de: eliana.neri <eliana.neri@uol.com.br> 
para: Elvandro Burity <elvandroburity@gmail.com> 
data: 13 de outubro de 2014 14...
ELIANA NERI 
Codnat oLsi l i Contos da Lili - Eliana Neri 
1ª Edição 
Barra Mansa - RJ 
Eliana Neri da Silva Carvalho 
201...
C 2012 Eliana Neri da Silva Carvalho 
Direitos reservados a Eliana Neri. 
Nenhuma parte deste livro pode ser reproduzida o...
“E se as histórias para crianças passassem a ser de 
leitura obrigatória para os adultos? 
Seriam eles capazes de aprender...
Índice 
A Arca de Noé.........9 
Os Animais......17 
O Computador ......29 
Azeitona no Palito e seus amiguinhos......37 
...
Contos da Lili 9
10 Contos da Lili
Contos da Lili 11 
Este é o Azeitona no Palito.
O Azeitona no Palito não tem braços porque não gosta de 
trabalhar. Tem pernas compridas para correr atrás de quem tem 
di...
Contos da Lili 13 
Ele viu Noé sentado em uma pedra e perguntou: 
- Em que está pensando? 
Noé lhe respondeu: 
- O Senhor ...
Falou Noé: 
- Jovem homem vou lhe contar o que está acontecendo. 
No coração do homem existe um baú. Este baú é para guard...
Azeitona no Palito começou a rir e a zombar do velho e bom Noé. 
Mas Noé não se intimidou e continuou a falar: 
- Tudo sob...
Noé, então, disse: 
- Jovem homem, hoje começa o Dilúvio e tenho em minhas 
mãos a chave do baú do seu coração. Vamos abri...
Contos da Lili 17
O Azeitona no Palito acordou preocupado com o sonho 
que teve com a “Arca de Noé” e tratou logo de tomar seu banho 
e esco...
Na escola ficou pensando que algum de seus amiguinhos 
eram bem parecidos com alguns animais que também estavam 
na Arca. ...
Tem aqueles que vivem fazendo brincadeiras e macaquices. 
Outros são amigos e fiéis como o cachorro 
Contos da Lili 21
Alguns são como a tartaruga, lentos e devagar. 
Existem os que se parecem com ratinhos, que pegam 
nossas coisas emprestad...
Quando procuramos alguns coleguinhas, eles estão 
voando como borboletas e não os encontramos. 
A abelha está descrita no ...
Nem quero pensar nos amiguinhos que vivem dando 
24 Contos da Lili 
patadas. 
Os famosos porquinhos não gostam de tomar ba...
Lindos os peixinhos são sempre os protegidos. 
Não podemos esquecer os que são venenosos como cobras. 
Contos da Lili 25
O camaleão muda de cor para se proteger. Alguns amiguinhos 
mudam de personalidade de acordo com a situação. 
E os fofinho...
Então, o Azeitona no Palito resolve atender o conselho 
Contos da Lili 27 
de Noé e ser bom filho, bom aluno e bom amigo.
O Computador 
Contos da Lili 29
Este é o computador do Azeitona no Palito. 
O Azeitona no Palito conheceu a internet e se apaixonou. 
Ele passava os dias ...
Um dia o computador do Azeitona no Palito estragou 
e, para conserta-lo, ele teria que trocar uma peça que levaria 
quinze...
Nesses quinze dias, o Azeitona no Palito começou a 
observar que as pessoas eram como figurinhas com as quais ele 
brincav...
Mas logo o Azeitona no Palito se entristeceu. 
Não por causa do computador, mas por causa da natureza e 
principalmente po...
Isso sem contar que, além da água, o rio Paraíba do 
Sul também é fonte de energia elétrica, pois possui cinco 
reservatór...
Mas o Azeitona no Palito voltou 
a ficar triste por causa do esgoto e 
detritos industriais não tratados que 
nele é despe...
Continue a história: 
__________________________________ 
__________________________________ 
____________________________...
Azeitona no Palito 
e seus Amiguinhos 
Contos da Lili 37
Contos da Lili 39 
Este é o Azeitona no Palito.
Azeitona no Palito estava brincando com seus amiguinhos no 
quintal de sua casa quando sentiu um sopro forte em seu ouvi-d...
