Jornal SEAAC em Notícias - Marília - Dez/2012

1.109 visualizações

Publicada em

Jornal Especial SEAAC em Notícias - SEAAC Marília

Publicada em: Serviços
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.109
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
829
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal SEAAC em Notícias - Marília - Dez/2012

  1. 1. Celebração Trabalhadoras comemoram o Dia Internacional da Mulher Em comemoração ao Dia Internacioanl da Mulher, celebrado no dia 8 de março, o SEAAC de Marília e Regiãoprestouhomenagemàsmulheresdacategoria dos Empregados de Agentes Autônomos (EAA). O Sindicato reuniu cerca de 60 mulheres em um jantar descontraído na pizzaria O Forno. Veja também homenagemàDelegadadeMarília,tudonapágina3. 7ºEncontroRegional SEAAC promove debate sobre a pre- carização do emprego e dos salários APrecarizaçãodoEmpregoedosSaláriosfoitema do7º Encontro Regional da categoria EAA, no ano de 2012, com apresentação do doutor em Sociologia do Trabalho, Giovanni Antônio P. Alves. As discussões do eventoregionalintegraramo7ºEncontroEstadualEAA, realizado pela FEAAC, que teve como tema Trabalho Decenteénossodireito.Vejanaspáginas6e7 Dirigentes do SEAAC de Ma- rília tomam posse na Feaac Nova fase No dia 10 de novembro, a FEAAC realizou a cerimônia de posse de sua nova diretoria. Os novos membros foram eleitos para o quadriênio 2012- 2016. A dirigente do SEAAC de Marília e Região, Rosângela Aparecida Rodrigues, faz parte do Conselho Fiscal da FEAAC. Já as dirigentes Patrícia Jacon Dias e Andréia da Silva Mandaji Librais, também do SEAAC de Marília e Região, integram a suplência da Diretoria e a suplência do Conselho de Ética da Federação, respectivamente. Veja mais informações na página 8. Esporte e lazer SEAAC realiza Torneio Regional de Futsal Integrando esporte, saúde e lazer, o 1º Torneio Regional de Futsal do SEAAC de Marília e Região, realizado em parceria com a FEAAC, fez sucesso entre os trabalhadores da categoria EAA. O evento esportivo contou com a participação de oito equipes que disputaram além dotroféudecampeãodoTorneioRegional,umavaga para as fases semifinais do 4º Torneio Estadual de Futsal FEAAC. Leia mais nas páginas 4 e 5. Dezembro/2012 - Edição Especial Distribuição Gratuita
  2. 2. ○○○○○○○○○○○○○○○○○ Expediente *Rosangela Aparecida Rodrigues A precarização do emprego e dos salários é uma realidade no mundo capitalista. Não atinge somente o Brasil, mas a todos os países capitalistas. O tema do Trabalho Decente implica em discutir o tema da precarização do emprego e dos salários na sociedade brasileira, caracterizada por uma longa história de desigualdade salarial e precariedade do emprego, salários e condições de trabalho. Vivemos em um dos países capitalistas mais desiguais do mundo. O que significaquenesteEstadotão rico – a 8ª. economiadoplaneta–ariquezaproduzidapelamaioriadaclassetrabalhadoraémaldistribuídasocialmente.Mesmo apresentando uma grande concentração de riqueza, no Brasil cerca de 70% dos brasileiros ganham de 1 a 3 salários mínimos. Além disso, a precarização da remuneração salarial é acompanhada por uma alta taxa de rotatividade de trabalho. É muito fácil contratar e demitir trabalhadores no Brasil. Mesmo o Governo se vangloriado por ter aberto milhões de postos de trabalho nos últimos anos, a taxa de rotatividade da mão-de-obra continua bastante elevada neste País, seja na indústria, seja nos serviços. A maioria dos empregos gerados é de baixa qualidade, o que significa empregos de baixa renumeração e muitos deles de caráter precário. Por isso, a grande luta dos trabalhadores hoje é, primeiro, por uma política econômica que signifique maior crescimento da economia e, depois, preservação e ampliação dos direitos sociais dos trabalhadores com mais empregosdequalidade,melhoressaláriosecondiçõesdetrabalho,oquesignifica,inclusive,reduçãodajornada de trabalho capaz de garantir melhor qualidade de vida para os trabalhadores e suas