Finanças para não                  Financeiros                        E-learning7 de Janeiro a 13 de Março de 2013        ...
orFormadE va G omes             7               mT: 91620274          gmail.co            le gomes@M:  evadova            ...
Módulo 3 – Análise FinanceiraConteúdos a   abordar:                   No final da módulo, os formados deverão ser capazes ...
IntroduçãoA análise financeira torna-se cada vez mais necessáriano seio de qualquer empresa. Conseguimos perceber oque foi...
IntroduçãoA análise financeira prepara o gestor financeiro paratudo isso. Dá a conhecer a situação económico-financeira e ...
IntroduçãoA análise financeira é um estudo de facto exaustivomas recompensador e, para muitos, indispensável.             ...
ANÁLISE FINANCEIRA – O que é? Conteúdos a    abordar:      1. Análise                         A análise financeira refere-...
ANÁLISE FINANCEIRA – O que é? Conteúdos a    abordar:      1. Análise       Financeira        A análise financeira é assim...
ANÁLISE FINANCEIRA – O que é? Conteúdos a    abordar:                         De forma a alcançar a sobrevivência e      1...
Características da Informação Financeira Conteúdos a    abordar:      1. Análise       Financeira        1)Compreensibilid...
Características da Informação Financeira Conteúdos a    abordar:      1. Análise       Financeira        3) Fiabilidade: D...
Objectivos da Análise Financeira Conteúdos a    abordar:                         O diagnóstico da situação financeira de u...
Objectivos da Análise Financeira Conteúdos a    abordar:      1. Análise                         Diagnóstico interno:     ...
Objectivos da Análise Financeira Conteúdos a    abordar:      1. Análise                         Diagnóstico Externo:     ...
O Método dos Rácios Conteúdos a    abordar:      1. Análise                         O método dos rácios como técnica utili...
O Método dos Rácios Conteúdos a    abordar:      1. Análise                         Os rácios são simplesmente um instrume...
O Método dos Rácios Conteúdos a    abordar:      1. Análise                         O cálculo de rácios financeiros tem po...
O Método dos Rácios                                       A utilidade dos rácios Conteúdos a    abordar:             São f...
O Método dos Rácios                                      Vantagens dos rácios Conteúdos a    abordar:      1. Análise     ...
Slides módulo3.1
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Slides módulo3.1

379 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
379
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • Slides módulo3.1

