Estagiário: Rondinelle Oliveira Supervisor: Cláudia Regina Regente: Carmem Gonçalves Turma:1TEV2 Universidade do Estado da...
Observação <ul><li>Comentário:  </li></ul><ul><li>correção de atividades; </li></ul><ul><li>Seminários; </li></ul><ul><li>...
<ul><li>Comentário:  </li></ul><ul><li>Dinâmicas; </li></ul><ul><li>Recursos e atividades variadas; </li></ul><ul><li>Ince...
Metodologia na Regência <ul><li>Elaboração de Planos semanais; </li></ul><ul><li>Técnicas de ensino: demonstração didática...
Metodologia na Regência <ul><li>Critérios de Avaliação:  interesse e envolvimento nas aulas; comportamento; participação n...
<ul><li>LINHARES, S. & GEWANDSZNAJDER, F.  Biologia.  Volume Único. 1. ed. São Paulo: Ática, 2005. </li></ul>LIVROS <ul><l...
Metodologia na Regência <ul><li>Recursos: </li></ul><ul><li>Livro didático; </li></ul><ul><li>TV pen drive; </li></ul><ul>...
O dia em que fui observado <ul><li>Tema: Tecidos vegetais; </li></ul><ul><li>Os alunos mantiveram o mesmo comportamento da...
Dificuldades <ul><li>A falta de motivação de alguns alunos; </li></ul><ul><li>Falta de laboratório equipado para dar supor...
Momentos bons Pagodeiro Marianinhas
Teóricos pesquisados. <ul><li>Zabala (1998) relata que a prática pedagógica do professor passa, a ser construída e reconst...
Teóricos pesquisados. <ul><li>O planejamento e a avaliação dos processos educacionais são uma parte inseparável da atuação...
Teóricos pesquisados. <ul><li>Necessidade de se estabelecer uma relação harmônica (Antúnez  apud  Bini & Pabis, 2008), res...
Teóricos pesquisados. <ul><li>Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua produção ou a ...
Teóricos pesquisados. <ul><li>O estágio é o campo de conhecimento e eixo curricular central nos cursos de formação de prof...
O que faria de novo <ul><li>Procurar ajudar os alunos da melhor forma possível; </li></ul><ul><li>Esforçar-se para aprimor...
O que não faria jamais depois de experimentado... <ul><li>Utilizar sempre as mesmas metodologias de ensino. </li></ul>
Avaliação <ul><li>O estágio supervisionado é um componente essencial, pois possibilita ao licenciando a oportunidade de co...
Avaliação <ul><li>A orientação recebida foi ótima. A professora Cláudia Regina detém uma grande capacidade de criar e gere...
Avaliação dos Alunos <ul><li>Qual a avaliação que você faz do estagiário?  </li></ul><ul><li>Qual a auto-avaliação que voc...
Avaliação dos Alunos <ul><li>Como você avalia o período em que esteve sob a regência do estagiário?  Justifique? </li></ul...
Avaliação <ul><li>Regente   </li></ul><ul><li>9,0 </li></ul><ul><li>Auto-avaliação </li></ul><ul><li>  10,0 </li></ul>
Referências <ul><li>BINI, L.R & PABIS, N. Motivação ou interesse do aluno em sala de aula e a relação com atitudes conside...
Referências <ul><li>PIMENTA, S. G. & LIMA. M. S. L.  Estágio e Docência.  4 ed. São Paulo: Cortez, 2006. </li></ul><ul><li...
