ANIMAISPROFºWAGNER FERRARI
FILOS PORÍFEROS CNIDÁRIOS PLATELMINTOS NEMATÓDOS ANELÍDEOS MOLUSCOS ARTRÓPODES EQUINODERMOS CORDADOS
PORÍFEROS Os poríferos vivem fixos a rochas ou a estruturassubmersas, como conchas, onde podem formarcolônias de coloraçã...
 O corpo de um porífero possui células queapresentam uma certa divisão de trabalho. Algumasdessas células são organizadas...
Em certas esponjas, o esqueleto não possuiespículas, mas tem a rede de esponginabastante desenvolvida. As esponjas desseti...
CNIDÁRIOS O filo dos cnidários recebe este nome devido ao fato depossuírem uma estrutura denominada cnidoblasto.Trata-sed...
PLATELMINTOS Os platelmintos são vermes que surgiram naTerra há provavelmentecerca de 600 milhões de anos. Esses animais ...
As planárias Medindo cerca de 1,5 cmde comprimento, essesplatelmintos podem serencontrados emcórregos, lagos e lugaresúmi...
NEMATÓDOS Os nematódeos ou nemátodos (Nemathelminthes)(também chamados de vermes cilíndricos) sãoconsiderados o grupo de ...
ANELÍDEOS O solo é uma parte da biosfera geralmente repletade vida. Muitos dos seres vivos que habitam ointerior do solo ...
MOLUSCOS Os moluscos têm uma composição frágil, são animais decorpo mole, mas a maioria deles possui uma concha queproteg...
CLASSIFICAÇÃO DOS MOLUSCOS A forma e o tipo da concha são alguns doscritérios usados na classificação dosmoluscos. Atualm...
GASTRÓPODES
BIVALVES
CEFALÓPODES
ARTRÓPODES A principal característica que diferencia os astrópodes dosdemais invertebrados são as patas articuladas. Foi ...
CARACTERÍSTICAS Além das patas articuladas, outra característica importantedos artrópodes é a presença de um reforço exte...
 Até se tornarem adultos, os artrópodespodem fazer essa troca várias vezes. Por isso,podemos encontrar exoesqueletos dear...
CRUSTÁCEOS A maioria dos crustáceos é marinha, ou seja, vive nos marese oceanos. Algumas espécies, porém, têm seu hábitat...
ARACNÍDEOS A classe dos aracnídeos inclui aranhas, escorpiões ecarrapatos. Algumas espécies peçonhentas de aranhas eescor...
QUILÓPODES Quilópode é uma palavra de origem grega quesignifica "aquela que tem mil patas" (quilo significa"mil", e podo...
DIPLÓPODES Um representante desse grupo é o piolho-de-cobra,conhecido também como embuá ou gongolo. O corpo dosdiplópodes...
INSETOS Os principais representantes dessa classe são os artrópodesque encontram com mais facilidade no dia-a-dia; por ex...
CORDADOS / VERTEBRADOS VertebradosSão encontrados em todos os ambientes. A presença de espinha dorsal;e a característica ...
EQUINODERMOS Os equinodermos (do grego echinos: espinhos; derma:pele)constituem um grupo de animais exclusivamente marinh...
EQUINODERMOS Os equinodermos (do grego echinos: espinhos; derma:pele)constituem um grupo de animais exclusivamente marinh...
CORDADOS / VERTEBRADOS O sistema nervoso inclui um encéfalodesenvolvido, uma medula, dez ou doze pares denervos cranianos...
CLASSIFICAÇÃO PEIXES CARTILAGINOSOS; PEIXES ÓSSEOS; ANFÍBIOS; RÉPTEIS; AVES; MAMÍFEROS.
PEIXES CARTILAGINOSOS São representados pelos tubarões, arraias e quimeras, são todosmarinhos. São utilizados na produção...
PEIXES ÓSSEOS Forma a classe dos peixes mais conhecidos etambém mais numerosa. A epiderme é estratificada,com glândulas m...
ANFÍBIOS A Classe Amphibia contempla um grupo cuja maioria de seusindivíduos passa uma fase da vida na água e outra em am...
 - Ordem Caudata –representada pelassalamandras, anfíbiosdotados de caudasque, em alguns casos,permanecem emambiente aquá...
 - OrdemGymnophiona – nesta,temos as cobras-cegas:animais de corpoalongado e sem patas.
