Divisão Celular: Mitose e Meiose

2.355 visualizações

Publicada em

Pré-Universitário UFRJ CCS 2014
Aula sobre Divisão Celular: Mitose e Meiose; Ciclo Celular; Fases e sub-fases da divisão mitótica e meiótica.

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.355
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
126
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Divisão Celular: Mitose e Meiose

  1. 1. Divisão Celular: Mitose e Meiose Profº Felipe Jeronimo
  2. 2. Importância da divisão celular  Divisão Celular: é o processo pelo qual uma célula se transforma em duas células-filhas.  É a maneira pela qual organismos unicelulares se reproduzem e as células dos organismos multicelulares se multiplicam.  As células filhas são exatamente equivalentes quanto aos aspectos genéticos.  A divisão das células faz parte do que chamamos: Ciclo Celular.
  3. 3. Ciclo Celular  O ciclo celular é dividido da seguinte forma: Divisão Celular e Interfase. Divisão Celular : divisão do núcleo e a citocinese. Interfase : o período entre duas divisões consecutivas.
  4. 4. Interfase: G1, S e G2  Subdivide-se a interfase em: G1 – antecede a duplicação do DNA.(9 a 11h) S – quando o DNA esta sendo duplicado.(8 a 10h) G2 – sucede a duplicação. (4 a 5h) G = gap. S = synthesis.
  5. 5. Mitose  É um processo de multiplicação celular, caracterizado pelo pelo fato de um célula diplóide (2n) dar origem a duas células-filhas idênticas geneticamente, ou seja, diplóides.  Por gerar células diplóides, é muito útil na produção de células somáticas.
  6. 6. Fases da Mitose  Prófase: - Condensação dos cromossomos; - Início do fuso acromático; - Fragmentação da carioteca;
  7. 7. Fases da Mitose  Metáfase: - Captura dos cromossomos, no centrômero, pelos microtúbulos do fuso mitótico. - Formação da placa metafásica ou equatorial.
  8. 8. Fases da Mitose  Anáfase: - Encurtamento dos microtúbulos e separação das cromátides irmãs. OBS: *não disjunção cromossômica.
  9. 9. Fases Mitose  Telófase: - Descondensação dos cromossomos; - Formação da nova carioteca; - Organização do núcleo celular;
  10. 10. Citocinese  O processo de divisão do citoplasma. - Tendo início na zona equatorial da célula por filamentos de actina e miosina, ou seja, o citoesqueleto. - Pode ser: Centrípeta: de fora para dentro, célula animal. Centrífuga: de dentro centro para a periferia, células vegetais.
  11. 11. Meiose  É um tipo de divisão celular caracterizada pelo fato de haver uma redução do número de cromossomos nas células filhas. Ou seja, há uma única fase de duplicação cromossômica, seguida de duas divisões celulares: Meiose I e Meiose II.  Gerando quatro células filhas haplóides (n).  Por gerar células haplóides, é muito útil na produção de gametas e esporos.
  12. 12. Fases da Meiose  Prófase I: por ser longa e complexa é dividida nas seguintes fases: - Leptóteno - Zigóteno - Paquíteno - Diplóteno - Diacinese  Onde ocorre o crossing-over.
  13. 13. Crossing-over / Permutação gênica  Troca de pedaços entre os cromossomos homólogos, o que gera uma grande variabilidade genética.
  14. 14. Sub-fases: Prófase I  Leptóteno: condensação dos cromossomos ao extremo, formando os cromômeros.  Zigóteno: Sinapse: emparelhamento dos cromossomo homólogos. (complexo sinaptonêmico)  Paquíteno: crossing-over / permutação gênica.
  15. 15. Sub-fases : Prófase I  Diplóteno: término do complexo sinaptonêmico e observação das quiasmas.  Diacinese: término dos quiasmas.
