Circulação
O termo circulação refere-se ao movimento de
um fluido ao longo de um circuito fechado. A circulação
do sangue é o movimen...
A circulação do sangue faz-se em
dois circuitos separados
anatomicamente e com funções
diferentes:
Circulação pulmonar ou ...
SISTEMA
CIRCULATORIO
O sistema circulatório é o sistema pelo qual são
transportados nutrientes (como aminoácidos, eletrólito
s e linfa), gases,...
Este sistema pode ser visto, estritamente, como uma rede
de distribuição do sangue, mas alguns consideram que o
sistema ci...
Dois tipos de fluidos se
movem através do sistema
cardiovascular: sangue e
linfa. O sangue, o coração e
os vasos
sanguíneo...
CORAÇÃO
O coração humano tem uma massa entre 250 e 350 gramas e tem
aproximadamente o tamanho de um punho. Está localizado na
part...
O coração humano tem quatro cavidades, dois átrios e
dois ventrículos. Os átrios são as cavidades de recepção
e os ventríc...
no Átrio direito e é bombeado através da valva
tricúspide no ventrículo direito antes de ser bombeado através
da válvula p...
CIRCULAÇÃO SISTEMICA
E PULMONAR
A circulação sangüínea humana pode ser dividida em dois
grandes circuitos: um leva sangue aos pulmões, para
oxigená-lo, e ...
Pressão arterial: é a pressão exercida pelo sangue
contra a parede das artérias. Em um adulto com boa
saúde, a pressão nas...
ARTERIAS, VEIAS E
CAPLARES SANGUINEOS
Os vasos sanguíneos são órgãos em forma de tubos que
se ramificam por todo o organismo da maior parte dos
seres-vivos, com...
Os capilares sanguíneos, ou vasos capilares, são vasos
sanguíneos do sistema circulatório com forma de tubos de
pequeníssi...
SISTEMA
LINFATICO
O sistema linfático é uma rede complexa de vasos e pequenas
estruturas chamadas de nódulos linfáticos que transportam o
fl...
DOENÇAS
CARDIOVASCULARES
Doenças cardiovasculares (cárdio = coração * vascula
res = vasos sanguíneos,
incluindo artérias, veias e vasos capilares) ...
As doenças cardiovasculares são aquelas que afetam o coração e
as artérias, como os já citados infarto e acidente vascular...
ATEROSCLEROSE
Aterosclerose é uma doença inflamatória crônica
caracterizada pela formação ou não de ateromas dentro
dos vasos sanguíneos...
HIPERTENÇÃO
Hipertensão arterial é uma doença crónica determinada
por elevados níveis de pressão sanguínea nas artérias, o
que faz com...
Para que os valores sejam confiáveis, a medida deve
fazer-se após um período de repouso de 5 a 10
minutos num ambiente cal...
VARISES
Varizes são dilatações ou tortuosidades das veias do corpo
humano. As mais comuns são as varizes dos membros inferiores.
A...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sistema circulatorio

738 visualizações

Publicada em

BIOLOGIA

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
738
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema circulatorio