famílias. Entretanto,estalutacontraaprecariedadesalarialpassapelofortalecimentodossindicatosemelhororganização, e consciência de classe das categorias assalariadas. Trabalhador tem que pensar como trabalhador consciente de seus interesses de classe. Os direitos dos trabalhadores são garantidos com luta e capacidade de negociação coletiva. A precarização do emprego e dos salários no mundo globalizado origina- se das políticas de economias capitalistas que não priorizaram o crescimento, mas sim os rendimentos financeiros dos investidores nacionais e estrangeiros. Além disso, a fragilização dos sindicatos e do seu poder de ‘barganha’contribuiuparaaofensivadocapitalcontraosempregosesalários. Por isso, a reversão das tendências perversas da globalização do capital significa mudar a política econômica e fortalecer entidades e centrais sindicais na sua luta pela garantia dos direitos dos trabalhadores. Trata-se de um processo político que exige de cada sindicato, trabalhador e trabalhadora a consciência de classe. Sindicatos devem investir mais em formação, pois assim podem entender a dinâmica econômica e social do capitalismo e intervir para garantir direitos sociais de trabalhadores e trabalhadoras com luta e negociação coletiva. Este é o desafio do nosso tempo histórico e da nossa sociedade, rumo a uma sociedade emancipada. Aprecarizaçãodoempregoedossalários *Rosangela Aparecida Rodrigues Presidente do Seaac de Marília e Região O Jornal SEAAC Notícias é uma publicação especial do Seaac de Marília e Região em parceria com a Federação dos Empregados de Agentes Autônomos do Comércio (Feaac) do Estado de São Paulo. Sede: Avenida Carlos Gomes, nº 553, 6º andar, sala 61, Centro - Marília/SP - CEP 17500-030 - Telefo- ne: (14) 3413-9299 Web: www.seaacmarilia.org.br. Diretoria: Rosangela Aparecida Rodrigues (Dire- tora Presidente); Andreia da Silva Mandaji Librais (Secretaria de Administração e Finanças); Eliza- beth Guedes da Rocha Rotole (Secretaria Geral e de Políticas Sociais); Luis Henrique Rosa Lopes (Secretaria de Previdência Social, Saúde e Assuntos Trabalhistas). Jocieli Valga dos Santos, Marile- na Leite Belo e Patricia Jacon Dias (Conselho Fiscal Efetivo). Jornal SEAAC Notícias: Diagramação/ Redação - Assessoria de Imprensa/Feaac; Imagens/Fotos - Feaac/Seaac de Marília e Região/Divul- gação; Jornalista Responsável: Carol Binato (Mtb. 57.326). Contato: imprensa@feaac.org.br ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Publicação Editorial
  3. 3. Comemoração Em 2012, o SEAAC de Marília e Região realizou diversos eventos e ações voltadas aos trabalhadores da categoria dos Empregados de Agentes Autônomos (EAA). E o ano iniciou com uma homenagem às trabalhadoras pelo Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 demarço.Emumanoitededescontraçãoehomenagens, o Seaac reuniu cerca de 60 mulheres em um jantar promovido na pizzaria O Forno. Segundo a presidente do sindicato, Rosangela Aparecida Rodrigues, o objetivo foi proporcionar algo diferente às trabalhadoras. “Este ano resolvemos mudar, levando nossas companheiras para um ambiente diferente, onde pudéssemos falar sobre os assuntos que permeiam o universo das trabalhadoras de forma descontraída”, destacou Rosangela. A presidente abriu o evento falando sobre o Dia Internacional da Mulher. “Explicamos como surgiu a comemoração do dia 8 de março e ressaltamos a importância em não esquecer os reais objetivos que marcaram esta data.” As participantes também debateram sobre saúde e prevenção do câncer de útero. “Alertamos nossas colegas que a saúde não pode ficar em último lugar devido à dura jornada de trabalho. Nós temos de nos prevenir contra o câncer uterino, afinal, mesmo com inúmeras informações disponíveis a respeito deste tema, ainda há um grande número de mulheres que morrem por causa desta doença”, lamentou a dirigente de Marília. A importância da parceria entre as trabalhadoras e o sindicato também foi ressaltado e a dirigente aproveitou para pontuar os trabalhos desenvolvidos pelo SEAAC de Marília e Região, como o Torneio Regional e Estadual de Futsal e os Encontros da Categoria EAA, promovidos em parceria com a Feaac. Rose,comoéconhecidaentreastrabalhadoras,tambémaproveitouomomentoparacomemorarumagrandeconquista dosindicato,pormeiodaFEAAC:asede própria doSEAAC deMarília.