Projeto bullyng
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Projeto bullyng

on

  • 10,898 visualizações

Projeto Bullyng - Escola Municipal Professora Cilea Maria Barreto

Projeto Bullyng - Escola Municipal Professora Cilea Maria Barreto

Estatísticas

Visualizações

Visualizações totais
10,898
Visualizações no SlideShare
10,823
Visualizações incorporadas
75

Actions

Curtidas
4
Downloads
353
Comentários
1

5 Incorporações 75

http://escolamunicipalcilea.blogspot.com 32
http://emefedelviracabral.blogspot.com.br 21
http://eeprofmariacarolinacc.blogspot.com 11
http://escolamunicipalcilea.blogspot.com.br 10
http://emefedelviracabral.blogspot.com 1

Categorias

Carregar detalhes

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Direitos de uso

© Todos os direitos reservados

Report content

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Sua mensagem vai aqui
    Processing...
  • Bullying has become a national problem. Parents, schools and community leaders have addressed this epidemic by instituting more stringent rules to protect children and teenagers. As a way of helping everyone especially the parents, who find it quite hard to manage time, I found this great Safety Service which featured a safety app which gets me connected to a Safety Network or escalate my call to the nearest 911 when needed, it has other cool features that are helpful for your kids with just a press of a Panic Button.#SafekidZone, Check it here: http://bit.ly/ZjYchC
    Are you sure you want to
    Sua mensagem vai aqui
    Processing...
Publicar comentário
Editar seu comentário

