Plano de aula_06[1]

5.126 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.126
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
170
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plano de aula_06[1]

  1. 1. Colégio: Centro Territorial de Educação Profissional do Agreste deAlagoinhas/Litoral Norte - CETEPACurso: Ensino Médio Ano Letivo: 2010Turma: 3º ANO TÉCNICO EM ENFERMAGEM Turno: MatutinoProfessora Regente: ZuleideComponente curricular: BiologiaEstagiária: Elda NunesDATA: 23 de Novembro de 2010 PLANO DE AULA 06Tempo Previsto: 1h: 40min (02 aulas)REVISÃO PARA PROVA TEMA :Núcleo Celular Divisão CelularOBJETIVOS  Conhecer as principais subdivisões do ciclo celular, relacionando-as com a duplicação do DNA cromossômico;  Descrever a importância da divisão celular;  Conhecer os principais eventos da Mitose e Meiose e o papel desse tipo de divisão celular para a reprodução;  Reconhecer a importância da divisão celular na origem, no crescimento e desenvolvimento de qualquer ser vivo como evento importante para a perpetuação da espécie;  Analisar e descrever as fases da divisão celular.CONTEÚDOS CONCEITUAIS  Análise e diferenciação da divisão celular: Mitose e Meiose;  Descrição das etapas da mitose e meiose;  Diferenciação das etapas da meiose I e a importância desses processos para a manutenção da vida.CONTEÚDOS PROCEDIMENTAIS  Elaboração de paródias com os temas estudados.
  2. 2.  Leitura e análise de textos;  Elaboração de resumos e esquemas;  Levantamento de dúvidas a cerca do assunto;  Participação na aula;CONTEÚDOS ATITUDINAIS  Valorização da conquistas científicas a partir dos avanços genéticos.  Validação da biologia em toda a sua dimensão.  Valorização da célula para a manutenção da vida  Valorização da importância em entender o processo de divisão celular,  Interesse sobre assuntos relacionados à genética e saúde.PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS:  Aula expositiva dialógica com demonstração didática  Iniciaremos a aula com a apresentação dos grupos, com a parodia sobre divisão celular;  Em seguida farei a chamada;  Entregarei aos alunos um modulo contendo um resumo com os assuntos estudados durante a IV unidade;  Farei uma breve revisão sobre os conteúdos do núcleo celular e divisão celuar;  Definirei os principais componentes do Núcleo  Diferenciação e comparação das etapas da mitose e meiose;  Falarei sobre a meiose I e suas etapas (prófase I, metáfase I, anáfase I e telófase I), sempre mostrando imagens para melhor compreensão;  Farei a entrega das atividades realizada na última aula;  Pedirei que os alunos apresentem o quadro comparativo, que foi solicitado durante as aulas, para discussão do mesmo.RECURSOS  Quadro;
  3. 3.  Piloto;  Livro Didático;  Apontamento para aprofundamento dos conteúdos;AVALIAÇÃOO processo avaliativo se dará durante toda a aula, através da observação daparticipação dos alunos.BIBLIOGRAFIAAMABIS, José Mariano. MARTHO, Gilberto Rodrigues. Fundamentos daBiologia Moderna. Volume único 4º Ed. São Paulo: Moderna, 2006.LAURENCE, J. Biologia: ensino médio. Volume único. 1º Ed. São Paulo.Nova Geração, 2005.PAULINO, Wilson Roberto. Biologia, Volume 1: Citologia/ Histologia. 1º Ed.São Paulo: Editora Ática, 2009.OBSERVAÇÃO: Foi entregue aos alunos um apontamento contendo tópicosestudados sobre divisão celular, com a finalidade de orientá-los durante osestudos sobre divisão celular ( ANEXO 1).