Referências <ul><li>SCHEIN, Z. P & COELHO, S. M. O Papel do questionamento: Intervenções do professor e do aluno na constr...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação rondinelle

668 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
668
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação rondinelle

  1. 1. Estagiário: Rondinelle Oliveira Supervisor: Cláudia Regina Regente: Carmem Gonçalves Turma:1TEV2 Universidade do Estado da Bahia – UNEB Departamento de Ciências Exatas e da Terra – DCET Estágio supervisionado CETEPA/LN
  2. 2. Observação <ul><li>Comentário: </li></ul><ul><li>correção de atividades; </li></ul><ul><li>Seminários; </li></ul><ul><li>Pouco dinamismo e envolvimento da turma. </li></ul><ul><li>Início em 14.09.2010 e término em 28.09.2010. </li></ul><ul><li>Foram observadas um total de seis aulas. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Comentário: </li></ul><ul><li>Dinâmicas; </li></ul><ul><li>Recursos e atividades variadas; </li></ul><ul><li>Incentivo à participação; </li></ul><ul><li>Ambiente dialógico e envolvente para a aprendizagem da turma. </li></ul>Regência <ul><li>Início em 18.10. 2010 e término em 08. 12.2010. </li></ul><ul><li>O período de regência abrangeu um total de 20 aulas. </li></ul>
  4. 4. Metodologia na Regência <ul><li>Elaboração de Planos semanais; </li></ul><ul><li>Técnicas de ensino: demonstração didática com uso de slides; Exposição oral participativa; Álbum seriado; Debate. </li></ul><ul><li>Organização em filas. </li></ul>
  5. 5. Metodologia na Regência <ul><li>Critérios de Avaliação: interesse e envolvimento nas aulas; comportamento; participação nas atividades propostas. </li></ul>Atividades avaliativas Média Exercícios + Comportamento Álbum Seriado Prova 5,0 Valor 2 4 4
  6. 6. <ul><li>LINHARES, S. & GEWANDSZNAJDER, F. Biologia. Volume Único. 1. ed. São Paulo: Ática, 2005. </li></ul>LIVROS <ul><li>LOPES, S. & ROSSO, S. Biologia . Volume Único. 1. ed. São Paulo: Saraiva, 2005. </li></ul>
  7. 7. Metodologia na Regência <ul><li>Recursos: </li></ul><ul><li>Livro didático; </li></ul><ul><li>TV pen drive; </li></ul><ul><li>Quadro para piloto; </li></ul><ul><li>Notebook; </li></ul><ul><li>Máquina fotográfica. </li></ul><ul><li>PAULINO, W. R. Biologia: citologia e histologia. V. 1. 1. ed. São Paulo: Ática, 2005. </li></ul>
  8. 8. O dia em que fui observado <ul><li>Tema: Tecidos vegetais; </li></ul><ul><li>Os alunos mantiveram o mesmo comportamento das aulas anteriores, participando, questionando e contextualizando as informações com o conhecimento prévio que tinham. </li></ul><ul><li>A presença da supervisora não trouxe implicações negativas, pois tanto pra mim quanto para os alunos a aula seguiu tranquilamente. </li></ul>
  9. 9. Dificuldades <ul><li>A falta de motivação de alguns alunos; </li></ul><ul><li>Falta de laboratório equipado para dar suporte a aulas práticas; </li></ul><ul><li>Tempo para dedicar-se as demandas que o estágio impõe. </li></ul>
  10. 10. Momentos bons Pagodeiro Marianinhas
  11. 11. Teóricos pesquisados. <ul><li>Zabala (1998) relata que a prática pedagógica do professor passa, a ser construída e reconstruída concomitantemente com as necessidades que se fazem presentes nos processos de ensino-aprendizagem, pois educar quer dizer formar cidadãos e cidadãs, que não estão parcelados em compartimentos estanques, em capacidades isoladas. </li></ul>
  12. 12. Teóricos pesquisados. <ul><li>O planejamento e a avaliação dos processos educacionais são uma parte inseparável da atuação docente, já que o que acontece nas aulas, a própria intervenção pedagógica nunca pode ser entendida sem uma análise que leve em conta as intenções e previsões, as expectativas e a avaliação dos resultados (Zabala, 1998). </li></ul>
