INSTITUTO ESCOLA SÃO PAULO
PANORAMA GERAL

A Escola São Paulo tem um núcleo de responsabilidade social que é gerido pelo Instituto
Escola São Paulo.
...
MISSÃO, VISÃO E HISTÓRICO
MISSÃO
Promover a arte e a cultura compreendendo-as em todas as suas formas de expressão.

VISÃO...
PORQUE O INSTITUTO EXISTE
O Instituto Escola São Paulo foi criado para democratizar a cultura e estimular a formação de re...
PORQUE O INSTITUTO EXISTE




                            O Instituto oferece cursos in company para entidades
           ...
ATIVIDADES OFERECIDAS PELO INSTITUTO NA ESCOLA

Todas as ações são gratuitas com o intuito de democratizar a cultura e int...
RESULTADOS CONQUISTADOS - Janeiro/07 a Junho/10


• 550 bolsas de estudos

• 20 exposições de arte contemporânea

• 44 eve...
INSTITUIÇÕES PARCEIRAS

O projeto conta com um trabalho conjunto entre Instituições Parceiras e o
Instituto Escola São Pau...
BOLSISTAS EM AULA
BOLSISTAS EM AULA
CURSOS OFERECIDOS PARA INSTITUIÇÕES PARCEIRAS




                                         Lar Novo Mundo




 Escola Fari...
EXPOSIÇÕES
EXPOSIÇÕES
4 ENCONTROS COM ARTISTAS
A BIBLIOTECA
Espaço para leitura com publicações brasileiras e internacionais

Aqui você encontra além de livros, também f...
PÚBLICO DA BIBLIOTECA
ATIVIDADES CULTURAIS GRATUITAS
ATIVIDADES CULTURAIS GRATUITAS
ATIVIDADES CULTURAIS GRATUITAS
PÚBLICO DIVERSIFICADO: 70 MIL VISITANTES
PRÊMIO E(X)TRA
                                                        Depoimento Luiz Maia

                             ...
FICHA TÉCNICA DO INSTITUTO
Isabella Prata
       Dedica-se hoje exclusivamente à Escola São Paulo, projeto que dirige desd...
ESCOLA SÃO PAULO - Mantenedora do Instituto Escola São Paulo

A Escola São Paulo é um empreendimento inovador no campo edu...
CONSELHO
Paulo Mendes da Rocha
Arquiteto pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo -Univ. Mackenzie/1954. Foi Professor da...
CONSELHO
Cacilda Teixeira da Costa
Doutora em Artes pela Universidade de São Paulo –USP. É curadora independente, especial...
INFRA-ESTRUTURA



                                                            Ótima localização;
                       ...
www.escolasaopaulo.org
     Segunda a sexta, 9 h às 20 h
      e aos sábados, 9 h às 18 h

    instituto@escolasaopaulo.or...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Instituto Escola São Paulo - Apresentação 2010

921 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
921
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
93
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Instituto Escola São Paulo - Apresentação 2010

