Alexandra Quintas   Nº   210105                                                              Luís Boavida   Nº   210117   ...
   Objecto de estudo   Enquadramento   Serviço Moove   Plano de estudo   Análise de dados     Macro ambiente da cida...
   Análise de dados (cont.)     Inquérito – Serviços Móveis     Inquérito – Transportes     Inquérito – SMS ao Minuto ...
   Aferir o grau de aceitação em relação a um    novo serviço de geolocalização e de apoio ao    utilizador a ser eventua...
   Determinar de que forma o universo dos    utilizadores de comunicações móveis se    intersecta com o universo dos util...
   Crescimento projectado de 30% na utilização    de “smartphone” para os próximos    anos, tendo como base vários estudos.
   A crescente utilização de serviços de    geolocalização no mercado português (51%    dos utilizadores de smartphones f...
   O papel da Carris como empresa que    promove a mobilidade dentro da cidade de    Lisboa.
   Aplicação de instalação gratuita num    terminal móvel com características    normalmente associadas a um    “smartpho...
   Objectivos: saber qual o transporte da Carris    mais próximo, tempo de espera, carreiras e    trajectos, planeamento ...
   Suporte em múltiplas plataformas e sistemas    operativos (iOS para iPhone, Android    OS, Bada OS, Symbian OS, Window...
   Qualquer utilizador, independentemente do    operador móvel poderá beneficiar deste    serviço.
Modelo de pesquisa exploratório       Modelo de pesquisa descritiva  Pesquisa de dados secundários        Realização de um...
Macro ambiente da cidade de Lisboa
   Macro ambiente – cidade de Lisboa     População envelhecida (com mais de 65      anos) representa 24% do total;     ...
Situação concorrencial
   Situação concorrencial     Quotas de mercado 2009                        CP                       19%              ME...
• Crescimento da        • Má gestão da           • Elevada eficiência  quota de mercado;       relação com cliente;     en...
SWOT ao SIMIP
   CONCLUSÕES da SWOT              • Facultar ao utente a possibilidade de consulta de informação em                diver...
O inquérito
   Género             52,4%                        328                     respostas             47,6%
   Idade    11-20   21-30   31-40   41-50   51-60   61-70    7,6%    24,4%   52,4%   10,1%   4,0%    1,5%
O inquérito – Serviços Móveis
   Serviços Móveis     99,7% usa serviços móveis;     84,1 % usa apenas um operador;     15,6% usa 2 operadores;“146% ...
   Fabricante do telemóvel                     Outros                     13.5%            SonyEricsson         Nokia    ...
   Utilização de smartphones
   Utilização de aplicações       21 – 50 anos
   Utilização de WAP
   Utilização de internet móvel       31 – 40 anos
   Utilização de SMS       11 – 60 anos
   Utilização de Email       31 – 40 anos
   Classificação dos serviços (1 a 5)SMS           4,4    4,5Aplicações     3,1   3,7Internet móvel 3,0   3,6            ...
O inquérito – Transportes
   Utilização transportes públicos     79,6 % usa transporte público    < 21 anos     > 50 anos
   Tipo de transporte utilizado                                             Metro                                 Autocar...
   Frequência de utilização de transportes públicos     54,8 % usa transporte público diariamente
   Utilização da Carris / Frequência     63,2 % usa transportes da Carris                                  44,8%   Espor...
O inquérito – SMS ao Minuto
   SMS ao Minuto     48,5 % não conhece o serviço;     69,5 % dos que conhecem não utilizam o serviço;
   Classificação SMS ao Minuto (1 a 5)     Informação   2,6     Qualidade    2,4     Eficácia     2,3     Utilidade  ...
O inquérito – MOOVE
   Funcionalidades do serviço Moove    (Classificação de 1 a 5)                                  Horários em tempo real (...
   Funcionalidades do serviço Moove (cont.)    (Classificação de 1 a 5)                                          Compra d...
   Funcionalidades do serviço Moove (cont.)    (Classificação de 1 a 5)                               Calcular o tempo de...
   Funcionalidades do serviço Moove (cont.)    (Classificação de 1 a 5)                                Associar ao saldo ...