  1. 1. Circulação
  2. 2. O termo circulação refere-se ao movimento de um fluido ao longo de um circuito fechado. A circulação do sangue é o movimento do sangue originado pelo bombeamento do coração que o envia para as artérias. A função circulatória é, basicamente, uma função de transporte.
  3. 3. A circulação do sangue faz-se em dois circuitos separados anatomicamente e com funções diferentes: Circulação pulmonar ou Pequena circulação pela qual são realizadas as trocas gasosas oxigênio e anidrido carbónico. Circulação sistémica ou Grande circulação que permite levar os nutrientes e oxigénio aos tecidos e receber os produtos finais do metabolismo para serem excretados, assim como levar as hormonios aos seus órgãos alvo.
  4. 4. SISTEMA CIRCULATORIO
  5. 5. O sistema circulatório é o sistema pelo qual são transportados nutrientes (como aminoácidos, eletrólito s e linfa), gases, hormônios,hemácias etc. para as células do organismo e também a partir delas, a fim de defender o corpo contra doenças, regular a temperatura corporal, estabilizar o pH e manter a homeostase. Faz a comunicação entre os diversos tecidos do corpo.
  6. 6. Este sistema pode ser visto, estritamente, como uma rede de distribuição do sangue, mas alguns consideram que o sistema circulatório é composto pelo sistema cardiovascular, que transporta o sangue, e pelo sistema linfático, que distribui a linfa. Enquanto humanos, assim como outros vertebrados, apresentam sistemas cardiovasculares fechados (o que significa que o sangue nunca deixa a rede de artérias, veias e capilares, em situações fisiológicas), alguns grupos de invertebrados têm um sistema cardiovascular aberto. No filo animal mais primitivo o sistema cardiovascular é ausente. O sistema linfático, por outro lado, é um sistema aberto.
  7. 7. Dois tipos de fluidos se movem através do sistema cardiovascular: sangue e linfa. O sangue, o coração e os vasos sanguíneos formam o sistema cardiovascular. A linfa, os linfonodos e os vasos linfáticos formam o sistema linfático. O sistema cardiovascular e o sistema linfático, coletivamente, dão origem ao sistema circulatório.
  8. 8. CORAÇÃO
  9. 9. O coração humano tem uma massa entre 250 e 350 gramas e tem aproximadamente o tamanho de um punho. Está localizado na parte anterior à coluna vertebral e posterior ao esterno. Está envolvido por uma membrana chamada de Pericádio. A camada exterior do coração é chamada de , epicárdio. A camada do meio é chamada de miocárdio e é composta de músculo cardíaco que se contrai involuntariamente. A camada interna é chamado de endocárdio e está em contato com o sangue que afeta o sistema de ereção que o coração bombeia.4 Além disso, ela se funde com o revestimento interno (endotélio) dos vasos sanguíneos que absorve e cobre as válvulas cardíacas.
  10. 10. O coração humano tem quatro cavidades, dois átrios e dois ventrículos. Os átrios são as cavidades de recepção e os ventrículos são as de descarga. O caminho do sangue através do coração humano é constituído de um circuito pulmonar e um circuito sistêmico. O sangue não oxigenado flui através do coração em uma direção, que entra através da veia cava.
  11. 11. no Átrio direito e é bombeado através da valva tricúspide no ventrículo direito antes de ser bombeado através da válvula pulmonar para as artérias pulmonares para os pulmões. Ele retorna dos pulmões através das veias pulmonares para o Átrio esquerdo onde é bombeado através da válvula mitral no ventrículo esquerdo antes de sair através da Arteria aórta.
  12. 12. CIRCULAÇÃO SISTEMICA E PULMONAR
  13. 13. A circulação sangüínea humana pode ser dividida em dois grandes circuitos: um leva sangue aos pulmões, para oxigená-lo, e outro leva sangue oxigenado a todas as células do corpo. Por isso se diz que nossa circulação é dupla. O trajeto “coração (ventrículo direito) pulmões coração (átrio esquerdo)” é denominado circulação pulmonar oupequena circulação. O trajeto “coração (ventrículo esquerdo) sistemas corporais coração (átrio direito)” é denominado circulação sistêmica ou grande circulação. Circulação pulmonar: Ventrículo direito artéria pulmonar pulmões veias pulmonares átrio esquerdo. Circulação sistêmica: Ventrículo esquerdo artéria aorta sistemas corporais veias cavas átrio direito.
  14. 14. Pressão arterial: é a pressão exercida pelo sangue contra a parede das artérias. Em um adulto com boa saúde, a pressão nas artérias durante a sístole ventricular – pressão sistólica ou máxima – é da ordem de 120 mmHg (milímetros de mercúrio). Durante a diástole, a pressão diminui, ficando em torno de 80 mmHg; essa é a pressão diastólica ou mínima. O ciclo de expansão e relaxamento arterial, conhecido como pulsação, pode ser percebido facilmente na artéria radial do pulso ou na artéria carótida do pescoço.
  15. 15. ARTERIAS, VEIAS E CAPLARES SANGUINEOS
  16. 16. Os vasos sanguíneos são órgãos em forma de tubos que se ramificam por todo o organismo da maior parte dos seres-vivos, como o ser humano, por onde circula o sangue: artérias, arteríolas, vênulas, veias e capilares. As artérias, arteríolas, veias e capilares sanguíneos, em conjunto, têm o comprimento de 160 000 km. São artérias que dão passagem ao sangue. O sangue é lançado na artéria aorta. Ela se ramifica e forma artérias menores que se distribuem ao corpo, elas se chamam arteriólas, elas se ramificam pelo corpo e viram menores ainda (microscópicas) e são chamadas de capilares.
