Questão 3    Analise o gráfico e explique aspropriedades de polimerização de filamentosde actina responsáveis por cada uma...
Formação de filamentos de actina no tempo mediante a polimerização demonômeros purificados marcados com corante fluorescen...
Polimerização da Actina• Fase A – Nucleação;   – Crescimento lento;• Fase B – Alongamento;   – Crescimento rápido;• Fase C...
NucleaçãoA célula utiliza a proteína timosina para modular a afinidade entre os monômeros de livres actina eos microfilame...
Polimerização in vitro• Pode-se suprimir a fase de nucleação adicionando-se  núcleos prontos (trímeros de actina)
Alongamento• A actina possui uma extremidade em que o  alongamento é mais rápido (+) e outro em que é mais  lento (-).• A ...
Alongamento
Participação do ATP              • Os        filamentos                mantém interação                com moléculas de   ...
Equilíbrio• O fluxo de sub-unidades é constante, mas não  interfere no tamanho final do polímero.• O equilíbrio ocorre qua...
Estabilização• Os microfilamentos podem ter sua dinâmica  modificada por proteínas específicas, a  exemplo da estabilização.
Vídeos
Grupo             Euclides              Jéssica             Luciane             Matheus              Raisse               ...
Polimerização da Actina - Trabalho de Biocel
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Polimerização da Actina - Trabalho de Biocel

5.201 visualizações

Publicada em

Universidade Federal de Alfenas - MG, Biotecnologia 1º período, 2012.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.201
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Polimerização da Actina - Trabalho de Biocel

  1. 1. Questão 3 Analise o gráfico e explique aspropriedades de polimerização de filamentosde actina responsáveis por cada uma das trêsfases da curva.
  2. 2. Formação de filamentos de actina no tempo mediante a polimerização demonômeros purificados marcados com corante fluorescente. A, B e C = faseda polimerização.
  3. 3. Polimerização da Actina• Fase A – Nucleação; – Crescimento lento;• Fase B – Alongamento; – Crescimento rápido;• Fase C – Equilíbrio; – Crescimento cessa;
  4. 4. NucleaçãoA célula utiliza a proteína timosina para modular a afinidade entre os monômeros de livres actina eos microfilamentos, aumentando ou diminuindo a velocidade de polimerização.
  5. 5. Polimerização in vitro• Pode-se suprimir a fase de nucleação adicionando-se núcleos prontos (trímeros de actina)
  6. 6. Alongamento• A actina possui uma extremidade em que o alongamento é mais rápido (+) e outro em que é mais lento (-).• A proporção entre estas velocidades é de aprox. 4x.
  7. 7. Alongamento
  8. 8. Participação do ATP • Os filamentos mantém interação com moléculas de ATP/GTP em suas extremidades para se manterem estáveis.
  9. 9. Equilíbrio• O fluxo de sub-unidades é constante, mas não interfere no tamanho final do polímero.• O equilíbrio ocorre quando existe uma concentração crítica de monômeros livres, na qual a adição de monômeros é igual a de remoção.
  10. 10. Estabilização• Os microfilamentos podem ter sua dinâmica modificada por proteínas específicas, a exemplo da estabilização.
  11. 11. Vídeos
  12. 12. Grupo Euclides Jéssica Luciane Matheus Raisse Talita WillianUniversidade Federal de Alfenas - MG Biotecnologia – 1º Período/2012

×