      Utilidade do serviço Moove (Classificação de 1 a 5)               140               120               100Nº respost...
   Aplicação de taxas na utilização da aplicação                                   72.3%                                 ...
O inquérito – Cruzamento de variáveis
   Smartphones VS Transportes                            Utilizadores     Transportes                           Smartphon...
   Smartphones VS Transportes da Carris                          Utilizadores    Transportes                         Smar...
   Smartphones VS Marcas de Telefones                                                                21 - 50     O númer...
O serviço MOOVE é percepcionado comouma mais-valia para a larga maioria dos             inquiridos…
   Dirigir o MOOVE para ambos os sexos, num    segmento etário dos 21 aos 50 anos;   Desenvolvimento do serviço MOOVE em...
ANACOM (2010). “Penetração do serviço móvel atinge 148,9 por 100 habitantes”. http://www.anacom.pt, [13-11-2010].BARDIN, L...
   Modelo de pesquisa exploratório     Pesquisa de dados secundários (estudos, artigos      e documentação) relacionados...
   Modelo de pesquisa exploratório     Pesquisa de dados secundários (estudos, artigos      e documentação) relacionados...
   Modelo de pesquisa descritiva     Realização de um inquérito através de um     questionário online (quantitativo e qu...
   OPORTUNIDADES     Crescente utilização de serviços e aplicações      móveis para a Web 2.0;     Taxa de penetração d...
   AMEAÇAS     Tendência decrescente do nº de passageiros de      transportes públicos;     Aumento de utilizadores do ...
   FORÇAS     Serviço Inovador e pioneiro no panorama dos      Transportes Públicos da AML (Área Metropolitana      de L...
   FRAQUEZAS     Baixa penetração no universo dos utilizadores da Carris;     Quase inexistente divulgação do serviço; ...
IMP - Projecto MOOVE - IPAM
IMP - Projecto MOOVE - IPAM
IMP - Projecto MOOVE - IPAM
IMP - Projecto MOOVE - IPAM
IMP - Projecto MOOVE - IPAM
IMP - Projecto MOOVE - IPAM
IMP - Projecto MOOVE - IPAM
IMP - Projecto MOOVE - IPAM
IMP - Projecto MOOVE - IPAM
IMP - Projecto MOOVE - IPAM
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

IMP - Projecto MOOVE - IPAM

675 visualizações

Publicada em

Trabalho de Inve

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
675
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

IMP - Projecto MOOVE - IPAM

  1. 1. Alexandra Quintas Nº 210105 Luís Boavida Nº 210117 Mohammad Rauf Nº 210118 Nuno Fernandes Nº 210116 Pedro Abreu Nº 210139Docente: Mestre Rui BrásUnidade Curricular: Investigação e Métodos de Pesquisa Turma: G1NB
  2. 2.  Objecto de estudo Enquadramento Serviço Moove Plano de estudo Análise de dados  Macro ambiente da cidade de Lisboa  Situação concorrencial  SWOT ao SIMIP  Inquérito – Amostra
  3. 3.  Análise de dados (cont.)  Inquérito – Serviços Móveis  Inquérito – Transportes  Inquérito – SMS ao Minuto  Inquérito – Moove  Cruzamento de variáveis Conclusões & Recomendações Bibliografia
  4. 4.  Aferir o grau de aceitação em relação a um novo serviço de geolocalização e de apoio ao utilizador a ser eventualmente disponibilizado aos utentes dos transportes públicos da Carris (projecto Moove).
  5. 5.  Determinar de que forma o universo dos utilizadores de comunicações móveis se intersecta com o universo dos utilizadores de transportes públicos da cidade Lisboa e particularmente os utilizadores da Carris.
  6. 6.  Crescimento projectado de 30% na utilização de “smartphone” para os próximos anos, tendo como base vários estudos.
  7. 7.  A crescente utilização de serviços de geolocalização no mercado português (51% dos utilizadores de smartphones fazem uso de aplicações de navegação/mapas) …
  8. 8.  O papel da Carris como empresa que promove a mobilidade dentro da cidade de Lisboa.
