Exercicios geografia

1.665 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.665
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
46
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Exercicios geografia

  1. 1. Visitantes Mostrando postagens com Questões: População marcador Exercícios. Mostrar todas as postagens Postado por *Geoprofessora* . segunda-feira, 10 de setembro de 2012 0 comentários Marcadores: Demografia, Exercícios, População, Teorias de Crescimento Populacional Conteúdo: Demografia, Indicadores Sociais, Teorias sobre o crescimento Série: 1º e 3ºano do da população. Ens.Médio 01. [UEL-PR] A população mundial está concentrada sobretudo nos países subdesenvolvidos, ainda que alguns desenvolvidos estejam entre os mais populosos. Em termos absolutos, qual é o continente mais populoso? (A). Oceania. (B). Ásia. (C). Europa. (D). África. (E). América. 02. Observe a charge. O ritmo do crescimento demográfico da espécie humana perante os recursos naturais disponíveis no planeta gera polêmica entre cientistas há, pelo menos, dois séculos. A ilustração expressa uma perspectiva sobre o crescimento da população mundial coerente com a seguinte teoria demográfica: (A). liberal. (B). malthusiana. (C). marxista. (D). neomalthusiana. (E). reformista. 03. [FAAP-SP] Os índices de analfabetismo são alarmantes. O ser humano fica impossibilitado de desenvolver as suas potencialidades, de conhecer os fatos, de comparar, de enxergar melhor o mundo que está em sua volta e ao qual ele pertence. É mais provável que o texto anterior possa ser aplicado a milhões de pessoas que vivem na: (A). África e América Anglo-Saxônica. (B). Europa e América Anglo-Saxônica. (C). América Latina e Rússia. (D). Ásia Meridional e Europa. (E). África e América Latina. 04. [PUCCamp-SP] Considere o gráfico apresentado a seguir.
  2. 2. A análise do gráfico e seus conhecimentos sobre a população mundial permitem afirmar que os atuais índices de aumento da produção mundial de alimentos: (A). não eliminam a fome das áreas pobres uma vez que os maiores aumentos na produção ocorreram nas áreas desenvolvidas, beneficiando uma pequena parcela da população mundial. (B). reduzem consideravelmente o problema da fome, sobretudo nos países com acentuada vocação agrícola. (C). refletem o esforço realizado pelos países de mais avançada tecnologia, no sentido de promover uma revolução agrícola em nível mundial. (D). revelam a eficiência de programas conjuntos de controle de natalidade e desenvolvimento agrícola realizados nos países subdesenvolvidos. (E). tornam a teoria malthusiana definitivamente ultrapassada, possibilitando à população voltar a crescer aos níveis anteriores aos de 1950. 05. (UFPE) Um estudo sobre a dinâmica e a distribuição da população de uma determinada área é realizado a partir do conhecimento e da compreensão dos seus indicadores demográficos. Em relação a alguns desses indicadores, analise as proposições abaixo. I. [ ] A densidade demográfica é obtida a partir da divisão da superfície territorial de um lugar pela sua população absoluta. II. [ ] A taxa de fecundidade é um indicador populacional que influencia diretamente o comportamento de um outro indicador, o da natalidade. III. [ ] A taxa de mortalidade infantil identifica o número de óbitos de crianças menores de um ano. IV. [ ] O crescimento vegetativo é calculado com base nas taxas de natalidade, mortalidade e migração. V. [ ] O superpovoamento de uma área não é identificado apenas pela densidade demográfica, mas também pelas condições socioeconômicas existentes. As alternativas verdadeiras são: (A). I e IV apenas. (B). I, II e III apenas. (C). I, III, IV e V apenas. (D). II, III e IV apenas. (E). II, III e V apenas. 06. [FEI-SP] Observe atentamente as pirâmides etárias da população brasileira que se encontram a seguir: (A). a primeira pirâmide populacional é típica de um país em desenvolvimento – maioria da população é jovem –, já a segunda aponta para um país subdesenvolvido, onde as altas taxas de mortalidade infantil fazem com que a população
  3. 3. mais jovem “encolha”. (B). as melhores condições de vida no campo geraram um aumento de expectativa de vida da população, mas não tiveram impacto sobre as elevadas taxas de natalidade, que matém ainda o país como predominantemente jovem. (C). as pirâmides mostram que o Brasil, ao longo dos trinta anos que se passaram, efetuou a chamada transição demográfica, apresentando um envelhecimento de sua população. (D). devido ao elevado número de jovens do país as alterações ocorridas na distribuição etária da população brasileira ao longo desses trinta anos não provocaram impacto algum na economia brasileira. (E). não existem alterações substanciais na distribuição da população brasileira, já que a taxa de natalidade se manteve constante ao longo do período. 