Ano da fé actualizado

1.527 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.527
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
40
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ano da fé actualizado

  1. 1. Programa Paroquial• 12 catequeses, os 12 Artigos de Fé explicados, reflectidos e animados;• Iniciar em Novembro 2012-2013;• Interacção de todos os grupos, movimentos, ministérios da Paróquia;• Numa Segunda feira de cada mês composto por 1 Hora e Meia 1. Catequese; 2. Reflexão e interacção com a assembleia; 3. Animação do tema.• Deve ficar permanente na Igreja o artigo exposto, de maneira que no final das doze catequeses, esteja todo o credo Na Igreja;• Deve ser tido em conta em todos os grupos e movimentos esse tema como temática;• A animação de cada catequese é livre desde que o grupo/movimento tenha sempre em conta o objectivo do artigo de Fé;
  2. 2. • Inicia a dia 11-10-2012 em Roma Com o Santo Padre, antecede este grande acontecimento a carta MOTUM PROPRIUM “ Porta Fidei”• Nessa mesma noite teremos uma reunião de concelho Pastoral para apresentar o que esta preparado e delineado a nível, Diocesano, Vicarial e Paroquial• Iniciaremos com a Semana Paroquial da Fé, proposta pela nossa Diocese para todas as paroquias, Tera um Inicio com uma Assembleia Paroquial no dia 11/11/2012 as 21:00, no salão da Igreja, e a nossa semana fica nas datas de 25-11- 2012 até 1-12-2012, e terá o seguinte programa 2. Origem do catecismo- 1ª parte a fé professada; 3. A Fé Celebrada , Sacramentos; 4. A Fé Vivida, Mandamentos ; 5. A Fé Rezada, Oração; 6. 1º Artigo do Credo .• Ainda no Decorrer desta semana Iremos Fazer o Sagrado Lausprene sempre a seguir a Missa até as 19:00, orientados pelos vários movimentos da paroquia , Calendário a preparar;• Nas celebrações os sacerdotes terão sempre presentes nas suas Homilias, o Artigo em Causa nesse mês;• Leitura nas missas no Inicio da Porta Fidei;
  3. 3. Programa Paroquial• Serão criados dose estandartes para cada um dos Artigos de Fé, que serão usados em actos públicos da nossa Fé, como procissões etc…;• No Inicio de cada Eucaristia o Estandarte alusivo a esse artigo será transportado pelo grupo responsável desse mês/ Artigo na procissão de entrada e no Presbitério ficara em local de destaque ladeado pelo Cirio Pascal de modo a ser objecto de reflexão;• Nas reuniões e na dinâmica de cada grupo ira ser tido em conta o Credo e o Concilio Vaticano II como tema de estudo• Será exposto junto a pia baptismal o Catecismo da Igreja Católica e o Concilio Vaticano II, para que o Povo possa consultar e ler, também teremos para compra mediante encomenda;• Será solenizado com o Canto o Credo na Eucaristia sempre que possível;• Embelezar a Pia Baptismal e o Cirio Pascal;• No Final do Ano da Fé em Novembro 2013 era intenção fazer um procissão apenas com os estandartes do Credo, porem ficamos a aguardar orientações da vigararia e da Diocese.
  4. 4. Programa Paroquial• Nos Domingos que antecedem Novembro faremos a introdução a Fé e ao acto da profissão de Fé/Credo;• As catequeses/ reflexões serão dadas por : 1. Frei Emidio Morais Santos 2. Frei Pedro Ferreira 3. Catequista Fábio Ângelo Pereira Soares• Os Sacerdotes em todas as celebrações Dominicais terão presentes o “Ano da fé” e respectivos artigo desse mês na construção da homilia;• Devemos Investir Na formação Litúrgica nos grupos da Paroquia;• Preparar um grupo de acolhimento, e ter o templo como Local de silêncio;
  5. 5. Prévio calendário Por ordem a Iniciar em Novembro 2012 até Novembro 20131) Frades capuchinhos;2) O.F.S.;3) Acólitos;4) Ministros da comunhão;5) Catequese;6) Escuteiros;7) Nova esperança;8) Renovamento Carismático Católico;9) Leitores;10) Nova Jerusalém;11) Grupos Bíblicos;12) Cursistas e Acólitos
