Anjos

1.053 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.053
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Anjos

  1. 1. ANJOSA Enciclopédia Católica nos diz que os Anjos são seres espirituaisque atuam como intermediários entre os homens e Deus. Eles sãoimortais e muitas vezes são citados como mensageiros. Seu trabalhoconsiste em comunicar a vontade de Deus aos homens e oferecerauxílios a nós, imortais.Os que melhores estudaram e se dedicaram à Angelologia (é otratado acerca dos os Anjos; crença na intervenção dos anjos),foram:DIONISIO, o Areopagita, quer dizer membro do areópago, TribunalSupremo Ateniense, Dionísio, o areopagita foi um monge sírio cujoclássico As Hierarquias Celestiais foi escrito no século VI, fez umasíntese maravilhosa das correntes filosóficas neoplatônicas do OrienteMédio sobre os Anjos, à luz de sua teologia e experiência crista.Hildegarda de Bingen, madre superiora alemã do século XII,apesar de invocar a tradição da angelologia por meio da tradiçãomonástica da igreja ocidental, jamais trabalhou fora de suasexperiências visionarias com reinos angelicais.São Tomas de Aquino, o Doutor Angélico, teólogo - filosofo doséculo XIII, elaborou uma síntese do estudo dos anjos, incluindo asopiniões do filosofo muçulmano Averróis, os escritos de Dionísio, oAreopagita, a ciência e a filosofia e a tradição bíblica.Afirmava que os Anjos têm uma relação especial com a luz, com ofogo e com os fótons.Há paralelos surpreendentes entre Aquino e Einsten com respeito ànatureza dos Anjos e dos Fótons: em sua locomoção e no modo de semovimentar nas viagens pelo universo, em sua perenidade e em seudesprovimento de massa.No século I, quando as Escrituras foram redigidas, a principalpergunta que circulava na bacia mediterrânea era: os Anjos sãonossos amigos ou nossos inimigos? Todos acreditavam em Anjos naGrécia e em Roma; eles faziam parte da Cosmologia corrente. Mas aoutra pergunta é: Podemos confiar nessas forças invisíveis doUniverso, que movem os planetas e os elementos? O que estáacontecendo hoje não é mero ressurgimento do interesse nos Anjos.A nova Cosmologia levanta novas questões e aumenta o raio de açãoangélica no Universo. Atualmente, temos grande necessidade deentender o papel da consciência alem dos domínios humanos. Essesdesafios exigem um revisionismo da Angelologia uma nova fase em
  2. 2. nossa compreensão dos reinos angélicos e em nosso relacionamentocom eles. Pois:Os Anjos são numerosos, o numero de anjos ultrapassa em muito onumero de grãos de areia da Terra. Reconhecemos o cosmo repletode inúmeras galáxias, com cada uma contendo bilhões de estrelas.Quando olhamos para o céu à noite, vemos apenas as estrelas denossa galáxia.Se os Anjos estão conectados às estrelas, então teríamos,literalmente, um número astronômico de anjos.Por exemplo: Segundo os Hindus,os Devas compreendem três vastascategorias, denominadas, em ordem hierárquica decrescente,Arupadevas, Rupadevas e Kamadevas, distribuídas em 33 amplosgrupos e 7 grandes hierarquias, num total de 330 milhões deindivíduos. Isto só segundo os Hindus.O mais provável é que os Anjos e as criaturas corpóreas tenham sidocriados simultaneamente. Os anjos estão presentes desde a origemdo universo;Segundo a tradição, há nove tipos de Anjos, organizados em trêsordens ou coros de anjos.PRIMEIRA ORDEM OU CORO – Serafins, Querubins e Tronos.SEGUNDA ORDEM OU CORO – Dominações, Virtudes e Potestades;TERCEIRA ORDEM OU CORO – Principados, Arcanjos e Anjos.A PRIMEIRA ORDEM dos Anjos sagrados detém cima de todas asoutras, a característica do fogo, a exuberante participação nasabedoria divina e a posse do mais alto conhecimento dasiluminações divinas. São os Conselheiros Celestiais.SERAFINS quer dizer aqueles que acendem ou aquecem. Serafinssão os Anjos mais evoluídos da hierarquia.Eles são responsáveis pelo equilíbrio, pela sintonia e pelo movimentoentre os Planetas, e outros corpos celestes. Eles trabalham com osom ou regendo a musica das esferas, o que claramente indica suaeterna e incessante rotação em torno dos princípios divinos,dissipando e destruindo as sombras da escuridão. Eles, para alguns,possuem seis asas e aparentemente são os únicos entes sagradoscom permissão para permanecer na presença de Deus.
