Plano de ação lauro barreira

367 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
367
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plano de ação lauro barreira

  1. 1. GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO - REGIÃO DE PIRASSUNUNGA E.E. Lauro Barreira- Município: Santa Cruz das Palmeiras -SP E-mail: e021519a@see.sp.gov.br - Tel/Fax:19-3672-1352/3672-1302/3672-4083 IDENTIFICAÇÃO: Tema: Pequenas ações transformam o Planeta em Sustentável! Professores envolvidos: Silvely Maria Aparecido Baptista, Haroldo José Rocha Santoro, Angela Emilia Bertazo Nantes e Ana Paula Ribeiro. Disciplinas: Geografia, Ciências e Arte. Local: Escola Estadual “Lauro Barreira” Turmas envolvidas: 8º ano A e 8º ano B. Público Alvo: Escola e Comunidade. Data da conferência e Planejamento das ações: 29 de agosto 2013. FOCO DA AÇÃO: Atitude de Reciclar para diminuir a quantidade de lixo, priorizando a coleta seletiva, modificando hábitos, costumes e valores em relação ao consumo e descarte do lixo. JUSTIFICATIVA: A escola é um bom lugar para se aprender sobre a importância de descartar o lixo corretamente, visto que um dos grandes problemas ambientais é o lixo. Propomos com esse plano de ação trabalhar com atitudes, mudanças de hábitos, costumes e com formação de valores e conceito em relação ao consumo e descarte do lixo, buscando sensibilizar os alunos sobre a importância da reciclagem e reutilização como recursos pedagógicos, pufes de garrafa pet, horta suspensa e sabão com óleo descartado. Na escola temos concentrado a atenção de alunos, pais de alunos, professores, equipe escolar e pessoas da comunidade para a questão ambiental, uma vez que a temática evidencia as interrelações e a interdependência dos elementos da natureza na constituição e na manutenção da vida no planeta. OBJETIVOS:  Conceituar o que é reciclagem  Reconhecer a importância da reciclagem para o nosso planeta;  Diferenciar os tipos de lixos que existem;
  2. 2.  Reconhecer as cores das latas de lixos recicláveis;  Reutilizar embalagens para a confecção de recursos pedagógicos, fantoches, horta suspensa, etc..  Mostrar a importância de separar o lixo;  Orientar os estudantes a diferenciarem o que é lixo orgânico e o que é lixo seletivo;  Informar os alunos a dar o destino correto a lixos sólidos, como lâmpadas fluorescentes e de mercúrio, baterias de celular, pilhas, etc..  Ensinar a forma correta de descartar o óleo de cozinha saturado, evitando danos à rede hidráulica de construções e sem poluir o meio ambiente;  Criar uma consciência ambiental nos estudantes;  Promover a consciência ambiental dos pais e comunidade por intermédio dos alunos da escola.  Conscientizar e comprovar que a preocupação com o meio ambiente e a sua qualidade depende das atitudes de todos nós. “Tudo o que acontece no mundo, seja no meu país, na minha cidade ou no meu bairro, acontece comigo. Então, eu preciso participar das decisões que interferem na minha vida.” Hebert de Souza, o Betinho PARCERIA: Casa da Agricultura pertencente ao Estado de São Paulo, localizada nesta URBE. AÇÕES:  SABÃO CASEIRO – feito com óleo de cozinha descartado para ser doado às famílias dos alunos, utilizado na própria U.E. e doações a instituições carentes;  HORTA SUSPENSA – plantio de mudas de hortaliças e ervas medicinais em garrafas pet;  FANTOCHES – reutilização de caixa longa vida;  PUFES – confeccionados com garrafas pet;  RECICLAGEM DE PAPEL – bloquinho feito a partir de papeis descartados pelos alunos;  Reaproveitamento de partes dos legumes;  Transformação de pneus descartados em jardineiras a serem utilizados no jardim da Escola. Que o nosso tempo seja lembrado pelo despertar de uma nova reverência face à
  3. 3. vida, pelo compromisso firme de alcançar a sustentabilidade, a intensificação da luta pela justiça e pela paz, e a alegre celebração da vida. (O texto da Carta da Terra) “O tempo não está do nosso lado. Agora estamos em um ponto em que, simplesmente, temos que começar a fazer as coisas que vão garantir a sobrevivência e a sustentabilidade da vida na Terra como a conhecemos.” (Maurice Strong, 2012). REFERÊNCIAS: - Currículo da SEESP caderno do Professor e do aluno – Geografia volume 3 - 8º ano. -Material Com Vida: http://portal.mec.gov.br/secad/arquivos/pdf/educacaoambiental/comvida.pdf - Vamos cuidar do Brasil com escolas sustentáveis: educando-nos para pensar e agir em tempos de mudanças socioambientais globais / Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão, Ministério do Meio Ambiente; elaboração de texto: Tereza Moreira. -- Brasília: A Secretaria, 2012. - Educação ambiental. 2. Responsabilidade ambiental. 3. Educomunicação. I. Lopes, Grácia. II. Melo, Teresa. III. Barbosa, Neusa. IV. Brasil. Secretaria de Educação Continuada, -- Alfabetização, Diversidade e Inclusão. V. Brasil. Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental. -Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio, Brasília. -Mini Dicionário Aurélio, PNDL, Editora fronteira, 2002. -A Sociedade do Lixo - Os Resíduos, a Questão Energética e a Crise Ambiental, Paulo J. Figueiredo, Ed. Unimep. -Do Nicho ao Lixo - Ambiente, Sociedade e Educação, F. Scarlato e Joel Pontín, Ed. Atual. - http://www.cartadaterrabrasil.org/prt/text.html
  4. 4. Alunos, professores, comunidade na sala de Leitura na IV Conferência Nacional InfantoJuvenil pelo Meio Ambiente Árvore dos sonhos com as ações (da esquerda para direita: Profª Silvely, Delegado Paulo Roberto Silva Reis – 8º ano B, Suplente Maria Eduarda Baptista – 8º ano B, Profª Angela, Profº Haroldo e Mãe de aluno: Sandra).

×