01 técnica qualitativa - estudo de caso

1.320 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.320
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

01 técnica qualitativa - estudo de caso

  1. 1. Universidade Estadual do Ceará – UECE! Centro de Estudos Sociais Aplicados - CESA! Curso de Mestrado Acadêmico em Administração – CMAAd Técnicas Qualitativas Aluno: • Fábio Nobrega de Lima !1 Estudo de Caso
  2. 2. Estratégias - Quando Utilizar (Yin) !2 Estratégia Forma da Questão de Pesquisa Exige controle s/ eventos comportamentais? Focaliza acontecimentos contemporâneos? Experimento como, por que sim sim Levantamento quem, o que, onde, quantos, quanto não sim Análise de Arquivos quem, o que, onde, quantos, quanto não sim/não Pesquisa Histórica como, por que não não Estudo de Caso como, por que não sim Situações relevantes para diferentes estratégias de pesquisa (Yin, figura 1.1, pg 24)
  3. 3. Estudo de Caso • Godoy afirma que autores como Robert K.Yin e Kathleen M. Eisenhardt adotam uma visão positivista de pesquisa para a modalidade Estudo de Caso. • Essa Perspectiva defende também a mesclarem de dados Qualitativos e Quantitativos. • Godoy foca, no entanto, no Estudo de Caso Qualitativo, de orientação Interpretativa. • Yin, analisa que os Estudos de Casos representam a estratégia preferida quando: • Se colocam questões do tipo “como” e “por que”, • O pesquisador tem pouco controle sobre os eventos • O foco se encontra em fenômenos contemporâneos inseridos em algum contexto da vida real. !3
  4. 4. Definição • Estudo de Caso Qualitativo (Godoy) • Goode e Hatt (1968), caracterizam como "um método de olhar a realidade social” que utiliza um conjunto de técnicas de pesquisa usuais nas investigações sociais como: • Entrevistas • Observação Participante • Uso de Documentos Pessoais • Coleta de Histórias de Vida. !4
  5. 5. Definição • Estudo de Caso Qualitativo (Godoy) • É um meio de organizar os dados sociais, permitindo o estudo de uma unidade social como todo, incluindo o seu desenvolvimento. • O Objeto pode ser uma Pessoa, uma família, outro grupo social, um conjunto de relações ou processos (como crises familiares, ajustamento à doença, formação de amizade, invasão étnica de uma vizinhança, etc.), ou mesmo toda uma cultura. Goode e Hatt (1968) !5
  6. 6. Definição • Segundo Godoy: • A especificidade do Estudo de Caso não está na forma de pesquisa empregada, mas no Tipo de Questão que Responde: • O foco de interesse do Estudo de Caso está no individual, no específico. (Goode e Hatt) • O foco de atenção do Pesquisador que busca “a compreensão de um particular caso, em sua idiossincrasia, em sua complexidade” (Stake, 1988). • É uma descrição (holística e intensiva) de um fenômeno bem delimitado (Merriam, 1988). • Objetiva a compreensão dos processos sociais que ocorrem num determinado contexto. Especialmente útil para descoberta, insight, interpretação e aprofundamento de uma situação. (Merriam, 1988) !6
  7. 7. Definição • Para Yin, um Estudo de Caso é uma investigação empírica que • Investiga um fenômeno contemporâneo dentro de seu contexto da vida real, especialmente quando, • Os limites entre o fenômeno e o contexto não estão claramente definidos. !7
  8. 8. Características • Segundo Godoy: • Tipos de Estudo de Caso: (Merriam, 1988) • Descritivo • Interpretativo • Avaliativo !8
  9. 9. Características - Tipologia (Godoy) • Estudo de Caso Descritivo • Apresenta um relato detalhado de um fenômeno social envolvendo sua: • Configuração • Estrutura • Atividades • Mudanças • Procuram ilustrar a complexidade da situação e os aspectos nela envolvidos. !9
  10. 10. Características - Tipologia (Godoy) • Estudo de Caso Descritivo • Normalmente são: • Ateóricos, • Não se guiam por hipóteses previamente estabelecidas • Nem buscam a formulação de hipóteses genéricas. • Frequentemente formam uma base de dados para futuros trabalhos comparativos e de formulação de teoria. !10 cont.
  11. 11. Características - Tipologia (Godoy) • Estudo de Caso Interpretativo • Além de conter uma rica descrição do fenômeno estudado • Busca encontrar padrões nos dados e desenvolver categorias conceituais que possibilitem ilustrar, confirmar ou opor-se a suposições teóricas. • O Nível de conceitualização e abstração pode ir de: • Simples sugestões de relacionamentos entre variáveis • Até a elaboração de uma teoria. !11
  12. 12. Características - Tipologia (Godoy) • Estudo de Caso Avaliativo • A preocupação é gerar dados e informações obtidos de forma cuidadosa, empírica e sistemática • Com o objetivo de apreciar o mérito e julgar os resultados e a efetividade de um programa. • Pode ser entendido como uma pesquisa aplicada que • Informa determinados tipos de ação • Fornece indicadores para o processo de tomada de decisão • Aplica o conhecimento obtido para resolver problemas humanos e sociais. (Patton, 1990) !12
  13. 13. Características • Segundo Yin: • Estratégias de Pesquisa: • Exploratória • Descritiva • Explanatória !13
  14. 14. Estratégias - Quando Utilizar (Yin) • Condições que diferenciam as Estratégias de Pesquisa: • Tipo de questão de pesquisa proposto • Extensão de Controle que o pesquisador tem sobre eventos comportamentais efetivos. • Grau de enfoque em acontecimentos históricos em oposição a acontecimentos contemporâneos. !14
  15. 15. Estratégias - Quando Utilizar (Yin) !15 Estratégia Forma da Questão de Pesquisa Exige controle s/ eventos comportamentais? Focaliza acontecimentos contemporâneos? Experimento como, por que sim sim Levantamento quem, o que, onde, quantos, quanto não sim Análise de Arquivos quem, o que, onde, quantos, quanto não sim/não Pesquisa Histórica como, por que não não Estudo de Caso como, por que não sim Situações relevantes para diferentes estratégias de pesquisa (Yin, figura 1.1, pg 24)
  16. 16. Estudo de Caso - Técnicas (Yin) • O Estudo de Caso conta com muitas das técnicas utilizadas pelas Pesquisas Históricas, • Mas acrescenta 2 fontes de evidências que usualmente não são Incluídas no repertório de um historiador. • Observação Direta • Série Sistêmica de Entrevistas. • Lida com uma ampla variedade de evidências ! ! • Em caso de Observação Participante, pode ocorrer manipulação informal. !16 • Documentos • Artefatos • Entrevistas • Observações
  17. 17. Exemplo 1 !17
  18. 18. Exemplo 1 !18 Problema Metodologia
  19. 19. Exemplo 2 !19
  20. 20. Exemplo 2 !20 Problema(s) Objetivos
  21. 21. Exemplo 2 !21 Metodologia
  22. 22. Bibliografia • MOTTA-ROTH, D. “Artigo acadêmico – introdução”. In. ______. (org.). Redação acadêmica: princípios básicos. 3. ed. Santa Maria: EDUFSM, 2001. p. 38-52. • GODOY, C.K.; MELO, R.B.; SILVA, A.B. Pesquisa Qualitativa em Estudos Organizacionais – Paradigmas, Estratégias e Métodos. São Paulo: Saraiva, 2006. • YIN, R.K. Estudo de Caso – Planejamento e Métodos, Porto Alegre: Editora Bookman, 2001. !22

×