Gabriel Makowiesky Vieira - Ass. Administrativo
Com as atividades no campo cada vez mais tecnificadas, a
tendência é que a população rural migre para as cidades. Em 60 a
...
A tendência é que predominem veículos coletivos e movidos
a energias limpas, como os ônibus movidos a hidrogênio,
mais sil...
Alguns robôs ajudantes já são comercializados no Japão, por
exemplo, mas a preços na casa das dezenas de milhares de reais...
 A computação tomará proporções astronômicas
 Tablets e celulares poderosos e finos
 Carros conectados e autônomos
 No...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

SENAI 60 anos - Futuro da Indústria por Gabriel Makowiesky Vieira

294 visualizações

Publicada em

Publicada em: Marketing
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
294
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
82
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

SENAI 60 anos - Futuro da Indústria por Gabriel Makowiesky Vieira

  1. 1. Gabriel Makowiesky Vieira - Ass. Administrativo
  2. 2. Com as atividades no campo cada vez mais tecnificadas, a tendência é que a população rural migre para as cidades. Em 60 a 70 anos, os centros urbanos estarão ainda mais densos, com grande concentração dos seus moradores. Mas as distâncias e o inchaço das cidades causaram um problema conhecido do homem urbano hoje: o congestionamento do trânsito. Será importante encurtar distância, ter uma cidade compacta, por isso a verticalização.
  3. 3. A tendência é que predominem veículos coletivos e movidos a energias limpas, como os ônibus movidos a hidrogênio, mais silenciosos. Silenciosos e 'limpos'. Em 60 a 70 anos, eles devem substituir de vez os automóveis a gasolina e álcool. No futuro será possível andar em sistemas de trânsito inteligentes, nos quais os carros andarão em comboio, engatados uns nos outros e se comunicando, evitando imprevistos.
  4. 4. Alguns robôs ajudantes já são comercializados no Japão, por exemplo, mas a preços na casa das dezenas de milhares de reais. Recentemente, pesquisadores japoneses apresentaram uma nova versão do robô enfermeiro, aperfeiçoado na sua capacidade de levantar pacientes da cama. Já existem modelos capazes de aprender e agir por conta própria. Cientistas do Instituto de Tecnologia de Tóquio apresentaram outro robô neste ano capaz de realizar tarefas como servir água, por exemplo. No futuro, o custo dessas máquinas deve cair e elas devem agregar cada vez mais novas funções, o que tornará comum encontrá-las como recepcionistas em empresas ou mesmo nas casas das famílias.
  5. 5.  A computação tomará proporções astronômicas  Tablets e celulares poderosos e finos  Carros conectados e autônomos  Nossas casas serão inteligentes  O conhecimento em expansão infinita

×