA CÂNCER?As causas de câncer são variadas, podendo ser externas ouinternas ao organismo, estando ambas inter-relacionadas às: Causas externas que relacionam-se ao meio ambiente e aos hábitos ou costumes próprios de um ambiente social e cultural. Causas internas são, na maioria das vezes, geneticamente pré-determinadas, estão ligadas à capacidade do organismo de se defender das agressões externas.
  4. 4. CÂNCER NO BRASILO problema do câncer no Brasil ganha relevância pelo perfilepidemiológico que essa doença vem apresentando, e,com isso, o tema tem conquistado espaço nas agendaspolíticas e técnicas de todas as esferas de governo. Alexandre Padilha Ministro da Saúde
  5. 5. TIPOS DE CÂNCER MAISINCIDENTES NO BRASIL EM 2010
  6. 6. TIPOS DE CÂNCER LeucemiaA leucemia é uma doença maligna dos glóbulos brancos(leucócitos), geralmente, de origem desconhecida. Temcomo principal característica o acúmulo de células jovensanormais na medula óssea, que substituem as célulassanguíneas normais.
  7. 7. TIPOS DE CÂNCER Câncer de Colo de ÚteroO câncer de colo de útero demora muito tempo para desenvolver-se. Esse tipo de câncer é facilmente descoberto no examepreventivo (Papanicolau).A principal causa é a infecção por Papilomavírus (HPV).
  8. 8. TIPOS DE CÂNCER Câncer de MamaO câncer de mama ocorre quando as células deste órgãopassam a se dividir e se reproduzir muito rápido e deforma desordenada. A maioria dos cânceres de mamaacomete as células dos ductos mamários.
  9. 9. TIPOS DE CÂNCER Câncer de PróstataTumores neste local podem crescer de forma rápida edesordenada, espalhando-se para outros órgãos, podendo levarà morte.
  10. 10. estimativa de câncer no mundo em 2030 Em milhões 25 20 15 10 5 0 2008 203090% desse aumento ocorrerá em países mais pobres e emdesenvolvimento, de acordo com a pesquisa.
  11. 11. BRASIL: LOCAIS DE INCIDÊNCIA DE CÂNCER O número estimado para 2012/2013 é de 518.510 casos novos de câncer no Brasil. As regiões Sul e Sudeste, de maneira geral, apresentaram as maiores taxas, enquanto as regiões Norte e Nordeste, as menores. Taxas da região Centro-Oeste apresentaram um padrão intermediário.
  12. 12. GASTOS PÚBLICOS E IMPORTÂNCIA DO CONHECIMENTO DA DOENÇA R$ 2,2 bilhões no ano. O câncer não poupa ninguém. Ele toca o rico e o pobre, o jovem e o idoso, homens, mulheres e crianças. Para além dos custos financeiros da doença, o câncer tem repercussões psicossociais e espirituais importantes para os doentes e seus familiares.
  13. 13. QUANDO SUSPEITAR DE CÂNCER?Sintomas de câncer Dor: causada principalmente por consequência da metástase; Caquexia: A caquexia é uma diminuição do apetite associado a rápida perda de peso e massa muscular; Fadiga: pode ser causado pela própria caquexia, por anemia, por dificuldade em dormir (normalmente pela dor), e pela ação direta de substâncias produzidas pelo tumor; Anemia: A anemia é um achado quase universal nos cânceres. Qualquer doença crônica pode causar uma inibição na produção de hemácias pela medula óssea, e o câncer não é diferente. A anemia pode ser também por sangramentos do tumor e por inibição da absorção de ferro; Trombose: Pacientes com tumores malignos tendem a apresentar um estado de hipercoagulabilidade, ou seja, o sangue inapropriadamente coagula dentro do próprio vaso, formando trombos.
  14. 14. ANTINEOPLÁSICOSA quimioterapia oncológica era, até recentemente, reservada aetapas avançadas da doença cancerosa. Hoje é empregada emfases iniciais. A terapia medicamentosa antineoplásicasubdivide-se em: Adjuvante (após tratamento cirúrgico e/ou radioterápico); Neoadjuvante (antes do tratamento cirúrgico ou radioterápico definitivo); Paliativa; Curativa.
  15. 15. CLASSES DE FÁRMACOS Agentes alquilantesOs alquilantes são doadores de radicais alquila.São fármacos que após ativação formam ligação covalentecruzada com a dupla hélice do DNA, RNA e inibem a sínteseproteica.Têm poder de adicionar um grupo alquila a diversos gruposeletronegativos do DNA celular (célula neoplásica e sadia),desta maneira alterando ou evitando a duplicação celular. AntimetabólitosDrogas quimicamente similares aos metabólitos que ocorrem nanatureza, mas diferem o suficiente para interferir com as viasmetabólicas normais.