O Vento Brisinha estava apavorado e contou que viu a Morte 
Fininha toda feliz com a degradação do planeta, dizendo que ia...
Biquinho Doce concordou acrescentando: 
__Temos que usar a inteligência, a Morte Fininha é muito po-derosa 
e nosso planet...
Pituca: 
__Me poupe Azeitona. Já tenho um plano para enganar a Mor-te 
Fininha. 
E herói não é só você, são todas as pesso...
No dia seguinte os amiguinhos se encontraram novamente e 
estavam cheios de ideias para a preservação do planeta, apesar 
...
Pituca balançou a cabeça. 
__O que é isso Azeitona? Eu já expliquei que é lixo limpo e não 
tem cheiro. São materiais seco...
O Vento Brisinha chega balançando as folhas das árvores e 
avisa que a Morte Fininha está chegando para tirar satisfação 
...
Contos da Lili 47 
O Azeitona no Palito apesar de tremer igual 
vara verde conseguiu pronunciar: 
__Ele falou que vai repe...
O Cheff de Cozinha 
Azeitona no Palito 
Contos da Lili 49
50 Contos da Lili 
Este é o Azeitona no Palito.
O CHEFF DE COZINHA AZEITONA NO PALITO 
Contos da Lili 51 
Capítulo 1 
Sou conhecido como Azeitona no Palito pelo meu forma...
Já não quero mais brincar de Vaquinha Mumu e nem de Por-quinho 
Fuçafuça. Já começo a pensar na Pituca como minha namora-d...
Serei um Cheff de Cozinha !!!!!! 
Vou preparar pratos fantásticos e com azeitona. 
Para ser um excelente profissional come...
54 Contos da Lili 
Capítulo 2 
Assim o Azeitona no Palito fez. Providenciou um caderno para 
fazer suas anotações sobre as...
Contos da Lili 55 
Capítulo 3 
A princípio a mãe do Azeitona achou uma maluquice, talvez 
mais uma de suas travessuras. 
R...
56 Contos da Lili 
Capítulo 4 
- Biquinho Doce. 
Rápido, rápido, temos que nos reunir lá em casa no final da 
tarde para d...
Contos da Lili 57 
Capítulo 5 
A mãe do Azeitona ensina que é necessário antes de começar 
a cozinhar, prender o cabelo e ...
58 Contos da Lili 
Capítulo 6 
Todos já sentados à mesa e com as mãos muito bem lavadas 
saboreiam o delicioso macarrão to...
Contos da Lili 59 
RECEITA 
Macarrão Torrado 
Rendimento: 6 a 8 pessoas. 
Ingredientes: 
- 1 cabeça de alho 
- 2 colheres ...
Observações e curiosidades importantes sobre o 
60 Contos da Lili 
alimento: 
Azeitona 
1) Todo alimento deve ser consumid...
Sobre a Autora
Eliana Neri nasceu em São Lourenço/ 
MG em 13 de abril de 1966. Mora em 
Barra Mansa/RJ por mais de 40 anos. 
Escreve cont...
Contos da Lili
Contos da Lili
Contos da Lili
Contos da Lili
Contos da Lili
Contos da Lili
Contos da Lili
Contos da Lili
Contos da Lili
Contos da Lili
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Contos da Lili

349 visualizações

Publicada em

Escritora de contos infantis e livros para adultos.
Os contos infantis já produziu e distribuiu de forma independente (impresso) mais de 40 mil exemplares.
Agora focada em escrever livros para adultos e sem recursos financeiros para a edição de mais exemplares infantis - disponibiliza o livro com 5 hitórias (PDF) para que possam imprimir e passar para as crianças que conheçam (filhos - sobrinhos - alunos).
Nas palavras de Eliana incentivar a leitura e o conhecimento é nosso dever como pessoas de bem e para o bem.
