Bacia de santos: extração de petróleo e gás

1.129 visualizações

Publicada em

Trabalho sobre a extração de petróleo na Bacia de Santos. Disciplina: Recursos Energéticos.
Língua: Português.

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.129
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
45
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bacia de santos: extração de petróleo e gás

  1. 1. Área: 352.260 km2 Modificado de Chang (2002)
  2. 2. Limite com Pelotas Limite com Campos Modificado de Chang (2002)
  3. 3. Poços exploratórios (2002): 112 Produção diária (2011): 134.079 boe Modificado de Chang (2002)
  4. 4. Três fases distintas de evolução tectônica na bacia de Santos: Fase Rift Fase de Transição Fase de Margem Passiva
  5. 5. Fase Rift I) Formação Comboriu – Derrames basálticos. II) Formação Guaratiba – Conglomerados polimíticos e arenitos grosseiros intercalados com sedimentos pelíticos e carbonáticos.
  6. 6. Fase de Transição I) Formação Ariri – Espessos pacotes evaporíticos. Ambiente marinho restrito
  7. 7. Fase de Margem Passiva I) Evento Transgressivo Formações Florianópolis, Guarujá e Itanhaém - Siltitos e Arenitos grossos. II) Evento Regressivo Formações Santos, Juréia e Itajaí-Açu – Conglomerados e arenitos intercalados com folhelhos, siltitos, calcilutitos. III) Evento Transgressivo Formações Iguape e Marambaia – Calcarenitos e calcirruditos bioclásticos, argilitos, siltitos, margas conglomerados, folhelhos e arenitos turbidíticos.
  8. 8. “Constitui um sistema físico- químico dinâmico, gerador e concentrador de petróleo, cuja funcionalidade se dá numa determinada escala de tempo e espaço geológicos (Demaison & Huizinga, 1991).”
  9. 9.  Arenitos - Formação Santos/Juréia eArenitos turbidíticos
  10. 10.  Arenitos - Formação Santos/Juréia eArenitos turbidíticos  Arenitos turbidíticos - Membro Ilha Bela
  11. 11.  Arenitos - Formação Santos/Juréia eArenitos turbidíticos  Arenitos turbidíticos - Membro Ilha Bela  Calcarenitos oolíticos - Formação Guarujá
  12. 12. Modificado de Milani & Araújo (2003)
  13. 13.  Para as rochas-reservatório da seção drift, consideram-se os pelitos e calcilutitos intercalados aos próprios reservatórios.  Para as rochas-reservatório da seção rift, consideram-se a sequência evaporítica e pelitos. Modificado de Pereira et al (1986)
  14. 14.  Trapas estruturais: rollovers e casca- de-tartaruga  Trapas estratigráficas: pinch-outs de corpos arenosos  Trapas mistos: pinch-outs de turbiditos contra a parede de domos salinos ModificadodeChanget.al.(2008) ModificadodeChanget.al.(2008)
  15. 15.  Geração: Neoalbiano/Eocenomaniano – Paleoceno  Expulsão: Eoceno Pico máximo da geração-expulsão entre 70 e 90 milhões de anos. ModificadodeChanget.al.(2008)
  16. 16. Petróleo Gás Produção brasileira de petróleo e gás no em 2011 (Fonte ANP/SDP/SIGEP).  Petróleo (bbl/d): Total: 2.137.025 Bacia de Santos: 97.298  Gás (Mm3/d) Total: 67.268 Bacia de Santos: 5.848 Modificado de ANP (2011)
  17. 17. Entre 2013- 2020 Entre 2012- 2016 Modificado de Fraga (2012) Modificado de Fraga (2012)
  18. 18. Modificado de Fraga (2012) Modificado de Fraga (2012)
  19. 19. Pereira, M.J., Barbosa, C.M., Agra, J., Gomes, J.B., Aranha, L.G.F., Saito, M., Ramos, M.A., Carvalho, M.D., Stamato, M., Bagni, O. 1986. Estratigrafia da Bacia de Santos: análise das seqüências, sistemas deposicionais e revisão litoestratigráfica. Demaison G. & Huizinga B.J. 1991. Genetic classification of petroleum systems. AAPG Bulletin, 75:1626-1643. Chang H. H., Assine M. L., Corrêa F. S., Tinen J. S. Vidal A. C. e Koike L. 2008. Sistemas petrolíferos e modelos de acumulação de hidrocarbonetos na Bacia de Santos. Revista Brasileira de Geociências. 38: 29-46. Milani E. J. & Araújo L. M. 2003. Recursos Minerais Energéticos: Petróleo. Bagni, O. (2002, março). Quarta Rodada de Licitações – Bacia de Santos. Seminário Jurídico/Fiscal e Workshop Técnico da Quarta Rodada de Licitações. Superintendência de Definição de Blocos. Rio de Janeiro. Fraga, C. T. (2012, Setembro). Pré-Sal: panoramas e oportunidades. Petrobras. Rio de Janeiro. Lima, H. B. R. 2011. Boletim da Produção de Petróleo e Gás. Relatório. Superintendência de Desenvolvimento e Produção – SDP, pp. 10-13. Tectônica e Recursos Minerais do Brasil. CPRM, Brasília. Disponível em: <http://www.cprm.gov.br/publique/media/capX_c.pdf>. Acesso em: 13/04/2014.

×