Substâncias psicoativas são aquelas agem
principalmente no sistema nervoso central,
onde altera a função cerebral e
tempor...
 1. Drogas psicoanalépticas ou estimulantes do SNC
(cocaína, anfetamina, nicotina, cafeína etc.).
 2. Drogas psicoléptic...
 Intoxicação – desenvolvimento de síndromes especificas devida a
ingestão ou exposição recente a substancias.
1.Intoxicaç...
 Alcool – depende do nivel no sangue e da tolerancia
• 20 mg% e 80 mg% - perda da cordenação muscular, alterações do humo...
 Benzodiazepinicos ( depressores)
• Efeitos de intoxicação aguda semelhante ao do alcool;
• Risco de depressão respirator...
 Cocaina e outros estimulantes
• Aumento da PA, FC, FR,T;
• Dilatação pupilar;
• Aumento da atividade motora;
• Estado de...
 Maconha
• Ansiedade;
• Agressividade;
 Opioides
• Miose
• Bradicardia
• Depressão respiratoria
• Estupor ou coma
 Solventes
 Iniciais- euforia, desinibisão, sumbidos, ataxia, fala
pastosa;
 Progressivamente- confusão mental, alucina...
1) histórico detalhado do uso de substâncias e dos efeitos da substância
no funcionamento cognitivo, psicológico e fisioló...
 Promover diminuição da exposição a estimulos
externos;
 Promover confiança e orientação;
 Averiguar quais substancias ...
 http://www.medicinanet.com.br/conteudos/r
evisoes/1545/dependencia_de_substancias_p
sicoativas.htm
 http://www.scielo.b...
Atendimento na emergãªncia a paciente em uso de (1)
Atendimento na emergãªncia a paciente em uso de (1)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Atendimento na emergãªncia a paciente em uso de (1)

285 visualizações

Publicada em

saude mental

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
285
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atendimento na emergãªncia a paciente em uso de (1)

  1. 1. Substâncias psicoativas são aquelas agem principalmente no sistema nervoso central, onde altera a função cerebral e temporariamente muda a percepção, o humor, o comportamento e a consciência.
  2. 2.  1. Drogas psicoanalépticas ou estimulantes do SNC (cocaína, anfetamina, nicotina, cafeína etc.).  2. Drogas psicolépticas ou depressoras do SNC (álcool, benzodiazepínicos, barbitúricos, opioides,solventes etc.).  3. Drogas psicodislépticas ou alucinógenas (cannabis, LSD, fungos alucinógenos, anticolinérgicos etc.).
  3. 3.  Intoxicação – desenvolvimento de síndromes especificas devida a ingestão ou exposição recente a substancias. 1.Intoxicação sem doenças psiquiatrica,sem dependencia quimica. - Abordagem da intoxicação e orientações gerais. 2. Intoxicação com suspeita de diagnostico de dependencia quimica, sem outra doença psiquiatrica. - Abordagem da intoxicação, avaliação diagnostica de TUS, sensibilização do paciente e familiares, encaminhamento para tratamento. 3. Intoxicação com comorbidade psiquiatrica e dependencia quimica. - Abordagem da intoxicação, avaliação diagnostica de TUS e outros transtornos psiquiatricos, sensibilização do paciente e familiares, encaminhamento para tratamento.
  4. 4.  Alcool – depende do nivel no sangue e da tolerancia • 20 mg% e 80 mg% - perda da cordenação muscular, alterações do humor, aumento da atividade motora; • 80 a 200mg% - ataxia e fala pastosa; • 200 a 300 mg% - nauseas e vomitos; • Acima de 300mg%- hipotermia e comprometimento do nivel de consciencia • 400 a 600mg% - coma • 600 a 800 mg% - pode ser fatal;
  5. 5.  Benzodiazepinicos ( depressores) • Efeitos de intoxicação aguda semelhante ao do alcool; • Risco de depressão respiratoria; • Hipotensão e Bradicardia ( quando associados a outras substancias);
  6. 6.  Cocaina e outros estimulantes • Aumento da PA, FC, FR,T; • Dilatação pupilar; • Aumento da atividade motora; • Estado de alerta elevado; • Convulsões; • Delirio; • Agitação psicomotora;
  7. 7.  Maconha • Ansiedade; • Agressividade;  Opioides • Miose • Bradicardia • Depressão respiratoria • Estupor ou coma
  8. 8.  Solventes  Iniciais- euforia, desinibisão, sumbidos, ataxia, fala pastosa;  Progressivamente- confusão mental, alucinações e desorientação;  Evolução- redução do estado de alerta, incoordenação motora e piora das alucinações;
  9. 9. 1) histórico detalhado do uso de substâncias e dos efeitos da substância no funcionamento cognitivo, psicológico e fisiológico do paciente no presente e no passado do paciente; 2) história médica geral e psiquiátrica e exame físico geral; 3) história dos tratamentos psiquiátricos e a resposta terapêutica obtidos previamente; 4) história familiar e social; 5) triagem da substância utilizada através do sangue, da respiração ou urina; 6) outros testes laboratoriais para ajudar a confirmar a presença ou ausência de condições que frequentemente co-ocorrem com o uso da substância, como, por exemplo, eletrólitos, hemograma, eletrocardiograma (ECG) etc.; 7) com a permissão do paciente, deve-se entrar em contato com pessoa que possa oferecer informações adicionais. Recomendações gerais: Uma avaliação psiquiátrica abrangente é essencial para orientar o tratamento do paciente.
  10. 10.  Promover diminuição da exposição a estimulos externos;  Promover confiança e orientação;  Averiguar quais substancias foram usadas, via de ADM, dose, tempo de uso;  Remover as substancias ( lavagem gastrica, aumento da taxa de excreção);  Reverter os efeitos ( ADM de antagonistas);  Estabilizar os efeitos fisicos ( entubar, manter PA em niveis satisfatorios,monitorização,etc.).
  11. 11.  http://www.medicinanet.com.br/conteudos/r evisoes/1545/dependencia_de_substancias_p sicoativas.htm  http://www.scielo.br/pdf/rbp/v32s2/v32s2a 07.pdf

×