 - Ordem Anura – aqui, temos os anfíbiosmais conhecidos por nós: os sapos, as rãs epererecas. Sapos possuem a pele maisru...
RÉPTEIS O nome réptil vem do latim reptare, rastejar. De fato a característicamais comum dos répteis é a locomoção por me...
QUELÔNIOS Quelônios (tartarugas):caracterizados pelapresença de umacarapaça ósseacomplexa; sãoconhecidos desde oTriássico...
CROCODILOS Crocodilos: pequenogrupo residual (25espécies), queapareceram noTriássico e habitamregiões tropicais eintertro...
SQUAMATA Squamata (ou comescamas): agrupam ossaurios ou lagartos e osofídios; apareceram noTriássico Superior emuitas esp...
SPHENODON Sphenodon (outuatara): verdadeirofóssil vivo que habitailhas próximas a NovaZelândia.
AVES As aves são vertebrados que descendem dosrépteis e após passarem por um período evolutivocomplicado, atualmente poss...
AVES existência de um só côndilo ocipital e escamas nas pernas enos pés (heranças deixadas pelos répteis) adaptações que...
MAMÍFEROS Dentro da classificação dos animais vertebrados, os mamíferos são os maisimportantes. As fêmeas desta espécie p...
MAMÍFEROS Também se incluem neste grupo animais carnívoros terrestrescomo, por exemplo, gato, cachorro e urso, assim como...
MAMÍFEROS Há ainda outros mamíferos pertencentes a outras diferentes ordenscomo a preguiça, o tatu e o tamanduá (ordem Ed...
Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Animais 110913184501-phpapp02

330 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
330
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Animais 110913184501-phpapp02

  1. 1. ANIMAISPROFºWAGNER FERRARI
  2. 2. FILOS PORÍFEROS CNIDÁRIOS PLATELMINTOS NEMATÓDOS ANELÍDEOS MOLUSCOS ARTRÓPODES EQUINODERMOS CORDADOS
  3. 3. PORÍFEROS Os poríferos vivem fixos a rochas ou a estruturassubmersas, como conchas, onde podem formarcolônias de coloração variadas. Podem sesencontrados desde as regiões mais rasas daspraias até profundidades de aproximadamente 6mil metros. Alimentam-se de restos orgânicos oude microorganismos que capturam filtrando aágua que penetra em seu corpo, como veremosadiante. Por sua vez, servem de alimento paraalgumas espécies de animais, como certosmoluscos, ouriços-do-mar, estrelas-do-mar,peixes e tartarugas.
  4. 4.  O corpo de um porífero possui células queapresentam uma certa divisão de trabalho. Algumasdessas células são organizadas de tal maneira queformam pequenos orifícios, denominados poros,em todo o corpo do animal. É por isso que essesseres recebem o nome de poríferos (do latim porus:poro; ferre: portador). Observe no esquema abaixo que a água penetra nocorpo do animal através dos vários poros existentesem seu corpo. Ela alcança então uma cavidadecentral denominada átrio. Observe também que aparede do corpo é revestida externamente porcélulas achatadas que formam a epiderme. Jáinternamente, a parede do corpo é revestida porcélulas denominadas coanócitos.
  5. 5. Em certas esponjas, o esqueleto não possuiespículas, mas tem a rede de esponginabastante desenvolvida. As esponjas dessetipo é que foram muito utilizadas no passadopara banho e limpeza doméstica como no textoacima.
  6. 6. CNIDÁRIOS O filo dos cnidários recebe este nome devido ao fato depossuírem uma estrutura denominada cnidoblasto.Trata-sede uma célula especializada, que possui característicasurticantes, isto é, provoca irritações semelhantes às daurtiga na pele humana. Os cnicoblastos também sãodotados de nematocistos, pequenos órgãos semelhantes aarpões carregados de toxinas. O filo pode apresentar exemplares sésseis (fixos a umsubstrato), como por exemplo, as anêmonas e corais, com acavidade bucal voltada para cima, ou exemplares livrenadantes, com a cavidade oral voltada para baixo, comopor exemplo, as águas-vivas e as caravelas (um organismocolonial, constituído por pólipos e medusas, presos a umabolsa de ar e com divisão de trabalho).
