Webcast novembro/12: PCM - Gestão do Planejamento da Manutenção

2.664 visualizações

Publicada em

Webcast Engecompany Gestão da Manutenção
Seminário virtual gratuito sobre PCM e suas aplicações para a manutenção.

:: CONTEÚDO:
- A importância da Engenharia de Manutenção no planejamento
- Estratégias de Manutenção – Como e porque defini-las?
- Sistema Informatizado – Só consigo um bom planejamento através dele?
- Planejamento da Manutenção – Ferramentas e Técnicas

:: PALESTRANTE - MAXWELL SOUZA:
Pós graduado em Gestão de Projetos pela IETEC. Analista de negócios da empresa Engecompany. Possui 8 anos de experiência profissional em gestão da informação. Trabalhando com consultoria de planejamento, controle da manutenção e gestão de projetos.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.664
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
514
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
166
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Webcast novembro/12: PCM - Gestão do Planejamento da Manutenção

  1. 1. PCMGestão do Planejamento da Manutenção
  2. 2. A importância da Engenharia da Manutenção no Planejamento• De onde surgiu? – Década de setenta; – Crise do Petróleo; – Necessidade de Racionalizar os custos;
  3. 3. A importância da Engenharia da Manutenção no Planejamento• O que a mantém? – Competitividade; – Constante melhoria da qualidade e dos processos; – Produtividade e Disponibilidade Operacional;
  4. 4. A importância da Engenharia da Manutenção no Planejamento• Qual a Importância para o planejamento? – Garante o conhecimento; – Não permite que os processos de manutenção se tornem imutáveis com o tempo; – Define métricas para a manutenção;
  5. 5. Estratégias de Manutenção – Como e Porquê Defini-las• Porque fazemos manutenção? – Equipamentos são bens de produção de custo elevado; – Equipamentos sofrem danos e desgastes; – Equipamentos garantem a produção, a produção garante a continuidade do negócio, que garante o retorno financeiro, que garante a vida da empresa;
  6. 6. Estratégias de Manutenção – Como e Porquê Defini-las• Função Estratégica – Traçar estratégias para manutenção é estudar pontos críticos da operação e dos ativos e pontos chave do negócio da empresa;
  7. 7. Estratégias de Manutenção – Como e Porquê Defini-las• Exemplos – Qual o período mais sobrecarregado da minha produção? – Quanto preciso garantir de peças de reposição par a que eu mantenha a disponibilidade operacional dentro do padrões?
  8. 8. Estratégias de Manutenção – Como e Porquê Defini-las• Exemplos – Qual o tempo médio entre as falhas de determinado equipamento? – Qual o tempo médio que levo para reparar determinado equipamento?
  9. 9. Estratégias de Manutenção – Como e Porquê Defini-las• Exemplos – Qual a média de vida de determinado modelo de equipamento? – Devo trabalhar com a carga total por quanto tempo?
  10. 10. Estratégias de Manutenção – Como e Porquê Defini-las• Exemplos – Qual é a estratégia de negócio da empresa; – Quais períodos do ano em que a empresa vende mais; – Quais os períodos em que a empresa vende menos;
  11. 11. Estratégias de Manutenção – Como e Porquê Defini-las• Exemplos – Qual é o orçamento disponível para manutenção?; – Qual é a meta de lucros da empresa?; – Dentre n outros pontos que podemos definir para traçar as estratégias da manutenção;
  12. 12. Estratégias de Manutenção – Como e Porquê Defini-las• E porque definir estratégias – Para que tenhamos uma execução de forma mais inteligente; – Para que tenhamos mais assertividade no planejamento; – Para que o setor de manutenção tenha participação grande e ativa nos lucros e no negócio da empresa;
  13. 13. Sistema Informatizado – Só consigoum bom planejamento através dele?• Não é necessário ter um sistema informatizado para que seja feito o planejamento ou traçadas estratégias para manutenção, porém: – O tempo demandado para planejamento é maior; – O esforço para aquisição de informação é altíssimo; – As informações podem não ser precisas, que no futuro pode gerar retrabalho;
  14. 14. Sistema Informatizado – Só consigoum bom planejamento através dele?• Informatizar a manutenção traz vantagens como: – Conhecer claramente os resultados obtidos com a manutenção. – Conhecer e definir os seguintes tópicos referentes a manutenção: porquê, o quê, onde, quanto, quem e como.
  15. 15. Sistema Informatizado – Só consigoum bom planejamento através dele?• Informatizar a manutenção traz vantagens como: – Administrar o processo antes, durante e depois de sua execução.
  16. 16. • Apropriação e controle de mão-de-obra• Custo de manutenção• Consumo de materiais• Materiais a ressuprir• Equipamentos em garantia• Controle de serviços solicitados• Controle de serviços realizados• Controle de equipamentos por cliente e fornecedor• Modelo de Ordem de Serviço• Histórico de serviços• Histórico de movimentação de equipamentos• Histórico de substituição de equipamentos
  17. 17. Planejamento da Manutenção – Ferramentas e Técnicas• A manutenção agora é função estratégica! – Com o planejamento da manutenção temos parâmetros e dimensão para estabelecer um controle efetivo e uma gestão estratégica. – Baseamos esse planejamento em melhores práticas e ferramentas mundialmente conhecidas de gestão.
  18. 18. Planejamento da Manutenção – Ferramentas e Técnicas• TPM (Total Productive Maintenance) – Garante que cada equipamento seja sempre capaz de realizar todas as tarefas de produção;
  19. 19. Planejamento da Manutenção – Ferramentas e Técnicas• RCM/MCC (Reliability Centered Maintenance) – Foco no tratamento efetivo de falhas potenciais;
  20. 20. Planejamento da Manutenção – Ferramentas e Técnicas• FMEA (Failure Mode and Effects Analysis) – Estudo sistemático das potenciais falhas de um sistema para determinar seus efeitos sobre os seus demais componentes, mitigando os riscos;
  21. 21. Planejamento da Manutenção – Ferramentas e Técnicas• WCM (World Class Manufactoring) – TMEF (Tempo Médio Entre Falhas); – TMPR (Tempo Médio Para Reparo); – TMPF (Tempo Médio Para Falha); – DISP (Disponibilidade de equipamento); – CONF (Confiabilidade de equipamento); – CMFT (Custo de Manutenção por Faturamento); – CMVR (Custo de Manutenção por Valor Reposição).
  22. 22. Planejamento da Manutenção – Ferramentas e Técnicas• WCM (World Class Manufactoring) – TMEF (Tempo Médio Entre Falhas); – TMPR (Tempo Médio Para Reparo); – TMPF (Tempo Médio Para Falha); – DISP (Disponibilidade de equipamento); – CONF (Confiabilidade de equipamento); – CMFT (Custo de Manutenção por Faturamento); – CMVR (Custo de Manutenção por Valor Reposição).
  23. 23. É bom pensar bem, É sábio planejar bem E melhor e mais sábio do que tudo É fazer bem provérbio persa Maxwell Peixoto de Souza Analista de Negóciosmaxwell.souza@engecompany.com.br http://www.engecompany.com.br +55 37 3249-2700 | Ramal 2726 +55 37 8822-7462
  24. 24. MUITO OBRIGADO!SOFTWARE DE MANUTENÇÃO Analistas de Negócios Engecompany Telefone: +55 (37) 3249 - 2700 analistasdenegocios@engeman.com.br

×