Conversa filosófica 2015

545 visualizações

Publicada em

Possíveis temas de redação do ENEM 2015

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
545
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conversa filosófica 2015

  1. 1. CONVERSA FILOSÓFICA 2015 PROJETO ENEM 2015:
  2. 2. ASSUNTOS:  Como elaborar uma boa redação na prova do Enem mostrando conhecimentos variados?;  Assuntos mais comentados em dezembro/2013, janeiro e fevereiro de 2014.  Tipos de Textuais: argumentativo, narrativo, descritivos, dissertativo, injuntivo/instituicionais;  Movimentos Sociais;  Migração, emigração e imigração;  Direitos humanos;  Possíveis Temas de Redação para o Enem 2014 (Perdão se faltar algum).
  3. 3. 1. CONHECIMENTOS VARIADOS  Nós educadores sempre pedimos a vocês alunos que tenha o hábito da leitura. Não existe outra maneira de formar opiniões para chegar a criticar determinado assunto se você não leu o assunto antes.  Como estamos nas vésperas da prova, é interessante que pelo menos você lei textos, artigos ou noticias relacionadas as redações anteriores do EMEM.  "É fundamental que os alunos façam um levantamento dos assuntos importantes que estiveram presentes nos jornais ao longo do ano para que possam ter uma consciência crítica sobre os assuntos que foram abordados (...). Ler textos com a mesma estrutura do exigido no Enem - que é o argumentativo-dissertativo - para se familiarizar com a estrutura é outra dica. "Essa tipologia pressupõe que o aluno estabeleça uma tese e dois ou três argumentos que fundamentem essa tese", explica a professora de redação do curso preparatório do Sistema Elite de Ensino, do Rio de Janeiro, Rita Bezerra.  E por fim, trenar a redação com estes temas importantes e fazer uma releitura para verificar se de fato o texto tem coerência, introdução, desenvolvimento e conclusão
  4. 4. 2. ASSUNTOS MAIS COMENTADOS EM DEZEMBRO/2013, JANEIRO E FEVEREIRO DE 2014 (VOCÊ DEVE FAZER A LEITURA DOS MAIS IMPORTANTES. EX.: MEIO AMBIENTE E VIOLÊNCIA).  Dezembro:  Janeiro Fevereiro No mundo: 1. Papa Francisco 2. Eleição 3. Bebê Real 4. Tufão 5. Harlem Shake 6. Inundação 7. Miley Cyrus 8. Maratona de Boston 9. Tour de France 10. Nelson Mandela No Brasil: 1. Carnaval 2. Neymar 3. Rock in Rio 4. Papa Francisco 5. Mensalão 6. Copa das Confederações 7. Maracanã 8. #vemprarua 9. Petrópolis 10. Boate Kiss 1. Violência e direito humanos; 2. Rolezinhos; 3. Programas de proteção aos dependentes químicos; 4. Internet e tecnologia 5. Xenofobia; 6. Justiceiros; 7. Movimentos Sociais. 1. Transporte publico; 2. Racismo; 3. Os perigos do metro;
  5. 5. 3. TEXTO ARGUMENTATIVO E NARRATIVO No texto narrativo, o fato é o ponto central da ação, sendo o verbo o elemento principal. É importante só uma ação centralizadora para envolver as personagens. Deve haver um centro de conflito, um núcleo do enredo. Exemplo: "Toda a gente tinha achado estranha a maneira como o Capitão Rodrigo Camborá entrara na vida de Santa Fé. Um dia chegou a cavalo, vindo ninguém sabia de onde, com o chapéu de barbicacho puxado para a nuca, a bela cabeça de macho altivamente erguida e aquele seu olhar de gavião que irritava e ao mesmo tempo fascinava as pessoas. Devia andar lá pelo meio da casa dos trinta, montava num alazão, trazia bombachas claras, botas com chilenas de prata e o busto musculoso apertado num dólmã militar azul, com gola vermelha e botões de metal". (Um certo capitão Rodrigo – Érico Veríssimo) Texto argumentativo: Na argumentação, além de expressar uma opinião, procuramos formar a opinião do outro, tentando convencê-lo. Argumentar, então, é convencer (ou tentar convencer) pela apresentação de razões, em face da evidência das provas e à luz de um raciocínio coerente e consistente. Exemplo: "O governo, quando está veiculando nos jornais, revistas ou na TV uma campanha de prevenção contra a poliomielite, está agindo através da linguagem, produzindo o efeito de sentido de que se evita a paralisia infantil pela vacinação das crianças. Isto quer dizer que as palavras viram ações, que através das palavras conseguimos produzir no outro, ao qual nos dirigimos, uma atitude, um posicionamento; no caso, a atitude de vacinar crianças para diminuir a incidência da poliomielite. O que as campanhas fazem é estabelecer mecanismos argumentativos capazes de convencer seus ouvintes". ("O texto argumentativo", Adilson Citeli)
