Agroplus social networkanalysis

426 visualizações

Publicada em

Aplicação da metodologia de análise de redes sociais (social network analysis) em serviços de assistência técnica e extensão rural (ATER)

Publicada em: Mídias sociais
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
426
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Agroplus social networkanalysis

  1. 1. Análise de Redes Sociais (Social Network Analysis) aplicada à Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) Prof. Aziz Galvão da Silva Júnior Depto. Economia Rural Universidade Federal de Viçosa
  2. 2. Conteúdo • Importância e Desafios da ATER • Análise de Redes Sociais – Conceitos – Métricas • Aplicações • Conclusões
  3. 3. Importância • Características da produção agrícola – Complexidade • Peculiaridades da produção • Aumento demanda (qualidade produtos, questões ambientais e sociais) • Instabilidade de mercados – Importância do conhecimento técnico • Necessidade ATER – solução de problemas técnicos (AT) – Educação não formal de forma continuada (ER)
  4. 4. Desafios • > 5 milhões de agricultores (4 mi. Familiares) – Aprox. 16 mil extensionistas (250 prods/técnico) – Escassez de recursos (logística) • Indispensável aumentar – Eficácia (solucionar problema/objetivos produtor) e – Eficiência (otimizar recursos) • Interação entre agricultores é fator chave – Entender rede social – Obter indicadores • Implementar ações
  5. 5. Rede Social
  6. 6. Questões • Avaliar a estrutura da rede social dos agricultores – Grau de interação direta entre agricultores (densidade) – Existência de grupos (clusters) – Distância (interação indireta) entre agricultores • Identificar agricultores chaves – Mais popular (maior número de interações) • Mais procurado pelo outros agricultores • Contata maior número de agricultores (ativador) – Intermediário (caminho mais curto entre outros participantes) – Divulgador (distribuir informação mais rapidamente) – Bem relacionado (interage com outros também bem relacionados) • Definir objetivos => Formular estratégias • Acompanhar impacto das ações – evolução da rede
  7. 7. Análise de Redes • Grafos/Redes (Graph/Network) – Vértices/Nó (Vertex/Node) – Arrestas/Relação (Edge/Link) • Tipos de grafos – Direcionados (directed) • quem busca informação com quem – Não direcionados (undirected) • quem conhece quem
  8. 8. Análise de Redes • Foco da análise – Toda a rede (whole) – Individual (ego-network) • Atributos – Não ponderada – Ponderada • Importância • Frequência • ...
  9. 9. Métricas: NETWORK • Densidade (density): – Número de arrestas/total de arrestas possível • Undirected Directed • `5/6 = 0,83 5/12 = 0,42 – Exemplo: • Densidade: 0.116 • Grau (interação) médio: 2.667
  10. 10. Métricas: NETWORK • Cluster (clustering) • Exemplo
  11. 11. Métricas: NETWORK • Distância – Diâmetro (diameter, longest shortest path) • Número máximo de links entre os nós mais distantes através do caminho mais curto: • D = 3 – Distância média (average short distance) • Distância (n. nós) média entre os menores caminhos entre os nós: • Exemplo – D = 8 • Small World – 6 degree: qualquer pessoa está a, no máximo, a 6 graus de “distância” de qualquer outra pessoa.
  12. 12. Métricas: CENTRALIDADE • Foco na importância dos participantes (nós) – Grau (Degree) • Entrada (indegree) • Saída (outdegree) – Intermediação (Betweenness) – Proximidade (Closeness) – Vetor Próprio (Eingenvector)
  13. 13. Grau (Degree) • Número de relações de um nó – Redes direcionadas • Grau de entrada • Grau de saída • Indica: “popularidade”
  14. 14. Exemplo • Degree
  15. 15. Intermediação (Betweenness) • quantos vezes o nó está presente no menor caminho entre os outros nós • As informações passam por este nó.
  16. 16. Exemplo • Betweenness
  17. 17. Proximidade (Closeness) • Distância do nó em relação aos outros nós da rede – Quantos “passos” para atingir outros nós • Mede a velocidade de transmissão da informação
  18. 18. Exemplo • Closeness
  19. 19. Vetor próprio (Eigenvector) • Soma do grau de centralidade dos nós relacionados • Mede a grau de influência do nó na rede – Relacionamento com outras pessoas bem relacionadas
  20. 20. Exemplo • Eigenvector
  21. 21. Aplicações ATER • Formular estratégias e definir ações – Eficácia (produtores alcançam objetivos) – Eficiência (serviço ATER otimiza uso recursos) • Metodologia – Objetivo – Perguntas • Tipo e atributos do relacionamento • Atributo dos nós – Questionários – Métricas • Formúlação de estratégias e ações – Exemplos. ....
  22. 22. Gestão Conhecimento Aklam, P. 2013
  23. 23. Referências • Literatura • Softwares – Visone – Gephi – NodeXL – Pajek – Ucinet – ...
  24. 24. www.agroplusufv.com.br agroplusufv@gmail.com Obrigado pela Atenção !

×