  7. 7. PLATELMINTOS Os platelmintos são vermes que surgiram naTerra há provavelmentecerca de 600 milhões de anos. Esses animais têm o corpo geralmenteachatado, daí o nome do grupo: platelmintos (do grego platy:achatado; e helmin: verme). Os platelmintos, que compreendem em torno de 15 mil espécies, vivemprincipalmente em ambientes aquáticos, como oceanos, rios e lagos;são encontrados também em ambientes terrestres úmidos. Alguns têmvida livre, outros parasitam animais diversos, especialmentevertebrados. Medindo desde alguns milímetros até metros de comprimento, osplatelmintos possuem tubo digestório incompleto, ou seja, têm apenasuma abertura - a boca-, por onde ingerem alimentos e eliminam asfezes; portanto, não possuem ânus. Alguns nem tubo digestório têm evivem adaptados à vida parasitária, absorvendo, através da pele, oalimento previamente digerido pelo organismo hospedeiro. Entre os muitos exemplos de platelmintos vamos estudar as planárias,as tênias e os esquistossomos.
  8. 8. As planárias Medindo cerca de 1,5 cmde comprimento, essesplatelmintos podem serencontrados emcórregos, lagos e lugaresúmidos. Locomovem-secom ajuda de cílios ealimentam-se demoluscos, de outrosvermes e de cadáveresde animais maiores,entre outros exemplos.
  9. 9. NEMATÓDOS Os nematódeos ou nemátodos (Nemathelminthes)(também chamados de vermes cilíndricos) sãoconsiderados o grupo de metazoários mais abundantena biosfera, com estimativa de constituírem até 80% detodos os metazoários com mais de 20.000 espécies jádescritas, de um número estimado em mais de 1 milhãode espécies atuais, que incluem muitas formas parasitasde plantas e animais. Apenas os Arthropoda apresentammaior diversidade.O nome vem da palavra grega nema,que significa fio. Os nematódeos conquistaram com sucesso os habitatsmarinho, de água doce e terrestre. Embora a maioriaseja de vida livre, há muitos representantes parasitas depraticamente todos os tipos de plantas e animais. Seutamanho é muito variável, indo de aproximadamente 1mm até cerca de oito metros de comprimento.
  10. 10. ANELÍDEOS O solo é uma parte da biosfera geralmente repletade vida. Muitos dos seres vivos que habitam ointerior do solo não são visíveis a olho nú, mas háoutros que podem ser vistos com facilidade. Umexemplo é a minhoca. Ela vive em solo úmido, comoé, geralmente, o solo fértil que serve como canteiro(de horta ou jardim). A minhoca pertence ao filo dos anelídeos - nomeque inclui vermes com o corpo segmentado, divididoem anéis. Os anelídeos compreendem cerca de 15mil espécies, com representantes que vivem no soloúmido, na água doce e na água salgada. Podem serparasitas ou de vida livre.
  11. 11. MOLUSCOS Os moluscos têm uma composição frágil, são animais decorpo mole, mas a maioria deles possui uma concha queprotege o corpo. Nesse grupo, encontramos o caracol, omarisco e a ostra. Há também os que apresentam a conchainterna e reduzida, como a lula, e os que não têm concha,como o polvo e a lesma, entre outros exemplos. Como já vimos, os moluscos têm corpo mole. A sua peleproduz uma secreção viscosa, também conhecida pormuco, que facilita principalmente a sua locomoção sobretroncos de árvores e pedras ásperas, sem machucar ocorpo. O corpo desse tipo de animal é composto por: cabeça, pése massa visceral. A massa visceral fica dentro da concha ecompreende os sistemas digestório e reprodutor.
  12. 12. CLASSIFICAÇÃO DOS MOLUSCOS A forma e o tipo da concha são alguns doscritérios usados na classificação dosmoluscos. Atualmente, esses animais estãodivididos em três classes: os gastrópodes, osbivalves e os cefalópodes.
  13. 13. GASTRÓPODES
  14. 14. BIVALVES
  15. 15. CEFALÓPODES
  16. 16. ARTRÓPODES A principal característica que diferencia os astrópodes dosdemais invertebrados são as patas articuladas. Foi essacaracterística que deu o nome ao grupo, pois a expressãopatas articuladas vem do grego: artro, que significa"articulação", e podos, "patas". As patas articuladas permitem que o animal possa realizarvários movimentos diferentes, muitos deles bem definidose elaborados. Além de uma locomoção muito eficiente, aspatas articuladas apresentam outras vantagens para oanimal, pois auxiliam na sua defesa e na captura dealimento. No dia-a-dia, é fácil observar nas formigas, porexemplo, a atividade que essas patas permitem.