  3. 3. QUERUBINS denotam abundancia de conhecimentos ou umatorrente de sabedoria. QUERUBINS são os verdadeiros trabalhadoresda luz, pois trabalham como guardiães de toda a energia de luz e decor do Universo. Eles ajudam a dirigir e a transformar a luz que seirradia do Sol, da Lua e das Estrelas, de forma que possa ser recebidanos lugares em que é mais necessária. Para alguns, eles possuemasas grandes, uma cabeça humana e corpo de animal.OS TRONOS simbolizam a abertura para o acolhimento de Deus. OsTronos são os supervisores angélicos de cada Planeta. O Trono quesupervisiona a Terra trabalha em conjunto com os Serafins paramantê-la no curso e no relacionamento correto com os outrosPlanetas. O Trono da Terra também se preocupa com o equilíbrioentre as espécies e se empenha para evitar ou amenizar cataclismos,como grandes inundações, erupções vulcânicas, secas ou abalossísmicos de grandes proporções, Cada Planeta tem seu próprio TronoA Bíblia é vaga no tocante à descrição dos Tronos, mas nela eles sãocitados.SEGUNDA ORDEM OU CORO- Dominações, Virtudes e Potestades.São denominados de Governadores Celestes.DOMINIOS são os conselheiros, os informantes, provedores emestres de todos os anjos em evolução.Eles ajudam cada Anjo da Guarda em particular a cuidar do bem-estar da pessoa encarnada para a qual foram designados.VIRTUDES são os ouvintes, que atendem às orações e pedidos decura. Eles enviam concentrações adequadas de energia divina pararegiões ou pessoas especificas.POTESTADES são os inspiradores da consciência humana ou dasidéias mais elevados. Eles também supervisionam os ritmos donascimento. As Potestades cuidam dos registros akaskicos, guardamo inconsciente coletivo e instigam a ressonância mórfica. Os registrosAkaskicos são os registros de diferentes modos de expressar a crençade que todos os outros membros da raça humana, e ficam sutilmentegravados no banco de memória coletivo, são os conhecimentos quecircundam a Terra. Jung estudou intensamente o inconscientecoletivo e Rupert Sheldrake a ressonância mórfica.A TERCEIRA ORDEM OU CORO – Principados, Arcanjos e Anjos semtítulos.São denominados de Mensageiros.
  4. 4. PRINCIPADOS são os supervisores e guardiães de grandes grupos eorganizações de nações e cidades.ARCANJOS iluminam todos os aspectos do empenho humano e nosajudam a nomear, interpretar e trabalhar com os princípios divinos ouarquétipos de qualidades superiores. Os Arcanjos mais comumentecitados são Miguel, Gabriel, Uriel e Rafael.Os Arcanjos podem ser invocados para trazer benções, segurança eproteção para nossa vida diária, e para ajudar-nos a ver com maisclareza os objetivos da nossa vida.ANJOS SEM TITULO São aqueles que se aproximam das nossasvibrações terrenas e nos trazem qualidades angelicais tais como:alegria, riso, harmonia, paz, amor, sincronicidade e muitas outras.Alguns dizem que estes estão envoltos em túnicas brancas. Possuemum par de asas e são mais poderosos e inteligentes do que oshomens. Em geral, recebem a incumbência de vigiar e ajudar oshumanos no dia-a-dia. São incluídos nesta subdivisão os nossosAnjos da Guarda.Alguns relatos sobre os Anjos:Os Anjos podem ter exercido um paepl especial no nascimento dalinguagem.Michael rege o Leste, Rafael rege o Oeste, Gabriel rege o Norte eUriel rege o Sul.Eles inspiram os profetas e despertam a imaginação e a intuiçãohumana e assim amparam os artistas de modo especial.Seu principal oficio é louvar.Estão presentes na adoração sagrada. Constam das lendas, rituais emitos de todas as religiões, com diferentes nomes e figuram nascerimônias e símbolos maçônicos.Tanto os Anjos bons quanto os maus agem no âmbito de nossaconsciência e tomada de decisões.Eles não têm corpos físicos, mas podem assumir temporariamente aaparência humana ou outros corpos com a finalidade de se comunicarcom os seres humanos e ajudá-los.Eles acompanham as pessoas desta vida para a próxima.A maioria dos anjos são amistosos, mas nem todos.
