Instituto De Emprego e Formação 
Profissional de Coimbra 
Técnico Auxiliar de Saúde Aprendizagem 
UFCD 6555 – A Literatura...
Dinis Ramos Machado 
Dinis Ramos Machado nasceu em 
Lisboa a 21 de Março de 1930 
Dinis Ramos Machado 2
Dinis Machado - Vida 
Viveu no Bairro Alto até ao seu casamento em 1963, com 
Marília Ferreira Alves, do qual nasceu Rita...
Dinis Machado - Vida 
Foi chefe de redação da edição portuguesa da revista de banda 
desenhada Tintin; 
Editor e chefe d...
Dinis Machado 
Televisão e Cinema 
Desde muito cedo um frequentador das salas de cinema, em 
especial do Cinema Loreto; 
...
Dinis Machado 
Televisão e Cinema 
Tendo organizado diversos Festivais de Cinema da Casa 
da Imprensa de Lisboa, entre 19...
Dinis Machado 
Televisão e Cinema 
Escreveu para a RTP Um gato no caixote do lixo, série 
policial e, em 1979, colaborou ...
Dinis Machado - Obra 
Dennis McShade 
Dinis Machado refugiou-se à sombra de um pseudónimo 
americano, inventado para faz...
Dinis Machado - Obra 
Mão direita do Diabo, Requiem para D. Quixote e Mulher e 
Arma com Guitarra Espanhola foram escrito...
Dinis Machado - Obra 
O que diz Molero 
O seu maior sucesso literário, tanto junto da crítica 
como do público, publicad...
Dinis Machado - Bibliografia 
Mão direita do Diabo; 
Requiem para D. Quixote e Mulher; 
Dinis Ramos Machado 11 
Blackpo...
Dinis Machado 
O que diz Molero 
Conta a história de um rapaz, nunca referido pelo nome 
próprio, que, depois de ter sobr...
Dinis Machado 
O que diz Molero 
Os relatórios de Molero vão sendo lidos pelos superiores e 
é através deles que o leitor...
Dinis Machado 
O que diz Molero 
O romance já foi traduzido para seis idiomas: 
Alemão 
Búlgaro 
Castelhano 
Romeno 
...
Dinis Machado 
O que diz Molero 
“O que diz Molero” teve a sua consagração teatral, numa 
adaptação feita por Nuno Artur ...
O Que diz Molero - frases 
“Zuca, o “adolescente azougado” que fazia “exóticas 
masturbações, com arames na uretra e não s...
Dinis Ramos Machado 17
Dinis Ramos Machado 18
19
20
Adaptação teatral da obra 
“O que diz Molero” 
21
Referências 
pt.wikipedia.org/wiki/Dinis_Machado 
http://anabelamotaribeiro.pt/o-que-diz-dinis-machado-nos- 
30-anos-de-...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Dinis Ramos Machado

759 visualizações

Publicada em

Dinis Ramos Machado

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
759
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dinis Ramos Machado

