Filosofia Roberto 07 2

2.537 visualizações

Publicada em

3 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.537
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
3
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Filosofia Roberto 07 2

  1. 1. 2 a etapa FILOSOFIA – aula 07 Prof. ROBERTO
  2. 3. Filosofia Medieval
  3. 4. “ Idade das trevas” Máxima de fé aceita sem prova. A filosofia não é mais a busca da verdade. Dogma:
  4. 5. Fé Cristã Razão Natural Teologia Verdade revelada, sagrada. Filosofia Confirma a fé. Submissa à fé.
  5. 6. Patrística Escolástica Pensamento dos 1ºs padres. Filosofia das Escolas religiosas.
  6. 7. Patrística Escolástica Santo Agostinho Santo Tomás de Aquino
  7. 8. Agostinho Aquino Base: Platão Base: Aristóteles
  8. 9. Agostinho Aquino Fé acima da razão. Fé e razão não se contradizem.
  9. 10. Agostinho Aquino Verdade: é puramente inteligível . Verdade: obtida pelos sentidos e intelecto .
  10. 11. Tagaste (África) Atual Tunísia Santo Agostinho 354 – 430 d.C.
  11. 12. DOUTRINA DA ILUMINAÇÃO DIVINA
  12. 13. DOUTRINA DA ILUMINAÇÃO DIVINA A verdade imutável transcende, supera, a mente humana, mutável e falível.
  13. 14. DOUTRINA DA ILUMINAÇÃO DIVINA Somente algo superior à mente humana pode permitir que o ser humano conheça a verdade eterna.
  14. 15. DOUTRINA DA ILUMINAÇÃO DIVINA A luz divina torna inteligível a verdade eterna na mente falível.
  15. 16. Agostinho Platão Reminiscência Iluminação Conhecimento
  16. 17. Agostinho Iluminação Conhecimento Deus atua no presente da alma iluminando o intelecto.
  17. 18. A Iluminação divina foi uma cristianização do Mito da caverna em que a luz do sol (Bem) é a luz de Deus.
  18. 19. São Tomas de Aquino Itália – 1225 - 1274
  19. 20. Razão e Fé: <ul><ul><li>A revelação ultrapassa os limites da razão natural. </li></ul></ul><ul><ul><li>Não há contradição entre elas. </li></ul></ul>
  20. 21. Começa pela experiência sensível até a apreensão de formas abstratas pelo intelecto . Conhecimento
  21. 22. Esta gata Concreto Singular “ Mila ” Idéia Universal-Conceito Felina = Gata ABSTRAÇÃO Matéria sentidos Idéia = Universal- Conceito Humanidade ABSTRAÇÃO Estas jovens concretas singulares: Maria e Cida (visão)
  22. 23. A Razão prova a existência de Deus As realidades sensíveis conservam um vestígio de semelhança com Deus .
  23. 24. A Razão prova a existência de Deus a posteriori (pelos seus efeitos): Vestígios imperfeitos, incapazes de exprimir a substância de Deus.
  24. 25. As cinco provas da existência de Deus 1º- Pelo movimento: Primeiro motor é Deus. 2º- Pela causa eficiente: A causa primeira é Deus. 3º- Pelo possível e necessário: O ente necessário é Deus.
  25. 26. 4º- Pelos graus de perfeição: A causa de toda perfeição é Deus. 5º- Pela finalidade, a ordem e governo das coisas do mundo: Inteligência Suprema é Deus.
  26. 27. A Escolástica O Renascimento Carolíngeo Séc. VIII
  27. 28. O Renascimento Carolíngeo reviver do saber clássico Trivio Retórica Dialética Gramática
  28. 29. O Renascimento Carolíngeo reviver do saber clássico Quadrivio Aritmética Geometria Música Astronomia
  29. 30. Questão dos universais CAVALO Relação entre as palavras:
  30. 31. E as coisas:
  31. 32. O Realismo: Universal Homem Mario Pedro
  32. 33. O Realismo: Universal é a essência material das coisas singulares. É existente por si mesmo.
  33. 34. A Realidade é constituída de indivíduos Tereza Manoela Carol Joaquim Os universais são apenas nomes O Nominalismo:
  34. 35. Só existem os seres singulares. Universal é só palavra , sem uma existência real. Simples emissão de voz : “flatus vocis”. O Nominalismo:

×