  5. 5. Cristo tem poder sobre os Anjos.Na historia de Jesus, os Anjos estão presentes em todos osmomentos críticos; na Anunciação, em sua concepção; em seunascimento; em sua experiência de batismo; em sua ida ao deserto,onde foi socorrido pelos Anjos enquanto lutava com os demônios eera tentado por Satanás no Jardim de Getsemani; na Ressurreição ena AscensãoEm diversas cerimônias judaicas, há invocações aos Arcanjos Miguel,Uriel, Rafael e Gabriel como guardiões dos quatro pontos cardiais.Na tradição católica, temos uma oportunidade particular de travaramizade com eles na festa de São Miguel e de todos os Anjos, em 29de setembro.O Corão supostamente teria sido revelado a Maomé por ninguémmais que o Anjo Gabriel.Um Anjo apareceu a Maria para lhe contar que ela seria a mãe deCristo.São Pedro foi libertado da prisão por um anjo.Rafael é um Serafim e também o chefe dos anjos da Guarda e cadahumano tem seu Anjo da Guarda.A idéia do Anjo da Guarda é tão amplamente difundida que pode serencontrada em toda a alma humana, Os Judeus falavam dele, osgregos chamavam-no daimon, os romanos genius. Mesmo que hojemuitos não acreditem mais em Deus, ou encontram dificuldades paraentrar em relação pessoal com Deus, eles crêem mesmo assim noAnjo da Guarda. É uma espécie de “fé que busca” Deus. Pois quemfalado Anjo da Guarda sabe que ele vem de Deus, que Deus elemesmo colocou a seu lado um Anjo da Guarda.FINALIZANDODepois que Deus criou os Anjos, Ele criou os seres humanos e disseaos Anjos que se curvassem diante da humanidade, reverenciando-ae velando por ela. Segundo alguns relatos, foi esse episodio queprovocou a Batalha do Céu e a queda de Satã, o Anjo caído, que pororgulho ou inveja, se recusou a obedecer. Segundo outro relato, osseres demoníacos já estavam vivos e fortes muito tempo antes queAdão e Eva acordassem.Para os anjos a morte ou o sofrimento físico não é a pior coisa quepode acontecer, a pior coisa é a morte moral e a corrupção espiritual.
  6. 6. Eis que surgem os seres humanos. Agora Deus concede a eles o lugardos Anjos perdidos para que os homens completem o louvor que osanjos se negarem a prestar, assim os seres humanos substituem osAnjos caídos. Passamos a constituir o Décimo Coro ou Ordem deAnjos. Deus tomou o esplendor que Lúcifer, o portador da luz e seusseguidores deixaram para trás quando se lançaram na escuridão e oentregou à humanidade, o que é um sinal de nossa responsabilidade,implicando a idéia de que devemos fazer um trabalho melhor do queo deles.BIBLIOGRAFIAFOX, Matthew; SHELDRAKE, Rupert. A física dos anjos – Umavisão científica e filosófica dos seres celestiais. São Paulo:Ed. Aleph, 2008.GRANT, Robert J. A hierarquia angélica e o karmaplanetário. São Paulo: Ed. Pensamento, 1999.GRÜM, Anselm. Cada pessoa tem um anjo. São Paulo: Ed.Vozes, 2009.GRZICH, Mirna A. Anjos. São Paulo: Texto Editores Ltda, 2011.LELOUP, Jean-Yves. Anjo – Como mestre interior. Rio deJaneiro: Ed. Vozes, 2010.MCLEAN, Penny. Os anjos espíritos protetores. São Paulo:Pensamento, 1989.PHILLIPS, Ron. Nossos aliados invisíveis. Rio de Janeiro: BVFilms, 2010.PROPHET, Elizabeth Clare. Anjos caídos. Rio de Janeiro: NovaEra, 2009.Os serafins e os anjos do sucesso. Rio de Janeiro: Nova Era,2009.QUADROS, Antonio. Anjo branco, anjo negro. Lisboa: PereiraA. M. Pereira, 1973. STONE, Perry. Anjos em missão. Rio de Janeiro: BV Films,2010.
  7. 7. Autor: Acadêmico Antonio Alberto Rocha

×