3º Ano - Classificação dos Seres Vivos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

3º Ano - Classificação dos Seres Vivos

em

  • 3,689 visualizações

BIOLOGIA - MARCOS AURÉLIO

BIOLOGIA - MARCOS AURÉLIO
3º Ano - Classificação dos Seres Vivos

Estatísticas

Visualizações

Visualizações totais
3,689
Visualizações no SlideShare
3,689
Visualizações incorporadas
0

Actions

Curtidas
2
Downloads
91
Comentários
1

0 Incorporações 0

No embeds

Categorias

Carregar detalhes

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Direitos de uso

© Todos os direitos reservados

Report content

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
    Processing...
Publicar comentário
Editar seu comentário

3º Ano - Classificação dos Seres Vivos Presentation Transcript

  • 1. CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS BIOLOGIA I – PROF.: MARCOS AURÉLIO 3º ANO
  • 2. A DIVERSIDADE DA VIDA • Mundo = diversidade dos seres vivos; HISTÓRICO DA SISTEMÁTICA • Sistemática – é o estudo dos organismos, sua diversidade, evolução no tempo e no espaço e suas classificações; • Tem início na Grécia Antiga = Aristóteles + Teofrasto.
  • 3. HISTÓRICO DA SISTEMÁTICA 1. Aristóteles (384 – 322 a. C) – classificação dos seres vivos em animais:
  • 4. HISTÓRICO DA SISTEMÁTICA 2. Teofrasto (372 – 322 a.C) – classificou as plantas em arbustos e árvores.  Com o fim da idade Média e início do Renascimento ocidental: 1. John Ray (1627 – 1705) – primeiro naturalista a utilizar o termo espécie; 2. CARL VON LINEÉ OU LINEU : lança a classificação artificial e nomenclatura dos seres vivos.  Crença no FIXISMO – PRINCÍPIO DA
  • 5. HISTÓRICO DA SISTEMÁTICA • LINEU: publicou a obra – SYSTEMA NATURAE – regras da nomenclatura científica: • Segundo Lineu, animais são da mesma espécie quando possuem características anatômicas semelhantes. • Lineu é o fundador da Taxonomia.
  • 6. CLASSIFICAÇÃO DE LINEU NOMENCLATURA BINOMIAL: • Gênero + Epíteto específico: Homo sapiens CLASSIFICAÇÃO HIERÁRQUICA (EGFOCFR): • ESPÉCIE: características semelhantes; • GÊNERO: espécies semelhantes: - Leopardus wiedii, tigrinus e pardalis; - Panthera leo, tigris, onça, pardus. • FAMÍLIA: agrupamento de gêneros semelhantes – Leopardus + Panthera = Família Felidae
  • 7. CLASSIFICAÇÃO DE LINEU • ORDEM: agrupamento de famílias semelhantes: Felidae e Canidae  ordem carnívora; • CLASSE: engloba ordem diferentes com características semelhantes: ordem Carnívora, Cetácea (baleias e golfinhos), Proboscidae (elefantes), Primata(lemures, társios, macacos, humanos), Sirenia (peixes-boi), Artiodactyla (cabras, boi, carneiros, hipopotámos, porcos) – todos tem glândula mamária= classe Mammália.
  • 8. CLASSIFICAÇÃO DE LINEU • FILO: agrupamento de classes diferentes: classe Myxine (peixes-bruxas), Petromyzontida (lampréia), Condricthyes (tubarão), Actinopterygii (sardinhas, etc), Actinista (celacanto – genero Lamiteria), Dipnoi (pirambóia – Lepidosiren paradoxa), Amphibia (crãs, salamandras, cobras-cegas, etc), Reptilia (cobras, lagartos, tartarugas e jacarés), Aves (tucanos e beija-flor), Mammália - na fase embrionária possuem notocorda= filo Chordata
  • 9. CLASSIFICAÇÃO DE LINEU • REINO: é o agrupamento de filos: Porifhera, Cnidários, Platyhelminthes, Nematelminthes, Mollusca, Annelida, Artrópodes, Echinodermata e Chordata – organismos dotados de blástula, eucariontes, pluricelulares e heterotrófos por ingestão = Reino Metazoa ou Animália. • Para classificação pode-se inserir: -super = acima dos níveis básicos - Infra ou sub = abaixo dos níveis básicos.