  4. 4. ANEXO 1Colégio: Centro Territorial de Educação Profissional do Agreste deAlagoinhas/Litoral Norte - CETEPAComponente curricular: Biologia Ano Letivo: 2010Turma: 3º ANO TÉCNICO EM ENFERMAGEM Turno: MatutinoProfessora Regente: ZuleideProfessora Estagiária: Elda NunesAluno: ________________________________________________ DIVISÃO CELULAR Divisão celular é o processo pelo qual uma célula (chamada célula-mãe) se divideem duas células-filhas. Nos organismos multicelulares, este processo pode levar aocrescimento do indivíduo (por crescimento dos tecidos), ou apenas à substituição decélulas senescentes por células novas. Nos organismos unicelulares, como as bactérias emuitos protistas, este é o processo de reprodução assexuada ou vegetativa. As células Procarióticas dividem-se por fissão binária, enquanto que asEucarióticas seguem um processo de divisão do núcleo, chamada mitose, seguida peladivisão do citoplasma chamado citocinese.Por que as células se dividem? Há um momento em que a célula começa a crescer muito, diminuindo a suarelação área/volume. Quando a área da membrana plasmática é muito pequena emrelação ao volume total da célula, há dificuldades na absorção e transporte de nutrientes,
  5. 5. sendo assim necessário que haja a divisão celular. Nesse processo o centríolo, formandoas fibras do fuso, ajudam os cromossomos a se movimentarem. Em estudos de genética a preocupação básica é o entendimento de como ascaracterísticas são repassadas entre as gerações. De uma forma geral, podemos imaginarvários indivíduos de uma população que se intercruzam formando novos descendentes,que manifestarão fenótipos resultantes da ação e interação dos genes recebidos.Esquema mostrando o processo de divisão celularr: I mitose e II meiose. O processo de origem de novos indivíduos se inicia pela formação de gametasdos genitores e subseqüente união entre os mesmos. Da fecundação forma-se a célulaovo, ou zigoto, que reconstitui o número de cromossomo da espécie. Esta célula inicialse desenvolve gerando o indivíduo adulto, formados por mais de um trilhão de células, apartir da célula original, como no caso da espécie humana. Verifica-se, portanto, que osprocessos reducionais e conservativos são fundamentais na transmissão dascaracterísticas hereditárias.Mitose A mitose produz células filhas idênticas à célula-mãe. Cada célula filha contémexatamente o mesmo número de cromossomos da célula mãe. Esse processo ocorredurante o crescimento de um indivíduo e nos processos de regeneração, constituitambém a base de alguns processos de reprodução assexuada, como a bipartição oucissiparidade e o brotamento.Fases da mitoseIntérfase - Não pertence ao fenômeno mitótico. Durante a intérfase, as células crescem,o material genético (DNA) se duplica, formam-se novas organelas citoplasmáticas e a
  6. 6. célula acumula energia para continuar o processo. Subdivide-se em três fases: G1, S eG2;G1- (do inglês gap, “intervalo”) – etapa que antecede a duplicação do DNA,caracterizando-o por uma intensa produção de RNA e de proteínas diversas;Fase S (do inglês synthesis, “síntese”) – etapa em que ocorre a duplicação do DNA;G2 – etapa em que a célula volta a produzir proteínas ativamente.IntérfaseA mitose está dividida em 4 fases:Prófase - Ou fase anterior (fase da "mobilização" para a ação). Os cromossomoscondensam-se, tornando-se visíveis; a carioteca e os nucléolos desintegram-se; oscentríolos dividem-se e dirigem-se para os pólos da célula; é formado o fuso de divisão(fibras protéicas).PrófaseMetáfase - Ou fase do meio, é a fase mais propícia para estudos da morfologia doscromossomos, onde os cromossomos apresentam o máximo grau de condensação. Oscromossomos, presos às fibras do fuso, migram para o equador do fuso, plano médio da
  7. 7. célula. No final da metáfase, os centrômeros se duplicam e se partem longitudinalmente,de modo a deixar livres as cromátides irmãs.MetáfaseAnáfase - Ou fase de cima. Dois lotes idênticos de cromátides irmãs, agora como novoscromossomos, afastam-se e migram para os pólos, puxados pelos respectivoscentrômeros, devido ao enxurtamento das fibras do fuso.AnáfaseTelófase - Ou fase do fim. Os dois cromossomos aproximam-se dos pólos e se agregam.Ocorre o inverso à Prófase: os cromossomos descondensam-se (tornando-se invisíveis);os nucléolos reaparecem; duas novas cariotecas são reconstituídas a partir das vesículasdo retículo endoplasmático. Terminadas a divisão do núcleo (cariocinese), desaparecemas fibras de fuso, ocorre a distribuição dos organóides e a divisão do citoplasma(citocinese), que isola as duas células filhas. Essas células entram em intérfase e sepreparam para uma nova divisão.Cariocinese é a divisão do núcleo.Citocinese é a divisão do citoplasma no final da mitose; é centrípeta.
