Secreção salivar

15.341 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
15.341
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
440
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
189
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Secreção salivar

  1. 1. Secreção Salivar e Mastigação Felipe dos Santos Moysés Orientadora: Professora Ionara Rodrigues Siqueira
  2. 2. Funções da saliva• Facilita na mastigação e deglutição dos alimentos.• Serve como solvente – contribuindo para opaladar• Contribui na digestão dos carboidratos e lipídeos.• Lubrifica os alimentos e os tecidos bucais.• Atua como tampão.• Limpeza da cavidade bucal - auxilia na limpezados dentes• Inibe o crescimento de microorganismos.• Bactericida• Defesa imunológica
  3. 3. Funções da Saliva Mucina (glicoproteínas)Submaxilares esublinguais Lubrificação do alimento (isso fica evidente quando as glândulas deixam de produzir saliva)
  4. 4. Funções da SalivaAmilase Salivar Ligações glicosídicas α- 1,4 internas LUGOL
  5. 5. Síntese e Secreção da Amilase Salivar Ribossomos RetículoEndoplasmático Complexo de Golgi Rugoso Grânulos de Ziminogênio
  6. 6. Funções da Saliva• Amilase Salivar- pH ótimo é aproximadamente 7 (abaixo de 4)- Mais da metade do amido pode ser convertido em pequenos oligossacarídeos- Amilase pancreática• Lipase lingual
  7. 7. Funções da Saliva Higiene Oral- Condições basais 0,5 mililitro/minuto (mucoso)- Importância na manutenção da saúde oral:1. Influxo remove bactérias patogênicas e partículas2. Íons tiocianato e lisozima (enzima proteolítica)3. IgA4. Lactoferrina
  8. 8. Cárie DesmineralizaçãoFermentação de carboidratos Ácidos (ácido láctico) Subsaturação do cálcio e do fosfato- Lactobacillus- Estreptococos do Grupo Mutans
  9. 9. Componentes anatômicos25% 5% 70%
  10. 10. Glândulas Salivares• Parótidas serosa (saliva aquosa com enzimas)• Submandibulares e Sublinguais Mucosa (rico em muco, anticorpos, Mistas antígenos) Serosa
  11. 11. Glândulas SalivaresSerosas Células serosas da semilunar Mucosas Ductos intercalados Ductos Ácinos (células epiteliais estriados glandulares)Fig.: Adenômero da glândula salivar submandibular (unidademorfofuncional)
  12. 12. Secreção Salivar• Fator importante suprimento sanguíneo• Secreção primária é isotônica em relação ao plasma Amilase salivar / Mucina, Na+,Cl-, HCO3- e K+• A medida que flui ao longos dos ductos se torna hipotônica
  13. 13. Secreção Salivar
  14. 14. Composição da SalivaSempre hipotônica ao plasma secreção aumenta a tonicidade Conforme a saliva flui ao longo dos ductos ela se torna mais hipotônica
  15. 15. Mecanismo IônicoMecanismo Iônico nas células acinares Bomba Na+,K+ ATPase (membrana basolateral)Na+ e Cl- para interior da Na+/H- membranacélula (utiliza o gradiente basolateral eletroquímico) HCO3- flui para oCl- flui para o lúmen dos lúmen dos ácinos ácinos Na+ para o lúmen (potencial elétrico)
  16. 16. Mecanismo Iônico Mecanismo Iônico nas células dos Ductos Excretórios e Ductos Estriados Bomba Na+,K+ ATPase (membrana basolateral)mantêm os gradientes de absorção de Na+ e potencial eletroquímico Cl- dão força para outros processos de transporte secreção de HCO3- iônico e K+
  17. 17. Controle da Secreção SalivarPrimário é pelo sistema nervoso autonômico Parassimpático Facial (VII nervo craniano) Glossofaríngeo (IX nervo craniano) Simpático Gânglio Cervical Superior
  18. 18. Controle da Secreção Salivar• Estimulação parassimpática; Sínese e secreção de amilase e mucinas Influxo de sangue para as glândulas Secreção de HCO3- Reabsorção de Na+ e Secreção de K+
  19. 19. Controle da Secreção Salivar• Estimulação simpática; Síntese e secreção de amilase Secreção de HCO3- e K+ Constrição dos vasos sanguíneos Contração das células mioepiteliais (ao redor dos ácinos)
  20. 20. Controle da Secreção Salivar Centros superiores Inferior e posterior do SNC PAVLOV (1927)Reflexo condicionado VII e IX
  21. 21. Controle da Secreção Salivar Célula Acinar Salivar
  22. 22. Mastigação “Entende-se por mastigação o conjunto de fenômenos estomatognáticos que visa a degradação mecânica dos alimentos, isto é, a trituração e moagem dos alimentos.”Sistema Estomatognático Conjunto de estruturas bucais que desenvolvem funções comuns
  23. 23. Funções satisfação para comerPrincipais funções mistura para deglutição redução em partículas menores para a digestão
  24. 24. Inervação Os principais músculos da mastigação sãoinervados pelo 3º ramo do nervo trigêmioramo mandibular
  25. 25. Nervo Óptico Nervo Mandibular GânglioTrigeminal Nervo Maxilar Nervo Lingual Nervo Alveolar
  26. 26. InervaçãoA parte motora do nervo mandibularinerva os músculos mastigatórios:temporalmasseter nervos que tem o mesmo nome dospterigóideo medial músculospterigóideo lateral
  27. 27. Músculos da Mastigação TEMPORAL• É um músculo largo, plano e triangular• Passa por baixo do arco zigomático, para se inserir na mandíbula• Ação: Oclusão e retrusão da mandíbula MASSETER• É o músculo mais potente da mastigação• Quadrangular e espesso• Ação: Oclusão da mandíbula
  28. 28. Músculos da Mastigação
  29. 29. Músculos da Mastigação PTERIGÓIDEO MEDIAL• É um músculo quadrado e espesso• Ação: Oclusão da mandíbula PTERIGÓIDEO LATERAL• É composto por duas cabeças tem forma de cone e arquitetura bipenada• Ação: Lateralização, abertura e protrusão da mandíbula
  30. 30. Músculos da Mastigação
  31. 31. O ciclo mastigatório
  32. 32. Obrigado
  33. 33. Referências Bibliográficas- AIRES, Margarida de Mello. Fisiologia. 2. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1999. 934 p.- BERNE, Robert M. et al. Fisiologia. 5.ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004. 1082 p.- GUYTON, Arthur C.; HALL, John E. Tratado de fisiologia médica. 10.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002. 1014 p.:il- HANSEN, John T.; KOEPPEN, Bruce M. Atlas de fisiologia humana de Netter. Porto Alegre: Artmed, 2003. 238p.- SILVERTHORN, Dee Unglaub. Fisiologia humana : uma abordagem integrada. Barueri: Manole, 2003. 816p.

×