Gratidão por sua atenção,
Eliana Neri - Barra Mansa - RJ

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
349
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Contos da Lili

  1. 1. de: eliana.neri <eliana.neri@uol.com.br> para: Elvandro Burity <elvandroburity@gmail.com> data: 13 de outubro de 2014 14:14 Boa tarde Sr. Elvandro, Gratidão pela atenção. Está autorizado a publicação sim. Gentileza informar onde será disponibizado em PDF, para que eu compartilhe nas redes sociais. Anexo livro completo com 5 histórias. Que Deus o abençoe! Eliana Neri Barra Mansa (RJ) eliana.neri@uol.com.br
  2. 2. ELIANA NERI Codnat oLsi l i Contos da Lili - Eliana Neri 1ª Edição Barra Mansa - RJ Eliana Neri da Silva Carvalho 2012
  3. 3. C 2012 Eliana Neri da Silva Carvalho Direitos reservados a Eliana Neri. Nenhuma parte deste livro pode ser reproduzida ou usada de qualquer forma ou qualquer meio, eletrônico ou mecânico, sem a permissão da autora. Dados internacionais de Catalogação-na-Publicação (CIP) Neri, Eliana, 1966 - Contos da Lili: Eliana Neri 1ª Edição - Barra Mansa/RJ - Eliana Neri 2012 64p.; 21cm. ISBN 978-85-914458-0-6 1. Miscelânia de escritos brasileiros (inclui mais de um gênero e crônica e literatura infanto-juvenil brasileira). Todos os direitos reservados Eliana Neri (24) 9845-1204 eliana.neri@uol.com.br
  4. 4. “E se as histórias para crianças passassem a ser de leitura obrigatória para os adultos? Seriam eles capazes de aprender realmente o que há tanto tempo tem andado a ensinar?” (José Saramago)
  5. 5. Índice A Arca de Noé.........9 Os Animais......17 O Computador ......29 Azeitona no Palito e seus amiguinhos......37 O Chef de Cozinha Azeitona no Palito......49 Sobre a autora......61
  6. 6. Contos da Lili 9
  7. 7. 10 Contos da Lili
  8. 8. Contos da Lili 11 Este é o Azeitona no Palito.
  9. 9. O Azeitona no Palito não tem braços porque não gosta de trabalhar. Tem pernas compridas para correr atrás de quem tem dinheiro e é um tremendo puxa saco. Ele não gosta de tomar banho nem de escovar os dentes; fala mentira e nunca cumpre o que promete, ofende e magoa as pessoas que mais gostam dele. Certa noite, o Azeitona no Palito, depois de cometer mal-vadezas, foi dormir todo satisfeito. Sonhou com a Arca de Noé. 12 Contos da Lili
  10. 10. Contos da Lili 13 Ele viu Noé sentado em uma pedra e perguntou: - Em que está pensando? Noé lhe respondeu: - O Senhor Deus está triste porque a maldade se instalou no coração do homem e Ele se arrependeu de tê-lo feito. Noé continuou a falar: - Tenho três filhos: Sem, Cam e Jafé. O Azeitona no Palito pensou: - Quem vai querer se chamar Sem, Cam ou Jafé? Esse velho é um bobo. Noé percebeu o tom de zombaria e perguntou o seu nome, mas no sonho, Azeitona não conseguia se lembrar. Então Noé lhe disse: - É melhor se chamar Sem, Cam ou Jafé do que não ter nome. Noé era um homem justo e íntegro, e isso agradava a Deus.