    1. 1. Finanças para não Financeiros E-learning7 de Janeiro a 13 de Março de 2013 Ação N.º 1 Aveiro
    2. 2. orFormadE va G omes 7 mT: 91620274 gmail.co le gomes@M: evadova ca Pedagógi Coordenadora Mateu s Cátia 0 T: 23 243106 ic osoma.p t a cao@ps M : f or m f ormação em as de In ep. Sist u es o Marq D Renat 57 T: 2 324310 co soma.pt s ter@psi M : webma
    3. 3. Módulo 3 – Análise FinanceiraConteúdos a abordar: No final da módulo, os formados deverão ser capazes 1. Análise de: Financeira - Definir o conceito de análise financeira. 1. O Balanço - Compreender as características e objectivos da análise Funcional financeira; 1. O Equilíbrio - Apresentar as limitações do Balanço Funcional, bem Financeiro como as diferenças relativamente ao Balanço Contabilístico; - Dividir o Balanço Contabilístico de modo a estar apto para análise financeira; - Definir Fundo de Maneio e Necessidades de Fundo de Maneio, sabendo analisá-los em contexto de empresa. 3
    4. 4. IntroduçãoA análise financeira torna-se cada vez mais necessáriano seio de qualquer empresa. Conseguimos perceber oque foi atingido até então, se os objectivos da empresaestão a ser cumpridos, para onde vamos e o que sepoderá fazer para melhorar ou para atingirdeterminado objectivo. As estratégias da empresaficam mais fundamentadas, há uma necessidade deseguirdeterminado caminho para atingir o objectivo. 5
    5. 5. IntroduçãoA análise financeira prepara o gestor financeiro paratudo isso. Dá a conhecer a situação económico-financeira e monetária da empresa, através dedocumentos de informação contabilística históricospreviamente efectuados.Assim, haverá um estudo a fundo das decisõesfinanceiras assumidas pela empresa. Tudo é analisado,desde o risco, à rendibilidade do capital investido, atéao equilíbrio financeiro. 6
    6. 6. IntroduçãoA análise financeira é um estudo de facto exaustivomas recompensador e, para muitos, indispensável. 7
    7. 7. ANÁLISE FINANCEIRA – O que é? Conteúdos a abordar: 1. Análise A análise financeira refere-se à avaliação ou Financeira estudo da viabilidade, estabilidade e 1. O Balanço Funcional lucratividade de um negócio ou projecto.1. O Equilíbrio Engloba um conjunto de instrumentos e Financeiro métodos que permitem realizar diagnósticos sobre a situação financeira de uma empresa, assim como prognósticos sobre o seu desempenho futuro. 8
    8. 8. ANÁLISE FINANCEIRA – O que é? Conteúdos a abordar: 1. Análise Financeira A análise financeira é assim capacidade de avaliar 1. O Balanço Funcional a rentabilidade empresarial, tendo em vista, em1. O Equilíbrio função das condições actuais e futuras, verificar Financeiro se os capitais investidos são remunerados e reembolsados de modo a que as receitas superem as despesas de investimento e de funcionamento. 9
    9. 9. ANÁLISE FINANCEIRA – O que é? Conteúdos a abordar: De forma a alcançar a sobrevivência e 1. Análise desenvolvimento pretendido pela empresa, a Financeira avaliação e interpretação da situação 1. O Balanço Funcional económico-financeira de uma empresa centra-se1. O Equilíbrio em quatro questões fundamentais: Financeiro - Equilíbrio Financeiro - Rentabilidade dos Capitais - Crescimento - Risco 10
    10. 10. Características da Informação Financeira Conteúdos a abordar: 1. Análise Financeira 1)Compreensibilidade: A informação deve 1. O Balanço Funcional ser clara e objectiva e de fácil compreensão para1. O Equilíbrio os utilizadores; Financeiro 2)Relevância: A informação deve ser pertinente e deve ser apresentada em tempo útil; 11
    11. 11. Características da Informação Financeira Conteúdos a abordar: 1. Análise Financeira 3) Fiabilidade: Deve ser desprovida de erros, 1. O Balanço Funcional omissões ou juízos de valor;1. O Equilíbrio Financeiro 4) Comparabilidade: A informação deve ser preparada de modo consistente ao longo de vários períodos, com uma lógica de continuidade. 12
    12. 12. Objectivos da Análise Financeira Conteúdos a abordar: O diagnóstico da situação financeira de uma 1. Análise empresa pode surgir de uma necessidade Financeira interna ou externa. 1. O Balanço Funcional1. O Equilíbrio Financeiro 13
    13. 13. Objectivos da Análise Financeira Conteúdos a abordar: 1. Análise Diagnóstico interno: Financeira 1. O Balanço Funcional Necessário para tomar decisões de gestão,1. O Equilíbrio utilizando a análise financeira como um Financeiro instrumento de previsão no âmbito de planos de financiamento e investimento ou para o controlo interno (acompanhamento da actividade e comparação entre as previsões e a performance real) 14
    14. 14. Objectivos da Análise Financeira Conteúdos a abordar: 1. Análise Diagnóstico Externo: Financeira 1. O Balanço Funcional Surge como instrumento de decisão para1. O Equilíbrio entidades externas, como bancos, investidores, Financeiro governos, fornecedores e clientes. Surge também como ferramenta de comunicação com público, media, agências de rating, etc. 15
    15. 15. O Método dos Rácios Conteúdos a abordar: 1. Análise O método dos rácios como técnica utilizada para Financeira a análise financeira consiste em estabelecer 1. O Balanço Funcional relações entre contas e agrupamentos de contas1. O Equilíbrio do balanço e da demonstração de resultados, ou Financeiro ainda entre outras grandezas económico financeiras. 16
    16. 16. O Método dos Rácios Conteúdos a abordar: 1. Análise Os rácios são simplesmente um instrumento de Financeira apoio para sintetizar uma quantidade abundante 1. O Balanço Funcional de dados e comparar o desempenho económico1. O Equilíbrio financeiro das organizações e a sua evolução no Financeiro tempo. Em termos gerais, um rácio não é mais do que uma relação entre duas grandezas significativas, que pode ser expresso em valor absoluto ou em percentagem. 17
    17. 17. O Método dos Rácios Conteúdos a abordar: 1. Análise O cálculo de rácios financeiros tem por objectivo Financeira permitir uma indicação rápida sobre um 1. O Balanço Funcional determinado aspecto da gestão financeira das1. O Equilíbrio empresas. Financeiro Este método compreende algumas limitações, devendo ser utilizado com prudência, sob pena de se tirarem conclusões com pouco significado, ou mesmo incorrectas. 18
    18. 18. O Método dos Rácios A utilidade dos rácios Conteúdos a abordar: São fundamentais para o conhecimento não só da 1. Análise Financeira situação e da evolução económico-financeira de 1. O Balanço uma empresa ao longo do tempo, mas também Funcional para perceber a sua evolução futura.1. O Equilíbrio Financeiro O método dos rácios serve, nomeadamente, para analisar: - A evolução da estrutura das aplicações e dos recursos - O equilíbrio entre os prazos de liquides das aplicações e de exigibilidade dos recursos - A gestão operacional - A rendibilidade - O risco 19
    19. 19. O Método dos Rácios Vantagens dos rácios Conteúdos a abordar: 1. Análise - Facilidade e rapidez de cálculo Financeira - Comparabilidade intra e inter empresas 1. O Balanço Funcional - Utilização de informação acessível (documentos1. O Equilíbrio contabilísticos) Financeiro -Possibilita indicações ou conclusões de forma imediata. A utilidade dos rácios faz-se sentir através da comparação com rácios calculados em anos anteriores e com rácios de empresas similares. 20

    ×