  8. 8. TelófaseMeiose A meiose é o processo que se verifica tanto nos órgãos sexuais masculinos quantofemininos. Através da meiose os gametas ficam com o número de cromossomosreduzidos à metade, ao estado denominado haplóide. Quando o gameta de origemmaterna se une ao gameta de origem paterna o número de cromossomos característicoda espécie é restabelecido. A meiose é um processo divisional, que, a partir de uma célula inicial com 2ncromossomos, leva à formação de células filhas com metade desse número. Também édefinida como o processo que envolve duas divisões sucessivas do núcleo,acompanhada de uma só redução no número de cromossomos.A divisão meiótica compreende 2 fases: a reducional (meiose I) e a equacional (meioseII).Divisão Reducional - Produz células-filhas com a metade dos cromossomos da célula-mãe; ocorre na formação de gametas.Etapas da meiose:o Prófase I - Os cromossomos condensam-se e os homólogos se juntam formando tétrades; a carioteca e os nucléolos se desintegram; os centríolos duplicam e dirigem-se para os pólos da célula; forma-se o fuso de divisão.o Metáfase I - As tétrades se distribuem-se no equador da célula.o Anáfase I - Os cromossomos homólogos separam-se e migram para os pólos da célula.o Telófase I - O citoplasma se divide e formam-se duas células-filhas com n cromossomos cada uma.o Intercinese - Curto intervalo entre as duas etapas da divisão.
  9. 9. o Prófase II -Essa fase é muito mais simples que a prófase I, pois os cromossomos não passam por profundas modificações na intercinese. Ocorre os seguintes fenômenos: desaparecimento da membrana nuclear; formação do fuso cromático e movimentação das díades para a placa equatorial.o Metáfase II - Os cromossomos, agora em número reduzido à metade, alinham-se na placa equatorial da célula.o Anáfase II - Os centrômeros se dividem permitindo a separação das cromátides irmãs migrarem para pólos opostos. Essas cromátides poderão carregar informação genética diferente caso tenha ocorrido permuta durante a prófase I (paquíteno).o Telófase II - Os cromossomos atingindo os pólos se aglomeram e as novas células são reconstituídas. Após a citocinese forma-se um grupo de 4 células haplóides denominadas de tétrades. Cada célula dessa meiose irá conter um grupo de cromossomos não homólogos.Prófase IA prófase I é a fase mais longa e nela ocorrem os eventos mais importantes da meiose.Subdividem-se em cinco períodos:o Leptóteno - Os cromossomos condensam-se e tornam-se visíveis.o Zigóteno - Os cromossomos homólogos juntam-se aos pares.o Paquíteno - Os cromossomos tornam-se mais curtos e espessos, formando tétrades.o Diplóteno - Os cromossomos homólogos iniciam a separação; podem ser observados os quiasmas, que evidenciam trocas de pedaços entre os homólogos, processo conhecido como permuta ou crossing-over.o Diacinese - Os cromossomos migram para o equador da célula.A autoduplicação do DNA ocorre na interfase; na prófase I os cromossomos estãoduplicados em cromátides-irmãs.
  10. 10. Comparação entre os processos de divisão celular Mitose Meiose - Resulta em duas células - Resulta em quatro células geneticamente iguais geneticamente diferentes- Não há redução do número de - Há redução do número de cromossomos cromossomos - Normalmente ocorre permuta - Não há permuta gênica entre gênica entre os cromossomos cromossomos homólogos homólogos - Ocorre em células somáticas - Ocorre em células germinativas- A duplicação do DNA antecede - A duplicação do DNA antecede apenas uma divisão celular duas divisões celulares - Uma célula produzida por - Uma célula produzida por mitose, em geral, pode sofrer meiose não pode sofrer meiose nova mitose - É importante na reprodução assexuada de organismos - É um processo demorado unicelulares e na regeneração (podendo, em certos casos, levar das células somáticas dos anos para se completar) multicelulares- Não há redução do número de - Há redução do número de cromossomos cromossomos

×