TESTE ÀGIL
Desemepnhada por todos os
membros;
Ocorre em todas as etapas do
ciclo de vida do software;
Mecanismos
automa...
PRÁTICAS E PRINCÍPIOS :
Desenvolvimento Orientado a testes
Refactoring;
Testes Unitários;
TDD;
BDD;
Programação em p...
DESENVOLVIMENTO ORIENTADO A
TESTES
“Um teste vale mais do que milhares de
opiniões.Você pode me dizer que o sistema
funcio...
REFACTORING
Prega a melhoria da estrutura e
do design interno do código sem
modificar o seu comportamento.
TESTES UNITÁRIOS
Modalidade de testes que se concentra na
verificação da menor unidade do projeto de
software.
TDD(TEST DRIVEN
DEVELOPMENT)
Testes de unidade automatizados são
escritos antes do código que
implementa a funcionalidade...
TDD(TEST DRIVEN
DEVELOPMENT)
VANTAGENS
 Melhor entendimento do negócio do sistema
 Criação de testes de risco
 Maior confiança no código
 Maior val...
BDD(BEHAVIOR DRIVEN
DEVELOPMENT)
 Visa integrar regras de negócio com linguagens de
programação;
 O foco é a linguagem e...
BDD(BEHAVIOR DRIVEN DEVELOPMENT)
 Os testes descritos em linguagem natural são
interpretados por ferramentas especializad...
FERRAMENTAS
VANTAGENS
Comunicação entre equipes;
Compartilhamento de
conhecimento;
Documentação dinâmica;
Visão do todo.
PROGRAMAÇÃO EM PAR
Todo e qualquer código produzido no projeto deve
ser implementado por duas pessoas juntas,diante
do mes...
INTEGAÇÃO CONTÍNUA
Criação de um ambiente separado do ambiente de
desenvolvimento,onde as modificações individuais
são uni...
TESTES DE ACEITAÇÃO
Clarifica o objetivo da estória;
Estabelece uma linguagem comum;
Fornece pistas sobre problemas
imp...
Testes Ágeis
Testes Ágeis
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Testes Ágeis

183 visualizações

Publicada em

Testes Ágeis


- Amanda Sabóia

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
183
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Testes Ágeis

  1. 1. TESTE ÀGIL Desemepnhada por todos os membros; Ocorre em todas as etapas do ciclo de vida do software; Mecanismos automatizados,sempre que possível.
  2. 2. PRÁTICAS E PRINCÍPIOS : Desenvolvimento Orientado a testes Refactoring; Testes Unitários; TDD; BDD; Programação em par; Integração Contínua; Testes de Aceitação
  3. 3. DESENVOLVIMENTO ORIENTADO A TESTES “Um teste vale mais do que milhares de opiniões.Você pode me dizer que o sistema funciona.Mas enquanto você não me mostrar os resultados dos testes,eu não vou acrediar”-
  4. 4. REFACTORING Prega a melhoria da estrutura e do design interno do código sem modificar o seu comportamento.
  5. 5. TESTES UNITÁRIOS Modalidade de testes que se concentra na verificação da menor unidade do projeto de software.
  6. 6. TDD(TEST DRIVEN DEVELOPMENT) Testes de unidade automatizados são escritos antes do código que implementa a funcionalidade; Também chamado de Test First Design; Os testes são escritos incrementalmente encorajando a criação de um código com baixo acoplamento e alta coesão
  7. 7. TDD(TEST DRIVEN DEVELOPMENT)
  8. 8. VANTAGENS  Melhor entendimento do negócio do sistema  Criação de testes de risco  Maior confiança no código  Maior valor agregado ao produto
  9. 9. BDD(BEHAVIOR DRIVEN DEVELOPMENT)  Visa integrar regras de negócio com linguagens de programação;  O foco é a linguagem e as interações usadas no processo de desenvolvimento de software;  Os testes de aceitação são descritos em linguagens naturais próximas do domínio de negócio usando DSL’s(Domain Spcefic Language)
  10. 10. BDD(BEHAVIOR DRIVEN DEVELOPMENT)  Os testes descritos em linguagem natural são interpretados por ferramentas especializadas.
  11. 11. FERRAMENTAS
  12. 12. VANTAGENS Comunicação entre equipes; Compartilhamento de conhecimento; Documentação dinâmica; Visão do todo.
  13. 13. PROGRAMAÇÃO EM PAR Todo e qualquer código produzido no projeto deve ser implementado por duas pessoas juntas,diante do mesmo computador,revezando-se no teclado.
  14. 14. INTEGAÇÃO CONTÍNUA Criação de um ambiente separado do ambiente de desenvolvimento,onde as modificações individuais são unificadas ao projeto.
  15. 15. TESTES DE ACEITAÇÃO Clarifica o objetivo da estória; Estabelece uma linguagem comum; Fornece pistas sobre problemas importantes; Serve como critério de aceitação Fornece a perspectiva em relação ao que deve ser testado.

×