“Éonossosonhoserealizando.Comanovasede teremosumamelhorestruturaparaatendermelhortodasastrabalhadoraseostrabalhadoresdenossarepresentatividade.” Trabalhadoras celebram Dia da Mulher Delegada de Marília recebe homenagem do SEAAC Reconhecimento Dedicação e luta definem o trabalho da delegada de Defesa da Mulher e presidente do Conselho Municipal da Mulher de Marília, Rossana Rodrigues Rossini Camacho. E, em reconhecimento a sua atuação em defesa dos direitos da mulher, a presidente do Seaac de Marília, Rosângela Aparecida Rodrigues, e a diretora Patrícia Jacon Dias, visitaramaDDMedestacaramaimportânciadotrabalhoda delegadaafavordasmulheres.“Temosdereconhecerquea atuação de Rossana reforçou a luta pelas causas femininas em nosso Município”, destacou a presidente do sindicato. Dentre as diversas conquistas de Rossana, destaque para o Rede Mulher, que oferece serviços de amparo, proteção e promoção de qualidade de vida às vítimas de violência doméstica. No momento, Rossana busca a implantação de um Centro de Referência da Mulher, por meio da Prefeitura, no qual as vítimas de violência poderão contar com uma equipe multidisciplinar que oferecerá serviços voltados à estabilização emocional, emancipação e promoção social. A ideia é que o local sirva também de referência para o público feminino em geral, que terá a disposição oficinas de artesanato e qualificação profissional.
  4. 4. Esporte SEAACrealiza1ºTorne No mês de julho, o SEAAC de Marília realizou o 1º Torneio Regional de Futsal, promovido em parceria com a FEAAC. O evento esportivo contou com a participação de oito equipes formadaspelostrabalhadoresda categoria EAA e garantiu uma vaga para as fases semifinais do 4º Torneio Estadual de Futsal FEAAC. As partidas do torneio regional, que contou com apoio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer da Prefeitura de Marília, ocorreram nos dias 7, 14, 21 e 28 de julho, no Ginásio de Esporte do Colégio Cristo Rei. Com o objetivo de promover lazer aos trabalhadores e a integração entre os participantes, fortalecendo a classe trabalhadora. As dirigentes do SEAAC de Marília e Região, Rosangela Aparecida Rodrigues e Patricia Jacon, com o apoio do presidente da Liga de Futsal de Marília, Tuffie David Bardaouil Neto, proporcionaram dias de descontração e incentivo à saúde aos trabalhadores. Quem levou o troféu de campeão do 1º Torneio Regional de Futsal Seaac de Marília e a oportunidade de disputar o título do Torneio Estadual da Feaac foi a equipe D.E.C./Garça. Já o troféu de bicampeão foi para a equipe do Divino; a equipe Rocha Contábil conquistou a terceira colocação. Além do título, a equipe D.E.C./Garça comemorou ainda o troféu dedicado para Alex Sandro Duraes Bimbati, o goleiro menos vazado do torneio. O jogador Tharciso Fernando Lopes, da equipe Rocha Contábil conquistou o título de artilheiro do campeonato. ESTADUAL-AequipeD.E.C./Garça,representandooSeaacdeMaríliaeRegião,estreouno 4ºTorneioEstadual de Futsal Feaac contra a equipe do SEAAC de Araçatuba e Região. Mesmo jogando na casa do adversário, a Alex Sandro Duraes, equipe D.E.C./Garça, foi o goleiro menos vazado do Torneio Regional de Futsal do Seaac de Marília Tharciso Fernando Lopes, da equipe Rocha Contábil, conquis- tou o troféu de artilheiro do campeonato Ao todo, oito equipes participaram do 1º Torneio Regional de Futsal do Seaac de Marília e Região. As partidas ocorreram na quadra do Colégio Cristo Rei, em Marília