  16. 16. Fases da Meiose I  Metáfase I: pareamento dos cromossomos homólogos e seus quiasmas.
  17. 17. Fases da Meiose I  Anáfase I: cada cromossomo de um par de homólogos, é puxado para um dos pólos da células. Os quiasmas são desfeitos.
  18. 18. Fases da Meiose I  Telófase I: O fuso acromático de desfaz, os cromossomos de descondensam, a carioteca de refaz e o núcleo se organiza. Mas cada cromossomo possui duas cromátides unidas pelo centrômero.
  19. 19. Citocinese I / Intercinese  Um curto período de tempo onde os centrossomas se duplicam nas duas células filhas recém formadas.  Não há um nova duplicação do código genético, entrando logo na Meiose II.
  20. 20. Meiose II  Divido em: - Prófase II - Metáfase II - Anáfase II - Telófase II Tem o intuito de separar a cromátides dos cromossomos gerados na Meiose I.
  21. 21. Fases da Meiose II  Prófase II: - Condensação cromossômica; - Fuso acromático; - Desaparecimento da carioteca;
  22. 22. Fases da Meiose II  Metáfase II: - Associação dos cromossomos ao fuso; - Tração dos cromossomos pelos microtúbulos;
  23. 23. Fases da Meiose II  Anáfase II: - Rompimentos do centrômeros e separação das cromátides;
  24. 24. Fases da Meiose II  Telófase II: - Reaparecimento da carioteca e nucléolo; - Descondensação dos cromossomos; - Citocinese;
  25. 25. Resumo: Mitose
  26. 26. Resumo: Meiose
  27. 27. Exercício
  28. 28. Curiosidades  As células do esôfago se dividem semanalmente.  As células do duodeno de dividem a cada 24hrs.  As células nervosas e musculares adultas nunca se multiplicam, em sua maioria.  As células do fígado, rins e pulmões ao atingirem a fase adulta só se multiplicam se forem lesadas.
  29. 29. Sobre o Curso  O Pré-Universitário Comunitário UFRJ é um projeto iniciado em 2003, que visa oferecer educação de qualidade no ensino médio e criar um ambiente de inclusão, auxiliando pessoas de todas as idades que não tiveram oportunidades e um bom ensino.  Todos os professores e envolvidos no projeto são voluntários – universitários e profissionais de diversas áreas. Nossa ação imediata é ajudar os alunos a ingressarem nas universidades através do vestibular. No entanto, procuramos apoiá-los durante o início de sua vida universitária e profissional, contribuindo para que se tornem cidadãos críticos, conscientes e realizados.  O curso é auto-gestionado, e não há hierarquia. Professores e estudantes participam coletivamente das discussões e tomadas de decisões através de reuniões periódicas e das Assembleias Gerais. Incentivamos discussões e tomadas de decisões através de reuniões periódicas e das Assembleias Gerais. Incentivamos a ajuda mútua entre todos os voluntários, e a inovação nas práticas em sala de aula.  Além das aulas, os estudantes contam com aulas de campo, apoio psicológico, biblioteca e recebem a visita de profissionais de diversas áreas, que ministram palestras explicando as características de seu trabalho, as peculiaridades de cada curso e as possibilidades de carreira.  Localização: Prédio do Centro de Ciências da Saúde (CCS) na Cidade Universitária (Ilha do Fundão) em espaço cedido pela UFRJ. • Aulas: Sábados de 8h às 18h, e quinzenalmente aos domingos de 8h às 12h.  Email: contato@preuniversitarioufrj.com.br
  30. 30. Equipe de Biologia  Equipe de Biologia (2014)  Gerente: Felipe Jeronimo da Silva Romualdo  Professores: Eduardo Cabral Casado Lima, Jessica Bizarelo, Luana Gomes Carneiro,Thais de Abreu Ancelmé,Thiago Luiz de Barros Moreira e Thiago Manchester.  Site: http://biologiapu.blogspot.com.br/

×