Fases

287 visualizações

Publicada em

Fases, poesias

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
287
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fases

  1. 1. 1Fases
  2. 2. 2Índice04- falando com a lua05- Esquece06-O que é a saudade?07-Impressões do coração08-Evidências09-Eclipse do coração10-Meu sonho de voar11-Sorriso de papel12-Castelos de areia13-Mudança14-Natureza15-Beija flor16-Juízo17-Bolha de Sabão18-Edredom19-Tenho Saudades20-Cálice de prata
  3. 3. 3PrefácioEste livro é uma coletânea de poesias e textos poéticos escritos por mim nos últimos 10 anos,foram escritos entre o ano 2000 e meados de 2011, fui escrevendo sem me importar tanto emregistrar datas e agora resolvi reunir neste livro que tem por titulo Fases.O titulo é bem sugestivo e tem tudo haver com estas experiências por mim vividas e querefletem nitidamente nos textos escritos.
  4. 4. 4Falando com a luaÀs vezes pareço conversando com a lua.Falando coisas de amor na noite fria.Meu pensamento flui como um rio serenoEu deságuo como uma fonte no mar.Fico contando as estrelas.Compondo versos de amor ao luar.Somente a luz da lua ilumina.Refletindo na espuma do mar.A brisa da noite bate em meu rosto.Parece que você me acaricia.O som dom mar é uma música.E eu te encontro nesta sinfonia.Sentado fico contemplando.Sentindo o quanto estás perto.Conversando com você.Sou como quem abraça o universo.
  5. 5. 5EsqueceEsquece quem já beijou.Te marcou mas esquece.Esquece quando se declarou...E disse tudo o que sentia.Esquece,esquece,esquece!Esquece que disse sentir saudades.E a pessoa muda ficou e fingiu não entender.Esquece, não vale a pena lembrar...De quem nem pelo seu nome te chama.É duro mais esquece.Foi especial só pra ti, esquece.Chorar não vai mudar nada.Por quem choras sorri todo dia.E nem mesmo lembra-se de ti.
  6. 6. 6O que é a saudade?Saudade é quando você procura alguémE não está ao seu lado, não encontra...A saudade é tão urgente, como Diz Clarice Lispector,Que seu coração não quer esperar.Meu coração já se transformou num rio de saudade...Que corria dia e noite sem parar.Saudade é algo que dói, mesmo estando perto.Saudade deseja matar a saudade.Pra virar eternidade e sempre estar junto.É uma vontade de abraçar, de estar ao lado todo tempo.Saudade dos amores, saudade de quem já partiu...Saudade, saudade, saudades.Quem não sente saudade não deve amar de verdade.Tenho saudade de quem vi ontem, saudade de ouvir a voz.Saudade dos beijos, do cheiro, saudade dos abraços...Revejo fotos pra aliviar a saudade, releio cartas ou palavras escritas.Mas a saudade continua ali, gritando...Pedindo a presença real daqueles que ninguém vai ocupar o lugar.E que me causam muitas saudades.
  7. 7. 7Impressões do coraçãoEu não sei por que eu fico assim...Tão impaciente.É como se você estivesse tão distante...E eu só posso te alcançar com as lembranças.Às vezes penso que te perdi, eu fico a te buscar.Numa palavra, numa frase, ou nas fotos que guardo.Quando eu falo com você, você está tão perto.Mas no silêncio como se a milhões de anos luz.Você é tão real nas lembranças do meu coração...Lá eu posso te encontrar, sempre que te busco.Num lugar especial, onde eu te guardo pra sempre.Eu te amo tanto e não há explicação.Só sei que o que eu sinto é verdadeiro.Eu te amo você mora no meu coração.
  8. 8. 8EvidênciasEu não sou de desistir fácil.Mas eu cansei!Eu não quero mais me afogar...Neste rio de saudade.Ele corre continuamente...E sinto o gosto salgado da decepção.É difícil dormir e acordar sentindo este vazio.Porque isto dói tanto a cada dia?Como um sentimento de morte e de perda...E que não admite consolo?Um dia pra mim tem sido como mil anos.Esperar? Não dá mais.Toda psicologia revela meu cruel equivoco.Eu tenho raiva da minha esperança.Quero acabar com ela, porque ela é cega e burra.Nega as evidências todo o tempoSonhando com um amor impossível.
  9. 9. 9Eclipse do coraçãoEu joguei os sonhos fora.Pois acordei afogado na tristeza,Quando percebi que era tudo mentira.Eu corri e não fui vencedorEu amei e em troca recebi desprezoMeu grande amor foi uma farsa...Tornou-se um pesadelo.E eu tinha que acordar.As flores murcharamE o sol se escondeu...Um total eclipse do coração.Quase me afoguei em lágrimasVivendo uma ilusão
  10. 10. 10Meu sonho de VoarMeu sonho agora é outro sonho.Joguei fora a ilusão e achei a verdadeQue só nos Teus braços serei feliz.Eu escalaria os céus pra te encontrarDesejo tanto teu amor...Teu hálito é quente, e tua pele é um pêssego.Como é bom te provar.É bom estar contigo meu amor.Você é o céu e eu sou um pássaro...Quero explorar sua imensidãoEu te protegerei...Te guardarei em meu coração.