  5. 5. neioRegionaldeFutsal equipedeMaríliafezumapartidaequilibrada, mas não conseguiu vencer a equipe araçatubenses. O primeiro jogo ficou em 8 a 7 paraaturmadoSEAACdeAraçatubaeRegião. A segunda e decisiva partida aconteceu ‘em casa’. Marília precisava recuperar os pontos perdidos com a derrota no primeiro jogo contra Araçatuba. Para isso, a equipe lutouporumavitóriaduranteotemponormal paralevarapartidaàprorrogação.Sendoque na prorrogação ninguém levaria vantagem e, permanecendo empate, a disputa seguiria para os penaltis para decidir a vaga. A equipe manteve o equilíbrio e conseguiu vencer Araçatuba por 3 a 2, levando a partida paraaprorrogação.Mas,aequipedoSEAACde Marília e Região não conseguiu superar Araçatuba,quederrotouotimedacasadurante aprorrogaçãopor2a1.Araçatubalevouvantagemeavagaparaafasefinaldo 4ºTorneioEstadualdeFutsalFEAAC. “Mas, o que valeu foi a integração entre todos os trabalhadores, tanto de Marília quanto das outras regiões do Estado de São Paulo”, ressaltou a presidente do SEAAC de Marília, Rosângela Aparecida Rodrigues. “Os associados aprovaram este novo formato do torneio e isso atraiu um número maior de interessados no trabalho do sindicato”, enfatizou a dirigente sindical, destacando as mudanças de classificação do 4º Torneio Estadual de Futsal FEAAC. Em 2012, comemorando sua 4ª edição, o Torneio Estadual de Futsal ganhou um novo formato. Para ampliar a participação dos trabalhadores, a Secretaria Social e de Formação Sindical da FEAAC apresentou um novo projeto de realização, em que os SEAACs de diversas regiões de São Paulo realizaram, durante o primeiro semestre do ano, um torneio entre todos os trabalhadores da categoria de suas bases territoriais. O campeão de cada etapa regional se classificou para o Torneio Estadual, com os jogos da primeira fase de classificação realizados nas cidades de cada SEAAC. Antes, todas as fases e partidas eram realizadas em Peruíbe (cidade onde está localizada a Colônia de Férias da FEAAC), com equipes montadas pelos sindicatos. Equipe do Divino comemorou o título de vice-campeão do 1º Torneio Regional de Futsal do SEAAC de Marília e Região Atletas da equipe Rocha Contábil comemorou a 3ª colocação no campeonato e fez a festa na quadra do Colégio Cristo Rei Equipe D.E.C./Garça: time venceu o torneio e conquistou a vaga para disputar o 4º Torneio Estadual de Futsal da Feaac
  6. 6. Especialista fala sobre precarização do emprego Por meio de ações coordenadas entre o Seaac de Marília e Região e Feaac, foi realizado no dia 29 de setembro, no Centro de Convenções Alves Hotel, o 7º Encontro Regional da categoria EAA com o tema Precarização do Emprego e dos Salários. A apresentação ficou por conta do professor da Unesp –Marília , Giovanni Antônio P. Alves, doutor em Sociologia do Trabalho. As discussões do evento regional integram o tema central do 7º Encontro Estadual EAA, promovido pela Feaac, que abordou o trabalho decente e seus eixos. Além de dezenas de associados, também marcaram presença os dirigentes Vagney Borges de Castro e Artur José Aparecido Bordin, dos SEAACs de Santo André e Sorocaba, representando também a comissão organizadora do Encontro Estadual. De acordo com Giovanni Alves, a atual conjuntura do mercado econômico exige cada vez mais capacitação para negociar com o patronal. Ainda segundo Alves, a relação entre patronos e empregados exige do setor sindical mais organização e capacitação. “O fortalecimento do meio sindical é de fundamental valia para que os direitos sejam mantidos e até mesmo ampliados. Hoje, a precarização não está restrita em salário e emprego, mas em outras questões igualmente importantes como saúde, segurança e jornada de trabalho”. Alvescitoudurante o Evento algunsfatoresquepodempotencializaraprecarizaçãodoempregoedosalário.Entreo destaque, a chamada ‘flexibilização’ pode ser considerada uma grande vilã do trabalhador e trabalhadora. “Este é um mecanismo muito utilizado na atualidade. No primeiro momento parece inofensiva, mas pode resultar em perdas significativas como, por exemplo, diminuição da condição de trabalho, incompatibilidade com salário mais adequado ou até mesmo perdas de saúde e qualidade de vida. Justamentepeloquadrocitadosefaznecessárioummelhor preparo sindical para os acordos coletivos atuais.” CONCLUSÃO-Apósapalestra,osparticipantesdo Encontro RegionaldoSeaacdeMaríliaeRegiãopromoveramdebate e elaboraram documento de propostas a serem encaminhadasao 7ºEncontroEstadualEAA. DoEncontro Regional também foram escolhidos os delegados que participaramdoEncontroEstadual. Encontro Regional
