FILOSOFIAAula 4 – Clássicos gregos III  Prof. Ms. Elizeu N. Silva
ARISTÓTELESViveu entre 384 a.C. e 322 a.C.em Estagira, na Macedônia, filhodo médico Nicômaco – que eraamigo pessoal do rei...
Tendo sido aluno de Platão na Academia, Aristóteles funda a suaprópria escola, o Liceu, nos arredores de Atenas.O Liceu é ...
A história da Filosofia atribui a Aristóteles a inauguração de umanova era no desenvolvimento do conhecimento, chamadoPerí...
Além de ser o conhecimento da totalidade dos conhecimentos edas práticas humanas, a Filosofia (em Aristóteles) estabeleceu...
Aristóteles afirma que antes de os campos científicos seconstituírem, antes de desenvolverem procedimentos próprios, énece...
Classificação aristotélica dos campos do saber:• Ciências produtivas: estudam as práticas produtivas ou a  técnicas nela e...
• Pintura, escultura, poesia, teatro;• Oratória;• Arte da guerra;• Arte da caça;• Arte da navegãção.São objeto das ciência...
• Ciências práticas: estudam as práticas humanas que têm  nelas mesmas seu próprio fim – ou seja, que não têm por  finalid...
• Ciências teoréticas ou contemplativas: estudam as coisas cuja  existência independe dos homens e de suas ações. Não  sen...
I.   Ciência das coisas naturais submetidas à mudança     (devir):     a. Física;     b. Biologia;     c. Meteorologia;   ...
III. Ciência da realidade pura: Não é natural mutável, nem   natural imutável, nem resulta da ação ou da fabricação   huma...
IV. Ciência das coisas divinas: São a causa e a finalidade        de tudo o que existe na natureza e no homem. A palavra  ...
A classificação aristotélica permaneceu válida como indicação docampo de investigação filosófica até o século XIX, quando ...
A partir da classificação aristotélica, pode-se delimitar os trêscampos de investigação da Filosofia:1. Conhecimento do se...
3. Conhecimento da capacidade humana de conhecer:  Conhecimento do próprio pensamento em exercício.   a. Lógica: contém as...
Fontes bibliográficas:ABRÃO, Bernadette Siqueira. A história da filosofia. SãoPaulo, Ed. Nova Fronteira, 2004CHAUI, Marile...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula 04 filosofia clássicos gregos - iii

576 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
576
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
49
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 04 filosofia clássicos gregos - iii