07. [UFRGS-RS] Assinale a alternativa que preenche correta e respectivamente as lacunas do parágrafo abaixo, na ordem em que aparecem. Caso os componentes demográficos (fecundidade, mortalidade e migrações) do Brasil continuem apresentando, nas próximas cinco décadas, comportamento similar ao atual, a pirâmide etária brasileira, em 2050 apresentará base _____________, altura ___________ e topo _______________. (A). estreita – grande – estreito (B). estreita – pequena – estreito (C). estreita – pequena – largo (D). larga – grande – largo (E). larga – pequena – estreito 08. [UFSC] Com base na tabela que trata da população absoluta e relativa dos países mais populosos do mundo e nos seus conhecimentos sobre esse assunto, assinale a(s) proposição(ões) correta(s). I. O Brasil é um país bastante povoado. II. O Brasil é um país bastante populoso. III. O Brasil é um país populoso e bastante povoado. IV. Comparado aos principais países mais populosos do mundo, o Brasil possui baixa população relativa. V. Por ser um país bastante povoado, o Brasil não exige políticas de desenvolvimento regional para a ocupação do território. Estão corretas as alternativas: (A). I e III apenas. (B). I, III e V apenas. (C). I, II e V. (D). III e IV apenas. (E). II e IV apenas. 09. [UEL-PR] Sobre a economia e o desenvolvimento brasileiros na atualidade, é correto afirmar que: (A). a atual renda per capita permite classificar o poder aquisitivo dos brasileiros como muito elevado. (B). a esperança de vida do brasileiro é a mesma em todo o território nacional. (C). a geração de renda proporcionada pela economia informal é relevante para o desenvolvimento do país. (D). o atual nível de desenvolvimento brasileiro não foi acompanhado por mudanças de práticas culturais nem de hábitos de consumo, os quais permanecem semelhantes aos que existiam nos anos 50. (E). o setor primário já não exerce influência na balança comercial brasileira e, portanto, não interfere no nível de
  4. 4. desenvolvimento do país. 10. [Unirio-RJ] A cidade reflete as contradições da sociedade que a produz. No relato de seus habitantes, é possível se perceber a lógica perversa do sistema. “Quando eles se cansavam de andar pelas ruas, eles pediam: – Mãe, eu quero ir para casa! Aí eu tinha que explicar pra eles: nós não temos casa, até eles se acostumar…” Wagner Celestino. Cortiços: uma realidade que ninguém vê. Analisando o texto anterior, podemos constatar que o(a): (A). processo de ocupação dos espaços urbanos demonstra o caráter igualitário da sociedade. (B). crescimento populacional é o grande responsável pela situação de miséria, e o controle da natalidade é a única solução. (C). atuação do Estado tem sempre a intenção de democratizar o acesso aos serviços públicos essenciais. (D). exclusão social está presente na paisagem urbana, não respeitando nem mesmo as áreas nobres. (E). especulação imobiliária promove a segregação do espaço urbanizado, gerando, assim, a igualdade social. 11. Fuvest-SP “O crescimento populacional contemporâneo é responsável pela estagnação econômica do Terceiro Mundo.” “Os altos investimentos demográficos desviam os escassos recursos de capital do investimento produtivo.” “O planejamento familiar visa a alterar as taxas de fertilidade sem precisar modificar as estruturas fundamentais da sociedade.” Essas afirmações integram uma doutrina demográfica: (A). terceiro-mundista. (B). neomarxista. (C). neomalthusiana. (D). muçulmano-xiita. (E). clerical-progressista. 12. [UFPR] Seguem abaixo algumas medidas que permeiam a discussão sobre o problema da exclusão social. Assinale a que estaria em consonância com a teoria de Malthus, segundo exposta no texto de referência. (A). Alfabetização de adultos. (B). Bolsa-escola. (C). Cesta básica. (D). Esterilização de mulheres de baixa renda. (E). Qualificação profissional. 13. Qual do slogans a seguir poderia ser utilizado para defender o ponto de vista dos reformistas? (A). “Basta mais gente, que o país vai pra frente” (B). “Com saúde e educação, o planejamento familiar virá por opção!” (C). “Controle populacional já, ou o país não resistirá.” (D). “População controlada, país rico.” (E). “População menor, educação melhor”. 14. Qual dos slogans abaixo poderia ser utilizado para defender o ponto de vista neomalthusiano? (A). “Controle populacional – nosso passaporte para o desenvolvimento.” (B). “O crescimento gera fraternidade e riqueza para todos.” (C). “População abundante, país forte.” (D). “Sem reformas sociais o país se reproduz e não produz.” (E). “Justiça social, sinônimo de desenvolvimento.” 15. Eles fazem parte de uma corrente que defende Teorias Marxistas Demográficas e consideram a própria miséria como responsável pelo acelerado crescimento da população. Por isso, defendem propostas socioeconômicas onde seja possível a elevação do padrão e da qualidade do nível de vida. Estes teóricos são: (A). Os Antinatalistas. (B). Os Reformistas. (C). Os Malthusianos. (D). Os Neomalthusianos. (E). Os Alarmistas. 16. (ESPM) Observe a afirmação: Há somente um homem excedente na Terra: Malthus. P J. Proudhon . Com essa frase, o líder anarquista procurava criticar: (A). a tese de que a diminuição gradual da população, a partir das mudanças implementadas pela Revolução Industrial
