Projeto bioludicologia

188 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
188
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto bioludicologia

  1. 1. Bioludicologia O que é? A Biologia através de jogos, músicas, artes, técnicas de ensino variadas, abordagens relacionais envolvendo os educandos e professores e fazendo-os interagir com “tudo e todos” deixando a aprendizagem se estabelecer de forma significativa. Ou seja, o lúdico a serviço da biologia. Para que fazer? A escola é uma agência que tem o objetivo de organizar o conhecimento e apresentar aos educandos pela mediação das linguagens de modo que o mesmo seja aprendido. O novo Ensino Médio traz como pressupostos a contextualização, a interdisciplinaridade e o desenvolvimento das competências. Levando em conta os conhecimentos prévios e as múltiplas inteligências que possuímos, deve nos oferecer uma educação que incite em todos o desejo do aprender. O aprendente deste novo século devera se tornar um cidadão ativo, interativo, critico e autônomo para que para que possa se sobressair no mundo do trabalho e resolver os problemas cotidianos frente às exigências do mundo atual. A Bioludicologia não é uma técnica, é um processo de construção dos conhecimentos biológicos, psicológicos, matemáticos e até históricos através de uma gama de atividades envolventes, planejadas, discutidas e projetadas entre os professores e educandos de modo que ambos desenvolvam o melhor de seus potenciais motivando para a necessidade da pesquisa e extensão nos aspectos que envolvem os conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais na disciplina de biologia; tendo em vista que, quem conhece o funcionamento e desenvolvimento do corpo humano, a importância deste conhecimento para nossa saúde e prevenção aprende a respeitar o outro e conseqüentemente o meio ambiente – berço de cultura, desenvolvimento, sustento e fator de inter-relações essenciais pa ra a manutenção da vida. Trabalhar de forma lúdica é trabalhar com o prazer. O que se é prazeroso se tem vontade de repetir ou descobrir. Visando conhecer caminhos para que ocorra aprendizagem significativa, de forma plena , planejada e com participação de todos é que este ante projeto deverá ser implantado ... como experiência talvez já comprovada por mim e outros colegas, no momento em que já fazemos este trabalho de forma assistematica. Como fazer? Para desenvolver o projeto Bioludicologia, não é preciso receitas prontas. Basta ter olho clínico, ouvidos pedagógicos, ficar antenado às oportunidades que batem a nossa porta a todo momento. Uma música, um jogo, uma paródia , uma propaganda, trechos de texto, historias em quadrinhos, novelas, fotografias, esculturas, pinturas, dramatizações etc. aliadas as técnicas de ensino diversificadas dialógicas, aulas expositivas participativas (estudo de texto, estudo do meio, estudo de caso, pesquisa de campo, debate, discussão, seminario, demonstração didática, aula prática, filmes, documentários etc). são de suma importância para o pontapé inicial – fazer todos terem curiosidade – mola propulsora para que ocorra aprendizagem.
  2. 2. Nisto o professor mediador deve ter preparo e apoio pedagógico e a dinâmica da sala de aula deve conter os 3 movimentos nela sugidos: Deverá o professor monitorar e mediar a construção do conhecimento, através de ajuste dos projetos construídos por unidades num planejamento participativo. A cada unidade toda construção deverá ser esporte e executada em uma noite de “glamour”. O ambiente deverá esta propicio às apresentações que serão integradas. Cada sala deverá escolher 5 articuladores (lideres das equipes) para reunir-se...para discutir o projeto. Com quem e onde? Inicialmente será um projeto piloto para o colégio... que terá como coordenadora a professora Claudia E outras professoras de biologia que quiserem se engajar na causa. As turmas destinadas serão as do Ensino Médio noturno, visto que a clientela que necessita de atenção especial, pois, a monotonia das aulas faz com que hoje evasão e este aspectos preocupa. Quando fazer? Imediatamente. O que muda? Basicamente tudo e quase nada. Pode? Tudo na maneira do fazer, do envolvimento. Nada, pois, não será uma brincadeira. Aulas serão ministradas e o projeto construído. Como temos 2 aulas semanais 1 aula ficará para exposição exercícios e dúvidas e a outra para “construções” e pesquisas. Isto não inviabiliza que se tenha encontros extras e que todos produzam fora da sala. Os aprendentes deverão também nas aulas trazer os materiais didáticos que tiverem. O que usar para que o projeto ocorra? Todo material didático disponível, material de papelaria, aparelhos eletro- eletrônicos, espaço físico da escola e outras, CD’s, filmes, transparências, fotos, maquetes, dorso humano, instrumentos de percussão, materiais de laboratório, fetos em formol, filmagem, etc. Deveremos usar nossa capacidade de criar, copiar, modificar o que vemos a favor da aprendizagem significativa sobre os temas trabalhados. Devemos nos envolver . O tempo semanal é desesperador, nos não deverá ser empecilho para persistirmos nos nossos objetivos. Quais nossos objetivos então? Estabelecer um sistema de cumplicidade tal ,com as turmas, para que as mesmas confiando nos propósitos expostos possam se doar, quebrar o estigma de professor/aula/prova/nota e ter .motivação para que juntos pesquisemos que todos participem dos encontros (nos mais variados métodos) que tenham necessidade de buscar
  3. 3. mais informações através do estudo .Que remos que construam o conhecimento e que o mesmo seja contextualizado e tenha significado para todos. Enfim nosso objetivo é aprender a aprender. Fazer o educando aprender. Como avaliar o projeto? Observando o envolvimento de todos, a distribuição equitativa das tarefas, discussões e pesquisas e as atividades desenvolvidas em aulas teóricas. Os instrumentos utilizados para verificou a apreensão dos conteúdos conceituais em Biologia:  Exercícios, glossário  Redações  Construção de painéis, jogos (e suas realizações), paródias, desenhos, análise de textos polêmicos com discussões, resolução de problemas matemáticos com genética, resenha de filmes, seminários, maquetes.  Dramatizações  Filmagem da mostra de resultados  Criaremos critérios de avaliação (procedimentais, conceituais, e atitudinais). E quem não se envolver? Será dado chance de estudar a parte teórica (conteúdos conceitual) do que foi discutido; pena que o mais significativo (relações interpessoais, descoberta de talentos onde aflora as múltiplas inteligências, o respeito pelo outro dentre outros procedimentos e atitudes) não poderão ser mensurados. Será feita uma “prova” (verificação) com os conteúdos discutidos. Que fontes de pesquisa usaremos?  Livros didáticos (listados em referencia)  Textos  Dicionários e glossários  CD ROM de Biologia  Sites de Biologia  Internet  Cadê, google  Revista diversos  Super, globo, Galileu, Despertai, etc.  Filme relativos aos temas  Cd’s e letras de músicas (fazer levantamento) E se mesmo assim não der certo? Valeu estarmos juntos, tentando! BYE Por: Profª.Cláudia Regina Teixeira de Souza

×