Stoa: um ambiente de aprendizagem

1.951 visualizações

Publicada em

Apresentação para o simpósio do FEP / IFUSP 27/05/2009

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.951
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
982
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Stoa: um ambiente de aprendizagem

  1. 1. Stoa: um ambiente de aprendizagem Ewout ter Haar  Gil da Costa Marques CEPA – FEP – Instituto de Física – USP ewout@usp.br    
  2. 2. A Web para Disseminação e Compartilhamento de Conhecimento Construção de  Conhecimento: ambientes de aprendizagem Stoa – Moodle  – Efisica – Ecalculo – Repositório  Aplicar as lições da Web e trazer tecnologia de redes modernas  para dentro da instituição    
  3. 3. tradição oral → rolo de pergaminho → códice → livro impresso → mídia digital → web    
  4. 4. Um mundo de novas possibilidades    
  5. 5. Tecnologia de Redes As redes modernas conseguem combinar  disseminação de informação, comunicação entre  pares e criar ambientes colaborativas  (Benkler 2006) : Easy collaboration through lower transaction  costs → commons based peer production a viable alternative  to hierarchical organizations and markets    
  6. 6. A Internet Anos 70: Dar nomes a servidores  quot;Comutação de pacotesquot;: identificar  servidores com IP (143.107.250.69 =  stoa.usp.br) e definir um protocolo  abstraindo o caminho entre dois  servidores. Arquitetura distribuída, robusta,  plataforma neutra e aberta → email,  IM, VOIP, HTTP, Bittorrent, etc. etc.    
  7. 7. A Web Anos 90: Dar nomes a documentos Identificar documentos com URL  (http://stoa.usp.br/ewout/weblog/) e  definir um protocolo de conexão Arquitetura distribuída, plataforma  neutra e aberta Resultado: a Web. Acesso à  informação sem precedentes.  Compartilhamento, Comunicação,  Colaboração.    
  8. 8. plataformas abertas Dar nomes a entidades importantes  ( arquitetura “end to end” ou  e fazer dutos de comunicação  ponta a ponta ) quot;burrosquot; entre elas. Depois: não  controlar mais como serão usados  estes dutos. Fornecer infra­estrutura, deixar  inovação acontecer na beirada da  rede.    
  9. 9. A Web Social Identificar pessoas (com URLs) e  fazer ligações entre elas. Perfil  online, identidade digital. Por enquanto inovação feito por  empresas: Arquitetura centralizada,  plataformas fechadas, visando lucro. Facebook, Orkut, Myspace etc. Precisamos decentralizar, “federar”,  usar padrões abertos    
  10. 10. A Web Social Como usar estas tecnologias e construir  plataformas distribuídas, neutras e  abertas? Como usar estas plataformas em  contexto educacional? Como aplicar as  lições da Web na Educação?    
  11. 11. A Web Moderna    
  12. 12. A Web Moderna A web participativa: aplicações óbvias  em educação    
  13. 13. Stoa: objetivos Aprendizagem é processo social  (além de cognitivo) Complementar a um sistema de  gerenciamento de cursos (sala  de aula virtual) Complementar a um sistema de  gerenciamento de conteúdo Espaços públicos para  discussão, além de salas de aula Compartilhar produção acadêmica na  Web, gestão de identidade na Web,   plataforma (baixa barreira de entrada)        
  14. 14. Stoa: espaço de arquivos O jeito mais  simples de colocar  recursos na Web.  Uma vez que um  recurso tem um  URL, toda força da  Web entre em  jogo.    
  15. 15. Stoa: blog Notem que cada  usuário pode  personalizar o seu  espaço    
  16. 16. Stoa: perfil Dar URLs a pessoas. http://stoa.usp.br/ewout    
  17. 17. Stoa: comunidades Formação de  grupos em volta  de um interesse  em comum    
  18. 18. Stoa: Wiki    