  1. 1. INSTITUTO ESCOLA SÃO PAULO
  2. 2. PANORAMA GERAL A Escola São Paulo tem um núcleo de responsabilidade social que é gerido pelo Instituto Escola São Paulo. O INSTITUTO ESCOLA SÃO PAULO é uma organização independente e sem fins lucrativos criada em 2003 com o objetivo de viabilizar a educação por meio da cultura. O Instituto em parceria com a Escola São Paulo, empresas e apoio de pessoas físicas realiza e mantém bolsas de estudos, exposições, prêmios de incentivo, biblioteca e eventos culturais. Em seu histórico de atividades inclui também um programa de associados que está atualmente desativado .
  3. 3. MISSÃO, VISÃO E HISTÓRICO MISSÃO Promover a arte e a cultura compreendendo-as em todas as suas formas de expressão. VISÃO Democratizar o acesso a cultura. HISTÓRICO O Instituto foi criado em 2003, tendo como objetivo premiar jovens artistas por meio do Prêmio E(x)tra. Este prêmio foi o primeiro projeto realizado pelo Instituto, visando dar apoio a jovens artistas. Em 4 anos de atividades, entre 2003 e 2006 (antes dele passar a ter um alinhamento com o conceito da Escola São Paulo), foi concedido suporte financeiro para 6 jovens artistas em início de carreira, selecionados por um Conselho convidado por membros do Instituto. Com a abertura da Escola São Paulo em 2006, esta se tornou parceira da Escola, oferecendo suporte na manutenção e infra-estrutura para ampliação de suas atividades como: biblioteca, exposições, eventos culturais, programa de associados e oferta de bolsas de estudos. Entre 2006 e 2008, ainda em parceria com a Escola São Paulo, o Instituto coordenou ofertas de 400 bolsas de estudos para estudantes e professores da rede pública, 19 eventos culturais e mantém desde então uma biblioteca com um vasto acervo de livros, CDs e filmes, assim como realiza entre 4 a 6 exposições anuais, sempre com acesso gratuito ao público. Essas bolsas e atividades continuam sendo desenvolvidas anualmente.
  4. 4. PORQUE O INSTITUTO EXISTE O Instituto Escola São Paulo foi criado para democratizar a cultura e estimular a formação de recursos humanos, consolidando padrões de excelência imprescindíveis ao desenvolvimento do nosso país. O Instituto oferece anualmente bolsas para jovens, arte educadores e professores da rede pública.
  5. 5. PORQUE O INSTITUTO EXISTE O Instituto oferece cursos in company para entidades sociais parceiras.
  6. 6. ATIVIDADES OFERECIDAS PELO INSTITUTO NA ESCOLA Todas as ações são gratuitas com o intuito de democratizar a cultura e integração à vida cultural. Bolsas de Estudos O Instituto oferece bolsas de estudos para cursos da Escola São Paulo para estudantes, arte educadores e professores da rede pública de ensino que fazem parte de instituições parceiras. Exposições Com o objetivo de aproximar o público à produção de arte contemporânea, realiza exposições de artistas nacionais e internacionais. Biblioteca, CDteca e Filmoteca Um vasto acervo de livros, CDs e material audiovisual é disponibilizado gratuitamente para alunos e visitantes. Eventos culturais Atividades de fomento a cultura por meio de leituras de textos, exibições de filmes e eventos culturais. Prêmios Visa dar apoio através de suporte financeiro, a jovens artistas em início de carreira.
  7. 7. RESULTADOS CONQUISTADOS - Janeiro/07 a Junho/10 • 550 bolsas de estudos • 20 exposições de arte contemporânea • 44 eventos culturais gratuitos • 70 mil visitantes em exposições, eventos culturais e biblioteca • Prêmio E(x)tra – para jovens artistas
  8. 8. INSTITUIÇÕES PARCEIRAS O projeto conta com um trabalho conjunto entre Instituições Parceiras e o Instituto Escola São Paulo para garantir o acompanhamento dos alunos e a multiplicação de seu aprendizado.
  9. 9. BOLSISTAS EM AULA
  10. 10. BOLSISTAS EM AULA
  11. 11. CURSOS OFERECIDOS PARA INSTITUIÇÕES PARCEIRAS Lar Novo Mundo Escola Faria Lima – Instituição CEFAC
  12. 12. EXPOSIÇÕES
  13. 13. EXPOSIÇÕES
  14. 14. 4 ENCONTROS COM ARTISTAS
  15. 15. A BIBLIOTECA Espaço para leitura com publicações brasileiras e internacionais Aqui você encontra além de livros, também filmes e CDs. É um espaço de consulta, para que o público tenha acesso à produção cultural e possa realizar pesquisas. Aulas e cursos também ocorrem dentro da biblioteca. • 1.704 títulos nacionais e internacionais • 249 filmes • 379 CDs • 70.000 visitantes / ano
  16. 16. PÚBLICO DA BIBLIOTECA