  11. 11. Falou Noé: - Jovem homem vou lhe contar o que está acontecendo. No coração do homem existe um baú. Este baú é para guardar sentimentos nobres, como o amor, a amizade, o respeito, o ca-rinho, a honestidade, a alegria, a solidariedade, a lealdade, a verdade, dentre outros. E quando o homem está dormindo, Deus pega a chave do baú e abre para ver se estão cuidando bem do tesouro. Só que Deus foi encontrando outros sentimentos dentro do baú: a violência, a maldade, a mentira, o ego, a inveja, o ciú-me, entre outros. O Azeitona no Palito achou a história engraçada e quis saber o final. Então, Noé continuou: - Deus procurou os bons sentimentos no coração do ho-mem e não encontrou, então mandou que eu construísse um grande barco de madeira. Azeitona no Palito foi ver o barco com Noé e lhe perguntou: - Por que um barco tão grande? Noé lhe respondeu que Deus faria chover e esta chuva se chamaria Dilúvio e o barco, por ser grande se chamaria Arca. Foi aí que o Azeitona no Palito percebeu que estava na Arca de Noé. Então, perguntou: - O que estou fazendo aqui? Noé respondeu: - Isso o Senhor meu Deus não falou. Ele apenas mandou que eu construísse a Arca e quando começasse a chover, ficar lá dentro com minha mulher, meus filhos com suas esposas e um casal de cada animal que existisse na terra. 14 Contos da Lili
  12. 12. Azeitona no Palito começou a rir e a zombar do velho e bom Noé. Mas Noé não se intimidou e continuou a falar: - Tudo sobre a terra morrerá, apenas os seres que estarão Contos da Lili 15 dentro da Arca sobreviverão. Então o tempo começou a mudar, o dia foi escurecendo e parecendo noite. O Azeitona no Palito, muito medroso, pediu para que Noé não o abandonasse e o levasse junto na Arca. Começou a fazer promessas que nunca cumpriria. Mentiu para Noé, dizendo que era bom filho, bom aluno e bom amigo. Noé perguntou: - Quantas pessoas você cumprimentou hoje? - Quantas vezes falou bom dia ou boa tarde? - Quantas pessoas você abraçou hoje? - Sorriu para quantas pessoas? - Quantas vezes disse ‘obrigado’? - Quantas vezes foi sincero? - Quantas vezes foi humilde? E o Azeitona no Palito não conseguia responder às perguntas que Noé lhe fazia.
  13. 13. Noé, então, disse: - Jovem homem, hoje começa o Dilúvio e tenho em minhas mãos a chave do baú do seu coração. Vamos abri-lo? Se você guardou direito o seu tesouro, como recompensa o levarei para uma vida nova, cheia de esperança e paz. Noé abriu o baú que estava dentro do coração do Azeitona no Palito e viu que lá não havia o tesouro que Deus lhe deu. Então Noé chorou. Não podia levar para a Arca o jovem homem falante, com porte sofisticado e que parecia um doutor: Dr. Azeitona no Palito, Dr. do Egoísmo, Dr. da Maldade, Dr. da Mentira, Dr. da Hipocrisia. 16 Contos da Lili
  14. 14. Contos da Lili 17
  15. 15. O Azeitona no Palito acordou preocupado com o sonho que teve com a “Arca de Noé” e tratou logo de tomar seu banho e escovar os dentes para não ficar com gosto de cabo de guarda chuva na boca. Lembrou das malvadezas que fez no dia anterior e foi Contos da Lili 19 logo tomar café e fazer um carinho na sua mãe.
  16. 16. Na escola ficou pensando que algum de seus amiguinhos eram bem parecidos com alguns animais que também estavam na Arca. 20 Contos da Lili
  17. 17. Tem aqueles que vivem fazendo brincadeiras e macaquices. Outros são amigos e fiéis como o cachorro Contos da Lili 21
  18. 18. Alguns são como a tartaruga, lentos e devagar. Existem os que se parecem com ratinhos, que pegam nossas coisas emprestadas sem pedir. 22 Contos da Lili
  19. 19. Quando procuramos alguns coleguinhas, eles estão voando como borboletas e não os encontramos. A abelha está descrita no dicionário como trabalhadora, mas usamos o termo “fazendo cera” para os preguiçosos. Contos da Lili 23
  20. 20. Nem quero pensar nos amiguinhos que vivem dando 24 Contos da Lili patadas. Os famosos porquinhos não gostam de tomar banho, escovar os dentes e cortar as unhas.
  21. 21. Lindos os peixinhos são sempre os protegidos. Não podemos esquecer os que são venenosos como cobras. Contos da Lili 25
  22. 22. O camaleão muda de cor para se proteger. Alguns amiguinhos mudam de personalidade de acordo com a situação. E os fofinhos e carinhosos como os gatinhos? São demais! 26 Contos da Lili
  23. 23. Então, o Azeitona no Palito resolve atender o conselho Contos da Lili 27 de Noé e ser bom filho, bom aluno e bom amigo.
  24. 24. O Computador Contos da Lili 29
  25. 25. Este é o computador do Azeitona no Palito. O Azeitona no Palito conheceu a internet e se apaixonou. Ele passava os dias em frente ao computador nas salas de bate-papo. Ele achava engraçado as figurinhas que podia mandar e receber. 30 Contos da Lili
  26. 26. Um dia o computador do Azeitona no Palito estragou e, para conserta-lo, ele teria que trocar uma peça que levaria quinze dias para chegar. Ele ficou com o coração partido. Contos da Lili 31 Esse é o coração partido do Azeitona.
