Biblioteca 16421

257 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
257
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Biblioteca 16421

  1. 1. Declaração Anual de Renda do EmpreendedorIndividual – Parte 1Link: http://www8.receita.fazenda.gov.br/SimplesNacional/mei/default.aspNa seguinte tela, o empreendedor deve informar o número do CNPJ de sua empresa edigitar os caracteres da imagem ao lado. Clique em continuar.Comandos úteis:Note que o sistema da Declaração contém os seguintes comandos que podem ser úteis epodem ser acessados a qualquer momento:
  2. 2. a) Ajuda: para solucionar dúvidas do empreendedor sobre o preenchimentob) Sair: para suspender o preenchimento da declaração a qualquer momento.c) Declarar: utilizado para dar continuidade a uma declaração já iniciadaAno da DeclaraçãoO empreendedor deve indicar o ano da declaração, na linha correspondente ao tipo dedeclaração a ser apresentada (Original ou Retificadora). Depois, clique em Continuar.Dica: Se esta é a primeira vez que você preenche a Declaração no ano, o tipo é“Original”. Se está refazendo a Declaração para corrigir alguma informação, ela é dotipo “Retificadora”.Atenção:Lembre-se de que, em janeiro, você estará preenchendo a Declaração referente aoano anterior. Exemplo: Em janeiro/2011, você irá preencher os dados de 2010, entãodeve selecionar o ano 2010.O ano corrente será preenchido apenas pelos empreendedores individuais cominscrições baixadas no período (situação especial). Exemplo: Se durante o ano de 2011,você efetivou a baixa do seu registro de Empreendedor Individual, você deverápreencher a Declaração referente a 2011.A próxima tela da Declaração solicita o total das receitas do Empreendedor Individualno ano da Declaração, de duas formas:a) Receita bruta total;b) Receita bruta total referente às atividades sujeitas ao ICMS (indústria e comercio).Dica: Para preencher esses campos, consulte os Relatórios das Receitas Brutas Mensaisque você preparou durante o ano.
  3. 3. A soma dos totais das receitas indicadas nos Relatórios Mensais deve ser informada nocampo “Receita Bruta Total”.Se a atividade do empreendimento for INDÚSTRIA ou COMÉRCIO, informe, emseparado, a receita bruta total sujeita ao ICMS no campo abaixo. Este valor correspondeà soma dos totais dos campos dos relatórios mensais, relativos ao COMERCIO e/ou àINDÚSTRIA, e deverá ser informado na linha “Receita Bruta total referente àsatividades sujeitas ao ICMS”. Se a atividade for somente prestação de serviços, estecampo não precisa ser preenchido e pode ser deixado em branco.Dica: Se você ainda tem dúvidas se sua atividade é COMÉRCIO ou SERVIÇOS, volte eleia as Dicas Importantes da página 7 deste Guia.Nesta tela, o empreendedor também deve informar se teve empregado durante o ano daDeclaração. Mesmo que você tenha tido empregado apenas durante um mês do ano,deve informar que sim na Declaração.Confira as informações e clique em continuar.Declaração Anual de Renda do EmpreendedorIndividual – Parte 2Confirmação dos Tributos e Transmissão da DeclaraçãoNa próxima tela, o sistema apresentará os tributos apurados durante o ano. O sistemainformará as parcelas pagas e as parcelas em atraso. Havendo pendencias, providencie opagamento o mais rápido possível para não perder os benefícios.
  4. 4. Dica: Se você atrasou o pagamento de alguma parcela, volte ao Portal do Empreendedor(www.portaldoempreendedor.gov.br) para gerar uma nova guia (DAS), com os valoresdevidos, somados à multa e aos juros pelo atraso.Em caso de dúvida, volte às telas anteriores e confira ou altere as informações prestadas.Para finalizar, clique em “Transmitir”.O sistema informa a transmissão bem sucedida na tela seguinte. Escolha Imprimir paraobter o recibo impresso.No recibo impresso constarão as informações prestadas, o dia e a hora da transmissão eo respectivo número. Guarde esse recibo junto com os demais documentos do ano.Após a transmissão da Declaração, você já pode imprimir no sistema as Guias depagamento do próximo ano. Se desejar, aproveite e imprima as 12 guias.

×