Produção de Subjetividade do bebê através da exposição a
programas infantis televisivos
No berço da lógica do
consumo
Elis...
Referenciais Teóricos
Fases da Criança (Piaget, J. 1967)
Relações de Poder (Foucault, M. 1977)
Produção de material voltad...
Objetivos
Observar questões fundamentais na
construção da identidade, como
aprendizagem, afetividade, consumo e
sociabilid...
Discussões Geradas
 Capacidades do Bebê x o aparato tecnológico TV
 Estratégias de produção de subjetividade
 Implicações na saúde, aprend...
Pesquisa Empírica
Metodologia
Foi elaborado uma questionário estruturado com
21 perguntas abertas.
Os pais não necessariamente tinham que
re...
Participantes
57 pais responderam ao questionário, totalizando a
observação do universo de 58 crianças.
Quase 80% das cria...
Resultados
A reação mais mencionada (16) foi que as crianças ficam felizes.
A segunda reação mais mencionada (13) foi que a criança r...
Menções ao programa
no dia a dia
Apenas dois pais não repararam menção alguma.
Muitos pais (12) disseram que seus filhos c...
Aquisição de comportamentos
e palavras
Somente cinco pais não repararam nenhuma aquisição. E
quatro declararam que o filho...
Relação Pais - Programa - Consumo
No espaço destinado à críticas, elogios e observações, tirando
quatro pais que não respo...
Obrigada!
Elisa -
elisaomr@hotmail.com
Pocoyo - No berço da Lógica do Consumo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pocoyo - No berço da Lógica do Consumo

310 visualizações

Publicada em

O trabalho investigou as perspectivas e impressões de pais de crianças de zero a cinco anos com relação às afetações de seus filhos no contato constante com o programa infantil Pocoyo, destinado à idade pré-escolar. Foram entrevistadas 57 pessoas entre pais e mães, totalizando a observação do universo de 58 crianças. O estudo revelou que 80% dos pais repararam em seus filhos a aquisição de determinados comportamentos ou linguagem em decorrência da exposição das crianças ao programa. E que 95% dos pais de crianças que já possuem o domínio da fala reparam que seus filhos mencionam de alguma forma elementos do programa em seu dia-a-dia. Ainda, 96% dos pais acreditam que o programa atua positivamente na educação de seus filhos. Também houve relatos de preocupação em relação ao que as crianças tem acesso como entretenimento na TV e a constatação da presença massiva dos produtos do Pocoyo na vida das crianças. Os resultados apontam para a existência da crença, da maior parte dos pais, do poder educativo e promotor de valores morais dos programas televisivos.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
310
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pocoyo - No berço da Lógica do Consumo

  1. 1. Produção de Subjetividade do bebê através da exposição a programas infantis televisivos No berço da lógica do consumo Elisa Olsson Moraes Rego
  2. 2. Referenciais Teóricos Fases da Criança (Piaget, J. 1967) Relações de Poder (Foucault, M. 1977) Produção de material voltado para criança (Benjamin, W. 1987) Criança-TV (McLuhan, M. 1964) 4o Poder: a Mídia (Guareschi, P.; Biz, O. ,2005)
  3. 3. Objetivos Observar questões fundamentais na construção da identidade, como aprendizagem, afetividade, consumo e sociabilidade. Discutir novas formas de produção de identidade, formação de hábitos de consumo e o poder da indústria cultural. Analisar a afetação de bebês e crianças até 5 anos pelo programa infantil Pocoyo, através da perspectiva dos pais, considerando a influência dos mesmos, numa interação tríplice.
  4. 4. Discussões Geradas
  5. 5.  Capacidades do Bebê x o aparato tecnológico TV  Estratégias de produção de subjetividade  Implicações na saúde, aprendizado e sociabilidade  Papel do desejo dos pais na formação da experiência infantil  Lógica do capital como propulsora das modificações das maneiras de ser humano.
  6. 6. Pesquisa Empírica
  7. 7. Metodologia Foi elaborado uma questionário estruturado com 21 perguntas abertas. Os pais não necessariamente tinham que responder a todas elas. As respostas foram examinadas através da análise de conteúdo (Bardin, 1977) Relação criança - programa Relação pais - consumo
  8. 8. Participantes 57 pais responderam ao questionário, totalizando a observação do universo de 58 crianças. Quase 80% das crianças têm entre 1 e 4 anos e 43% delas tem até 2 anos.
  9. 9. Resultados
  10. 10. A reação mais mencionada (16) foi que as crianças ficam felizes. A segunda reação mais mencionada (13) foi que a criança repete ou imita personagens e situações do Pocoyo. Muitos pais (11) ainda repararam que seus filhos ficam somente quietos enquanto assistem. Reações ao assistir
  11. 11. Menções ao programa no dia a dia Apenas dois pais não repararam menção alguma. Muitos pais (12) disseram que seus filhos chamam pelos nomes dos personagens. A maioria dos pais (16) disse que seus filhos pedem para ver o programa durante o dia. Sete pais disseram que seus filhos pedem produtos do Pocoyo e Oito disseram que seus filhos mencionam porque têm um produto Pocoyo.
  12. 12. Aquisição de comportamentos e palavras Somente cinco pais não repararam nenhuma aquisição. E quatro declararam que o filho é muito pequeno para perceber. A maioria dos pais (12) mencionou que os filhos passaram a imitar expressões faciais, modos de falar ou atitudes do Pocoyo A segunda maior menção foi a da aquisição de vocabulário (9 pais) Apareceram cinco menções para “cantar como o Pocoyo” e seis para “dançar como o Pocoyo”
  13. 13. Relação Pais - Programa - Consumo No espaço destinado à críticas, elogios e observações, tirando quatro pais que não responderam, todos os pais fizeram comentários positivos. Quanto aos objetos consumidos, 16 pais disseram ter o DVD e 13 já deram bonecos Pocoyo para seus filhos Muitos pais (17) manifestaram o desejo de presentear o filho com um produto Pocoyo. A grande maioria (50 pais) disse acreditar que o desenho atua positivamente na educação dos filhos, sendo que sete pais destacaram que o programa ajuda no aprendizado e aquisição de palavras.
  14. 14. Obrigada! Elisa - elisaomr@hotmail.com

×