  27. 27. Nesses quinze dias, o Azeitona no Palito começou a observar que as pessoas eram como figurinhas com as quais ele brincava no computador. Percebeu que as palavras e os gestos eram mais fortes que as figurinhas. Percebeu que quando ele sorria, as pessoas também sorriam para ele. Percebeu que o abraço de sua mãe era muito gostoso e quentinho. Percebeu o valor das palavras: eu te amo e obrigado. Se lembrou de como era bom ficar sentado debaixo de uma árvore vendo as nuvens passarem em formato de bichinhos e de algodão doce. 32 Contos da Lili
  28. 28. Mas logo o Azeitona no Palito se entristeceu. Não por causa do computador, mas por causa da natureza e principalmente por causa do meio ambiente. Ele era um garoto inteligente e sabia de coisas que os outros garotos não sabiam. Sabia até de coisas que os adultos também não sabiam. Ele sabia que o rio Paraíba do Sul era a única fonte de abastecimento de água para mais de 12 milhões de pessoas. Contos da Lili 33 Pensou: - Caraca...é muita gente.
  29. 29. Isso sem contar que, além da água, o rio Paraíba do Sul também é fonte de energia elétrica, pois possui cinco reservatórios que são destinados aos sistema hidrelétrico. Começou a rir: - Meus amiguinhos vão pensar que esse nome é palavrão. 34 Contos da Lili
  30. 30. Mas o Azeitona no Palito voltou a ficar triste por causa do esgoto e detritos industriais não tratados que nele é despejado. Por causa do desmatamento das margens que protegem o rio e por causa do lixo e entulhos que nele são jogados. Como o Azeitona no Palito era muito esperto e vivo, não se conformou. Resolveu que seria um protetor da natureza. Resolveu que ajudaria a tomar conta das nascentes e lutaria para que o rio voltasse a ser belo e limpo e também que nele voltasse a viver várias espécies de peixes. Contos da Lili 35
  31. 31. Continue a história: __________________________________ __________________________________ __________________________________ __________________________________ __________________________________ __________________________________ ___________________________________ ___________________________________ ___________________________________ ___________________________________ ___________________________________ ___________________________________ ___________________________________ ___________________________________ __________________________________ __________________________________ __________________________________ __________________________________ 36 Contos da Lili
  32. 32. Azeitona no Palito e seus Amiguinhos Contos da Lili 37
  33. 33. Contos da Lili 39 Este é o Azeitona no Palito.
  34. 34. Azeitona no Palito estava brincando com seus amiguinhos no quintal de sua casa quando sentiu um sopro forte em seu ouvi-do. __O vento está me chamando. __O que será que ele quer? Disse Pituca. __Sou o Vento Brisinha e quero lhes contar um segredo. Pituca, que é uma menina alegre e de sorriso fácil, ficou com os olhos arregalados. Princesa Florzinha quase não respirava, para conseguir ou-vir. Biquinho Doce coçou a cabeça e pensou: Xiiiiii, ferrou! 40 Contos da Lili
  35. 35. O Vento Brisinha estava apavorado e contou que viu a Morte Fininha toda feliz com a degradação do planeta, dizendo que ia acelerar o fim da natureza. Foi quando Azeitona no Palito de verde ficou vermelho de rai-va. Ele, que escondia os braços para não guardar seus brinque-dos e seu material escolar, tirou os braços que sempre ficaram cruzados nas costas e ficou em posição de luta, dizendo que ia procurar a Morte Fininha. Pituca se pôs na frente do Azeitona. __Pare! Além de você ser um fracote, violência só gera violên-cia. Contos da Lili 41 Esqueceu que somos do bem? __É verdade. Falou a Princesa Florzinha.