  17. 17. CARACTERÍSTICAS Além das patas articuladas, outra característica importantedos artrópodes é a presença de um reforço externo: oexoesqueleto. Ele é resistente, impermeável e éconstituído de sais de quitina, que é um tipo de "açúcar". O exoesqueleto reveste e protege o corpo desses animaisde muitos perigos externos e também evita que elespercam água. É uma importante adaptação ao ambienteterrestre. Embora ofereça proteção, o exoesqueleto limita o tamanhodo animal, pois não acompanha o crescimento do corpo.Quando esse exoesqueleto fica pequeno, ocorre a muda.Nesse fenômeno, o exoesqueleto antigo se desprende docorpo do animal e é trocado pelo novo, que já estáformado.
  18. 18.  Até se tornarem adultos, os artrópodespodem fazer essa troca várias vezes. Por isso,podemos encontrar exoesqueletos deartrópodes soltos em árvores.
  19. 19. CRUSTÁCEOS A maioria dos crustáceos é marinha, ou seja, vive nos marese oceanos. Algumas espécies, porém, têm seu hábitat naágua doce, e outras, ainda, são terrestres, como otatuzinho-de-jardim. Podemos citar como exemplos decrustáceos mais conhecidos: Camarão, lagosta, siri,caranguejo e craca. O tamanho desses animais variabastante de uma espécie para outra. O corpo dos crustáceos, é dividido em cefalotórax, partedo corpo formada por cabeça e tórax fundidos, e abdome. Esses animais possuem um número variável de patas(geralmente cinco pares) e dois pares de antenas. Oexoesqueleto de muitos crustáceos apresenta carbonato decálcio, uma substância que forma a carapaça dura dos siris ecaranguejos.
  20. 20. ARACNÍDEOS A classe dos aracnídeos inclui aranhas, escorpiões ecarrapatos. Algumas espécies peçonhentas de aranhas eescorpiões podem causar a morte, principalmente decrianças pequenas. O número de acidentes envolvendo oveneno desses animais é grande no Brasil. A maioria dos aracnídeos é carnívora. Alguns dessesanimais são parasitas do sangue de vertebrados, como oscarrapatos. A sarna ou escabiose é causada por umaracnídeo, um ácaro. A aranha apresenta no abdome as suas glândulasfiandeiras, que produzem os fios utilizados para construirninhos ou tecer teias nas árvores e nos cantos onde essesanimais vivem.
  21. 21. QUILÓPODES Quilópode é uma palavra de origem grega quesignifica "aquela que tem mil patas" (quilo significa"mil", e podos "patas"). Esse grupo é representadopela lacraia e pela centopéia. O corpo dos quilópodes é formado por uma cabeça emuitos segmentos. Em cada um desses segmentos,existe um par de pernas. Esses animais têm um parde antenas longas na cabeça. Esses seres terrestres vivem na sombra, em regiõesquentes e em locais bastante úmidos. São ovíparos,carnívoros e predadores. Eles possuem veneno, queé inoculo no inimigo ou na presa.
  22. 22. DIPLÓPODES Um representante desse grupo é o piolho-de-cobra,conhecido também como embuá ou gongolo. O corpo dosdiplópodes possui uma cabeça com uma par de antenascurtas e tem também vários segmentos. Em cada segmento do seu corpo, há dois pares de pernas,daí o nome diplópodes - que vem do grego e significa"patas duplas" (di significa "duplo", e podos, "patas"). Os diplópodes gostam de lugares escuros e terra úmida.Vivem embaixo de pedras e folhas mortas ou dentro detroncos de árvores apodrecidos. Assim como os quilópodes,eles procuram sombra e umidade. Quando atacados, enrolam-se e liberam uma secreção queafugenta os inimigos. Os diplópodes são ovíparos, isto é,pões ovos.