  17. 17. Os capilares sanguíneos, ou vasos capilares, são vasos sanguíneos do sistema circulatório com forma de tubos de pequeníssimo calibre. Constituem a rede de distribuição e recolhimento do sangue nas células. Estes vasos estão em comunicação, por um lado, com ramificações originárias das artérias e, por outro, com as veias de menor dimensão. Os capilares existem em grande quantidade no nosso corpo. Podem deformar-se com muita facilidade e impedir a passagem de glóbulos vermelhos. A parede dos capilares é constituída por uma única camada de células que é a túnica íntima (ou interna) das artérias. É nas paredes dos capilares que ocorrem as trocas dos gases. Suas paredes são de tecido epitelial (Endotélio). Esses microvasos têm diâmetro entre 5 e 10μm e conectam arteríolas e veias, possibilitam a troca de água, oxigênio, dióxido de carbono, vários outros nutrientes e resíduos químicos entre o sangue e tecidos ao seu redor.
  18. 18. SISTEMA LINFATICO
  19. 19. O sistema linfático é uma rede complexa de vasos e pequenas estruturas chamadas de nódulos linfáticos que transportam o fluido linfático (linfa) dos tecidos de volta para osistema circulatório. O sistema linfático é um importante componente do sistema imunológico, pois colabora com glóbulos brancos para proteção contra bactérias e vírus invasores. O sistema linfático possui três funções inter-relacionadas: (1) remoção dos fluidos em excesso dos tecidos corporais, (2) absorção dos ácidos graxos e transporte subsequente da gordura para o sistema circulatório e, (3) produção de células imunes (como linfócitos, monócitos e células produtoras de anticorpos conhecidas como plasmócitos). Os vasos linfáticos têm a função de drenar o excesso de líquido que sai do sangue e banha as células. Esse excesso de líquido que circula nos vasos linfáticos e é devolvido ao sangue chama- se linfa.
  20. 20. DOENÇAS CARDIOVASCULARES
  21. 21. Doenças cardiovasculares (cárdio = coração * vascula res = vasos sanguíneos, incluindo artérias, veias e vasos capilares) são doenças que afetam o sistema circulatório, ou seja, os vasos sanguíneos e o coração. Existem vários tipos de doenças cardiovasculares (enfarte de miocárdio, arritmia). Entre as mais comuns podemos referir o enfarte do miocárdio, a angina de peito, aaterosclerose, entre outras.
  22. 22. As doenças cardiovasculares são aquelas que afetam o coração e as artérias, como os já citados infarto e acidente vascular cerebral, e também arritmias cardíacas, isquemias ou anginas. A principal característica das doenças cardiovasculares é a presença da aterosclerose, acúmulo de placas de gorduras nas artérias ao longo dos anos que impede a passagem do sangue. Para funcionar, o corpo humano precisa de oxigênio. O sangue sai do coração com oxigênio e atinge todos os órgãos por meio das artérias; depois, volta ao coração para se reabastecer de oxigênio. Quando as artérias fecham (aterosclerose), ocorre um infarto na região que não recebeu o oxigênio. Basta não receber oxigênio, para região entrar em colapso.
  23. 23. ATEROSCLEROSE
  24. 24. Aterosclerose é uma doença inflamatória crônica caracterizada pela formação ou não de ateromas dentro dos vasos sanguíneos. Os ateromas são placas, compostas especialmente por lípidos e tecido fibroso, que se formam na parede dos vasos. O volume dos ateromas aumenta progressivamente, podendo ocasionar obstrução total em algum ponto do vaso. A aterosclerose em geral é fatal quando afeta as artérias do coração ou do cérebro, órgãos que resistem apenas poucos minutos sem oxigênio. São classificadas em seis tipos
  25. 25. HIPERTENÇÃO
  26. 26. Hipertensão arterial é uma doença crónica determinada por elevados níveis de pressão sanguínea nas artérias, o que faz com que o coração tenha que exercer um esforço maior do que o normal para fazer circular o sangue através dos vasos sanguíneos. A pressão sanguínea envolve duas medidas, sistólica e diastólica, referentes ao período em que o músculo cardíaco está contraído (sistólica) ou relaxado (diastólica). A pressão normal em repouso situa-se entre os 100 e 140 mmHg para a sistólica e entre 60 e 90 mmHg para a diastólica.
  27. 27. Para que os valores sejam confiáveis, a medida deve fazer-se após um período de repouso de 5 a 10 minutos num ambiente calmo. A largura da braçadeira deve corresponder a 2/3 do comprimento do braço, com comprimento suficiente para rodear bem todo o braço envolvendo cerca de 80% deste. Uma braçadeira muito estreita origina valores falsamente altos e por sua vez uma larga demais estará na origem de falsos negativos.
  28. 28. VARISES
  29. 29. Varizes são dilatações ou tortuosidades das veias do corpo humano. As mais comuns são as varizes dos membros inferiores. As secundárias a uma cirrose hepática não têm a mesma fisiopatologia e devem fazer parte das doenças hepáticas. Não se deve confundir varizes (doença do sistema venoso superficial) com a insuficiência venosa profunda que pode ser secundária a um problema de flebotrombose (também chamado tromboflebite), nem com a presença de telangiectasias ou varicose reticular (também chamados derrames). Esta última situação não é como muitos julgam uma primeira fase da doença varicosa como as classificações existentes ainda o mencionam, mas sim uma entidade independente, cuja fisiopatologia parece ser a dificuldade da drenagem capilar da pele para o tecido celular subcutâneo, e estão vinculadas na maior parte dos casos a uma tendência familiar.

×