Design Thinking na prática: como funciona uma consultoria de inovação

477 visualizações

Publicada em

Publicada em: Design
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
477
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Design Thinking na prática: como funciona uma consultoria de inovação

  1. 1. design thinking na prática: como funciona uma consultoria de inovação em negócios fabio calzavara mjv tecnologia & inovação mjv.com.br
  2. 2. quem somos?
  3. 3. link do dia: fastcompany.com
  4. 4. link do dia: george lois: damn good advice
  5. 5. “estamos pagando caro “precisamos instaurar uma “precisamos uma nova plataforma “nosso processo de contratação pelo nosso call center” cultura de inovação” de vendas on-line” é falho”
  6. 6. como fazemos?
  7. 7. existem 3 pilares...
  8. 8. 1. envolvimento do usuário »» empatia »» participação no processo »» oportunidades de negócio x necessidades do usuário
  9. 9. 2. pensamento multidisciplinar »» equipe multidisciplinar »» envolvimento dos stakeholders »» ambiente em constante mudança: variedade de pensamentos
  10. 10. 3. tangibilização »» agilidade »» ciclos rápidos de testes »» “o direito de errar”
  11. 11. ok, e na prática?
  12. 12. e como é o processo?
  13. 13. 1. disgnóstico 2. soluções 3. protótipos
  14. 14. obter insumos para as ideias: conhecer o cenário em que o desafio está inserido e quem são os usuários 1. disgnóstico 2. soluções 3. protótipos
  15. 15. geração de ideias para o problema proposto e oportunidades análogas 1. diagnóstico 2. soluções 3. protótipos
  16. 16. desenvolvimento de soluções e preperar sua implementação 1. diagnóstico 2. soluções 3. protótipos
  17. 17. olhar para dentro diagnóstico: etapa 01
  18. 18. DESAFIO #01: Mergulhar em uma realidade 100% nova Dados e indicadores
  19. 19. DESAFIO #02: Encontrar uma linguagem comum (a consultoria, a empresa e o cliente) Apresentação de dados de uma forma diferente: visualização gráfica
  20. 20. DESAFIO #03: “Quem paga não é quem recebe”: o engajamento dos stakeholders e trabalhando com vaidades
  21. 21. DESAFIO #04: Reenquadramento de escopo !
  22. 22. olhar para fora diagnóstico: etapa 01
  23. 23. desejos e necessidades dos usuários
  24. 24. entrevistas em profundidade desejos e necessidades dos usuários
  25. 25. sombra entrevistas em profundidade desejos e necessidades dos usuários
  26. 26. um dia na vida sombra entrevistas em profundidade desejos e necessidades dos usuários
  27. 27. mapas e jornadas um dia na vida sombra entrevistas em profundidade desejos e necessidades dos usuários
  28. 28. personas mapas e jornadas um dia na vida sombra entrevistas em profundidade desejos e necessidades dos usuários
  29. 29. soluções etapa 02
  30. 30. workshops colaborativos
  31. 31. oportunidades pontos de atenção desafios insights insumos workshops colaborativos
  32. 32. oportunidades pontos de atenção desafios insights ambiente controlado mindset criativo “espaço seguro” abordagem lúdica insumos workshops colaborativos facilitação
  33. 33. certo?se vai dar como sabemos
  34. 34. protótipos etapa 03
  35. 35. 01. qual o resultado pretendido com o protótipo
  36. 36. 02. abrir o leque: soluções quick wins e disruptivas 01. qual o resultado pretendido com o protótipo
  37. 37. 02. abrir o leque: soluções quick wins e disruptivas 03. requisitos para implementação01. qual o resultado pretendido com o protótipo
  38. 38. mais prática...
  39. 39. e o futuro?
  40. 40. fabio calzavara fabiofbc@hotmail.com linkedin.com/in/fabiocalzavara

×