  5. 5. e urbanização, comprometeria o chamado “exército de reserva”. (B). a tese do crescimento geométrico da produção alimentar em contraposição ao crescimento aritmético da população. (C). os marxistas que faziam a apologia do crescimento demo- gráfico do proletariado como estratégia revolucionária. (D). a tese reformista em não reconhecer que o crescimento demográfico descontrolado supera e compromete a produção alimentar que cresce em ritmo aritmético. (E). a tese demográfica proposta por Thomas Malthus em atribuir ao crescimento demográfico a responsabilidade pelas mazelas sociais. 17. (UFRR) O envelhecimento da população está mudando radicalmente as características da população da Europa, onde o número de pessoas com mais de 60 anos deverá chegar nas próximas décadas a 30% da população total. Graças aos avanços da medicina e da ciência, a população está cada vez mais velha. Isso ocorre em função do: (A). Aumento da longevidade e do crescimento vegetativo. (B). Aumento da natalidade e diminuição da longevidade. (C). Crescimento vegetativo e aumento da taxa de natalidade. (D). Declínio da taxa de mortalidade e diminuição da longevidade. (E). Declínio da taxa de natalidade e aumento da longevidade. 18. (MACK) O Brasil em 2020 Será, é claro, um Brasil diferente sob vários aspectos. A maior parte deles, imprevisível. Uma década é um período longo o suficiente para derrubar certezas absolutas (ninguém prediz uma Revolução Francesa, uma queda do Muro de Berlim ou um ataque às torres gêmeas de Nova York). Mas é também um período de maturação dos grandes fenômenos incipientes — dez anos antes da popularização da internet já era possível imaginar como ela mudaria o mundo. Da mesma forma, fenômenos detectáveis hoje terão seus efeitos mais fortes a partir de 2020. David Cohen, Revista Época, 25/05/2009 Com base no enunciado, observe as afirmações abaixo, assinalando V (verdadeiro) ou F (falso). ( ) A diminuição da fecundidade no Brasil deve-se às transformações econômicas e sociais que se acentuaram na primeira metade do século XX devido à intensa necessidade de mão de obra no campo, inclusive de mulheres, fato este que elevou o país ao patamar de agrário-exportador. ( ) Devido à mudança do papel social da mulher do século XX, ela deixa de viver, exclusivamente, no núcleo familiar, ingressando no mercado de trabalho e passando a ter acesso ao planejamento familiar e a métodos contraceptivos. Esses aspectos, conjugados, explicam a diminuição vertiginosa das taxas de fecundidade no Brasil. ( ) As quedas nas taxas de natalidade de um país levam, ao longo do tempo, ao envelhecimento da população (realidade da maioria dos países desenvolvidos). Neste sentido, verifica-se uma forte tendência a um mercado de trabalho menos competitivo e exigente, demandando menos custos do Estado com os aspectos sociais. Dessa forma, a sequência correta, de cima para baixo é: (A). VVV. (B). FVV. (C). VVF. (D). FVF. (E). VFV. 19. (UFG-GO) As migrações atuais de trabalhadores oriundos dos países pobres em direção aos países ricos têm como causas: (A). a desigual densidade demográfica nos países pobres e a boa qualidade de vida nos países ricos. (B). o desemprego estrutural nos países pobres e a alta produtividade tecnológica dos países ricos. (C). a competição pelo mercado de trabalho nos países pobres e o aumento do trabalho informal nos países ricos.
  6. 6. (D). o crescimento de conflitos sociais no cam¬po, nos países pobres e a estabilidade econômica nos países ricos. (E). a crise do emprego e dos salários nos paí¬ses pobres e o interesse dos países ricos pelos salários baixos do migrante. 20. (UNIFESP) Na Espanha, casais recebem 2500,00 euros caso gerem um filho ou adotem uma criança. Além disso, o governo socialista legalizou cerca de 3 milhões de imigrantes ilegais nos últimos anos. Estas ações podem ser justificadas pela (A). ausência de mulheres em idade reprodutiva. (B). estagnação do crescimento econômico no país. (C). necessidade de repor mão-de-obra. (D). participação de mulheres no alto escalão do governo. (E). pressão popular para cumprir promessas de campanha. Atividade: Domínios Morfoclimáticos Postado por *Geoprofessora* . terça-feira, 12 de junho de 2012 3 comentários Marcadores: Exercícios, Vegetação Atividade: Domínios Morfoclimáticos Conteúdo: Domínios Morfoclimáticos brasileiros. Série: 7ºano EF e 1ºano do EM Atividade: Preencher a folha de atividade abaixo. Realização de uma ficha-resumo com as principais características de cada Domínio Morfoclimático brasileiro, localização no mapa desse ecossistema e representação da paisagem desse domínio (através de recortes, desenho ou impressão de imagens). Colocar o título com o nome do domínio representado. Fazer uma exposição das atividades. Links: http://geoprofessora.blogspot.com.br/2012/02/slides-vegetacao.html http://geoprofessora.blogspot.com.br/2012/02/trabalho-de-geografia.html http://geoprofessora.blogspot.com.br/2010/12/aula-vegetacao.html Atividade: Homem e Meio Postado por *Geoprofessora* . quarta-feira, 16 de maio de 2012 0 comentários Marcadores: Agropecuária, Ecologia, Exercícios, Meio Ambiente