  23. 23. INSETOS Os principais representantes dessa classe são os artrópodesque encontram com mais facilidade no dia-a-dia; por exemplo:formiga, barata, mosquito, borboleta, mosca, besouro,joaninha, abelha, gafanhoto, entre muitos outros. A classe dos artrópodes com maior variedade e número deespécies é a dos insetos. Com grande capacidade reprodutiva,os insetos formam a única classe de invertebrados comrepresentantes dotados de asas, o que contribui para osucesso na ocupação de todos os ambientes do planeta excetoas águas oceânicas mais profundas. Na cabeça há um par de antenas e uma par de olhos, além doaparelho bucal. O tipo de aparelho bucal relaciona-se ao tipo dealimentação do inseto e é utilizado pelos cientistas como umdos principais critérios de classificação.
  24. 24. CORDADOS / VERTEBRADOS VertebradosSão encontrados em todos os ambientes. A presença de espinha dorsal;e a característica distintiva dos eucordados. Possuem esqueleto dotadode caixa craniana que envolve e protege o encéfalo. O esqueleto podeser cartilaginoso ou ósseo, dependendo da espécie; a pele tem epidermepluriestratificada; a circulação sangüínea é fechada, sempre com umcoração dotado de duas ou mais cavidades; a excreção se efetua porrins. Existem herbívoros, carnívoros e onívoros. O tubo digestivo écompleto, com língua, pâncreas, vesícula biliar, glândulas salivares emuitas vezes dentes. A respiração pode ser cutânea, branquial ou pulmonar. A excreção é feita por um par de rins, cada um com um grande númerode unidades excretoras, que podem ser de três tipos: pronefros;mesonefros e metanefros. O tipo de excreta nitrogenada eliminadodepende da disponibilidade de água do animal, podendo ser amônia,uréia ou ácido úrico.
  25. 25. EQUINODERMOS Os equinodermos (do grego echinos: espinhos; derma:pele)constituem um grupo de animais exclusivamente marinhos,dotados de um endoesqueleto (endo = dentro) calcáriomuitas vezes provido de espinhos salientes, que justificamo nome zoológico do grupo. Embora não seja uma coluna vertebral, ele é importante nasustentação do corpo, pois é bem desenvolvido eresistente. Entre os equinodermos estão as estrelas-do-mar, os pepinos-do-mar, os lírios-do-mar e os ouriços-do-mar, entre outros. O tamanho dos equinodermos varia bastante; o diâmetroda estrela-do-mar, por exemplo, medido de uma ponta aoutra de seus braços, pode ser de alguns centímetros a atéum metro, dependendo da espécie.
  26. 26. EQUINODERMOS Os equinodermos (do grego echinos: espinhos; derma:pele)constituem um grupo de animais exclusivamente marinhos,dotados de um endoesqueleto (endo = dentro) calcáriomuitas vezes provido de espinhos salientes, que justificamo nome zoológico do grupo. Embora não seja uma coluna vertebral, ele é importante nasustentação do corpo, pois é bem desenvolvido eresistente. Entre os equinodermos estão as estrelas-do-mar, os pepinos-do-mar, os lírios-do-mar e os ouriços-do-mar, entre outros. O tamanho dos equinodermos varia bastante; o diâmetroda estrela-do-mar, por exemplo, medido de uma ponta aoutra de seus braços, pode ser de alguns centímetros a atéum metro, dependendo da espécie
  27. 27. CORDADOS / VERTEBRADOS O sistema nervoso inclui um encéfalodesenvolvido, uma medula, dez ou doze pares denervos cranianos e vários pares de nervosraquianos. São na maioria hermafroditas. A fecundaçãopode ser externa ou interna. Os animais comfecundação externa são ovilíparos, os comfecundação interna podem ser ovíparos: oembrião desenvolve-se dentro de um ovo fora docorpo da fêmea, nos ovovíparos o embriãodesenvolve-se dentro de um ovo com casca nointerior das fêmeas.
  28. 28. CLASSIFICAÇÃO PEIXES CARTILAGINOSOS; PEIXES ÓSSEOS; ANFÍBIOS; RÉPTEIS; AVES; MAMÍFEROS.
  29. 29. PEIXES CARTILAGINOSOS São representados pelos tubarões, arraias e quimeras, são todosmarinhos. São utilizados na produção de óleos e bolsas ecalçados.As arrais podem ser venenosas, e podem produzirfortes descargas elétricas. Possuem nadareiras pares e impares.A epiderme é estratificadacom glândulas mucosas e escamas de origem mista; o esqueletoé cartilaginoso; a boca é ventral, com uma fileira de dentespontiagudos e mandíbulas; o instestino termina numa cloaca;possuem cinco a sete pares de brânquias; o sistema circulatório,urinário, o sistema nervoso e os orgãos sensoriais tem duasnarinas com bolsas olfativas; a fecundação geralmente é internae as nadadeiras do macho são modificadas, formando órgãoscopuladores; a maioria das espécies são ovíparas ou ovovivíparas;tem o desenvolvimento direto sem formação de larvas.