  36. 36. Biquinho Doce concordou acrescentando: __Temos que usar a inteligência, a Morte Fininha é muito po-derosa e nosso planeta já está doente, pode não aguentar mui-to tempo. Ficaram horas imaginando um plano para neutralizar a Morte Fininha. Mas como salvar o planeta? Duas coisas teriam que ser feitas de imediato: “PRESERVAR E RECICLAR” Princesa Florzinha foi logo dando uma dura no Azeitona. __Trate de deixar seus braços bem à mostra, você vai precisar deles. Biquinho Doce retrucou: __Somos apenas quatro e temos a ajuda do Vento Brisinha, não somos super-heróis. Foi quando o Azeitona no Palito apareceu com uma capa se achando com superpoderes. 42 Contos da Lili
  37. 37. Pituca: __Me poupe Azeitona. Já tenho um plano para enganar a Mor-te Fininha. E herói não é só você, são todas as pessoas, adultos e crian-ças que colaborarem. Se cada um fizer a sua parte vai ser fácil salvar o planeta. Princesa Florzinha: __É isso aí. Vamos fazer nossa parte e incentivar nossas fa-mílias e nossos amigos a participarem. Vamos dar um “xô” na poluição do solo, da água, do ar, na poluição sonora e na polui-ção luminosa. Azeitona: __Como podemos fazer isso? Biquinho Doce: __É fácil, podemos começar com pequenos gestos: Não jogar lixo no chão. Não desperdiçar água ao escovar os dentes e tomar banho. Não estragar as folhas dos cadernos e livros. Azeitona: __Da hora! Mas dá para fazer um lanchinho antes? Só de pensar já estou ficando com fome. Quando penso na Morte Fininha me dá um frio na barriga. Contos da Lili 43
  38. 38. No dia seguinte os amiguinhos se encontraram novamente e estavam cheios de ideias para a preservação do planeta, apesar do medo que sentiam pela Morte Fininha. Estavam dispostos a procurar os postos de coleta seletiva de lixo. E como sempre o Azeitona no Palito não deixou por menos, estava usando uma máscara hospitalar. 44 Contos da Lili
  39. 39. Pituca balançou a cabeça. __O que é isso Azeitona? Eu já expliquei que é lixo limpo e não tem cheiro. São materiais secos. Recicláveis. Papel, plástico, vi-dro Contos da Lili 45 e metal.
  40. 40. O Vento Brisinha chega balançando as folhas das árvores e avisa que a Morte Fininha está chegando para tirar satisfação com a turminha. Ficaram todos amedrontados. A Morte Fininha chegou. Princesa Florzinha foi logo falando: __Dona Morte não temos nada com isso, só estamos cum-prindo ordem do “eco”, não é Biquinho Doce? __É, é, é, é sim. O eco falou que é mais esperto que a senhora e quer duelar para ver quem vence. __E quem é esse eco? Gritou a morte. Biquinho Doce gaguejava, mas continuou. __Ele mora na mata perto de onde o vento faz a curva e falou que vai te vencer pelo cansaço. Dona Morte já estava azul de brava. __Quem esse eco pensa que é para duelar comigo? 46 Contos da Lili
  41. 41. Contos da Lili 47 O Azeitona no Palito apesar de tremer igual vara verde conseguiu pronunciar: __Ele falou que vai repetir tudo o que Dona Morte falar, vai cansá-la e vencer o duelo, deixando-a exausta. Disse também que não acredita que a Dona Morte aceitará o desa-fio. Que ele é o maior e o mais pode-roso. Dona Morte de azul de brava, fi-cou roxa de transtornada e foi ao en-contro do eco. Chegando onde o vento faz a curva a Morte Fininha gritou. __Eco. E ouviu a resposta. __Eco. E assim começou o duelo entre o eco e a Morte Fininha. Os amiguinhos aproveitaram para cui-dar do planeta e ficaram rezando para a Morte Fininha não descobrir que estava sendo enganada. Fim
  42. 42. O Cheff de Cozinha Azeitona no Palito Contos da Lili 49
  43. 43. 50 Contos da Lili Este é o Azeitona no Palito.
  44. 44. O CHEFF DE COZINHA AZEITONA NO PALITO Contos da Lili 51 Capítulo 1 Sou conhecido como Azeitona no Palito pelo meu formato de pernas compridas e finas e a barriga arredondada pela minha gulodi-ce. Pelo fato de ser bastante preguiçoso, por ter muito de pregui-çoso, talvez a maior parte de mim seja preguiçoso. Meus amiguinhos começaram a fazer minha caricatura sem os braços. As famosas frases me caem bem: - Não tem mão não? - Não tem braço não? Só que agora estou crescendo... Daqui a pouco já serei adolescente e quando eu menos per-ceber já terei me tornado um homem. Será que quando for adoles-cente continuarei a ficar deitado só pensando na vida?