  6. 6. O que é a Fé?Primeiramente e acima de tudo a fé é um Dom de Deus• Vemos isto plasmado, quando Pedro confessa que Jesus é o Cristo, o Filho do Deus vivo, Jesus declara-lhe que esta revelação não lhe veio «da carne nem do sangue, mas do seu Pai que está nos Céus» (Mt 16, 17) . A fé é um dom de Deus, uma virtude sobrenatural infundida por Ele. «Para prestar esta adesão da fé, são necessários a prévia e concomitante ajuda da graça divina e os interiores auxílios do Espírito Santo, o qual move e converte o coração para Deus, abre os olhos do entendimento, e dá "a todos a suavidade em aceitar e crer a verdade"»• A Fé é um acto Humano, exemplo Matrimónio;• A Fé é um ato de Inteligência, Deus não se engana, nem engana;• A fé é um acto de liberdade. «Eu sei em quem pus a minha fé» (2 Tm 1, 12), por isso Creio
  7. 7. Por isso Creio! «Olhai, Senhor, para a fé da vossa Igreja»• É, antes de mais, a Igreja que crê, e que assim suporta, nutre e sustenta a minha fé. É primeiro a Igreja que, por toda a parte, confessa o Senhor («Te per orbem terrarum sancta confitetur Ecclesia» – «A Santa Igreja anuncia por toda a terra a glória do vosso nome» – como cantamos no «Te Deum»). Com ela e nela, também nós somos atraídos e levados a confessar: «Eu creio», «Nós cremos». É da Igreja que recebemos a fé e a vida nova em Cristo, pelo Baptismo. No Ritual Romano, o ministro do Baptismo pergunta ao catecúmeno: «Que vens pedir à Igreja de Deus?» E ele responde: – «A fé». – «Para que te serve a fé?» – «Para alcançar a vida eterna»• «Eu creio» : é a fé da Igreja, professada pessoalmente por cada crente, principalmente por ocasião do Baptismo. «Nós cremos» : é a fé da Igreja, confessada pelos bispos reunidos em Concílio ou, de modo mais geral, pela assembleia litúrgica dos crentes. «Eu creio»: é também a Igreja, nossa Mãe, que responde a Deus pela sua fé e nos ensina a dizer: «Eu creio», «Nós
  8. 8. QUE QUER DIZER A PALAVRA CREDO, EUCREIO QUE PROFESSAMOS NO COMEÇO DO SÍMBOLO? A palavra Credo, eu “creio” quer dizer: eu tenho por absolutamente verdadeiro tudo o que nestes doze artigos se contém; e o “creio” mais firmemente do que se o visse com os meus olhos, porque Deus, que não pode nem enganar-Se nem enganar- nos, revelou estas verdades à Santa Igreja Católica, e por meio dEla eis que revela também a nós. «O acto de fé do crente não se detém no enunciado, mas na realidade enunciada» São Tomás de Aquino S.T. II-II,q.1, a 2, ad 2: Ed Leon. 8,11,
  9. 9. QUANTOS ARTIGOS TEM O SÍMBOLO DOS APÓSTOLOS? E QUAIS ? 1.º Creio em Deus Pai, todo-poderoso, criador do céu e da terra. 2.º E em Jesus Cristo, um só seu Filho, Nosso Senhor.3.º O qual foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu de Maria Virgem. 4.º Padeceu sob o poder de Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado. 5.º Desceu aos infernos, ao terceiro dia ressurgiu dos mortos. 6.º Subiu ao Céu, está sentado à direita de Deus Pai todo -poderoso. 7.º De onde há de vir a julgar os vivos e os mortos. 8.º Creio no Espírito Santo. 9.º Na Santa Igreja Católica; na comunhão dos Santos. 10.º Na remissão dos pecados. 11.º Na ressurreição da carne. 12.º Na vida eterna. Amém"
  10. 10. O QUE É O CREDO • A missão universal da Igreja nasce do mandato de Jesus Cristo e realiza-se, através dos séculos, com a proclamação do mistério de Deus, Pai, Filho e Espírito Santo, e do mistério da encarnação do Filho, como acontecimento de salvação para toda a humanidade. São estes os conteúdos fundamentais da profissão de fé cristã: um corpo
  11. 11. 1.º Creio em Deus Pai, todo-poderoso, criador do céu e da terra Creio em um só Deus, Pai todo- poderoso, Criador do céu e da terra, de todas as coisas visíveis e invisíveis.
  12. 12. 2.º E em Jesus Cristo, um só seu Filho, Nosso Senhor. • Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigênito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: Deus de Deus, luz da luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, gerado não criado, consubstancial ao Pai 1. Entrega de presépios; 2. A encarnação de Deus na Fé do Povo; 3. Missa do galo com representação do presépio ao Vivo.