  16. 16. CLASSES DE FÁRMACOS Produtos NaturaisSão outro tipo de agente antineoplásico importante eeficiente, e que se refere a muitos fármacos usados na terapiaclínica do câncer e que originalmente não são compostossintéticos. MiscelâneaDesse grupo fazem parte drogas antineoplásicas commecanismo de ação variados, frequentemente desconhecidos,pouco compreendidos ou diferentes daqueles descritosanteriormente. Possuem características e toxicidades diversas.
  17. 17. AGENTES ALQUILANTESCiclofosfamida Mecanismo de ação: É agente antineoplásico alquilante que impede a divisão celular. É agente não-específico de fase do ciclo celular, ou seja, a alquilação pode ocorrer em células em divisão ou em repouso. O pico de sua absorção ocorre 1 hora após a administração oral. Menos de 10% são excretados na urina como fármaco íntegro e 85% a 90%, na forma de metabólitos. O início do efeito terapêutico pode levar de 7 a 21 dias.
  18. 18. AGENTES ALQUILANTES Nome Comercial: Genuxal (Baxter) Via de administração: EV - infusão rápida ou contínua, VO, IM, Intraperitoneal e C7H15Cl2N2O2P Intrapleural. Reações adversas mais comuns: náuseas, vômitos, coriza, congestão nasal, dor de cabeça, anemia. Meia vida: 1,3 a 16 horas.
  19. 19. ANTIMETABÓLITOSAzacitidina Mecanismo de ação: Inibe o DNA metiltransferase (enzima responsável pela metilação de DNA recém-sintetizado em células de mamíferos). Causa hipometilação do DNA. Também possui efeito citotóxico direto sobre células hematopoiéticas anormais da medula óssea. Administração: aplicar o produto por via subcutânea na coxa ou no abdome (subcutânea). Deve ser reconstituído assepticamente com 4 ml de água estéril para injeção. O diluente deve ser injetado lentamente no fracos. Agitar o frasco, obtendo 25 mg/ml de azacitidina. Doses acima de 4 ml devem ser divididas em duas seringas, aplicadas em lugares diferentes.
  20. 20. ANTIMETABÓLITOS Nome comercial: VIDAZA™ (United Medical Ltda) Via de administração: injetável – subcutânea (uso adulto).C8H12N4O5. Reações adversas mais comuns: náusea, anemia, vômitos, diarréia, fadiga, constipação e fraqueza. Composição: ampola com 100 mg de azacitidina e 100 mg de manitol como excipiente. Meia vida: 8 minutos.
  21. 21. PRODUTOS NATURAISVincristina Mecanismo de ação: O sulfato de Vincristina é um antineoplásico. Esta substância inibe a divisão mitótica das células na metáfase. Deixa a corrente sanguínea rapidamente, cerca de 90% de uma dose intravenosa sendo distribuída aos tecidos após 15 a 30 minutos. Cerca de 80% são excretados por bile e fezes e 10 a 20 %, pela urina. Indicações: tratamento de leucemia linfoblástica aguda, câncer de mama, carcinoma de pulmão de pequenas células.
  22. 22. PRODUTOS NATURAIS Nome comercial: Oncovin® (Pharmacia Ind. Com. Ltda.) Via de administração: intravenosa diretaA fórmula é C46H56N4O10 Reações adversas mais comuns: constipação, irritação e necrose teciduais por extravasamento, alopécia, hipertens ão, convulsões, dor de cabeça, náusea, vômito, perda de peso, fotofobia e estomatite. Meia vida: 24 horas.
  23. 23. MISCELÂNEACisplatina Mecanismo de ação: A sua atividade antitumoral é atribuída à ligação ao DNA, com formação de aductos. O efeito citotóxico da cisplatina é, assim, causado pela inibição da transcrição e replicação e induzindo a morte celular programada. A ligação a proteínas plasmáticas (albumina, transferrina e gamaglobulina) é superior a 90%. Quantidades mínimas chegam ao SNC. Há alta captação em rins, fígado, ovários, útero e pulmões. O volume de distribuição é de 11 a 12 L/m2. Excreta-se mais de 90% na urina e 10% na bile.
  24. 24. MISCELÂNEA Nome comercial: Platinil® (Biosintetica). Via de administração: intravenosa lenta.Cl2H6N2Pt Reações adversas mais comuns: náusea, vômito, bradicardia, visão turva, hipocalcemia, hipocalemia, feridas na boca, angina pectoris, estomatite e perda de apetite. Indicações: câncer de bexiga, próstata, ovário, testículo, cabeça e pescoço, pulmão e pulmão de pequenas células e mama. Meia vida: varia entre 16 a 53 horas.
  25. 25. CUIDADOS DE ENFERMAGEM Cuidados Paliatiativos: foram definidos pela OMS em 2002 como uma abordagem ou tratamento que melhora a qualidade de vida de pacientes e familiares diante de doenças que ameacem a continuidade da vida. Para tanto, é necessário avaliar e controlar de forma impecável não somente a dor, mas, todos os sintomas de natureza física, social, emocional e espiritual. Atenção na administração dos medicamentos.