  45. 45. Já não quero mais brincar de Vaquinha Mumu e nem de Por-quinho Fuçafuça. Já começo a pensar na Pituca como minha namora-da, quando ela crescer. Terei que começar a pensar em qual profissão terei no futuro. Tem que ser algo bem gostoso e divertido, mas o que? - Hummm... - Gostoso e divertido... - Divertido e gostoso... - Já sei !!!!!!! 52 Contos da Lili
  46. 46. Serei um Cheff de Cozinha !!!!!! Vou preparar pratos fantásticos e com azeitona. Para ser um excelente profissional começarei logo, vou pedir ajuda da mamãe para fazer as receitas e convidar meus amiguinhos para saborear e opinar. Contos da Lili 53
  47. 47. 54 Contos da Lili Capítulo 2 Assim o Azeitona no Palito fez. Providenciou um caderno para fazer suas anotações sobre as receitas e a opinião de seus amigui-nhos. Afinal não seria trabalho árduo, comer e se divertir. Agora teria que convencer sua querida mãezinha a satisfazer suas vontades. Para isso teria que estar com notas boas na escola, ser obediente, tomar banho todos os dias, escovar os dentes após as refeições, lavar sempre as mãos e estar com as unhas cortadas, o cabelo penteado e a roupa limpa, o material escolar e suas gavetas organizadas. Nossa...Quanta coisa. Teria também que usar as palavrinhas mágicas: - Por favor - Obrigado - Com licença - Me desculpe Mas o Azeitona no Palito quando queria uma coisa, queria messsssssssssssssssssmo e como era pelo seu futuro profissional e para chamar a atenção da Pituca, resolveu que faria tudo que fosse necessário.
  48. 48. Contos da Lili 55 Capítulo 3 A princípio a mãe do Azeitona achou uma maluquice, talvez mais uma de suas travessuras. Resolveu arriscar. Poderia assim ensinar algumas lições de higiene e comporta-mento para a garotada. E como estava um dia chuvoso e o Azeitona estava se com-portando bem, decidiu convidar os amiguinhos de seu filho para sa-borear o seu famoso “Macarrão Torrado” no finalzinho da tarde. O Azeitona quase não acreditou e já deixou seu caderno de anotações sobre culinária em cima da mesa.
  49. 49. 56 Contos da Lili Capítulo 4 - Biquinho Doce. Rápido, rápido, temos que nos reunir lá em casa no final da tarde para dar início na minha carreira de Cheff de Cozinha. Me ajuda reunir a Princesa Florzinha e também a Pituca. De agora em diante teremos refeições e deliciosos lanches a base de azeitona. - Tô sabendo, vai ser na base do Azeitona, digo na casa do Azeitona...hehehe. As meninas vão adorar, vão ficar trocando receiti-nhas... hehehe. - Olha aqui Biquinho, se não quiser não precisa ir, eu mesmo chamo as meninas. - Acha que eu vou perder essa boquinha, comida saudável e gostosa e a companhia dos meus melhores amigos? Pode deixar eu chamo as nossas colegas e avise para a sua mãe que chegaremos de banho tomado e cabelo penteado. E claro, de barriga vazia...hehehe.
  50. 50. Contos da Lili 57 Capítulo 5 A mãe do Azeitona ensina que é necessário antes de começar a cozinhar, prender o cabelo e se possível colocar um lenço amarrado na cabeça. Estar com as roupas limpas e se possível colocar avental, lavar as mãos e verificar a data de validade dos alimentos que serão utiliza-dos. Os utensílios e as panelas deverão ser lavados com água e sabão. E... Principalmente preparar tudo com muita atenção e cuidado para não haver acidentes domésticos como cortes e queimaduras. Fazer tudo com capricho e bastante carinho, pois os alimentos são abençoados. Ensina também que antes das refeições temos que agradecer a Papai do Céu pela comida e por estarmos saudáveis e felizes. Azeitona anota tudo em seu caderno.