  6. 6. 4. TEXTO DESCRITIVO  “Descrição é a representação verbal de um objeto sensível (ser, coisa, paisagem), através da indicação dos seus aspectos mais característicos, dos pormenores que o individualizam, que o distinguem.” Descrever não é enumerar o maior número possível de detalhes, mas assinalar os traços mais singulares, mais salientes; é fazer ressaltar do conjunto uma impressão dominante e singular. Dependendo da intenção do autor, varia o grau de exatidão e minúcia na descrição.  Diferentemente da narração, que faz uma história progredir, a descrição faz interrupções na história, para apresentar melhor um personagem, um lugar, um objeto, enfim, o que o autor julgar necessário para dar mais consistência ao texto. Texto descritivo é, então, desenhar, pintar, usando palavras em vez de tintas. Um bom exercício para levar a criança a vivenciar o texto descritivo e pedir que ela olhe em volta e escreva ou fale o que está vendo, descrever objetos como, sua mochila, estojo, etc. Ou que ela conte como é o coleguinha ao lado, (nessa é bom ter cuidado, pois elas costumam achar defeitos horrorosos).  Algumas das características que marcam o texto descritivo são: 1. presença de substantivo, que identifica o que está sendo descrito. 2. adjetivos e locuções adjetivas. 3. presença de verbos de ligação. 4. há predominância do predicado verbal, devido aos verbos de ligação e aos adjetivos. 5. emprego de metáforas e comparações, para auxiliar na “visualização” das características que se deseja descrever.  Essa é a explicação básica e resumida de “como ensinar texto descritivo para crianças”. Lembrando que ao descrever seres vivos, as características psicológicas
  7. 7. EXEMPLO DE TEXTO DESCRITIVO A árvore é grande, com tronco grosso e galhos longos”. É cheia de cores, pois tem o marrom, o verde, o vermelho das flores e até um ninho de passarinhos. O rio espesso com suas águas barrentas desliza lento por entre pedras polidas pelos ventos e gastas pelo tempo.
  8. 8. 5. TEXTO DISSERTATIVO  Dissertar é o mesmo que desenvolver ou explicar um assunto, discorrer sobre ele. Assim, o texto dissertativo pertence ao grupo dos textos expositivos, juntamente com o texto de apresentação científica, o relatório, o texto didático, o artigo enciclopédico. Em princípio, o texto dissertativo não está preocupado com a persuasão e sim, com a transmissão de conhecimento, sendo, portanto, um texto informativo. Os textos argumentativos, ao contrário, têm por finalidade principal persuadir o leitor sobre o ponto de vista do autor a respeito do assunto. Quando o texto, além de explicar, também persuade o interlocutor e modifica seu comportamento, temos um texto dissertativo-argumentativo. O texto dissertativo argumentativo tem uma estrutura convencional, formada por três partes essenciais.  Introdução (1o parágrafo): Apresenta a idéia principal da dissertação, podendo conter uma citação, uma ou mais perguntas (contanto que sejam respondidas durante o texto), comparação, pensamento filosófico, afirmação histórica, etc.  Desenvolvimento (2o aos penúltimos parágrafos): Argumentação e desenvolvimento do tema, na qual o autor dá a sua opinião e tenta persuadir o leitor, sem nunca usar a primeira pessoa (invés de “eu sei”, use “nós sabemos” ou “se sabe”).  Conclusão (último parágrafo): Resumo do que foi dito no texto e/ou uma
  9. 9. EXEMPLO DE TEXTO DISSERTATIVO  Uma nova ordem Nunca foi tão importante no País uma cruzada pela moralidade. As denúncias que se sucedem, os escândalos que se multiplicam, os casos ilícitos que ocorrem em diversos níveis da administração pública exibem, de forma veemente, a profunda crise moral por que passa o País. O povo se afasta cada vez mais dos políticos, como se estes fossem símbolos de todos os males. As instituições normativas, que fundamentam o sistema democrático, caem em descrédito. Os governantes, eleitos pela expressão do voto, também engrossam a caldeira da descrença e, frágeis, acabam comprometendo seus programas de gestão. Para complicar, ainda estamos no meio de uma recessão que tem jogado milhares de trabalhadores na rua, ampliando os bolsões de insatisfação e amargura. Não é de estranhar que parcelas imensas do eleitorado, em protesto contra o que veem e sentem, procurem manifestar sua posição com o voto nulo, a abstenção ou o voto em branco. Convenhamos, nenhuma democracia floresce dessa maneira. A atitude de inércia e apatia dos homens que têm responsabilidade pública os condenará ao castigo da história. É possível fazer-se algo, de imediato, que possa acender uma pequena chama de esperança. O Brasil dos grandes valores, das grandes ideias, da fé e da crença, da esperança e do futuro necessita, urgentemente da ação solidária, tanto das autoridades quanto do cidadão comum, para instaurar uma nova ordem na ética e na moral.