  7. 7. Conteúdo: Meio, Relação homem e natureza, agricultura, pecuária, espaço geográfico, ecossistema, trabalho. Série: 8ºano e 9ºano do Ensino Fundamental. Atividade: Observeção da sequência de imagens do diagrama, interpretação e reflexão a partir de perguntas direcionadas e conteúdos prévios vistos em sala. Dicas: A imagem também pode servir para iniciar a temática na aula. A) Que leitura o texto possibilita a respeito da ação do ser humano? B) Em termos de Ecologia, compare o quadro 2 com o 9. C) A partir do momento em que o homem começa a plantar e criar animais (quadro 3) como passa a ser sua relação com o meio? D) Qual(is) quadro(s) representam o meio natural? E) Os elementos naturais no espaço geográfico vem aumentando ou diminuindo? justifique. F) O espaço geográfico sempre foi o mesmo? G) A noção de mundo e de domínio do ser humano sempre foi a mesma? argumente. H) Podemos concluir que o ser humano é determinante e soberano nas mudanças do meio? posicione-se e argumente. REFERẼNCIAS: Imagem e perguntas A e B: retirada de Questão de vestibular de UFMT 2006, disponível emhttp://www.ufmt.br/vestibular/concursos/ufmt2006/documentos/cadernos_de_prova/caderno_de_prova_2a_fase. pdf Perguntas C a H: Geoprofessora. Atividades: Hidrografia Postado por *Geoprofessora* . terça-feira, 1 de maio de 2012 38 comentários Marcadores: Desafios Geográficos, Exercícios, Hidrografia Conteúdo: Bacias Hidrográficas, Partes de um Rio, Disponibilidade das Águas. Série: 1ºano EM Imagem retirada de: http://www.dicionario.pro.br/dicionario/index.php/Bacia_hidrogr%C3%A1fica
  8. 8. Atividade 1: Bacia Hidrográfica Objetivo: Conhecendo as partes de um Rio! Atividade: Individual Entrega: 14/05/12 (SEG) Procedimentos: Numa folha branca, criar um desenho esquemático de uma bacia hidrográfica. Figuras prontas da internet não serão avaliadas. Todos os termos abaixo devem constar no desenho. Se necessário faça uma legenda. Partes de um rio: NASCENTE (OU CABECEIRA) LEITO RIO PRINCIPAL AFLUENTE SUBALFUENTE TALVEGUE FOZ (DELTA, ESTUÁRIO OU MISTA) MEANDROS DIVISOR DE ÁGUAS VERTENTE PRAIA FLUVIAL (OU BANCOS) MARGEM DIREITA MARGEM ESQUERDA MONTANTE JUSANTE ALTO CURSO MÉDIO CURSO BAIXO CURSO REGIME (PLUVIAL, NIVAL OU MISTA) Atividade 2: Disponibilidade das Águas Objetivo: Refletir como a água é um recurso renovável e finito! Atividade: Individual Prazo: postar até 14/05/12 (SEG) Procedimentos: Fazer um comentário da frase abaixo nesta postagem (no próprio blog). Identificar pelo menos seu primeiro nome. O comentário deve ser reflexivo e original. Se copiar trechos da internet mencione a fonte. Se utilizar sites ou livros mencione. Frase:
  9. 9. "O esgotamento das reservas de água do planeta não é causado por fatores naturais, mas pelo mau gerenciamento das fontes e de seu uso". Atualidades: Vestibulares + Enem. O Líquido mais precioso. p.194 Trabalho de Geografia Postado por *Geoprofessora* . sábado, 11 de fevereiro de 2012 0 comentários Marcadores: Biomas, Exercícios, Trabalho, Vegetação Conteúdo: Clima e Vegetação, Paisagens Série: 6º ano Trabalho de Geografia - Individual - Fazer para cada tipo de formação vegetal (bioma) um desenho da paisagem e um resumo em tópicos de suas principais características. - A referência dos biomas, domínios morfoclimáticos ou as principais paisagens mundiais, segue o material didático trabalhado da turma. Exemplo: Questões: Indústria e Energia Postado por *Geoprofessora* . quarta-feira, 16 de novembro de 2011 0 comentários Marcadores: Energia, Exercícios, Indústrialização Conteúdo: Indústria Série: 6º ano e do Ens. Energia Fundamental Fonte da imagem: http://energiasolarciencias.blogspot.com/ Questões: Indústria e Energia 01. Foi a primeira etapa de transformação da matéria-prima, sem o uso de
  10. 10. máquinas, e sim de ferramentas, no qual o artesão realiza sozinho todas as etapas de transformação: (A). Agricultura (B). Artesanato (C). Manufatura (D). Indústria (E). Comércio e Serviços 02. Sobre o Artesanato, assinale a opção incorreta: (A). Primeira etapa de transformação de matérias-primas. (B). Nenhuma divisão do trabalho. (C). O artesão não utiliza ferramentas e também não tem um ajudante. (D). Não há o uso de máquinas muito menos de produção em série (E). Há apenas o uso de ferramentas 03. Além do trabalho manual, existe, também, o emprego de máquinas simples, com divisão de trabalho e assalariamento. (A). Agricultura (B). Artesanato (C). Manufatura (D). Indústria (E). Comércio e Serviços 04. Sobre a Manufatura, assinale a opção incorreta: (A). Estágio intermediário entre o artesanato e a maquinofatura. (B). Trabalho manual e emprego de máquinas simples. (C). O ritmo do trabalho depende das mãos do artesão. (D). Há apenas o uso de ferramentas (E). Há uma Divisão de trabalho, cada pessoa realiza uma etapa da produção. 