  51. 51. 58 Contos da Lili Capítulo 6 Todos já sentados à mesa e com as mãos muito bem lavadas saboreiam o delicioso macarrão torrado. Não era para menos, o Azeitona no Palito já estava muito fa-minto com esse negócio de ser Cheff de Cozinha, anotar tudo e ouvir as explicações de sua mãe lhe deu maior fome. Olhou para a Pituca e pensou: Quero ser sempre criança e ter minha mãe para cuidar de mim, mas também quero crescer e namo-rar a Pituca. Seu pensamento foi quebrado com as risadas de seus amigui-nhos. Nem bem começou a comer o macarrão torrado, Biquinho Doce já queria saber o que tinha para sobremesa. E o Azeitona ficou vermelhinho quando Pituca toda feliz pis-cou os olhos para ele. FIM
  52. 52. Contos da Lili 59 RECEITA Macarrão Torrado Rendimento: 6 a 8 pessoas. Ingredientes: - 1 cabeça de alho - 2 colheres de sopa de óleo - 500 gramas de macarrão Padre-Nosso - Sal à gosto - 150 gramas de azeitona com caroço ou 100 gramas de azeitona sem caroço. Modo de preparo: Descascar e cortar o alho em pedacinhos pequenos. Cortar a azeitona em pedaços. Colocar cerca de 1 litro de água para ferver. Colocar o óleo em uma panela, colocar o macarrão e torrar igual arroz por cerca de 5 minutos. Acrescentar o alho e continuar torrando por cerca de mais 5 a 10 minutos. Colocar a água fervente e sal a gosto, mexer bem e deixar cozinhar. Quando o macarrão estiver quase cozido colocar a azeitona e com-pletar o cozimento. Dicas: - Pode deixar secar bem e servir com queijo ralado por cima ou dei-xar um pouco de caldo e servir com pão ou torradinha. - A azeitona pode ser substituída por tomate seco e também por pedacinhos de carne ou frango cozidos (aproveite as sobras). Vantagem: Fácil de fazer, de preparo rápido e bem nutritivo. Use sua criatividade para enfeitar o prato e experimentar novos sabores. Bom apetite!
  53. 53. Observações e curiosidades importantes sobre o 60 Contos da Lili alimento: Azeitona 1) Todo alimento deve ser consumido com moderação. 2) Dá sabor refinado e embeleza os pratos que compõe. 3) O Azeite que é muito saudável é derivado da Azeitona. 4) A Oliveira, árvore que produz o fruto da Azeitona pode che-gar até mil anos. 5) A Azeitona (Oliveira) é cultivada há cerca de 8 mil anos. 6) A Azeitona integra as Lendas e Histórias da Grécia, Itália, Egito e países árabes. Conta-se que o fruto estava na bagagem dos reis magos quando visitaram Jesus. Deixe sua curiosidade agir e pesquise sobre a Azeitona, você se surpreenderá com a história e com as receitas que encontrará. Obrigada por ler. Um mundo de beijinhos carinhosos. Eliana Neri
  54. 54. Sobre a Autora
  55. 55. Eliana Neri nasceu em São Lourenço/ MG em 13 de abril de 1966. Mora em Barra Mansa/RJ por mais de 40 anos. Escreve contos infantis e os publica de forma independente desde o ano de 2000. Criou a série infantil Contos da Lili com o inusitado personagem Azeitona no Palito. Tem participação nas antologias: Elas Escrevem - Volumes I e II (Andros Editora); Contos Cotidianos (Editora Regência); Histórias para você dormir Volumes 3 e 4 (Valladares Books); 50 Melhores Histórias Infantis (Valladares Books); Palavras Sem Fronteiras - Volume II (Valladares Books); Elas Pintam...Elas Pensam! (Valladares Books). É Associada À Literarte - Associação Internacional de Escritores e Artistas. É Correspondente Acadêmica da ALAB - Academia de Letras e Artes Buzianas (Búzios). É Correspondente Acadêmica da ALAV - Academia de Letras e Artes Valparaíso (Chile). Tem um projeto já aprovado pela Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro para a 1ª Bienal do Livro do Médio Paraíba. Recebeu o Troféu do Prêmio Literarte de Cultura 2012, em cerimônia realizada na cidade de Curitiba/PR. Está escrevendo um livro sobre seu tio-avô (que foi padre no século passado).

×