  7. 7. Os trabalhadores da categoria EAA apresentaram diversas propos- tas voltadas ao trabalho decente no dia 20 de outubro, durante o 7º En- contro Estadual EAA – Trabalho de- cente é nosso direito, promovido pela FEAAC. Para chegar às propos- tas apresentadas, os trabalhadores utilizaram como base as palestras ministradas durante o Encontro por profissionais especializados no tema. Além disso, os participantes também utilizaram as próprias ex- periências vividas dentro do ambi- ente de trabalho e a cartilha sobre Trabalho Decente, elaborada pela Federação. As propostas aprovadas serão levadas aos SEAACs e à FEAAC para atender as solicitações e os direitos dos trabalhadores. O evento ocorreu na Colônia de Férias da FEAAC, em Peruíbe. O Encontro Estadual contou com a participação de delegações formadas por trabalhadores de diversas re- giões do Estado de São Paulo. Estas delegações foram divididas em quatro grupos, cada um sendo responsá- vel por discutir e apresentar propostas relacionadas aos diferentes eixos que formam o tema central do evento: trabalho decente. As propostas apresentadas foram voltadas para os seguintes temas: igualdade de opor- tunidade; excesso de jornada; assédio moral no ambi- ente de trabalho; qualificação do trabalhador; crimes antissindicais; precarização dos salários e do empre- go; terceirização e saúde e segurança do trabalhador. Os argumentos foram apresentados como pautas de reivindicações para serem tratadas durante as negoci- ações e/ou incluídas nas Convenções Coletivas de Tra- balho. Antes da aprovação, os grupos apresentaram suas indicações para análise e votação. Antesdaspropostas,ocorreramtrêspalestrasqueabor- daramosdiversosaspectosquedistorcemotrabalhode- cente. Primeiramente, os participantes prestigiaram pa- lestra do coordenador do Programa de Trabalho Decente e Empregos Verdes da Organização Internacional do Tra- balho (OIT), Paulo Sérgio Muçouçah, que falou sobre o que é trabalho decente e as agendas da Conferência Na- cional de Emprego e Trabalho Decente. Logoapósfoiavezdoespecialistaemdireito,Gilberto Carlos Maistro Junior, enfatizar a relação entre trabalha- dor e empregador. A diretora da Federação dos Trabalha- Trabalhadores apresentam propostas em busca de melhores condições de trabalho Encontro Estadual dores na Indústria de Alimentação do Estado de São Pau- lo, Neuza Barbosa de Lima, comentou sobre as questões da mulher dentro das atuais condições de trabalho. PALAVRA DOS DIRIGENTES - A diretora presidente do SEAAC de Marília e Região, Rosangela Aparecida Rodrigues, mencionou a importância dos Encontros Re- gionais realizados pelos SEAACs. “Durante os Encon- tros Regionais realizados pelos sindicatos da catego- ria EAA foi possível verificar que nossos representados enfrentam uma séria situação de desrespeito aos di- reitos trabalhistas”, disse a dirigente que aproveitou para convocar os participantes para a discussão des- tes aspectos dentro e fora dos sindicatos. “Muitos trabalhadores não entendem que certas si- tuações,comoumambienteimprópriodetrabalhocom móveis quebrados, são características de trabalho in- decente. Por isso, levem para seus amigos o que foi debatido neste Encontro e convide-os para conhecer o sindicato da categoria EAA”, convidou a diretora do SEAAC de Marília. O presidente da FEAAC e do SEAAC de Santos, Lourival Figueiredo Melo, agradeceu os presentes e também ressaltou a necessidade de ampliar a discus- são sobre o Trabalho Decente. “Temos que tirar este debate das cúpulas e levá-lo às bases porque é o tra- balhador que sofre as consequências de um trabalho indecente. Temos que nos conscientizar de que não somos mercadorias, temos o direito de ter condições dignas de trabalho. Não há sociedade livre, se não há respeito aos direitos dos trabalhadores.”