05. A Primeira Revolução Industrial ocorreu na Inglaterra, nos séculos XVIII e XIX.Sobre a Primeira Revolução industrial, assinale a alternativa incorreta: (A). Acúmulo de capital, adquirido com o mercantilismo. (B). Controle do Estado pela burguesia. (C). Importantes reservas de petróleo. (D). Matérias-primas fornecidas pelas colônias. (E). Mão de obra em excesso. 06. A Segunda Revolução Industrial, ocorreu na segunda metade do século XIX (1860). Sobre a Segunda Revolução Industrial assinale a alternativa incorreta: (A). País pioneiro: Estados Unidos. (B). Setores industriais: Indústria Automobilística, Metalurgica, Máquina a Combustão. (C). Fontes de Energia: Petróleo, Hidrelétrica (D). Meio de transporte: Automóvel. (E). Biomassa. 07. A Terceira Revolução Industrial refere-se às últimas décadas do século XX, com a invenção do computador, em 1946, que acelerou o processo de informatização das indústrias ligadas ao setor. Sobre a Terceira Revolução Industrial assinale a alternativa incorreta: (A). País pioneiro: Japão (B). Biotecnologia, Química (C). Fontes de Energia: Energia Nuclear (D). Transporte Aeroespacial (E). Setores industriais: Indústrias Têxteis. 08. Assinale a alternativa que tem apenas exemplos de fontes de Energia Renováveis: (A). Biomassa, Combustíveis Fosseis e Hidráulica. (B). Carvão Vegetal, Água e Sol. (C). Hidrelétrica, Carvão Mineral e Sol. (D). Petróleo, Carvão e Urânio. (E). Sol, Carvão Mineral e Vento. 09. Assinale a alternativa que tem apenas exemplos de fontes de Energia Não-Renováveis: (A). Biomassa, Combustíveis Fosseis e Hidráulica. (B). Carvão Vegetal, Água e Sol. (C). Hidrelétrica, Carvão Mineral e Sol. (D). Petróleo, Carvão Mineral e Urânio. (E). Sol, Carvão Mineral e Vento.
  11. 11. 10. Assinale a alternativa incorreta em relação ao modelo de produção denominado Fordismo: (A). Especialização do trabalho. (B). Esteira rolante. (C). Grandes estoques. (D). Mão-de-obra altamente qualificada. (E). Uniformidade e padronização da produção. 11. Assinale a alternativa incorreta em relação ao modelo de produção denominado Toyotismo (A). Células de produção. (B). Grandes estoques. (C). Just-in-time. (D). Produção flexível. (E). Qualidade total. 12. São as indústrias que produzem máquinas, equipamentos e ferramentas utilizados por outras fábricas. Destacam-se as indústrias mecânicas (máquinas) e as indústrias de equipamentos (peças, ferramentas etc.): (A). Indústrias extrativas (B). Indústrias de bens de consumo duráveis (C). Indústrias de bens de consumo não-duráveis (D). Indústrias de bens de produção (E). Indústrias de bens intermediários 13. São aquelas que ainda estão presas aos antigos fatores locacionais que requerem muita mão de obra, não necessariamente qualificada, como as indústrias de alimentos e as têxteis. (A). Artesanato (B). Indústria de Construção (C). Indústria Dinâmicas (D). Indústria Extrativa (E). Indústria Tradicionais 14. Sobre a industrialização nos países subdesenvolvidos, assinale a alternativaincorreta: (A). Nos países subdesenvolvidos predominam as atividades agrícolas, com pouca utilização de máquinas. (B). Os países subdesenvolvidos apresentam uma indústria recente (final do século XIX, em alguns países da América Latina, ou no século XX), sendo chamada de industrialização tardia ou retardatária. (C). Os países subdesenvolvidos ou do Sul pobre, com algumas exceções, apresentam pequena atividade industrial. (D). Os países subdesenvolvidos, em grande parte, foram, no passado colonial, foram metrópoles. (E). Os principais países subdesenvolvidos industrializados são: Brasil, Chile, Argentina, México, África do Sul, Coreia do Sul, Taiwan, Índia, Malásia e Cingapura. 15. São as indústrias da Terceira Revolução Industrial (eletrônica, informática, petroquímica e da aviação), que precisam de muito capital porque usam tecnologia de ponta, mão de obra qualificada e reduzida. (A). Artesanato (B). Indústria de Construção (C). Indústria Dinâmicas (D). Indústria Extrativa (E). Indústria Tradicionais 16. As fontes de energia naturais estão classificadas em dois tipos: renováveis e não renováveis.Neste sentido, assinale a alternativa incorreta: (A). As fontes de energia não renováveis são aquelas que se esgotarão e não serão repostas, como o petróleo, o carvão mineral, o gás natural, o urânio, entre outras. (B). As fontes de energia não-renováveis são também consideradas fontes de energia alternativas, porque contribuem para diminuir a dependência de fontes de energia não renováveis, como o petróleo. (C). Fontes de energia renováveis são aquelas que não se esgotam num ciclo de vida humano. (D). São combustíveis fósseis o carvão mineral e o petróleo, principais fontes de energia consumidas no mundo. (E). São exemplos de fontes de energia renováveis: energia solar, energia muscular, biomassa, hidráulica, energia eólica. 17. As indústrias não estão distribuídas da mesma maneira em todas as regiões do mundo. Alguns países se industrializaram desde a Revolução Industrial e grande parte dos países do mundo não foi atingida pela industrialização. Sobre a industrialização nos países desenvolvidos, assinale a alternativa incorreta: (A). Nos países desenvolvidos estão localizadas as sedes das grandes empresas internacionais, conhecidas como multinacionais ou transnacionais (B). Os países desenvolvidos apesar do alto grau de industrialização possuem piores condições de vida. (C). Os países desenvolvidos foram pioneiros no desenvolvimento de fábricas e na mecanização da agricultura. (D). Os países desenvolvidos ou do Norte rico passaram por todas as etapas da industrialização. (E). Os países que estão incluídos nesse grupo são: Estados Unidos, Japão, Alemanha, Canadá, Itália, Bélgica, Países