  • 10. CLASSIFICAÇÃO DE LINEU  As categorias taxonômicas de Lineu I. Lineu organizou as espécies em táxons ou grupos. Táxon Característica Espécie Conjunto de indivíduos que compartilham estruturas típicas ausentes em outras espécies. Gênero Conjunto de espécies semelhantes Família Conjunto de gêneros semelhantes Ordem Conjunto de famílias semelhantes Classe Conjunto de ordens semelhantes Filo Conjunto de classes semelhantes Reino Conjunto de filos semelhantes
  • 11. CLASSIFICAÇÃO ATUAL • Exemplo de classificação.
  • 12. CLASSIFICAÇÃO ATUAL • LAMARCK século XVII = espécies não são fixas; • Darwin + Wallace = presença de ancestral comum – evolução e adaptação. • A classificação dos seres vivos era feita a partir das relações com as características morfológicas, fisiológicas e moleculares = filogenia. • SISTEMÁTICA = TAXONÔMIA + FILOGÊNIA
  • 13. CLASSIFICAÇÃO ATUAL • A partir de Lamarck e Darwin = o conceito tipológico é enfraquecido; • Darwin – espécies não são constantes!! • Novo conceito para definição: Isolamento reprodutivo, CONCEITO BIOLÓGICO  espécies iguais = descentes férteis; espécies diferentes = não descendentes ou inférteis.
  • 14. CLASSIFICAÇÃO ATUAL • Conceito biológico = proteção e o equilíbrio dos genótipos. • ERNEST MAYR: “Espécie é um grupo de populações cujos indivíduos são capazes de se cruzar e produzir descendentes férteis, em condições naturais, estando reprodutivamente isolados. • Espécie biológica  populações que se acasalam coexistem no mesmo local.
  • 15. CLASSIFICAÇÃO ATUAL • O conceito biológico possui 2 problemas: • Primeiro: populações que se reproduzem assexuadamente; • Segundo: populações de espécie iguais em ambientes diferentes = Isolamento Geográfico • Isolamento Geográfico  Irradiação adaptativa = subespécie, ou seja, raça – mesma espécie, mas com características particulares. • Subespécie pode levar ao isolamento reprodutivo
  • 16. CLASSIFICAÇÃO ATUAL • O sistema artificial  sistema natural; • O sistema natural = características estruturais, anatômicas + aspectos evolutivos, reprodutivos e fisiológicos; • Ernest Haeckel – propôs 3 reinos: animal, vegetal e protista; • Robert H. Whittaker – criou os 5 reinos: monera, protista, fungi, vegetal e animal; • CLASSIFICAÇÃO ATUAL DOS SERES VIVOS: é feita pela filogenética ou cladística.
  • 17. CLASSIFICAÇÃO ATUAL • Filogenética = cladogênese + anagênese  registros fósseis, características genéticas e semelhanças funcionais. • Árvore filogenética
  • 18. NOMENCLATURA ZOOLÓGICA • Cada região ou País pode ter seu próprio nome para mesma espécie; • REGRAS INTERNACIONAIS DE NOMENCLATURA ZOOLÓGICA: - Criadas pra universalizar o nome das espécies;
  • 19. REGRAS DE NOMENCLATURA • Na designação de espécies, a língua escolhida fora o latim, adoção do sistema binomial de nomenclatura: o epíteto de gênero e um de espécie.  Os nomes propostos para animais, vegetais e microorganismos devem ser distintos;  Os o nome dos níveis de taxonomia devem ser distintos;  Não são reconhecidos os nomes anteriores a “Lineu”;  Os nomes científicos devem ser latinos ou latinizados, em itálico ou sublinhado;
  • 20. REGRAS DE NOMENCLATURA  Todo nome científico (espécie) deve ter pelo menos dois nomes: epíteto de gênero e espécie. Ex: Homo sapiens;  O nome do gênero deve ser escrito com a letra Maiúscula (Homo) e o epíteto específico com letra minúscula (sapiens);  Quando o nome é homenagem: ao homem – acrescenta a letra i ao sobrenome para o epíteto específico, Tripypanosoma cruzi; mulher acrescenta ae ao sobrenome para o epíteto específico;  Lei da prioridade – prevalece o primeiro nome mesmo que esteja errado;  Abreviatura sp ou plural spp é usada quando não identifica a espécie.