  30. 30. PEIXES ÓSSEOS Forma a classe dos peixes mais conhecidos etambém mais numerosa. A epiderme é estratificada,com glândulas mucosas e escamas dérmicas; oesqueleto é ósseo; a boca é terminal; o intestino nãotem válvula espiral, possuindo pâncreas eterminando num ânus, em vez de cloaca; há 4 paresde branquias; possuem um órgão chamado bexiganatatória ligada a faringe e cheia de gás; o sistemacirculatório, urinário e nervoso, assim como osórgãos dos sentidos são semelhantes ao doscondrictes; geralmente a fecundação; tem afecundação e o desenvolvimento embrionários sãoexternos.
  31. 31. ANFÍBIOS A Classe Amphibia contempla um grupo cuja maioria de seusindivíduos passa uma fase da vida na água e outra em ambienteterrestre: hábito este que fez jus ao seu nome, já queamphi=duas, e bio=vida. Nestes casos, os ovos se desenvolvem naágua, dando origem a uma larva aquática denominada girino.Estes indivíduos respiram por meio de brânquias externas epossuem cauda. Enquanto o girino se desenvolve, sua cauda e brânquias tendema diminuir, ao mesmo tempo em que começam a surgir seusmembros.Após certo tempo, que varia conforme a espécie, oanfíbio já é capaz de viver em ambiente terrestre e úmido, pois jápossui patas, e seus pulmões já estão desenvolvidos. Além dospulmões, estes indivíduos também efetuam suas trocas gasosaspela pele, o que caracteriza a respiração cutânea. Em virtudedeste fator, a pele dos anfíbios é fina, permeável e rica em vasossanguíneos.
  32. 32.  - Ordem Caudata –representada pelassalamandras, anfíbiosdotados de caudasque, em alguns casos,permanecem emambiente aquático portoda a vida.
  33. 33.  - OrdemGymnophiona – nesta,temos as cobras-cegas:animais de corpoalongado e sem patas.
  34. 34.  - Ordem Anura – aqui, temos os anfíbiosmais conhecidos por nós: os sapos, as rãs epererecas. Sapos possuem a pele maisrugosa e com glândulas bem visíveis; rãssão exímias saltadoras, possuem pernaslongas, pele bastante lisa e facilidade para onado; as pererecas, finalmente, possuemdiscos adesivos nas extremidades dosdedos, funcionando como ventosas – o quepermite com que vivam em copas deárvores e também sejam encontradas embanheiros, etc. Machos de anuroscostumam utilizar as vocalizações(coachos) como forma de comunicaçãoentre seres. Assim, o canto facilita diversasinterações sociais, como disputa deterritórios entre machos, e a atração defêmeas para reprodução.
  35. 35. RÉPTEIS O nome réptil vem do latim reptare, rastejar. De fato a característicamais comum dos répteis é a locomoção por meio do rastejamento,roçando o ventre no solo. São outras características: Membros locomotores situados no mesmo plano do corpo (justificandoassim, o rastejamento do ventre no solo); Pele seca e freqüentemente recoberta por fâneros, como escamas,placas dérmicas, plastrões e carapaças. Em muitos casos, ocorremmudas dos tegumentos, com a eliminação das camadas maissuperficiais da epiderme; O sistema digestivo é completo, com glândulas bem desenvolvidas,como fígado e pâncreas, terminando em cloaca; A respiração é estritamente pulmonar (os répteis possuem um pulmãocom alvéolos, portanto melhor que o dos anfíbios); A circulação é fechada, dupla e completa; São pecilotérmicos;
  36. 36. QUELÔNIOS Quelônios (tartarugas):caracterizados pelapresença de umacarapaça ósseacomplexa; sãoconhecidos desde oTriássico e sãoencontrados nos maisvariados ambientes;
  37. 37. CROCODILOS Crocodilos: pequenogrupo residual (25espécies), queapareceram noTriássico e habitamregiões tropicais eintertropicais;
  38. 38. SQUAMATA Squamata (ou comescamas): agrupam ossaurios ou lagartos e osofídios; apareceram noTriássico Superior emuitas espécies noJurássico;
  39. 39. SPHENODON Sphenodon (outuatara): verdadeirofóssil vivo que habitailhas próximas a NovaZelândia.