  26. 26. CUIDADOS DE ENFERMAGEM“A equipe de enfermagem precisa ser profissional, qualificada eespecializada, para que o cuidado contenha todos os elementos decompromisso, envolvimento, sensibilidade e solidariedade, pois éo profissional de enfermagem que está em contato direto com opaciente e seus familiares.Desta forma, a equipe tem como diferencial o tratamentohumanizado ao paciente com câncer. O cuidado não se aplicasomente à doença, e sim em cuidar do doente, da pessoaque, circunstancialmente está sofrendo.”Enfª Paula Andrea SoresiniGerente de EnfermagemCOREN/PR 65687
  27. 27. CONCLUSÃO O câncer é um grave problema de ordem pública. Todos os anos milhares de pessoas são diagnosticados com a doença. Novos medicamentos e formas de tratamento vêm sendo desenvolvidos, mas ainda estamos muito longe da cura. A prevenção e o diagnóstico precoce são as melhores formas de diminuir os altos índices de câncer no Brasil e no mundo.
  28. 28. OBRIGADO!“O pessimista vê dificuldade em cadaoportunidade; o otimista vê oportunidade emcada dificuldade.”Winston Churchill
  29. 29. BIBLIOGRAFIA ADMINISTRAÇÃO de quimioterápicos antineoplásicos. UFTM – Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Disponível em: http://www.uftm.edu.br/upload/hc/seenf/trabalhos/AVIhe07 0927085357.pdf. Acesso em: 26/05/2012. AGENTES antineoplásicos. USP – Universidade de São. Disponível em: http://www.fcf.usp.br/Ensino/Graduacao/Disciplinas/Exclusi vo/Inserir/Anexos/LinkAnexos/antineoplasicos.pdf. Acesso em: 06/06/2012. AZACITIDINA. Medicina Net. Disponível em: http://www.medicinanet.com.br/conteudos/medicamentos- injetaveis/3347/azacitidina.htm. Acesso em: 02/07/2012.
  30. 30. BIBLIOGRAFIA BUARQUE, Daniel. Pacientes de câncer no SUS em SP comentam tratamento de Lula – Gastos públicos. G1 – O Portal de Notícias da Globo. Disponível em: http://g1.globo.com/politica/noticia/2011/11/pacientes- de-cancer-no-sus-em-sp-comentam-tratamento-de-lula.html. Acesso em: 06/06/2012. CÂNCER tipo mama. INCA – Instituto Nacional do Câncer. Disponível em: http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/ site/home/mama/cancer_mama++. Acesso em: 06/06/2012. CÂNCER tipo próstata. INCA – Instituto Nacional do Câncer. Disponível em: http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/ site/home/prostata/definicao. Acesso em: 06/06/2012.
  31. 31. BIBLIOGRAFIA FORMULÁRIO Terapêutico Nacional 2008. BVSMS – Biblioteca Virtual em Saúde, Ministério da Saúde. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/formulario_terapeut ico_nacional_2008.pdf. Acesso em: 02/07/2012. LEUCEMIA. Hospital de Câncer de Barretos. Disponível em: http://www.hcancerbarretos.com.br/leucemia. Acesso em: 06/06/2012. MARTINS COSTA ALVES, Protásio e MARTINS LIMA, Cláudio Luiz. Câncer de Próstata. Terra – ABC da Saúde. Disponível em: http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?63. Acesso em: 06/06/2012. MEDEIROS ZELMANOWICZ, Alice de. Câncer de Mama. Terra – ABC da Saúde. Disponível em: http://www.abcdasaude.com.br/artig. php?611. Acesso em: 06/06/2012.
  32. 32. BIBLIOGRAFIA O QUE é o câncer? INCA – Instituto Nacional do Câncer. Disponível em: http://www1.inca.gov.br/conteudo_view.asp?id=322#topo. Acesso em: 06/06/2012. PINHEIRO, Pedro. O que é o câncer. MD. Saúde. Disponível em: http://www.mdsaude.com/2009/02/cancer-cancro- sintomas.html. Acesso em: 06/06/2012. PRESSE, Frence. Casos de câncer no mundo subirão 75% até 2030, afirma estudo. UOL – Folha.com. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/1099291- casos-de-cancer-no-mundo-subirao-75-ate-2030-afirma- estudo.shtml. Acesso em: 06/06/2012.
  33. 33. BIBLIOGRAFIA SUMAN, Antônia Leonilda. Cuidados de enfermagem na preparação e administração dos quimioterápicos. UNESP – Universidade Estadual Paulista. Disponível em: http://pt.scribd.com/doc/51721451/13-Cuidados-de- enfermagem-na-quimioterapia. Acesso em: 07/06/2012. VIDAZA. United Medical. Disponível em: http://www.unitedmedical.com.br/bulasdownload/vidaza_pr ofissionais.pdf. Acesso em: 02/07/2012. WANNMACHER, Lenita. Fármacos utilizados em neoplasia - Antineoplásicos. ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/divulga/public/livro_eletronico/ne oplasia.html. Acesso em: 06/06/2012.

×