Deriva dos continentes
Deriva dos Continentes e tectónica de placas
Que argumentos apoiaram a teoria enunciada por
Wegener?
Wegener constatou que as margens atlânticas da América do Sul e de...
Qual terá sido o mecanismo responsável pela
movimentação dos continentes ?
Argumentos morfolóficos
Para Wegener, os contin...
Argumentos paleontológicos
Evidências paleontológicas contruibuíram também para a Teoria da Deriva
dos Continentes. No est...
Argumentos litológicos
À semelhança do que verificou
para o registo fóssil, Wegener
encontrou correspondências entre as
ro...
Distribuição de formações geológicas semelhantes
em diferentes continentes.
Zonas sísmicas e vulcânicas
Litosfera
A Litosfera é o conjunto formado pela crosta e pela
zona superficial do manto. É essencialmente sólida.
Astenosf...
•Astenosfera
Astenosfera é a camada que se encontra por debaixo
da Litosfera, de 10 a 200 km de profundidade. A
velocidade...
Deriva dos Continentes
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Deriva dos Continentes

373 visualizações

Publicada em

Trabalho sobre a deriva dos continentes.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
373
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Deriva dos Continentes

  1. 1. Deriva dos continentes Deriva dos Continentes e tectónica de placas
  2. 2. Que argumentos apoiaram a teoria enunciada por Wegener? Wegener constatou que as margens atlânticas da América do Sul e de África se ajustavam, à semelhança das peças de um puzzle. Na sequência desta constatação, Wegener alargou o seu estudo aos restantes continentes, tendo verificado que, de modo semelhante, eles também se ajustavam.
  3. 3. Qual terá sido o mecanismo responsável pela movimentação dos continentes ? Argumentos morfolóficos Para Wegener, os continentes assentavam sobre um substrato que se comportava como um líquido muito viscoso, permitindo a sua deriva por ação de forças resultantes do movimento de rotação da Terra e do movimento das marés.
  4. 4. Argumentos paleontológicos Evidências paleontológicas contruibuíram também para a Teoria da Deriva dos Continentes. No estudo de fauna e flora continental anteriores ao Mesozoico, foram encontradas grandes semelhanças no registo fóssil da América do Norte e da Europa, da América do Sul e da África e por fim da Austrália, África do Sul, Índia e Patagónia. A constatação da distruibuição destas espécies fósseis, em continentes que hoje se encontram muito afastados, poderia ser explicada se, na altura em que esses seres vivos habitaram a Terra, aqueles continetes estivessem reunidos num único.
  5. 5. Argumentos litológicos À semelhança do que verificou para o registo fóssil, Wegener encontrou correspondências entre as rochas existentes de um e outro lado do Oceano Atlântico. Essa correspondência litológica verifica-se em termos de idade e tipos de rochas, depósitos minerais, camadas de carvão e estruturas geológicas. Argumentos paleoclimáticos Enquanto meteorologista, Wegener deu uma atenção particular a reconstituições paleoclimáticas. A paleoclimatologia entende-se como a ciência que estuda os climas antigos. São conhecidos sedimentos de idade carbonífera 359 a 299 Ma. de origem glaciar na costa oeste da América do Sul, no sul do continente africano, na Índia e no sul da Austrália.
  6. 6. Distribuição de formações geológicas semelhantes em diferentes continentes.
  7. 7. Zonas sísmicas e vulcânicas
  8. 8. Litosfera A Litosfera é o conjunto formado pela crosta e pela zona superficial do manto. É essencialmente sólida. Astenosfera – camada que se encontra por debaixo da Litosfera, de 10 a 200 km de profundidade. A velocidade das ondas sísmicas diminui, o que leva a pensar que a os materiais são semi-fluidos e têm um comportamento plástico.
  9. 9. •Astenosfera Astenosfera é a camada que se encontra por debaixo da Litosfera, de 10 a 200 km de profundidade. A velocidade das ondas sísmicas diminui, o que leva a pensar que a os materiais são semi-fluidos e têm um comportamento plástico.

×