Preparo de cavidades

2.367 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.367
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
40
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Preparo de cavidades

  1. 1. 22/06/2011 1 Preparo Cavitário Classe IV Preparo Cavitário Classe IV Classificação artificial de Black Cavidades preparadas nas faces proximais dos incisivos e caninos, com remoção e resturação do ângulo incisal (Mondelli, 2002). Preparo Cavitário Remova o mínimo possível, mas o máximo necessário Criar acesso a lesão Remover o tecido cariado Oferecer espessura suficiente de material para esconder a cor subjacente Esconder a margem entre o material e a estrutura dental Preparo Cavitário Classe IV Forma de contorno – Varia de acordo com a extensão da cárie ou fratura – Início do preparo semelhante cavidade a classe III – Remoção do Ângulo incisal Preparo Cavitário Classe IV Forma de resistência Extensão da cavidade apenas o suficiente para englobar a lesão e possibilitar o contorno estético da cavidade Ângulos internos arredondados Ângulo cavo-superficial vestibular biselado Confecção do BizelPontas diamantadas com formas cônicas Vantagens do Biselamento
  2. 2. 22/06/2011 2 Forma de retenção Remoção do tecido cariado Limpeza da cavidade Confecção da restauração Preparo Cavitário Classe IV Acabamento das paredes de esmalte - Enxada dupla monoangulada planifica parede lingual e axial - Recortador de margem gengival planifica paredes gengival Preparo Cavitário Classe IV Seleção de Cor em Odontologia Fundamentos de Cor Lado DireitoLado Esquerdo Objetividade X Subjetividade Música PercepçõesRazão Arte Olhe abaixo e diga as CORES, não as palavras: AMARELO AZUL LARANJA PRETO VERMELHO VERDE ROXO AMARELO VERMELHO LARANJA VERDE PRETO AZUL VERMELHO ROXO VERDE AZUL LARANJA Um lado do cérebro tenta dizer a cor e o outro insiste em ler a palavra Ilusões de Óptica Fundamentos de Cor “A visualização prolongada de um matiz diminui a sensibilidade de percepção das diferenças.” Importante fenômeno de visão das cores. Redução da Sensibilidade Visual Fundamentos de Cor
  3. 3. 22/06/2011 3 Recuperação da Acuidade Visual 10 segundos Fundamentos de Cor Fechem Os OLHOS Fundamentos de Cor Princípios Gerais da Estética Princípios Gerais da Estética Princípios Gerais da Estética Princípios Gerais da Estética
  4. 4. 22/06/2011 4 Princípios Gerais da Estética Cor e percepção de cor A luz é uma radiação eletromagnética detectada pelo olho humano, que é sensível a ondas de comprimento de aproximadamente 400 (violeta) a 700nm (vermelho- escuro). A intensidade de luz refletida e as intensidades combinadas dos comprimentos de ondas presentes na luz determinam as propriedades visuais (matiz, luminosidade e saturação). Retina: Cones e bastonetes Absorção Vermelho Reflexão Luz branca: cores primárias Fenômenos da propagação da luz Reflexão Refração Absorção DifusaRegular Difusa Opacidade, translucidez e transparência A opacidade é a propriedade dos materiais que previne a passagem da luz A Translucidez é a propriedade dos materiais que permite a passagem da luz, mas a dispersa, não podendo ver o objeto através do material. A Transparência permite a passagem da luz com pouca distorção, de tal forma que os objetos podem ser claramente visualizados através deles.
  5. 5. 22/06/2011 5 Cor Ambiente para Seleção da Cor Metamerismo Fenômeno que ocorre quando um mesmo objeto e visto sob diferentes fontes de luz alterando sua tonalidade. Ambiente para Seleção da Cor Paredes de cor clara ou branca Iluminação natural – entre 3 horas após o amanhecer e 3 horas antes do anoitecer Em dias nublados tendência a escolha do C Luzes auxiliares – Luzes com todos os comprimentos de onda e temperatura de cor entre 4500 e 5500. Lâmpada Eye color Arc Ra 96 MT- 150 FSWE- 27 Fluorescência • Capacidade do esmalte dental de absorver certos comprimentos de onda e emitir de energia luminosa na cor branco-azulado (Graig e Powers, 2004) Fluorescência
  6. 6. 22/06/2011 6 Dimensões da Cor MATIZ A – Vermelho-marrom B – Amarelo Alaranjado C – Cinza D – Cinza avermelhado Dimensões da Cor CROMA Dimensões da Cor VALOR Opções de Cores – Supreme (3M ESPE) Dentina B3D A2D A4D Corpo A1B A2B A3B A3.5B A4B B2B C2B WB Esmalte A1E A2E A3E B1E B2E WE Translúcida VT GT YT + opaca - opaca Compósitos disponíveis em 4 graus de translucidez OpacidadedasReisnasOpacidadedasReisnasOpacidadedasReisnasOpacidadedasReisnas CompósitosRestauradoresCompósitosRestauradoresCompósitosRestauradoresCompósitosRestauradores Opaque pearl 60 s DA2 40 s EA2 20 s T-Yellow 20 s Opacidade e translucidez
  7. 7. 22/06/2011 7 Flexibilidade na Opacidade Com a resina de nanopartícula, conseguimos obter cores de opacidade muito baixa. Híbrida Micropart. Nanopartícula Seleção de cor Dicas clínicas • 80% dos brasileiros possuem matiz A. • Coloque um incremento sobre o dente e polimerize. Seleção de cor Seleção de cor • Compósito Dentina • Compósito de corpo • Compósito de Esmalte
  8. 8. 22/06/2011 8
  9. 9. 22/06/2011 9 Muralha de silicona usada como referência de altura e contorno incisal
  10. 10. 22/06/2011 10 Restauração Classe IV Remoção do tecido cariado ou restauração fracassada Limpeza dos elementos dentais Seleção das cores Confecção do preparo cavitário Execução do bisel Limpeza da cavidade Condicionamento ácido Aplicação do sistema adesivo Inserção da resina para dentina Restauração Classe IV
  11. 11. 22/06/2011 11 Posicionamento da matriz e cunha Inserção da resina para esmalte Ajustes oclusais Acabamento e polimento Restauração Classe IV Antes Depois Restauração Classe IV Resultado imediato Antes Depois
  12. 12. 22/06/2011 12 Preparo Cavitário Classe IV Preparo Cavitário Classe IV Restauração Classe IV Isolamento do campo operatório Profilaxia Proteção do complexo dentina- polpa Condicionamento ácido Restauração Classe IV Aplicação do sistema adesivo Inserção da resina para dentina Restauração Classe IV Inserção da resina de corpo Inserção de resina para esmalte Restauração Classe IV Acabamento Brocas e pontas Polimento Borrachas, discos de lixa e discos de feltro
  13. 13. 22/06/2011 13 Importância do Polimento Com o passar do tempo, o compósito apresenta desgaste inicial da matriz resinosa, o que favorece a ação abrasiva dos alimentos sobre as partículas de carga, que cada vez mais expostas, ficam sujeitas a tensão mecânica o que leva geralmente o deslocamento destas partículas. MCKINNEY e WU, 1982 Acabamento e polimento Acabamento e Polimento Acabamento e Polimento “No fim tudo dá certo, e se ainda não deu certo, não se preocupe, ainda não chegou o fim.” Autor desconhecido

×