  1. 1. FILOSOFIAAula 4 – Clássicos gregos III Prof. Ms. Elizeu N. Silva
  2. 2. ARISTÓTELESViveu entre 384 a.C. e 322 a.C.em Estagira, na Macedônia, filhodo médico Nicômaco – que eraamigo pessoal do rei macedônicoAmintas III, que viria a ser o avôde Alexandre Magno, o grandeimperador responsável pelodomínio sobre a Grécia e a Pérsia.A amizade das famílias fez que Aristóteles fosse escolhido comopreceptor do grande Alexandre Magno entre 343 a.C. e 340 a.C.
  3. 3. Tendo sido aluno de Platão na Academia, Aristóteles funda a suaprópria escola, o Liceu, nos arredores de Atenas.O Liceu é antes de tudo um centro de estudo das ciênciasnaturais.Havia dois tipos de cursos:• Esotéricos: direcionado ao público mais avançado e restrito, tratava da lógica, da física e da metafísica, com aulas no período da manhã.• Exotéricos: direcionado a um público amplo, com aulas no período da tarde, discutia temas relacionados à retórica, à política e literatura.
  4. 4. A história da Filosofia atribui a Aristóteles a inauguração de umanova era no desenvolvimento do conhecimento, chamadoPeríodo Sistemático.Aristóteles produz uma verdadeira enciclopédia de todo o saberproduzido até à sua época pelos gregos, em todos os ramos dopensamento e da prática. Para ele, a Filosofia era nada menosque esse conjunto de saberes.Não se trata, portanto, de um saber específico, mas uma formade conhecer todas as coisas.
  5. 5. Além de ser o conhecimento da totalidade dos conhecimentos edas práticas humanas, a Filosofia (em Aristóteles) estabeleceuma diferença entre esses conhecimentos, distribuindo-os numaescala que vai dos mais simples aos mais complexos esuperiores.Cada sabe, portanto, possui um objeto específico,procedimentos específicos, formas próprias de demonstração eprova. Cada campo de conhecimento é uma ciência – ou, paraos gregos, epistéme.
  6. 6. Aristóteles afirma que antes de os campos científicos seconstituírem, antes de desenvolverem procedimentos próprios, énecessário antes conhecer (e respeitar) os princípios gerais quegovernam o pensamento – independentemente do conteúdo quepossa vir a ser pensado.Ele dá o nome de analítica ao estudo dos princípios e dasformas do pensamento, independentemente do conteúdo. NaIdade Média, a analítica passou a ser chamada de lógica.A lógica não é uma ciência, mas um instrumento da ciência.
  7. 7. Classificação aristotélica dos campos do saber:• Ciências produtivas: estudam as práticas produtivas ou a técnicas nela envolvidas. Concentra-se nas ações humanas cuja finalidade ultrapassa a ação em si, objetivando um objeto ou uma obra. • Arquitetura (objetiva a edificação de algo); • Economia (objetiva a produção agrícola, o artesanato, o comércio, isto é, produções que visam a sobrevivência e o acúmulo de riqueza); • Medicina (objetiva a saúde e a cura das doenças);
  8. 8. • Pintura, escultura, poesia, teatro;• Oratória;• Arte da guerra;• Arte da caça;• Arte da navegãção.São objeto das ciências produtivas todas as atividadeshumanas, técnicas ou artísticas, que resultam num produtoou numa obra distintos do produtor.
  9. 9. • Ciências práticas: estudam as práticas humanas que têm nelas mesmas seu próprio fim – ou seja, que não têm por finalidade um produto separado do agente. Não resultam em obra distinta do agente. • Ética, cuja ação é realizada pela vontade guiada pela razão e tendo o bem do indivíduo como finalidade. Este bem é alcançado pela prática voluntária das virtudes morais. • Política, resultante de uma ação racional e voluntária, tendo como fim o bem da comunidade ou o bem comum.
  10. 10. • Ciências teoréticas ou contemplativas: estudam as coisas cuja existência independe dos homens e de suas ações. Não sendo obra humana, podem ser por estes apenas contempladas. Na concepção aristotélica, são as verdadeiras theorias >> que significa contemplação da verdade. O que existe por si mesmo, independentemente do homem? São as coisas da natureza e as coisas divinas. Aristóteles as classifica por ordem de importância, iniciando na menos importante para a importância mais elevada.
  11. 11. I. Ciência das coisas naturais submetidas à mudança (devir): a. Física; b. Biologia; c. Meteorologia; d. Psicologia (os gregos consideravam a alma, psyché, como um ser natural e existente sob formas variadas em todos os seres vivos > homens, plantas, animais);II. Ciências das coisas naturais não submetidas à mudança (devir): a. Matemática;
  12. 12. III. Ciência da realidade pura: Não é natural mutável, nem natural imutável, nem resulta da ação ou da fabricação humana. Trata-se da essência ou substância de tudo que existe, em toda e qualquer realidade – seja natural, matemática, ética, política ou técnica. Aristóteles a chama de Filosofia Primeira. Nos séculos seguintes, desenvolveu-se uma tradição entre os bibliotecários de colocar os livros de Filosofia Primeira logo após os livros de Física. Desta forma, eles passaram a ser conhecidos como livros de Metafísica, pois para os gregos meta é o que está além, o que vem depois.
  13. 13. IV. Ciência das coisas divinas: São a causa e a finalidade de tudo o que existe na natureza e no homem. A palavra grega para Deus é théos e as coisas divinas são chamadas theion. Por isso, a última ciência aristotélica recebe o nome de teologia.Para Aristóteles, a Filosofia tem na Metafísica e na Teologia seuspontos mais altos.
  14. 14. A classificação aristotélica permaneceu válida como indicação docampo de investigação filosófica até o século XIX, quando odesenvolvimento das ciências particulares propiciou que seseparassem do tronco geral da Filosofia.
  15. 15. A partir da classificação aristotélica, pode-se delimitar os trêscampos de investigação da Filosofia:1. Conhecimento do ser: realidade fundamental e primordial de todas as coisas, a essência de toda realidade. Este é o campo da Ontologia, que abriga a Metafísica e a Teologia.2. Conhecimento das ações humanas ou dos valores e das finalidades da ação humana: a. Ações que têm por finalidade a própria ação: Ética e Política; b. Ações que têm por finalidade um produto ou obra: as técnicas e as artes e seus valores.
  16. 16. 3. Conhecimento da capacidade humana de conhecer: Conhecimento do próprio pensamento em exercício. a. Lógica: contém as leis gerais do pensamento; b. Teoria do conhecimento: procedimentos pelos quais se pode obter o conhecimento; c. Ciências diversas; d. Teoria das ciências (epistemologia): estuda e avalia os procedimentos empregados pelas diferentes ciências na busca pelo conhecimento.
  17. 17. Fontes bibliográficas:ABRÃO, Bernadette Siqueira. A história da filosofia. SãoPaulo, Ed. Nova Fronteira, 2004CHAUI, Marilena. Convite à filosofia. São Paulo, 13ª edição,Ed. Ática, 2005GHIRALDELLI JR., Paulo. Introdução à filosofia. Barueri, Ed.Manole, 2003

×