  11. 11. 11Sorriso de papelMeu sorriso não era falsoUm dia se abriu como dobradura em suas mãos.Como uma escultura de papelMeu sorriso parecia forteMas aos poucos se tornou fraco.Frágil, e se desfez...Meu sorriso um dia desapareceu.Cada dia que eu chorava...Meu sorriso molhava e se desmanchava.Meu sorriso era como qualquer sorriso.Verdadeiro e sincero.Mas era só um sorriso de papel.Que você amassou e jogou foraDepois de brincar.
  12. 12. 12Castelos de areiaMeu amor foi um oceano, às vezes bravo, às vezes calmo, às vezes a te levar nos meus braços ete fazer flutuar.Você me fez acreditar que você me queria que estava a fim de ficar comigo acontecesse oqueacontecesse, mesmo na tempestade.Você dizia palavras belas, mas por pura emoção, seu coração estava mais longedo que uma ilha distante deste imenso litoral.Metade do seu coração dizia me amar, mas você trocava por 15 minutos de fama, eu odieiimaginar que você mentia.Fiz vários testes para provar seu coração, e você se sentia num labirinto sem saída e semrespostas, pedindo sempre tempo pra pensar.Acho que você não passa de uma criança brincando no seu playground na praia, construindocastelos de areia pra depois destruir e dar risada.Você postava coisas no Facebook se achando uma estrela, mas você estava só.Sim, como uma solitária estrela na areia da praia, com milhões de amigos, mas sem ninguém.
  13. 13. 13MudançaNão consigo mais.Negar este sentimento.Está me ferindo por dentro.Fingir que não existe é banal.Pois é tão real.Que não dá pra mentir.Ainda que se corte o caule.As raízes são tão profundas.Que brotam dentro de mim.Como eu mudaria?Talvez uma cirurgia.Quem sabe isto.Mas com uma anestesia.Que neutralizasse a dor.De tirar uma parte de mim.
  14. 14. 14NaturezaVou rugir com a fúria do vento.Bramir com o ímpeto do mar.Há um vulcão dentro de mim.Pronto pra explodir.Se eu chover vou transbordar rios.Destruir pontes.Andam deslocando meus polos.Confundindo minhas estações.Minha natureza anda louca.Fora do curso.Oscilando como terra sem lua.
  15. 15. 15Beija florO teu sorriso é um raio de sol.Por isto quando te vejo me alegro.Te vestes de lírio, tão belo, formoso.No campo queria correr pro teus braços.Eu beija flor.Ansiando tua doce essência.Te procuro com os olhos.Mas disfarço o olhar.Ver que me notas, é qual flor que se abre.E quer ser beijada.No toque do vento sinto teu corpo.Dos teus acenos e falando pra mim.Te quero, te amo.Te vejo assim.
  16. 16. 16JuízoO juízo bateu à porta.Não me achou inocente.Tentei todos os argumentos.Mostrei todas as provas.Mas o martelo estrondou na mesa.Que mal eu fiz?Onde está meu advogado?Fugi da cena do crime.Andei escondendo meu rosto.Mas eu sabia ser inocente.Todos me acusavam.Diziam minha sentença.Riam da minha desgraça.Que eu acabei acreditando.Que eu era culpado.Consultava a minha alma.Ela me defendia.Dizia que eu era inocente.Mesmo assim eu fui condenado.Só Por amar deste jeito assim
  17. 17. 17Bolha de SabãoEsfera límpida.Transparente.Refletindo arco íris de sonhos.Leve, solta no ar.Sopro mágico de criança.Mundo colorido cheio de sorrisos.Bolha de vidro.Cúpula de Cristal.Efêmera.Ilusória.Mas real.
  18. 18. 18EdredomEras o calor que me aquecia...Na noite fria, e solitária.Envolvia-me.Cobria-me.Fazia-me sonhar.Mas foi tudo uma ilusão.Eu sempre estava só.Vivendo uma fantasia.Imaginando que o edredom era você.
  19. 19. 19Tenho SaudadesTenho saudades...De cada minuto, cada momento, impresso no tempo.Tenho chorado cada instante sem poder estar perto...Lembro-me dos beijos, do sorriso, tudo me faz lembrar.Pergunto-Me se é amor?Não sei, eu sei que tudo o que sinto é diferente.Não tenho sido o mesmo, passei por uma mudança.Tão rápida, tão certa, uma reforma no coração.Ele chama por um nome todos os dias.Ele quer estar junto todo tempo.Sim tenho saudades e já não sei estar só.
  20. 20. 20Cálice de PrataO cálice está cheio e transborda.Minhas mãos se estendem para toma-lo.Reflete todo exterior, minha vida.Num cálice de prata batida.Tudo se reflete nele como espelho.Vejo o intenso conteúdo vermelho.É como um bom vinho desejado.Tomo o cálice de prata nas mãos.Sinto a propriedade do material precioso.Mas meu rosto se muda em tristeza.É doloroso.Estou cheio de angustia, diante do cáliceSei que preciso prova-lo.Quero fugir e desejo toma-lo.Penso que a vida é ingrata.Diante do cálice de prata.É tão belo e é tão triste.Penso que Deus não existe,Pois tenho que provar algo tão amargo.Mas lembro de que Jesus já esteve diante de um cálice.O cálice é o próprio sangue vertido.O amor é muito pouco compreendido.Confunde se no cálice de prata batida.Negar a si mesmo para ganhar a vida.Se ele não pode passar de minhas mãos,sem que eu beba.Faça se Deus a tua vontade.

×