  12. 12. Baixos (Holanda), França, Reino Unido, entre outros. 18. Cite 10 itens que podem ser considerados como Fatores Locacionais das Indústrias: <!--[if gte mso 9]> Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONEMicrosoftInternetExplorer4 19. Explique e caracterize o termo: “aldeia global”. 20. Explique o termo: meio técnico-científico-informacional. Postagens mais antigasInício
  13. 13. ista de Exercício [Parte 2] Postado por *Geoprofessora* . segunda-feira, 14 de novembro de 2011 2 comentários Marcadores: Exercícios, Japão, Oceania, Ásia Conteúdo: Japão, Oceania e Projeções Cartográficas Série: 9ºano EF Fonte da imagem: [link] Lista de Exercício de fechamento de conteúdos, sobre: Japão, Oceania e Projeções Cartográficas 11. “As condições naturais favoráveis, a escassez de mão-de-obra, explicam a preponderância da pecuária no país. Mais de 90% do leite é obtido através da ordenha mecânica em condições ideais de higiene, levando as cooperativas onde se localizam as indústrias de laticínios. Os ovinos são criados na ilha do sul e os bovinos na ilha do norte. Os derivados de pecuária são vitais para a economia do país que exporta queijo, leite manteiga e lã.” De acordo com o texto, o país referido é: (A). Austrália (B). Reino Unido da Grã-Bretanha (C). Tasmânia (D). Nova Zelândia (E). Holanda 12. Considere o texto abaixo. Seu território apresenta na porção costeira leste e sudeste suas maiores aglomerações urbanas. As elevações mais significativas, com importantes reservas de cartão mineral, correm paralelas à planície costeira oriental, interpondo-se às massas de ar úmidas e concentrando a precipitação nestas planícies. Os ventos secos que ultrapassam esta barreira vão para a região central, onde em grandes planícies desenvolve-se a pecuária bovina e ovina. Para o oeste encontram-se grandes formações desérticas de areia e pedra. O extremo ocidental deste país tem uma cobertura vegetal do tipo savana-estepe, com pequena densidade demográfica. Esta descrição refere-se à (A). Nova Zelândia (B). Polinésia Francesa (C). Austrália (D). Ilhas Marshall (E). Japão
  14. 14. 13. “Na Austrália e perfuração de poços artesianos a grandes profundidades (até 2.000 metros), aproveitando lençóis subterrâneos, tem garantido água para os bebedouros, favorecendo a criação, sendo que a seca é um grande problema para a economia do país uma vez que as áreas de pecuária dependem da quantidade de chuvas. As regiões mais chuvosas coincidem com a pecuária leiteira.” Esta área situase na porção: (A). Norte do país (B). Nordeste (C). Centro-Oeste (D). Noroeste (E). Sudeste 14. “Na Austrália e perfuração de poços artesianos a grandes profundidades (até 2.000 metros), aproveitando lençóis subterrâneos, tem garantido água para os bebedouros, favorecendo a criação, sendo que a seca é um grande problema para a economia do país uma vez que as áreas de pecuária dependem da quantidade de chuvas. As regiões mais chuvosas coincidem com a pecuária leiteira.” Esta área situase na porção: (A). Norte do país (B). Nordeste (C). Centro-Oeste (D). Noroeste (E). Sudeste 15. Os rios australianos refletem a aridez do clima: aproximadamente 70% da superfície do país não tem escoamento para o mar. Os rios permanentes: I. Estão situados ao norte e leste do continente destacando-se a Bacia do MurrayDarling. II. São pouco extensos e descem da cordilheira em vales profundos. III. São utilizados para a navegação e irrigação. IV. Ao atravessarem a planície central, perdem uma parte de suas águas por evaporação, mas apesar disso são constantes. V. Não são importantes na organização da economia regional. São CORRETAS:
  15. 15. (A). I, IV, V (B). II, III (C). II, V (D). I, II, IV (E). somente I e V 16. Sobre a Oceania, assinale, marque “V” para as alternativas verdadeiras e “F” para as falsas: I.A Austrália e a Nova Zelândia são considerados países do Norte industrializado ou desenvolvido. II.A Austrália e a Nova Zelândia estão localizados ao sul do Equador, ou seja, no hemisfério meridional. III.A Austrália e a Nova Zelândia fazem parte da Oceania ou Novíssimo Continente. IV.A Oceania localiza-se totalmente no hemisfério oriental. V.A Oceania é um conjunto de ilhas situado no oceano Pacífico, com aproximadamente 8.935.000 km2. VI.A Austrália é considerada o menor dos continentes. VII.A Oceania é circundada pelos oceanos Pacífico e Índico. As alternativas VERDADEIRAS são: (A). I – II – IV (B). I – II – III – V – VII (C). II – III – IV – VI (D). II – III – IV – V – VII (E). III – IV – VI 17. Neste sentido, sobre as Projeções Cartográficas assinale a alternativa INCORRETA: (A). Projeção cartográfica é a representação de uma superfície esférica num plano (mapa), podendo ser definida como um sistema plano de paralelos e meridianos, sobre os quais desenhamos um mapa. (B). Como a Terra é esférica, qualquer lugar na superfície pode ser o centro, de acordo com pontos de vista e interesses diferentes. (C). Projeção conforme, como a de Mercator, preserva as formas e os rumos,