  • 21. REGRAS DE NOMENCLATURA  Nos trabalhos científicos após o nome das espécies deve ser acrescido o nome do autor;  Quando existir subespécie, o nome fica com letra minúscula: Homo sapiens sapiens;  O nome do subgênero é escrito com letra maiúscula e entre parênteses;  Se uma espécie for transferida de gênero, após seu nome deve colocar entre parêntese o cientista responsável;  Superfamília= gênero + desinência oidea;  Família= gênero + idae;  Subfamília= gênero + inae  Tribo= ini  Em BOTÂNICA: ORDEM (dessinência ales); FAMÍLIA (acea)
  • 22. Classificação dos Seres Vivos Nomenclatura de espécie: binominal  Primeira letra refere-se ao nome do gênero (inicial maiúscula)  Segunda letra refere-se ao nome específico (inicial minúscula)  Deve ser escrito em itálico e/ou sublinhado. Espécie Humana Cachorro Gato Milho Homo sapiens Canis falimiaris Felis catus Zea mays
  • 23. Classificação dos Seres Vivos  Nomenclatura de subespespécie  Trinominal  Nome do gênero + nome específico + nome subespécie. Crotalus terrificus terrificus Rhea americana alba Pinus nigra nigra Pinus nigra caramanica Pinus nigra pallasiana Cobra cascavel brasileira Ema branca Pinheiro negro austríaco Pinheiro negro turco Pinheiro negro da Crimeia
  • 24. Classificação dos Seres Vivos  Quando se quer citar uma espécie qualquer situada dentro de um gênero – usa-se a terminação “sp.” Polystira sp. Significa: qualquer espécie do gênero Polystira. Obs: o termo sp. é escrito em minúsculo, não itálico e não grifado.  Quando se quer citar várias espécies situadas dentro de um gênero – usa-se a terminação “spp.” Polystira spp. Significa: várias espécies do gênero Polystira. Obs: o termo spp. é escrito em minúsculo, não itálico e não grifado.
  • 25. Classificação dos Seres Vivos  Táxons acima de espécie: nomenclatura uninominal  Inicial maiúscula em latim.  Não é necessário itálico ou grifo. Família Ordem Classe Filo Reino Felidae (gatos), Canidae (cães), Fabaceae (Leguminosas), Rosaceae (rosas). Carnivora (cão, gato, urso), Primata (homem, chimpanzé, gorila), Fabales (vagem, feijão, soja), Asterales (girassol) Mammalia (mamíferos), Reptile (répteis), Amphibia (anfíbios). Chordata (cordados), Pteridophyta (samambaias), Mollusca (moluscos), Arthropoda (artrópodes). Animmalia (animais), Plantae (plantas), Fungi (fungos)
  • 26. OS CINCO REINOS DE ORGANISMOS I Monera Bactérias II Protista Algas e Protozoários III Fungi Fungos IV Plantae (Metaphyta) Plantas V Animmalia (Metazoa) Animais
  • 27. CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS • REINO MONERA: Seres procariontes unicelulares= bactérias; • REINO PROTISTA: Seres eucariontes unicelulares e heterotrófos (protozoários) + seres eucarióticos, autotróficos fotossintetizantes e unicelulares ou multicelures (algas) • REINO FUNGI: Seres eucarióticos, unicelulares ou multicelulares, heterotróficos = fungos; • REINO PLANTAE: Seres eucarióticos, multicelurares e autrotróficos fotossintetizantes = plantas • REINO ANIMALIA: Seres eucarióticos, multicelulares e heterotróficos = animais; • VÍRUS: Grupo sem reino, são acelulares, constituídos por DNA e/ou RNA, envoltos por proteínas e são sempre parasitas intracelulares obrigatórios.
  • 28. CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS  Sistema de Três Domínios I Domínio Bactéria II Domínio Archaea III Domínio Eukarya Bactérias verdadeiras eubacterias Bactérias primitivas – condições extremas Seres Eucariontes – protozoários, algas, fungos, plantas e animais.