  17. 17. ATIVIDADES CULTURAIS GRATUITAS
  18. 18. ATIVIDADES CULTURAIS GRATUITAS
  19. 19. ATIVIDADES CULTURAIS GRATUITAS
  20. 20. PÚBLICO DIVERSIFICADO: 70 MIL VISITANTES
  21. 21. PRÊMIO E(X)TRA Depoimento Luiz Maia “bem... o prêmio (E)xtra foi uma sugestão na minha carreira profissional (meu primeiro prêmio) gritei muito, festejei mas dias após caí na real sobre o que estava produzindo, desde minhas primeiras experimentações até agora. Um balanço do antes e depois: um desembaço no olhar! A Escola São Paulo reconfigurou este meu pensar sobre arte e produção contemporânea, me encorajou a transferir para São Paulo em 2010, a busca de trabalhar em algum atelier com um artista atuante na cena brasileira, em vontade de continuar meus desejos na arte. Continuarei investindo em meus estudos ainda mais, tenho que aproveitar esse combustível. Obrigado Instituto Escola São Paulo!” Luiz Maia ao receber o Prêmio no valor de R$ 4.500,00
  22. 22. FICHA TÉCNICA DO INSTITUTO Isabella Prata Dedica-se hoje exclusivamente à Escola São Paulo, projeto que dirige desde 2006 e é fundadora do Instituto Escola São Paulo.Trabalhou por 20 anos com artes, especialmente desenvolvendo projetos para empresas e museus, no Brasil e Exterior. Hoje também é membro do International Acquisitions Comitée, da Tate Modern –Londres. Coordenadora Andrea Nagado Coordena o Instituto Escola São Paulo e o Departamento de Parcerias. Formada em administração e especializada em Gestão para Organizações do Terceiro Setor e em Gestão de Projetos. Trabalhou e prestou serviços para empresas nacionais e multinacionais e por 6 anos gerenciou projetos sociais em entidades do terceiro setor como Alfabetização Solidária e Federação Israelita do Estado de São Paulo. Atendimento Ana Claudia Vasconcellos Assessora do Instituto Escola São Paulo. Formada em jornalismo, trabalhou na área de educação à distância e produção cultural, especializada na implementação e desenvolvimento de projetos como Telecurso 2000 para TVs educativas, e produziu exposições de artistas como Andy Warhol, e Keith Haring. Psicóloga Sofia de Almeida Prado Responsável pelo atendimento e acompanhamento de bolsistas do Instituto, realiza atendimento clínico para jovens e adultos em seu consultório. E ministra cursos sobre Mitologia Grega com ênfase na Psicologia Junguiana e Joseph Campbell. Foi Consultora Organizacional de bolsas na Fundap e na FEBEM, onde trabalhou com desenvolvimento e educação infantil. Projeto Pedagógico Marco Moraes É curador independente eprofessor de História da Arte; coordenador do curso de artes plásticas e do programade Residência Artística FAAP, no Edifício Lutetia, ambos da Fundação Armando Alvares Penteado. Doutorando da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP), é formado em Direito e Artes Cênicas pela mesma universidade e possui especialização em arte e educação, museologia e administração da cultura.
  23. 23. ESCOLA SÃO PAULO - Mantenedora do Instituto Escola São Paulo A Escola São Paulo é um empreendimento inovador no campo educacional brasileiro. É um espaço dedicado ao estudo, pesquisa, conhecimento, produção e reflexão sobre a cultura contemporânea. Idealizada e implantada para oferecer aprimoramento educacional por meio da arte e cultura. Foi considerada pela Fundação Getúlio Vargas, em 2008, uma inovação no sistema educativo no Brasil. Aulas, palestras, cursos, workshops, são suas principais atividades, além de apoiar o Instituto Escola São Paulo. Resultados conquistados em 3 anos de atividades (2006-2009) 9.000 alunos 6.000 visitas no site/dia 1300 inserções espontâneas na mídia, incluso 2 no New York Times.
  24. 24. CONSELHO Paulo Mendes da Rocha Arquiteto pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo -Univ. Mackenzie/1954. Foi Professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo. Vencedor do Prêmio Pritzke de 2006. Várias obras vencedoras em concursos públicos como o Pavilhão do Brasil na Expo 70 em Osaka-Japão; finalista premiado no concurso para o anteprojeto do Centro Cultural Georges Pompidou -Paris/1971. Projetou o Museu Brasileiro de Escultura –São Paulo, obra que lhe valeu a indicação para o I Prêmio Mies van der Rohe de Arquitetura. Participou de inúmeras exposições e prêmios nacionais internacionais como: exposição exclusiva na Architectural Association School of Architecture -Londres; Prêmio Vitrúvio 99 de Arquitetura Latino-Americana - Buenos Aires; Recebeu o II Prêmio Mies van der Rohe de Arquitetura Latino-Americana –Barcelona pela reestruturação da Pinacoteca do Estado de São Paulo. Foi um dos representantes da arquitetura brasileira na VII Mostra de Arquitetura da Bienal de Veneza. Rubens Ricupero Foi secretário-geral da Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento, Ministro do Meio Ambiente e Assuntos Amazônicos, Ministro da Economia, Representante das Nações Unidas –Genebra, embaixador nos Estados Unidos e Itália. Foi Professor de História e Teoria das Relações Internacionais e Diplomáticas Brasileiras na Univ. de Brasília e no Inst. Rio Branco. Atualmente é Diretor do Departamento de Ciências Econômicas da FAAP-São Paulo. Cristina Ricupero Curadora deste ano da Bienal de Korea. De 2000 a 2005 foi curadora do Nordic Institute for Contemporary Art - Helsinki. Foi Diretora associada de exposições no ICA de Londres de 2000 a 2004 e curadora de de vários projetos independentes, como Antigula, exposição individual de M/M (Paris) na Ursula Bickle Foundation na Alemanha em 2004, Dial 33 than 1 (video) e Operation R.O.S.A (exposição individual de Eva Grubinger) para o KIASMA, museu de arte contemporânea de Helsinki. Trabalhou anteriormente no New Media Department do Centre Georges Pompideau-Paris.
  25. 25. CONSELHO Cacilda Teixeira da Costa Doutora em Artes pela Universidade de São Paulo –USP. É curadora independente, especialista em arte moderna e contemporânea. Foi coordenadora do setor de videoarte Museu de Arte Contemporânea –MAM –da USP, curadora do setor de videoarte na XVI Bienal de SP, diretora técnica MAM-SP, consultora de séries de programas para televisão. Autora de várias obras como O sonho e a técnica, Arquitetura de ferro no Brasil – vencedor do Prêmio Jabuti 1995. Paulo Vieira Bacharel em Direito pela PUC–RJ, Mestre em Direito (LLM) pela Universidade de Cambridge, Inglaterra. Professor de Direito Comercial, de Financiamento a Sociedades e Projetos e do Curso de Pós-graduação em Direito Privado Patrimonial da PUCRJ. Sócio Sênior e fundador do escritório Vieira, Rezende, Barbosa e Guerreiro Advogados. Membro da International Bar Association. Presidente da Associação de Amigos do Museu de Arte Moderna-RJ. Membro do International Council da Tate Modern –Londres. Idel Arcuschin Bacharel em Economia pela USP. Diretor da empresa Carta Editorial. Membro do Conselho do MAM, de São Paulo, e do International Acquisitions Comitée da Tate Modern, de Londres Luisa Strina Iniciou a atividade de marchand em 1970. Abriu a Galeria Luisa Strina em 1974, especializada em arte contemporânea, onde organiza exposições de artistas brasileiros no exterior e nas principais instituições brasileiras. Foi Presidente do Comitê Cultural da Associação Alumni de 1994 até 1997. Faz parte do Board da feira Art Basel Miami desde 2001. Solange Oliveira Farkas Curadora com 25 anos de trajetória, criou o Festival Internacional de Arte Eletrônica SESC_Videobrasil e realizou exposições como a Mostra Pan-Africana de Arte Contemporânea (Salvador, 2005); La Mirada Discreta: Marcel Odenbach & Robert Cahen (Buenos Aires, 2006); Roteiro Amarrado (CCBB Rio de Janeiro, 2010) e Suspensão e Fluidez (ARCO, Madri, 2007), ambas de Eder Santos; e Sophie Calle - Cuide Você (São Paulo e Salvador, 2009). Em sua gestão como diretora e curadora do Museu de Arte Moderna da Bahia, a partir de 2007, a instituição ganhou um projeto de reforma, um programa de residências artísticas e mostras de Chelpa Ferro, Mario Cravo Neto, Claudia Andujar Cristiano Mascaro, Gabriela Albegaria, Daniel Senise, Marco Paulo Rolla, Carlito Carvalhosa e Christian Cravo, entre outros. Contemplada com o Prêmio Sergio Motta Hors Concours em 2004, integra o corpo de jurados do Nam June Paik Award, na Alemanha, e o conselho da Escola São Paulo. À frente da Associação Cultural Videobrasil, prepara a exposição Joseph Beuys - A revolução somos nós, que estará em São Paulo e Salvador entre 2010 e 2011.
  26. 26. INFRA-ESTRUTURA  Ótima localização;  Ambiente confortável;  Biblioteca com livros e filmes;  Exposições. 470 m² , com pátio ao ar livre, na Rua Augusta
  27. 27. www.escolasaopaulo.org Segunda a sexta, 9 h às 20 h e aos sábados, 9 h às 18 h instituto@escolasaopaulo.org Rua Augusta, 2239 Tel.: 11 3060-3636

×