  16. 16. permitindo a orientação e facilitando a navegação. Essa projeção distorce o tamanho. (D). A projeção de Peters mantém a equivalência das áreas de países e continentes, assim, os países aparecem do tamanho que realmente são. Ela é chamada de projeção equivalente. (E). O símbolo da ONU é uma projeção cilíndrica, centrada no Polo Norte. Representa um ideal de neutralidade, sem nenhum país no centro, já que no Polo Norte só há gelo. 18. Observe a imagem abaixo, com as principais Projeções Cartográficas. I - Projeção Cartográfica que apresenta como característica: ser a mais usada para representar latitudes médias, nas proximidades dos trópicos; apresenta na região da linha do Equador e as regiões polares maiores distorções; e representa apenas um hemisfério por vez. II - Projeção Cartográfica que se baseia em um plano; retrata melhor as regiões polares; ideal para as pequenas regiões, pois as deformações aumentam à medida que as regiões representadas se afastam do ponto central da projeção; e nas áreas próximas dos pólos ficam bem representadas, bem detalhadas. Assinale a seqüência CORRETA e RESPECTIVA: (A). Projeção Azimutal – Projeção Cilíndrica (B). Projeção Cônica – Projeção Cilíndrica (C). Projeção Cilíndrica –Projeção Azimutal (D). Projeção Cônica – Projeção Azimutal (E). Projeção Azimutal – Projeção Cônica 19. Sobre as características da Projeção Cilíndrica assinale a opção INCORRETA: (A). Deforma muito as informações das áreas temperadas e próximas aos pólos. (B). Representa melhor as regiões localizadas próximas da linha do Equador. (C). Deforma as informações em altas latitudes. (D). Mantém as informações preservadas nas regiões de alta latitude. (E). Preserva as informações de baixa latitude. 20. A partir da projeção cilíndrica existem dois mapas principais que recebem o nome de seus criadores: Mercator (cartógrafo do século XVI) e Peters (cartógrafo do século XX). Observe os mapas abaixo e assinale a opção INCORRETA: (A). O mapa 2 é uma projeção equivalente.
  17. 17. (B). O mapa 1 é uma projeção conforme. (C). O mapa 2 preserva o tamanho dos continentes. (D). O mapa 1 preserva a forma dos continentes. (E). O mapa 2 é uma projeção eqüidistante. GABARITO: http://2.bp.blogspot.com/cVcy7NOT20Q/TsFTLkdwV5I/AAAAAAAACug/9JvpZrKc1sg/s1600/gabarito%2Boceania %2Bjap%25C3%25A3o%2Bproje%25C3%25A7%25C3%25B5es.JPG Lista de Exercício [Parte 1] Postado por *Geoprofessora* . 0 comentários Marcadores: Exercícios, Japão, Oceania, Ásia Conteúdo: Japão, Oceania e Projeções Cartográficas Série: 9ºano EF Fonte da imagem: [link] Lista de Exercício de fechamento de conteúdos, sobre: Japão, Oceania e Projeções Cartográficas <!--[if gte mso 9]> Normal 0 21 false false false PTBR X-NONE X-NONE MicrosoftInternetExplorer4 01. Considere o texto abaixo para responder à questão. “Embora apresente um espaço reduzido e um território com um certo risco sísmico, o Japão conseguiu em 40 anos criar um ‘modelo de desenvolvimento’ e tornar-se uma das grandes potências industriais e financeiras mundiais.” O risco sísmico a que o texto se refere deve-se: (A). ao grau geotérmico do arquipélago japonês, um dos mais altos da Ásia. (B). à ocorrência de terrenos de estrutura geológica muito antiga. (C). à proximidade da zona de contato entre duas placas tectônicas. (D). à ausência de lençóis freáticos que diminuem os atritos entre as rochas. (E). ao deslocamento de células de alta pressão pelo arquipélago japonês. 02. Do Japão, conhecido como “o milagre japonês”, colocou o país entre as maiores potências mundiais. O início da industrialização japonesa pode ser situado: (A). no pós-guerra, quando dois cientistas japoneses inventaram o transistor e surgiu a indústria eletrônica. (B). na Primeira Guerra Mundial, quando o Japão desenvolveu a tecnologia de armamentos e da construção naval. (C). durante a Guerra da Coreia, quando os norte-americanos investiram maciçamente na industrialização do país. (D). com o imperador Hiroíto, que mobilizou o país, transformando o camponês em operário, para absorver a numerosa mão de obra ociosa. (E). na era Meiji, que tornou obrigatório o ensino, abriu fábricas e preparou o país para a expansão rumo ao exterior. 