  40. 40. AVES As aves são vertebrados que descendem dosrépteis e após passarem por um período evolutivocomplicado, atualmente possuem as seguintescaracterísticas: são vertebrados amniotas, alantoidianos ehomeotérmicos são bípedes, pela transformação dos membrosanteriores em asas, o que lhes permite (na maioriadas vezes) voar o corpo é coberto de penas que contribuem para ovôo e para a manutenção da temperatura corpórea os maxilares foram transformados em bicos eatualmente são desprovidos de dentes
  41. 41. AVES existência de um só côndilo ocipital e escamas nas pernas enos pés (heranças deixadas pelos répteis) adaptações que facilitam o vôo como os sacos aéreos nospulmões, que se enchem de ar e se comunicam com osóssos pneumáticos sistema digestivo completo (com pâncreas, fígado evesícula biliar) e circulação dupla e completa olhos bem desenvolvidos, com percepção de cores e emalguns casos é composto por duas fovea centralis, o quelhes confere maior campo de visão.Além das pálpebras, háa membrana nictiante que corre cobrindo o olho no sentidohorizontal os sexos são separados com certo dimorfismo sexual.
  42. 42. MAMÍFEROS Dentro da classificação dos animais vertebrados, os mamíferos são os maisimportantes. As fêmeas desta espécie possuem glândulas mamárias quesecretam leite, alimento indispensável aos mamíferos da mais tenra idade. A maioria dos mamíferos possui pêlos, alguns possuem o corpo parcialmentecoberto,enquanto que outros possuem pêlos por todo o corpo.Objetivamente podemos dizer que seu coração possui as seguintescaracterísticas: quatro câmaras, artéria aorta curvada para a esquerda ediafragma que separa as cavidades do peito do abdômen. O sangue dos mamíferos mantém-se sempre aquecido, ou seja, esta espéciepossui uma temperatura corporal que independente da temperatura do meioexterno.O grupo dos animais mamíferos é bastante vasto, fazem parte deste grupoos Marsupiais (exemplos: gambá, cangurú e coala), espécies na qual ocorre odesenvolvimento da cria principalmente na parte externa do corpo da fêmea,dentro de uma bolsa chamada marsúpio.
  43. 43. MAMÍFEROS Também se incluem neste grupo animais carnívoros terrestrescomo, por exemplo, gato, cachorro e urso, assim como animaisaquáticos como foca, leão marinho e morsa.Há ainda outros mamíferos aquáticos como as baleias, osgolfinhos, que fazem parte da ordem cetácea (animais marinhospertencentes à classe dos mamíferos), peixes-boi, dugongos, quesão os menores membros da ordem Sirenia (ordem de mamíferosmarinhos).Os elefantes (da ordem proboscídea) são mamíferosplacentários, que se caracterizam pela presença de um narizdesenvolvido em forma de tromba; os morcegos, que são osúnicos animais mamíferos (ordem Chiroptera) capazes de voar,representam um quarto de toda a fauna de mamíferos domundo.
  44. 44. MAMÍFEROS Há ainda outros mamíferos pertencentes a outras diferentes ordenscomo a preguiça, o tatu e o tamanduá (ordem Edentata); o castor, amarmota, o porco espinho e o esquilo (ordem Rodentia).Há dois grupos de animais mamíferos de casco, sendo eles a maior partedos membros da ordem dos Perissodactyla (grupo de mamíferosterrestres ungulados com um número ímpar de dedos nas patas, queinclui os cavalos, os tapires e os rinocerontes) e a ordem Artiodactyla (osartiodátilos formam uma ordem de animais mamíferos ungulados comum número par de dedos nas patas, é um grupo muito variado, comcerca de 220 espécies descritas, que incluem muitos animais com grandeimportância econômica para o homem, como o boi, a cabra, o camelo, ohipopótamo, o porco, etc.).Os Humanos também pertencem ao grupo dos animais mamíferos(ordem dos Primatas) e os macacos também seguem esta mesmaordem.

×