  1. 1. Instituto De Emprego e Formação Profissional de Coimbra Técnico Auxiliar de Saúde Aprendizagem UFCD 6555 – A Literatura do Nosso Tempo Formadora: Anabela Martins Dinis Ramos Machado Adriana Ribeiro * Fábio Simões
  2. 2. Dinis Ramos Machado Dinis Ramos Machado nasceu em Lisboa a 21 de Março de 1930 Dinis Ramos Machado 2
  3. 3. Dinis Machado - Vida Viveu no Bairro Alto até ao seu casamento em 1963, com Marília Ferreira Alves, do qual nasceu Rita, a filha de ambos. Frequentou o Curso Geral do Comércio, o qual não concluiu; Funcionário da Federação das Caixas de Previdência, onde conheceu Eugénio de Andrade, que o influenciou nas suas leituras; Jornalista desportivo nos jornais Record, Norte Desportivo, Diário Ilustrado e Diário de Lisboa; Tradutor, autor de guiões para cinema e séries televisivas. Dinis Ramos Machado 3
  4. 4. Dinis Machado - Vida Foi chefe de redação da edição portuguesa da revista de banda desenhada Tintin; Editor e chefe de redação da 1ª série da versão portuguesa do semanário Spirou; Depois de enviuvar, a partir de 1985 viveu com a cantora lírica e bibliotecária Dulce Cabrita; Fumador inveterado, morreu em 2008, vítima de cancro do pulmão. Dinis Ramos Machado 4
  5. 5. Dinis Machado Televisão e Cinema Desde muito cedo um frequentador das salas de cinema, em especial do Cinema Loreto; Organizou no princípio da década de 1960 os primeiros ciclos de cinema da Casa da Imprensa e publicou críticas na revista Filme. Autor de vários argumentos e diálogos para filmes; Fez ainda crítica de cinema no “Diário Ilustrado”, de 1958 a 1963, e na revista “Filme”, de 1959 a 1965; Dinis Ramos Machado 5
  6. 6. Dinis Machado Televisão e Cinema Tendo organizado diversos Festivais de Cinema da Casa da Imprensa de Lisboa, entre 1964 e 1966, Dinis Machado colaborou na fase inicial de Kilas, de José Fonseca e Costa; Co-autor do argumento e autor dos diálogos de Maria Vai Com As Outras, um projecto de Fernando Lopes inspirado em O que diz Molero. Dinis Ramos Machado 6
  7. 7. Dinis Machado Televisão e Cinema Escreveu para a RTP Um gato no caixote do lixo, série policial e, em 1979, colaborou na série Retalhos da vida de um médico. Voltou mais tarde a fazer crítica de cinema em jornais e revistas, tais como "Opção", "Sete" ou "Isto é Cinema". Dinis Ramos Machado 7
  8. 8. Dinis Machado - Obra Dennis McShade Dinis Machado refugiou-se à sombra de um pseudónimo americano, inventado para fazer sair na coleção Rififi, que dirigia a convite de Roussado Pinto, uma trilogia de romances policiais com um herói burguesiano, um assassino profissional com preocupações filosóficas, dado aos monólogos e às citações literárias e que age sempre sozinho. Dinis Ramos Machado 8
  9. 9. Dinis Machado - Obra Mão direita do Diabo, Requiem para D. Quixote e Mulher e Arma com Guitarra Espanhola foram escritos no período de um ano, quando o autor precisava de angariar 20 contos por ocasião do nascimento da filha. Requiem para D. Quixote serviu ainda de inspiração para o filme de 2009, Contrato, o primeiro a ser realizado por Nicolau Breyner. Dinis Ramos Machado 9
  10. 10. Dinis Machado - Obra O que diz Molero O seu maior sucesso literário, tanto junto da crítica como do público, publicado em 1977. A linguagem coloquial, humorada e inventiva, a que não é alheia uma oralidade popular, tenta cristalizar figuras, lugares e imagens de um quotidiano que parece perdido. Dinis Ramos Machado 10
  11. 11. Dinis Machado - Bibliografia Mão direita do Diabo; Requiem para D. Quixote e Mulher; Dinis Ramos Machado 11 Blackpot; O que diz Molero; Discurso de Alfredo Marceneiro a Gabriel Garcia; Reduto quase final Amadora; Gráfico de vendas com orquídea: e outras formas de arrumação de conhecimentos.
  12. 12. Dinis Machado O que diz Molero Conta a história de um rapaz, nunca referido pelo nome próprio, que, depois de ter sobrevivido a todas as aventuras e desventuras de uma infância e adolescência normais a uma criança que vive inserida numa comunidade pobre, enceta uma viagem para procurar compreender quem é e qual o significado da vida. Molero é encarregue por Austin e Mister DeLuxe, seus superiores, de se pôr na pele de detetive e procurar traçar o itinerário do rapaz. Dinis Ramos Machado 12
  13. 13. Dinis Machado O que diz Molero Os relatórios de Molero vão sendo lidos pelos superiores e é através deles que o leitor vai sabendo o que aconteceu ao herói, os vários países por onde foi passando, os livros que foi lendo, as mulheres que foi amando e os amigos que foi fazendo e reencontrando. Pedaços fragmentados de uma vida que nos dão as pistas necessárias para traçar o perfil de alguém que procura um sentido para a existência. Dinis Ramos Machado 13
  14. 14. Dinis Machado O que diz Molero O romance já foi traduzido para seis idiomas: Alemão Búlgaro Castelhano Romeno Francês Dinis Ramos Machado 14 Checo
  15. 15. Dinis Machado O que diz Molero “O que diz Molero” teve a sua consagração teatral, numa adaptação feita por Nuno Artur Silva, José Pedro Gomes e António Feio, tendo subido pela primeira vez ao palco a 27 de Outubro de 1994, no Teatro Nacional D. Maria II. Uma produção que conheceu excelentes críticas e obteve, no ano de estreia, alguns prémios da Associação Portuguesa de Críticos de Teatro. Dinis Ramos Machado 15
  16. 16. O Que diz Molero - frases “Zuca, o “adolescente azougado” que fazia “exóticas masturbações, com arames na uretra e não sei que mais”. A Tia, que chalou e lhe deu um aparelho para os dentes que só usavam os copinhos de leite. Ou a Mãe, que um diz pôs a mão no rosto do homem que tinha o Rato Mickey tatuado no peito.” Dinis Ramos Machado 16
  17. 17. Dinis Ramos Machado 17
  18. 18. Dinis Ramos Machado 18
  19. 19. 19
  20. 20. 20
  21. 21. Adaptação teatral da obra “O que diz Molero” 21
  22. 22. Referências pt.wikipedia.org/wiki/Dinis_Machado http://anabelamotaribeiro.pt/o-que-diz-dinis-machado-nos- 30-anos-de-95970 Dinis Ramos Machado 22

×