  19. 19. Atividade Após 2 anos temos 9000 usuários, 60% tem ícone, 35% preencheu perfil. Da ordem de 1000 usuários “ativos” fizeram 8000 posts, 9500 comentários, 5500 arquivos Acessos: 200 mil visitas / mês décimo sub-domínio mais acessado da USP, 1/3 dos acessos do portal institucional    
  20. 20. Usuários Jovens      
  21. 21. um terço do tráfego do portal principal da USP http://www.alexa.com/siteinfo/usp.br     * 18.4% webmail.usp.br     * 8.5% sistemas2.usp.br     * 1.5% teses.usp.br     * 6.8% usp.br     * 1.4% icb.usp.br     * 6.2% sistemas.usp.br     * 1.3% poli.usp.br     * 4.8% fmrp.usp.br     * 1.3% fcf.usp.br     * 3.9% dedalus.usp.br     * 1.1% hcnet.usp.br     * 3.4% if.usp.br     * 1.1% iq.usp.br     * 3.2% ciagri.usp.br     * 1.1% cena.usp.br     * 2.7% sc.usp.br     * 1.0% redealuno.usp.br     * 2.7% stoa.usp.br     * 0.8% fcfrp.usp.br     * 2.2% fea.usp.br     * 0.8% ffclrp.usp.br     * 2.1% ime.usp.br     * 0.7% eerp.usp.br     * 1.6% cirp.usp.br     * 0.6% eca.usp.br     * 1.6% eel.usp.br     * 0.6% icmc.usp.br     * 1.6% esalq.usp.br     * 0.6% fo.usp.br     * 1.5% eesc.usp.br     * 0.6% pediatriasaopaulo.usp.br     * 1.5% fflch.usp.br     * 0.5% sistemas1.usp.br     * 0.5% fm.usp.br     * 0.5% iqsc.usp.br    
  22. 22. 6-8 mil visitas / dia, quase 3 milhões total    
  23. 23. Top 10 do mês de abril 2009: atualidade, extensão e apoio ao ensino    
  24. 24. Post da Dra. Anete sobre nódulos na tireóide    
  25. 25. Apoio às disciplinas da USP    
  26. 26. Relato pessoal de um  assalto Atualidades e função  “ombudsman” O que está occorendo  na comunidade?    
  27. 27. Stoa: moderação? Como evitar “conferir valor ao que não o tem” e “mau uso  da reputação da USP”? Tipo de moderação: centralizado (do tipo jornal com  editores) ou distribuida (como a Web, com ranking /  credenciamento pelo Google) Onde um sistema institucional deve/pode se posicionar?     
  28. 28. Como inserir na instituição? Como inserir uma plataforma com gestão “horizontal” e por  consenso, uma rede distribuida, sem controle central numa  instituição com organização hierárquica? Como obter legitimidade? (consenso de quem?) Modelo de filtros e controle de qualidade na entrada, antes de  publicação → algoritmos de recomendação, métricas de  relevância: mudança de percepção    
  29. 29. Desigualdade de participação    
  30. 30. Mais serviços: gestão de cursos Moodle, integração com Júpiter / Fênix, apresentar tecnologia da Web  a docentes, criar ambiente para e por docentes, “open education”    
  31. 31. efisica / ecalculo Efisica: 12 livros­texto, centenas  de páginas, 200k/mês visitas  únicas Ecalculo: 50k/mês    
  32. 32. Resumo Objetivo e justificativa original plataforma de publicação aberta, inspirada na Web  mercado de ideias e revisão por pares filtros e moderação a posteriori espaço informal de aprendizagem, conectar indivíduos Resultados quantitativos: muito conteúdo (um quinto de todas as páginas da USP), de  qualidade muito variada,  muito visível, muitos acessos: 6 – 8 mil visitas / dia, décimo sub­domínio  mais acessado da USP qualitativos: ensino e extensão; repercussão de uma experiência inovadora  na área de tecnologia de educação Desafios / Futuro Fazer análise de risco (custo / benefício). Como integrar este tipo de plataforma na  instituição? Responsáveis pelos seus espaços são os usuários? Quais as regras de resolução de  conflitos?    
  33. 33. Stoa suas ideias em rede Ewout ter Haar CEPA – FEP – Instituto de Física – USP ewout@usp.br Para mais informações: http://stoa.usp.br/sobre    
  34. 34. Centralizado  vs Distribuído    
  35. 35. Atribuição Gimme that Camara: http://flickr.com/photos/robotography/2109413465/ Trampolina: http://flickr.com/photos/laurenmanning/1850210315/ Brincando: http://flickr.com/photos/soylentgreen23/    

×