03. Observe as frases: I- Até 1868, o Japão era um país feudal e agrícola. Com o seu enfraquecimento foi restaurado o poder imperial e teve início um rápido desenvolvimento econômico e significativa modernização e transformação na sociedade japonesa II- Período em que o Japão ficou marcado pela abertura econômica do Japão para o Ociden te. O país passou a fazer parte do capitalismo internacional (1868/1912). O fortalecimento econômico e militar nesse momento foi fundamental ao expansionismo imperialista japonês, estendendo-se até a Segunda Guerra Mundial. III- Grandes monopólios familiares, onde se concentram indústrias e bancos, que passaram a constituir a base econômica do Japão. IV- De 1950 até o início dos anos 1990, o desenvolvimento econômico do Japão foi bem-sucedido, sendo os anos 1980 a fase da sua prosperidade. Nesse momento fundamentou-se na articulação entre bancos e indústrias sob a proteção do Estado. Assinale a alternativa que corresponde respectivamente os termos às frases citadas: (A). Era Meiji - Xogunato - Plano Colombo - Zaibatsu
  18. 18. (B). Guerra Fria - Plano Colombo - Plano Marshall (C). Xogunato - Era Meiji - Zaibatsu - Milagre Japonês (D). Era Meiji - Milagre Japonês - Zaibatsu – Xogunato (E). Xogunato – Zaibatsu - Era Meiji - Milagre Japonês 04. O principal objetivo do expansionismo japonês na Manchúria em 1932 (China) foi a: (A). obtenção de matérias-primas como o ferro e o carvão mineral. (B). busca de mão de obra para a pecuária. (C). extração de petróleo e gás natural. (D). expulsão dos coreanos que ocupavam a região. (E). procura por urânio e cobre. 05. A captação de maciços investimentos dos EUA pelo Japão, após a Segunda Guerra Mundial, pode ser associada: (A). ao elevado nível cultural da população japonesa. (B). à grande riqueza mineral do Japão. (C). ao Japão que servia como dique diante do avanço do socialismo. (D). à grande piscosidade do mar do Japão. (E). à pequena importância do imperador para a população japonesa. 06. A Austrália e a Nova Zelândia são países da Oceania. Sobre essas duas nações, julgue (V ou F): ( ) Ambas foram objeto da colonização britânica. ( ) Essas nações não são classificadas como pertencentes economicamente ao Primeiro Mundo, por se localizarem no hemisfério Sul. ( ) A Nova Zelândia fica ao sul do trópico de Capricórnio e, quanto mais se avança para o sul, mais frio o clima se torna. ( ) A Austrália possui uma grande diversidade de paisagens naturais, configuradas por desertos, estepes, savanas, florestas tropicais e subtropicais. ( ) O trópico de Capricórnio passa pela região central da Austrália. Portanto, sua porção norte situa-se na zona intertropical, e a porção sul, na zona temperada do hemisfério sul. A seqüência correta e respectiva é: (A). F – V– F –V – F (B). V – F –V –F – V (C). V – F –V –V – V (D). V – V –V –F – V (E). V – V –V –V – V 07. Assinale a alternativa correta sobre a Austrália. (A). O relevo apresenta três compartimentos: um planalto cristalino a oeste, planícies e depressões na porção central e cadeias antigas na porção leste. (B). O clima da maior parte do território é tropical úmido, com uma faixa desértica na porção norte do país. (C). As maiores concentrações urbanas ocorrem na porção ocidental, única área do país onde o clima não é desértico. (D). As elevadas altitudes e a aridez do clima dificultam as atividades agropecuárias, que só podem ser praticadas na porção centro-ocidental. (E). O país todo é um vasto deserto, ocupado pela pecuária extensiva de ovinos e com baixas densidades demográficas. 08. Observe o mapa e assinale a alternativa CORRETA, em relação aos arquipélagos e os grupos de ilhas que formam a Oceania. Os números 1, 2, 3, 4 e 5, referem-se respectivamente: (A). Austrália, Nova Zelândia, Polinésia, Melanésia e Micronésia. (B). Austrália, Nova Zelândia, Melanésia, Micronésia e Polinésia. (C). Nova Zelândia, Groelândia, Polinésia, Melanésia e Micronésia. (D). Groelândia, Micronésia, Polinésia, Oceania e Melanésia.
  19. 19. (E). Melanésia, Polinésia, Micronésia, Nova Zelândia e Austrália. 09. Um dos problemas mais graves que enfrenta a Austrália é a insuficiência de transportes, podendo-se citar como causas para isso: (A). a grande extensão territorial do país e a falta de recursos para abrir estradas. (B). a inexistência de um plano de transportes para o país. (C). as dimensões do país que obrigam a construção de longas estradas e, quanto as ferrovias, cada Estado construiu uma rede ferroviária sem preocupar-se em integrá-la as demais. (D). os recursos do país são tantos que não se preocupam com os transportes terrestres. (E). as áreas de preservação permanente por conta do acasalamento e reprodução dos coalas. 10. “A produção agrícola da Austrália é muito variada porque os diferentes tipos de clima permitem o cultivo dos distintos produtos, no entanto o país apresenta uma grande peculiaridade que é”: (A). não exportar produtos agrícolas; (B). somente exportar produtos agrícolas; (C). ser um país essencialmente urbano embora uma boa parte de suas exportações seja proveniente do setor agropecuário; (D). o desenvolvimento urbano fez com que diminuísse sua produção agropecuária; (E). a Austrália não exporta produtos agropecuários, pois dessa forma deixaria de ser auto-suficiente. GABARITO

×