Projeto bullyng Projeto bullyng Presentation Transcript

  • VIOLÊNCIA ESCOLAR BULLYNG LINGUAGEM ESCOLA MUNICIPAL PROF. CILEA MARIA BARRETO PROJETO DIGA NÃO AO BULLYING
  • O QUE É VIOLÊNCIA?
    • A Violência é entendida por diferentes culturas, como o uso excessivo do emprego de força contra algo ou alguem.
      • A força bruta pode ser empregada de diferentes formas: física, psíquica, moral,
      • ameaçando ou atemorizando baseada na ira que é utilizada simplesmente para agredir.
  • Bullyng O termo inglês bully , significa “valentão”.
  • Bullyng
  • Bullyng
  • Bullyng
  •  
  •  
  • Bullyng
  •  
  • Bullyng
  • O que é Bullyng? O termo BULLYING, da Língua Inglesa, compreende atitudes agressivas, intencionais e repetidas, que ocorrem sem motivação evidente, adotadas por um ou mais estudantes contra outro(s), causando dor e angústia. Não existe uma palavra na Língua Portuguesa capaz de expressar todas as situações de agressões verbais e físicas que fazem parte do dia-a-dia das escolas.
  • Como acontece?
    • A força bruta pode ser empregada de diferentes formas:
    • Física (bater, chutar, beliscar).
    • Verbal (apelidar, xingar, zoar).
    • Moral (difamar, caluniar, discriminar).
    • Sexual (abusar, assediar, insinuar).
    • Psicológica (intimidar, ameaçar, perseguir).
    • Material (furtar, roubar, destroçar pertences).
    • Virtual (zoar, discriminar, difamar, por meio da internet e celular).
  • O que é Bullyng? O BULLYING é: DIFAMAR (fofocar) PROVOCAR DOMINAR AMEAÇAR AMEDRONTAR BATER COLOCAR APELIDOS EMPURRAR QUEBRAR PERTENCES ATORMENTAR ROUBAR CHUTAR ATERRORIZAR DESVALORIZAR FERIR
  • Onde o Bullying ocorre? O BULLYING é um problema mundial, sendo encontrado em toda e qualquer escola: Públicas e, ou particulares, Municipais, Estaduais, Federais, Urbanas ou Rurais, em todos os níveis e faixas etárias.
  • Quem participa do bullying nas escolas? Os alunos-alvo (que sofrem o bullying) Os alunos-autores (que praticam o bullying) Alunos testemunhas silenciosas (que assistem aos atos de bullying, sem nada fazer).
            • O BULLYING é diferente das brigas, porque brigas acontecem e acabam. O BULLYING, ao contrário, é contínuo, persistente, não precisa de razões para acontecer.
    • Risadinhas, empurrões, fofocas, apelidos . Todo mundo já testemunhou uma dessas “brincadeirinhas” ou foi vítima delas. Mas esse comportamento, considerado normal por muitos pais, alunos e até professores, está longe de ser inocente.
    Quem participa do bullying nas escolas?
  • Bullyng – Meninos Os meninos tendem agredir fisicamente com mais freqüência. As meninas costumam agir pelas costas, tecendo comentários depreciativos sobre suas colegas. Também disfarçam melhor.
  • Vítima de Bullyng
    • Chega em casa com contusões freqüentes
    • “ Perde” dinheiro com freqüência
    • Chega em casa com roupas rasgadas
    • Diz que precisa de algo porque perdeu ou foi roubado
    • Está com péssimo humor
    • Fica quieto e retraído
    • É agressivo com os irmãos
    • Evita sair de casa
    • Não se dedica como antes aos estudos
    • Tem insônia
    • Demonstra ansiedade excessiva
  • Agressor
  • DO BULLYING PARA AS GANGUES Há ainda o problema da formação de grupos até gangues pela ação do agressor, que podem futuramente partir para a prática de atos de delinqüência. A atuação preventiva nesses casos é a melhor saída.
  • BULLYING – SEUS EFEITOS
    • Os maus-tratos repetidos podem ao longo do tempo causar graves danos ao psiquismo e interferir negativamente no processo de desenvolvimento cognitivo, emocional, sensorial e socioeducacional.
    • Trata-se de uma forma quase invisível, que sorrateiramente vai diminuindo o outro, como se fosse uma espécie de “assassinato psíquico”.
    "O Bullying fere o mais íntimo do ser humano, a sua alma"
  • Cyberbullyng
  • Ciberbullyng
    • É a forma virtual de praticar Bullying…
    • Utilizam-se das ferramentas da Internet e de outras tecnologias de informação e comunicação, com o intuito de maltratar, humilhar e constranger.
    • É uma forma de ataque perversa que extrapola em muito os muros da escola, ganhando dimensões incalculáveis .
  • O que é o Ciberbullying? O Ciberbullying é uma variante do Bullying, que utiliza as novas tecnologias para infundir, terror, coação psicológica e molestar as vítimas, denegrindo a imagem das vítimas, tentando causar o máximo de tortura psicológica .
  • Cyberbullyng Os agressores utilizam vários recursos da internet como: Blogues Sítios de Redes Sociais (Sites) Correio eletrônico Os agressores socorrem-se também do celular: Enviando SMS com ameaças Filmando a vítima Utilizando o youtube para expor a humilhação a que a vítima foi sujeita.
  • Cyberbullyng O Ciberbullying pode ser muito mais cruel - Muitas vezes as crianças dizem coisas que nunca diriam pessoalmente, principalmente porque não podem ver a reação da outra pessoa.
  • O ciberbullying age sob anonimato Os ciberbullies escondem-se muitas vezes, atrás de nomes, de endereços e de e-mails que não os identificam. A maioria dos Ciberbullies (84 %) conhecem as suas vítimas, mas a maioria das vítimas (69 %) não sabem quem são os seus agressores. Não saber quem é o responsável pelo bullying pode adicionar um fator de insegurança à vítima.
  • Quais são os métodos do Ciberbullying? Criação de contas em redes sociais, em blogues e ou fotoblogues, em forums, utilização do correio eletrônico, utilização dos celulares. Através destes meios o ciberbully vai: Registrar o endereço de correio eletrônico da vítima em endereços pornográfico. Utilizar o endereço da vítima para lançar boatos. Colocar links para sítios pornográficos.
  • Quais são os métodos do Ciberbullying? Ameaçar e ou insultar terceiros fornecendo o endereço da vítima. Enviar mensagens de correio eletrônico para a vítima, com ameaças, insultos e ou conteúdos obscenos e ou impróprios. Enviar de vírus. Revelar informações pessoais da vítima. Publicar e utilizar de forma abusiva fotografias da vítima.
  • Cyberbullyng
  • Cyberbullyng
  • Algumas medidas inibidoras
    • Jamais falar com o agressor sozinho. É mais seguro falar com ele perto de outras pessoas;
    • Não responder às provocações;
    • Não manter a agressão em segredo. Não se deixar intimidar.
      • Relatar os fatos à família;
      • Relatar aos professores, coordenadores, diretores ou respons á veis;
      • Aten ç ão: Quando você não denuncia o(os) agressor(es) est á auxiliando-o(s).
  • Mitos e Equívocos
    • O agressor agride porque foi abusado na infância.
    • O bullying termina quando os alunos saem do fundamental ou Ensino Médio (Assédio moral no trabalho).
  • Mitos e Equívocos
    • A criança que conta que alguém está praticando bullying com ele é delator.
    • A criança que sofre bullying deve retaliar (Lei da Selva).
    • A culpa é da vítima.
    • A vítima é fraca, impopular, sensível demais.
  • Mitos e Equívocos
    • O bullying é implicância de criança.
    • O bullying não afeta as crianças.
    • O bullying não traz conseqüências para a vida das crianças (bullycide).
  • Mitos e Equívocos
    • Crianças devem resolver o problema do bullying por si próprias.
    • O bullying é um ritual de passagem normal entre crianças e adolescentes.
    • O bullying é uma situação inevitável. Você deve aceitá-lo.
  • Mitos e Equívocos
    • Passar pelo bullying torna a criança mais forte e preparada para a vida.
    • A criança que conta que está sofrendo com o bullying é fofoqueiro
    • - Esqueça, isso passa! Não vá sair falando por aí!
  • Mitos e Equívocos
    • Na nossa escola não há bullying.
    • O bullying não é importante. Temos problemas mais prioritários nessa escola.
    • Se aparecer casos de bullying vamos pensar no problema.
    • O problema é dos pais.
    • O problema é das crianças.
  • O que fazer para combater o bullying nas escolas.
    • Não sofra em silêncio.
    • Não permita que seus anos de escola sejam roubados por um bully. Fale.
    • Aquele que sofre em silêncio pode sofrer a vida toda.
    • O bullying se alimenta do silêncio das vítimas.
  • Testemunhos
    • Testemunhos de pessoas famosas que sofreram bullying como: Harrison Ford Mel Gibson Tom Cruise Michelle Pfeiffer.
    • “ Não posso explicar como sofrer bullying me fazia sentir horrível. Era um verdadeiro inferno. Eu era uma excluída. Eu era a menos popular da escola e eu odiava isso”. (Victoria – Spice Girls)
  • Testemunhos 2ª feira – Tiraram meu dinheiro 3ª feira – Me xingaram 4ª feira – Rasgaram meu uniforme 5ª feira – Meu corpo está coberto de sangue. 6ª feira – Terminou Sábado – Liberdade Sábado foi o dia em que Vijay Singh de 13 anos foi encontrado morto, enforcado em casa, em Manchester – Inglaterra, em 1997.
  •  
  •  
  •