Apresentacao do grupo de estudos do dia 14 09

457 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
457
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentacao do grupo de estudos do dia 14 09

  1. 1. CRISE NO ENSINO DE CIÊNCIAS
  2. 2. O ENSINO DE CIÊNCIAS NA BÉLGICA Indicadores apontados por Gérrard Fourez Alunos Professores de Ciências Os Dirigentes da Economia Os Pais Os Cidadãos (trabalhadores manuais ou outros)
  3. 3. ALUNOS Os alunos tem admiração pelos cientistas pelos seu trabalho mas isso não implica que eles queiram ser cientistas.“O aumento de inscrições nas universidades de língua francesa na Bélgica mostra que eles rejeitam as faculdades de ciências e até os ramos mais ligados ação, mas com forte conteúdo científico (Engenheiro por exemplo)”(Fourez, 2004, p. 02)
  4. 4. PROFESSORES DE CIÊNCIAS “Muitos jovens de hoje pedem que lhes seja mostrado de início a importância - cultural, social, econômica ou outras – fazer este desvio. Mas nós seus professores, estamos prontos e somos capazes de lhes mostrar essa importância?” (Fourez, 2004, p. 02)
  5. 5. OS DIRIGENTES DA ECONOMIA “Os empresários se inquietam com a falta de engenheiros e outros cientistas.” (Fourez, 2004, p. 03) “O mundo industrial testemunha assim, que, se não se leva em conta os limites descritos pelas ciências e tecnologias, corre-se o risco de não mais produzir riquezas em quantidades suficientes para satisfazer nossas necessidades crescentes.” (Fourez, 2004, p. 03)
  6. 6. PAIS E CIDADÃOS “Muitos pais de alunos, preocupados com o emprego futuro de seus filhos, concordam fortemente com o ponto de vista do mundo econômico, embora uma análise mais apurada, em função dos meios sociais, fosse oportuna.” (Fourez, 2004, p. 03) Se consideramos agora o conjunto de cidadãos, podemos nos perguntar onde eles se situam em relação às ciências e às tecnologias. (Fourez, 2004, p. 03)
  7. 7. “CHINA LIDERA RANKING DO PISA,BRASIL PATINA” Fonte: http://historiavermelha.blogspot.com.br/2012/06/china- lidera-ranking-do-pisa-brasil.html
  8. 8. “CHINA LIDERA RANKING DO PISA,BRASIL PATINA” Fonte: http://historiavermelha.blogspot.com.b/2012/06/china-lidera- ranking-do-pisa-brasil.html
  9. 9. MAS O QUE A CHINA E A CORÉIA TEM??? “Há alguma fórmula mágica para o sucesso desses dois países que, em poucos anos, despontam como grandes potências no cenário econômico no início do milênio? Não. Trata-se de uma receita simples: investir na educação. Tanto a China quanto a Coreia do Sul empregaram grande parte de seus recursos na educação e têm valorizado o professor como um dos alicerces para o desenvolvimento da sociedade.”(Silva) Fonte: http://www.fev.edu.br/artigos/artigo_ser_professor.html
  10. 10. CONCLUSÃO A crise no ensino de ciências é decorrente de falta de investimento, desvalorização do professor e desconhecimento da sociedade do valor que a ciência exerce no desenvolvimento de pais.

×