  8. 8. FEAAC renova compromisso com a categoria dos EmpregadosdeAgentesAutônomos Nova diretoria Ocorreunanoitedodia10denovembro,acerimônia de Solenidade de Posse da diretoria da FEAAC para o quadriênio2012-2016.Dirigentesdediversossindicatos estiveram presentes no evento parabenizando os diplomados e a FEAAC pelos 33 anos de história em prol dos trabalhadores da categoria dos Empregados de Agentes Autônomos (EAA). Dirigentes do SEAAC de Marília e Região integram a nova equipe que irá comandar a Feaac durante os próximos quatro anos. O pleito, realizado em junho, reconduziu Lourival Figueiredo Melo à presidência da entidade por mais quatroanos.ApresidentedoSEAACdeMaríliaeRegião, Rosângela Aparecida Rodrigues, continuará integrando oConselhoFiscaldaFederação.AndreiadaSilvaMandaji Librais, diretora da Secretaria de Administração e Finanças do Seaac ficará como suplente do Conselho de ÉticadaFEAAC.JáadiretoraPatríciaJaconDias,membro do Conselho Fiscal do Sindicato de Marília, integrará a suplência da Diretoria da Federação. Além de Melo e Rosângela, também foram reconduzidos aos cargos os presidentes Vagney Borges de Castro (Secretaria de Negociações), do SEAAC de Santo André e Região, e Artur José Aparecido Bordin (Saúde e Previdência Social), do SEAAC de Sorocaba e Região. A presidenta do SEAAC de Americana e Região, Helena Ribeiro da Silva, assume a Secretaria Geral da Feaac e passa sua antiga pasta, a Secretaria de Assuntos da Mulher, Criança e do Adolescente, para ElizabetePrataviera,presidentedoSEAACdeCampinas. Já a Secretaria de Administração e Finanças ficará sob o comando de Ítalo José Rampani, presidente do SEAAC de Araraquara e Região, e a diretoria Social e de Formação Sindical estará a cargo de Valdemar Damião de Brito, presidente do SEAAC de Araçatuba e Região. CERIMÔNIA - O presidente da ConfederaçãoNacionaldosTrabalhadores noComércio(CNTC),LeviFernandesPinto, esteve na solenidade e aproveitou para desejar sucesso aos empossados. “Os companheiros de agentes autônomos do comércio desempenham um papel estratégico na economia brasileira, por isso é uma satisfação estar aqui quando adiretoriaeleitarenovaseucompromisso com a categoria ao receber um novo mandato e a confiança dos profissionais que a integram. Desejo muito sucesso a todos os empossados”, disse o presidente da CNTC. NOVA FASE – O presidente reeleito Lourival disse em discursoqueacerimôniadeposseparaoquadriênio2012- 2016eraumaprestaçãodecontasdosdirigentessindicais. “Fechamos um ciclo de transformação e conquistas. Hoje somos uma entidade atuante e com participação política efetiva,quetemcompromissocomosinteresseseascausas dos trabalhadores”, destacou Melo. Para o dirigente, a Federação inicia uma nova fase de responsabilidade e conquistas. “Estamos conscientes de que encerramos uma fase com todos os compromissos acertadosemnovembrode1994realizadosumaum.Hoje a nossa Feaac assume novos compromissos, com mais garra, mais determinação e conscientes de nossa grande responsabilidade, porque nós somos FEAAC.” SEDE PRÓPRIA - Ainda durante seu discurso, Melo fez um balanço das conquistas da Feaac no ano de 2012 eaproveitouparaanunciaraentregadassedespróprias a quatro SEAACs, incluindo o de Marília. “Fecharemos este ano com a entrega de quatro novas sedes. Sedes completas com todos os equipamentos necessários para que o sindicato possa atender com qualidade o trabalhador. É a devolução do dinheiro a estes trabalhadores, devolução da sofrida contribuição sindical e assistencial que estamos hoje batalhando para ser reconhecida.” A sede própria do SEAAC de Marília será entregue pela FEAAC no próximo dia 14 de dezembro. As novas instalaçõesficamnaRuaParaíba,nº577,bairroBanzato.

×