  9. 9.  Aplicação de instalação gratuita num terminal móvel com características normalmente associadas a um “smartphone”; 127 45B ORIEN TE 75 ORIEN TE
  10. 10.  Objectivos: saber qual o transporte da Carris mais próximo, tempo de espera, carreiras e trajectos, planeamento de percursos e e-ticketing; 127 45B ORIENTE 75 ORIENTE
  11. 11.  Suporte em múltiplas plataformas e sistemas operativos (iOS para iPhone, Android OS, Bada OS, Symbian OS, Windows Mobile e Java);
  12. 12.  Qualquer utilizador, independentemente do operador móvel poderá beneficiar deste serviço.
  13. 13. Modelo de pesquisa exploratório Modelo de pesquisa descritiva Pesquisa de dados secundários Realização de um inquérito através (estudos, artigos e documentação) de um questionário online (quantitativo e qualitativo) a um Consulta de peritos da industria universo de cerca de 300 inquiridos
  14. 14. Macro ambiente da cidade de Lisboa
  15. 15.  Macro ambiente – cidade de Lisboa  População envelhecida (com mais de 65 anos) representa 24% do total;  População activa 52%;  Existência de políticas de mobilidade na cidade;  Fomento e reforço da intermodalidade;  Massificação de tecnologia;
  16. 16. Situação concorrencial
  17. 17.  Situação concorrencial  Quotas de mercado 2009 CP 19% METRO 36% CARRIS 45% Fonte: Relatório e Contas da Carris, CP e Metro de Lisboa;
  18. 18. • Crescimento da • Má gestão da • Elevada eficiência quota de mercado; relação com cliente; energética e• Forte aposta na • Oferta ambientalmente componente de desadequada em sustentável; inovação; termos de horários; • Deficiente inter-• Elevado • Elevada eficiência mobilidade e incumprimento de energética; dificuldade na sua horários; • Elevados níveis de promoção;• Elevado défice de pontualidade, regul • Condicionantes exploração; aridade e conforto; geográficas, topogr• Elevada cobertura • Sistemas de áficas e de da rede; informação básicos; património para a• Transporte poluente expansão da rede;CARRIS CP METRO
  19. 19. SWOT ao SIMIP
  20. 20.  CONCLUSÕES da SWOT • Facultar ao utente a possibilidade de consulta de informação em diversas plataformas tecnológicas (terminais móveis, serviçosTecnologia WAP, WEB e Redes Sociais; • Informação prestada deverá ser Clara, Fiável, Concisa e ObjectivaInformação através dos diversos canais de informação; ao Cliente • Melhorar os tempos de resolução de reclamações, bem comoProvedoria “follow-ups” e processos de “delight” para fidelização de clientes;
  21. 21. O inquérito
  22. 22.  Género 52,4% 328 respostas 47,6%
  23. 23.  Idade 11-20 21-30 31-40 41-50 51-60 61-70 7,6% 24,4% 52,4% 10,1% 4,0% 1,5%
  24. 24. O inquérito – Serviços Móveis
  25. 25.  Serviços Móveis  99,7% usa serviços móveis;  84,1 % usa apenas um operador;  15,6% usa 2 operadores;“146% é a taxa de penetração do ServiçoTelefónico Móvel em Portugal para o ano de 2009e é a segunda mais elevada da UE15. No nossopaís este indicador situou-se sempre acima damédia da UE15 desde 2005”. Fonte: Comissão Europeia
  26. 26.  Fabricante do telemóvel Outros 13.5% SonyEricsson Nokia 7.6% 41.6% Blackberry 11.3% Apple 12.8% Samsung 13.1%
  27. 27.  Utilização de smartphones
  28. 28.  Utilização de aplicações 21 – 50 anos
  29. 29.  Utilização de WAP
  30. 30.  Utilização de internet móvel 31 – 40 anos
  31. 31.  Utilização de SMS 11 – 60 anos
  32. 32.  Utilização de Email 31 – 40 anos
  33. 33.  Classificação dos serviços (1 a 5)SMS 4,4 4,5Aplicações 3,1 3,7Internet móvel 3,0 3,6 SmartphonesEmail 2,9 3,5 potenciam a utilizaçãoWAP 2,2 2,6 dos serviços móveis.