  13. 13. 3.º O qual foi concebido pelo poder doEspírito Santo, nasceu de Maria Virgem. Por Ele todas as coisas foram feitas. E, por nós, homens, e para a nossa salvação, desceu dos céus: e encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria, e se fez homem 1. Pedir a Assembleia o testemunho de fé a fim de fazer um livro “ a Fé de um Povo”; 2. Termino das “Semana da Fé” a nivel Vicarial no dia 26-01-2013 com procissão levando os artigos da fé até ao estadio da Cuf e celebração ( a confirmar)
  14. 14. 4.º Padeceu sob o poder de Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado. 1. Fazer um trabalho com o 8-9-10 volume de de catequese sobre este artigo em pintura, escultura ou outra forma de arte para expor na Igreja; 2. Nas celebrações Dominicais ler paragrafo do Motum Próprio do Concilio Vaticano II
  15. 15. 5.º Desceu aos infernos, ao terceiro diaressurgiu dos mortos. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as escrituras; 1. Leitura nas missas do documento “ Gaudium Spes” 2. Os grupos de catequese nas celebrações que vão ter com os pais ao longo do mês devem procurar reflectir sobre este documento e artigo de fé; 3. Na semana Santa Procurar evidenciar muito bem estes Mistérios centrais da nossa Fé 4. Via sacra na Igreja com o Tema “os Mártires da Fé”
  16. 16. 6.º Subiu ao Céu, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso. • E subiu aos céus, onde está sentado à direita do Pai. 1. Lumen Gentium Leitura do documento nas missas e aprofundamento nos grupos e movimentos ; 2. Os grupos de catequese nas celebrações que vão ter com os pais ao longo do mês devem procurar reflectir sobre este documento e artigo de fé; 3. Fazer com os Jovens e Escuteiros uma Via Lux.
  17. 17. 7.º De onde há de vir a julgar os vivos e os mortos. E de novo há de vir, em sua glória, para julgar os vivos e os mortos; e o seu reino não terá fim; 1. Maria Mater Ecclesia, o mistério de Maria na Fé dos Cristãos; 2. Procissão de velas com os 12 artigos da Fé levados pelos grupos d catequese
  18. 18. 8.º Creio no Espírito Santo. Creio no Espírito Santo, Senhor que dá a vida, e procede do Pai; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que falou pelos profetas 1. Os Santos e o seu testemunho de fé São João Baptisma; 2. Fazer biografia do santo em trabalho de arte ; 3. Forte apelo a participação da paroquia na procissão 4. Levar os 12 Estandartes na procissão
  19. 19. 9.º Na Santa Igreja Católica; na comunhão dos Santos Creio na Igreja una, santa, católica e apostólica4 1. A Santidade da Igreja; 2. Especial Relevo a Figura do Santo Padre Bento XVI; 3. Os Santos e o seu testemunho de fé São José Operário por ocasião das festas da freguesia em Honra do Santo; 4. Fazer biografia do santo em trabalho de arte ; 5. Forte apelo a participação da paroquia na procissão 6. Levar os 12 Estandartes na procissão
  20. 20. 10.º Na remissão dos pecados. Professo um só baptismo para remissão dos pecados 1. A Santidade da Igreja; 2. Especial Relevo a Figura do Santo Padre Bento XVI; 3. Os Santos e o seu testemunho de Fé São Pedro; 4. Fazer biografia do santo em trabalho de arte ;
  21. 21. 11.º Na ressurreição da carne. Espero a ressurreição dos mortos; 1. Os Santos e o seu testemunho de fé São Paulo o Apostolo dos Gentios 2. Fazer biografia do santo em trabalho de arte ; 3. Explicar o que é o projecto o “átrio dos gentios” 4. Falar sobre a conversão
  22. 22. 12.º Na vida eterna. E a vida do mundo que há de vir. 1. Os Santos e o seu testemunho de fé São Francisco de Assis; 2. Fazer biografia do santo em trabalho de arte ; 3. As missões como expansão da Fé.
  23. 23. ֵÁmen (Hebraico: ‫ ,ָאמן‬Árabe: ‫’ ,آمين‬Āmīn). Assim Seja 1. Final do Ano da Fé com uma peregrinação a um santuário como altar de Fé 2. Enquadrar na orientações ainda a serem dadas pela Diocese
  24. 24. Amém• Ámen (Hebraico: ‫ ,ָאמֵן‬Árabe: ‫’ ,آمين‬Āmīn) é a palavra hebraica que indica uma afirmação ou adesão às vezes matizada de desejo, e pela qual terminam muitas orações no Cristianismo, no Islamismo e no Judaísmo. Pode traduzir-se em português, pelas expressões "assim seja", "verdadeiramente" etc, ainda que Amém seja um anagrama da frase hebraica “Ani Maamim” que a tradução literal para a língua portuguesa é “Eu Acredito”. Tendo também adquirido como o passar do tempo o significado na vulgata popular de concordância de pensamento ou sinônimo de expressão em relação à esperança futura como por ex. "Que assim seja".• Amém, além destes significados já descritos, também vem a ser uma sigla. A palavra é composta de 3 letras em hebraico: ‫ָאמֵן‬Esta sigla sintetiza a frase "Deus, Rei, Fiel", que em hebraico se lê El Melech Neeman. Ou seja EMN, que pode ser escrita em hebraico com as mesmas letras de amém.• Para os judeus considera-se que esta palavra possui força incalculável durante as suas orações, e é cobrada como parte essencial na resposta da comunidade durante o rito diário.

×