  13. 13. Teóricos pesquisados. <ul><li>Necessidade de se estabelecer uma relação harmônica (Antúnez apud Bini & Pabis, 2008), respeitosa e de confiança com os alunos; </li></ul><ul><li>Importância do conhecimento prévio na construção de um novo conhecimento (Morais apud Schein & Coelho 2006; Ausubel et al apud Pius et al ); </li></ul><ul><li>Essa postura revela a preocupação em promover uma educação significativa aos educando, não-mecânica e obrigatória (Moreira & Masini, 2006). </li></ul>
  14. 14. Teóricos pesquisados. <ul><li>Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua produção ou a sua construção (Freire, 2007); </li></ul><ul><li>É nas condições de verdadeira aprendizagem que os educando vão se transformando em reais sujeitos da construção e da reconstrução do saber ensinado, ao lado do educador, igualmente sujeito do processo (Freire, 2007). </li></ul>
  15. 15. Teóricos pesquisados. <ul><li>O estágio é o campo de conhecimento e eixo curricular central nos cursos de formação de professores, pois possibilita que sejam trabalhados aspectos indispensáveis à construção da identidade, dos saberes e das posturas específicas ao exercício profissional docente (Pimenta & Lima, 2006). </li></ul><ul><li>O estágio é o locus onde a identidade profissional é gerada, construída e referida; volta-se para o desenvolvimento de uma ação vivenciada, reflexiva e crítica (Buriolla,1999 apud Pimenta & Lima, 2006). </li></ul>
  16. 16. O que faria de novo <ul><li>Procurar ajudar os alunos da melhor forma possível; </li></ul><ul><li>Esforçar-se para aprimorar cada vez mais min ha capacidade enquanto educador; </li></ul><ul><li>Manter o bom relacionamento e o respeito com todos. </li></ul>
  17. 17. O que não faria jamais depois de experimentado... <ul><li>Utilizar sempre as mesmas metodologias de ensino. </li></ul>
  18. 18. Avaliação <ul><li>O estágio supervisionado é um componente essencial, pois possibilita ao licenciando a oportunidade de conhecer de perto o seu campo de atuação, somando a este experiências vivências que ajudam a construir a sua futura atuação profissional. </li></ul>
  19. 19. Avaliação <ul><li>A orientação recebida foi ótima. A professora Cláudia Regina detém uma grande capacidade de criar e gerenciar situações de ensino-aprendizagem. </li></ul>
  20. 20. Avaliação dos Alunos <ul><li>Qual a avaliação que você faz do estagiário? </li></ul><ul><li>Qual a auto-avaliação que você faz do seu comportamento frente ao estagiário? </li></ul>
  21. 21. Avaliação dos Alunos <ul><li>Como você avalia o período em que esteve sob a regência do estagiário? Justifique? </li></ul><ul><li>O que você achou das aulas ministradas pelo estagiário, e quais as suas sugestões ou críticas? </li></ul><ul><li>Como você avalia o seu desempenho nesta unidade e a que você atribui este resultado? </li></ul>
  22. 22. Avaliação <ul><li>Regente </li></ul><ul><li>9,0 </li></ul><ul><li>Auto-avaliação </li></ul><ul><li> 10,0 </li></ul>
  23. 23. Referências <ul><li>BINI, L.R & PABIS, N. Motivação ou interesse do aluno em sala de aula e a relação com atitudes consideradas indisciplinares. Revista Eletrônica Lato . Disponível em [http://www.unicentro.br]. Acesso em 17.12.2010. </li></ul><ul><li>FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 45. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2007. </li></ul><ul><li>MOREIRA, M. A & MASINI, E.F.S. Aprendizagem significativa: a teoria de David Ausubel. 2 ed.São Paulo:Centauro,2006. </li></ul>
  24. 24. Referências <ul><li>PIMENTA, S. G. & LIMA. M. S. L. Estágio e Docência. 4 ed. São Paulo: Cortez, 2006. </li></ul><ul><li>PIUS, F. R; ROSA, E. J; PRIMON, C. S. F. Ensino de Biologia. 1ª Jornada de Iniciação Científica e Tecnologia, UNIBAM. Disponível em: [http:www/educacao/ensino_biologia.pdf]. Acesso em: 17.12.2010. </li></ul>
  25. 25. Referências <ul><li>SCHEIN, Z. P & COELHO, S. M. O Papel do questionamento: Intervenções do professor e do aluno na construção do conhecimento. Cad. Bras. Ens. Fís. Disponível em [http://www.fsc.ufsc.br/cbef/a4.pdf]. Acesso em: 17.12.2010. </li></ul><ul><li>ZABALA, A. A Prática Educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed, 1998. </li></ul>

×