2011       ULHT . PROJECTO II       BIBLIOTECA EM SANTOS Transpor para a biblioteca o conceito de “Meeting Point”, um enco...
2011       ULHT . PROJECTO II       BIBLIOTECA EM SANTOS No piso 0 da secção de adultos, localiza-se grande parte da docum...
2011       ULHT . PROJECTO II       BIBLIOTECA EM SANTOS As aberturas criadas permitem obter os níveis de iluminação inter...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Filipe Lopes Santos

111 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
111
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Filipe Lopes Santos

  1. 1. 2011 ULHT . PROJECTO II BIBLIOTECA EM SANTOS Transpor para a biblioteca o conceito de “Meeting Point”, um encontro de culturas, gerações, vivências e conhecimentos. Ligação entre dois tempos, duas realidades, um passado deixado ao abandono e um futuro de uma nova vivência. Num lugar com uma envolvente humana tão diversificada como estudantes, criativos, moradores de bairros tradicionais e trabalhadores, com uma forte presença industrial, abandonada e em degradação, torna-se vital a sua revitalização e dinamização. Além de estimular a actividade através do aumento do tráfego de pedestres até ao edifício, a preservação das fachadas degradadas e a envolvente existente serão componentes chave da estratégia do projecto. Numa área com uma presença destas estruturas industriais, pretende-se uma valorização destas para uma nova vivência mantendo uma relação íntima com a memória do lugar.
  2. 2. 2011 ULHT . PROJECTO II BIBLIOTECA EM SANTOS No piso 0 da secção de adultos, localiza-se grande parte da documentação em livre acesso, disposta em estantes ao longo do edifício, destinada tanto ao empréstimo domiciliário como à consulta local. O longo corredor iluminado pela clarabóia que varre toda a fachada junto ao edifício existente permite, para além da circulação em torno das estantes, a permanência para uma consulta informal e uma leitura imediata dos documentos.
  3. 3. 2011 ULHT . PROJECTO II BIBLIOTECA EM SANTOS As aberturas criadas permitem obter os níveis de iluminação interior necessários, adaptados de acordo com as actividades que se desenvolvem no seu interior. Dado que a luz solar altera as propriedades dos documentos através do calor e dos raios ultravioletas, as zonas de documentação terão uma menor percentagem de aberturas na fachada. Nas zonas de consulta, que carecem de maior iluminação, as fachadas permitem maior permeabilidade.

×