Plano de negócios criativos

6.278 visualizações

Publicada em

Em palestra para o programa Empreendedores Criativos, Erick Krulikowski fala sobre a importância de ter um plano de negócios para as atividades criativas e explica como deve ser a estrutura básica desse plano.

Publicada em: Negócios
1 comentário
14 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.278
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
14
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plano de negócios criativos

  1. 1. Módulo 4 - Plano de negócios Erick Krulikowski 4 de dezembro de 2011
  2. 2. O que é um plano de negócios? <ul><li>Um plano de negócio é um documento que descreve por escrito os objetivos de um negócio e quais passos devem ser dados para que esses objetivos sejam alcançados, diminuindo os riscos e as incertezas. Um plano de negócio permite identificar e restringir seus erros no papel, ao invés de cometê-los no mercado. ¹ </li></ul>¹ ROSA, Cláudio Afrânio. Como elaborar um plano de negócio . Brasília : SEBRAE, 2007.
  3. 3. Por que a ideia é importante? Ela atende qual demanda ou oportunidade? A quem se dirige? Qual o mercado potencial? Como vai funcionar? Quais são os resultados esperados? Quanto vai custar? Em quanto tempo?
  4. 4. técnica sentimento processo sentido “ Mercado” “ Significado”
  5. 5. Por que fazer um plano de negócios? <ul><li>Aumento de 60% de chances de um negócio dar certo a partir do momento que as ideias são colocadas no papel </li></ul><ul><li>Reflexão sobre o próprio negócio </li></ul>Estruturação do negócio Captação de recursos Novas linhas de atuação no mercado Quais são as aplicações?
  6. 6. Estrutura de um plano de negócios Sumário executivo Organização Produto/Serviço Mercado Marketing Equipe gerencial Planejamento financeiro Riscos e oportunidades Plano de implementação Quem sou eu O que quero fazer e para quem Qual o potencial do negócio Como vou comercializar Quem vai fazer Quais os recursos estimados Quais os riscos e oportunidades Como fazer acontecer
  7. 7. Sugestões e diretrizes Clareza Objetividade Estilo uniforme e profissional Priorização e bom uso do tempo durante a elaboração do plano Pareto: regra dos 80/20 (tempo x resultado) 80% do tempo investido 80% dos resultados 20% do tempo investido 20% dos resultados
  8. 8. Análise de entorno (PEST) Análise da iniciativa Análise da indústria e dos competidores (5 forças de Porter) Análise da carteira de produtos (matriz de avaliação) Análise FOFA Fortalezas Oportunidades Fraquezas Ameaças Definição de alternativas estratégicas Análise do mercado e estratégia de posicionamento Plano financeiro Plano operativo Plano de captação de recursos / marketing Análise de risco Diagnóstico e análise Estratégia e modelo de negócios Detalhamento dos planos Plano de negócios Visão, missão e objetivos Definição do modelo de negócio O processo de elaboração...
  9. 9. Análise PEST Análise Política, Econômica, Social e Tecnológica É preciso pesquisar e utilizar informações que possam quantificar ou qualificar o ambiente de seu negócio. Por exemplo: “ Em termos socioeconômicos, de 2000 a 2007, cerca de 30 milhões de brasileiros que tiveram um acréscimo de 20% no total da renda disponível para gastos extras ascenderam à classe média. A análise do padrão de consumo em cultura pelo brasileiro indica que, do total investido em cultura, 82% dizem respeito a práticas culturais realizadas dentro de casa: televisão, vídeo, música e leitura.”
  10. 10. “ Pesquisa do Comitê Gestor da Internet no Brasil mostra que é possível estimar que o preço ótimo de um computador encontra-se ao redor de R$ 1.000,00, valor que 58% da população urbana declarou estar disposta a pagar pelo equipamento (classe D e E: 63% declara poder comprá-lo a um valor de R$ 300,00; 47% a um valor de R$ 500,00). Constata-se que a faixa etária acima dos 60 anos forma o grupo que menos se predispõe a comprar computadores, independentemente do preço que seja oferecido. A disposição da população em adquirir tal produto se deve, como o exposto anteriormente, em fatores financeiros (custo do produto) e também culturais (valor percebido e falta de habilidade em sua utilização) No que se refere à conexão com a Internet, vislumbra-se um resultado similar ao anterior, indicando que o preço ótimo permanece na faixa de R$ 40,00 a R$ 50,00 mensais, valor que faria com que somente cerca de 38% da população brasileira pagasse pelo acesso à Internet. No Nordeste, o valor ficaria entre R$ 20 e R$ 30 (para a classe C entre R$ 30 e 40, e para as classes D e E entre R$ 10 e 20).” Análise PEST Exemplo de informações que compõem a análise PEST
  11. 11. Desafio final Redigir uma versão preliminar do seu plano de negócios

×