  34. 34. O inquérito – Transportes
  35. 35.  Utilização transportes públicos  79,6 % usa transporte público < 21 anos > 50 anos
  36. 36.  Tipo de transporte utilizado Metro Autocarro 67,8% 51,0% Comboio 47,9% Táxi 14,2% Barco 8,8%
  37. 37.  Frequência de utilização de transportes públicos  54,8 % usa transporte público diariamente
  38. 38.  Utilização da Carris / Frequência  63,2 % usa transportes da Carris 44,8% Esporadicamente < 31 anos > 40 anos 33,9% Diariamente
  39. 39. O inquérito – SMS ao Minuto
  40. 40.  SMS ao Minuto  48,5 % não conhece o serviço;  69,5 % dos que conhecem não utilizam o serviço;
  41. 41.  Classificação SMS ao Minuto (1 a 5)  Informação 2,6  Qualidade 2,4  Eficácia 2,3  Utilidade 3,0  Preço 1,9
  42. 42. O inquérito – MOOVE
  43. 43.  Funcionalidades do serviço Moove (Classificação de 1 a 5) Horários em tempo real (4,3) Percurso das carreiras (4,1) Localização em tempo real (4,0)
  44. 44.  Funcionalidades do serviço Moove (cont.) (Classificação de 1 a 5) Compra de bilhetes (4,0) Calcular percurso como um GPS (4,0) Comprar passe (3,9)
  45. 45.  Funcionalidades do serviço Moove (cont.) (Classificação de 1 a 5) Calcular o tempo de percurso (3,9) Preços dos serviços Carris (3,7) Associar Cartão de Débito (3,4)
  46. 46.  Funcionalidades do serviço Moove (cont.) (Classificação de 1 a 5) Associar ao saldo telemóvel (3,4) Associar ao cartão de Crédito (3,o)
  47. 47.  Utilidade do serviço Moove (Classificação de 1 a 5) 140 120 100Nº respostas 80 60 40 20 0 1 2 3 4 5 Sem Com interesse muito interesse
  48. 48.  Aplicação de taxas na utilização da aplicação 72.3% 27.7%
  49. 49. O inquérito – Cruzamento de variáveis
  50. 50.  Smartphones VS Transportes Utilizadores Transportes Smartphones Públicos  47,9% do total de inquiridos utilizam transportes públicos e têm smartphones;  57,5 % das mulheres que utilizam Transportes Públicos têm smartphones;  63,5 % dos homens que utilizam Transportes Públicos têm smartphone;  A faixa etária deste conjunto está situada entre os 11 e os 50 anos;
  51. 51.  Smartphones VS Transportes da Carris Utilizadores Transportes Smartphones da Carris  29.3% do total de inquiridos, são utilizadores de transportes da CARRIS e têm smartphone;  52,0 % das mulheres que utilizam transportes da CARRIS têm smartphone;  67,2 % dos homens que utilizam transportes da CARRIS têm smartphone;  A faixa etária deste conjunto está situada entre os 11 e os 50 anos;
  52. 52.  Smartphones VS Marcas de Telefones 21 - 50  O número de consumidores com smartphone que representam 63,9% do total de inquiridos.  Utilizadores de smartphones - 54,1% são mulheres e 74,8% são homens.  68.8% das mulheres utiliza Nokia, Samsung e Apple;  72.4% dos homens utiliza Nokia, Blackberry e Apple;
  53. 53. O serviço MOOVE é percepcionado comouma mais-valia para a larga maioria dos inquiridos…
  54. 54.  Dirigir o MOOVE para ambos os sexos, num segmento etário dos 21 aos 50 anos; Desenvolvimento do serviço MOOVE em multi- plataforma para smartphones; Vantagem competitiva dependente da implementação das funcionalidades mais valorizadas; Possibilidade de associar custos de utilização do serviço;
  55. 55. ANACOM (2010). “Penetração do serviço móvel atinge 148,9 por 100 habitantes”. http://www.anacom.pt, [13-11-2010].BARDIN, L.( 1979), Análise de conteúdo, Lisboa: Edições 70.CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA. “Transportes e Mobilidade”. 2009. http://www.cm-lisboa.pt, [13-11-2010].CARRIS (2010). “Relatório e Contas 2009”. http://www.carris.pt, [14-11-2010].CARRIS (2010). “Carris em Linha”. http://www.carris.pt, [14-11-2010].CP (2010). “Relatório e Contas 2009”. http://www.cp.pt, [14-11-2010].GREEN, P. E.; TULL, D. S. (1966.), Research for marketing decision, Englewood Cliffs, New Jersey: Prentice Hall.KOTLER, P. (2000), Administração de marketing: a edição do milénio. 10 ed. São Paulo: Prentice-Hall,.LINDON, Denis, LENDREVIE, Jacques, LÉVY, Julien, DIONÍSIO, Pedro e RODRIGUES, Joaquim Vicente (2004), Mercator XXI – Teoria e Prática do Marketing, Lisboa, Publicações Dom Quixote, 10.ª edição.MALHOTRA, Naresh K. et al. (2005), Introdução à Pesquisa de Marketing, S. Paulo: Pearson.METROPOLITANO DE LISBOA (2010). “Relatório e Contas 2009”.. http://www.metrolisboa.pt, [14-11-2010].MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES (2009). “Plano estratégico de transportes”. http://www.moptc.pt, [14-11-2010].MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS (2009), TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES. “Linhas de Orientação”. http://www.moptc.pt, [14-11-2010].QUIVY, Raymond ; VAN CAMPENHOUDT (1998), Luc — Manual de investigação em Ciências Sociais. Lisboa: Gradiva.TRIBUNAL DE CONTAS. (2009) “AUDITORIA À CARRIS, SA - Transportes Públicos Urbanos na Cidade de Lisboa”. http://www.tcontas.pt, [14-11-2010].
  56. 56.  Modelo de pesquisa exploratório  Pesquisa de dados secundários (estudos, artigos e documentação) relacionados com a industria de transportes públicos;  Consulta de peritos da industria (reunião com Direcção de Inovação e Desenvolvimento da Carris);
  57. 57.  Modelo de pesquisa exploratório  Pesquisa de dados secundários (estudos, artigos e documentação) relacionados com serviços de geolocalização, navegação e inovação;  Consulta de peritos da industria de telecomunicações móveis (reunião com Direcção Internet Services - Vodafone);
  58. 58.  Modelo de pesquisa descritiva  Realização de um inquérito através de um questionário online (quantitativo e qualitativo) a um universo de cerca de 250 inquiridos tendo por base as suas características pessoais, hábitos de mobilidade e perfil de utilização de serviços móveis.
  59. 59.  OPORTUNIDADES  Crescente utilização de serviços e aplicações móveis para a Web 2.0;  Taxa de penetração dos serviços móveis em Portugal;  Existência de planos de mobilidade para as cidades com origem no poder autárquico;  Crescente preocupação ecológica de utilizadores e empresas;
  60. 60.  AMEAÇAS  Tendência decrescente do nº de passageiros de transportes públicos;  Aumento de utilizadores do transporte individual;  Aumento das tarifas dos transportes públicos  Diminuição do Financiamento do Estado a empresas públicas nos próximos anos
  61. 61.  FORÇAS  Serviço Inovador e pioneiro no panorama dos Transportes Públicos da AML (Área Metropolitana de Lisboa);  Clientes percepcionam serviços de informação ao utente como uma necessidade;  Estratégia de comunicação direccionada para a inovação;  Mercado total de cerca de 1 milhão de utilizadores;
  62. 62.  FRAQUEZAS  Baixa penetração no universo dos utilizadores da Carris;  Quase inexistente divulgação do serviço;  Elevado nº de reclamações;  Plataforma limitada ao SMS e Email;  Informação disponibilizada pelo serviço não é precisa;  Historial de funcionamento do serviço é negativo;  Base de dados do SIMIP é ilegal, segundo Tribunal de Contas;

×