  10. 10. 6. TEXTO INJUNTIVO E PRESCRITIVO  O texto injuntivo se caracteriza como tal pelo fato da intenção estar voltada para instruir o interlocutor acerca de um determinado procedimento. Cabe aqui ressaltar que esse aspecto voltado para a orientação não possui aquela essência coercitiva, apenas sugere como algo deve ser feito. Entre os casos que representam as circunstâncias em questão podemos mencionar: * O discurso manifestado por um livro de autoajuda qualquer; * O mesmo discurso revelado por um manual de instruções, o qual instrui o interlocutor a proceder de uma forma definida; * Os procedimentos manifestados mediante uma receita culinária, visto que a intenção é a mesma, embora nada impeça que o leitor opte por um ingrediente em vez do outro. O chamado texto prescritivo, de antemão já assume um caráter um tanto quanto coercitivo, imposto, regido por condições inquestionáveis de atuação, ou seja, “proceda sempre dessa forma e não opte por demais alternativas”. Nessa categoria se enquadram: * Aqueles discursos manifestados nas cláusulas de um determinado contrato; * Os mesmos retratados nos artigos da Constituição ou do Código de Processo Penal; * As regras preconizadas pela gramática normativa, tendo em vista o padrão formal da linguagem; * As instruções materializadas nos editais de concursos públicos em geral, entre outras circunstâncias cuja finalidade assim se define.
  11. 11. 7. TEXTOS INSTITUCIONAIS  Os textos institucionais são utilizados na área da propaganda e marketing; em eventos como feiras e congressos voltados a promoção, a apresentação e propaganda das empresas que integram o setor.  Geralmente o texto é apresentado em vários idiomas : Português, Inglês, Frances; dependendo do pais onde ocorre o evento, e qual o público alvo.  Os textos possuem um número máximo de caracteres: 700 .
  12. 12. TEMAS QUE PODEM CAIR TANTO NA REDAÇÃO QUANTO EM FILOSOFIA E SOCIOLOGIA
  13. 13. 7. DIREITOS HUMANOS
  14. 14. INTRODUÇÃO  Meus caros alunos, quero que vocês se esqueçam de tudo o que ouviram falar até hoje sobre os direitos humanos. Primeiro, porque eles “não são para os bandidos” e segundo porque são direitos de todos.  Para sanar esta duvida sugiro a vocês que assistam este vídeo disponível em https://www.youtube.com/watch?v=quQQrPC 7WME para maiores esclarecimentos.
  15. 15.  Os direitos humanos correspondem à somatória de valores e de atos que possibilitam a todos uma vida digna e qu são previstos em tratados internacionais. De modo geral, são direitos dos indivíduos que podem ser exercidos individual ou coletivamente. São:  a) direitos civis e políticos (exemplos: direitos à vida, à propriedade, liberdades de pensamento, de expressão, de crença, igualdade formal, ou seja, de todos perante a lei, direitos à nacionalidade, de participar do governo do seu Estado, podendo votar e ser votado, entre outros, fundamentados no valor liberdade); b) direitos econômicos, sociais e culturais (exemplos:direitos ao trabalho, à educação, à saúde, à previdência social, à moradia, à distribuição de renda, entre outros, fundamentados no valor igualdade de oportunidades); c) direitos difusos e coletivos (exemplos: direito à paz, direito ao progresso, autodeterminação dos povos, direito ambiental, direitos do consumidor, inclusão digital, entre outros, fundamentados no valor fraternidade).  A Declaração Universal dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas afirma que: “Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade.”
  16. 16.  Algumas características dos direito humanos são: (1) Historicidade. São históricos como qualquer direito. Nascem, modificam-se e desaparecem. Eles apareceram com a revolução burguesa e evoluem, ampliam-se, com o correr dos tempos; (2) Inalienabilidade. São direitos intransferíveis, inegociáveis, porque não são de conteúdo econômico- patrimonial. Se a ordem constitucional os confere a todos, deles não se pode desfazer, porque são indisponíveis; (3) Imprescritibilidade. O exercício de boa parte dos direitos fundamentais ocorre só no fato de existirem reconhecidos na ordem jurídica (...). Se são sempre exercíveis e exercidos, não há intercorrência temporal de não exercício que fundamente a perda da exigibilidade pela prescrição; (4) Irrenunciabilidade. Não se renunciam direitos fundamentais. Alguns deles podem até não ser exercidos, pode-se deixar de exercê-los, mas não se
  17. 17. IMPORTANTÍSSIMO, POIS VOCÊ PODE CITÁ-LOS EM QUALQUER ASSUNTO, PORTANTO É CONVENIENTE QUE VOCÊ IMPRIMA ESTA FOTO ABAIXO E UTILIZE NA HORA D ELABAORAR A SUA REDAÇÃO
  18. 18. ONU (CURIOSIDADES)  Organização das Nações Unidas (ONU), ou simplesmente Nações Unidas (NU), é uma organização internacional cujo objetivo declarado é facilitar a cooperação em matéria de direito internacional, segurança internacional, desenvolvimento econômico, progresso social, direitos humanos e a realização da paz mundial. A ONU foi fundada em 1945após a Segunda Guerra Mundial para substituir a Liga das Nações, com o objetivo de deter guerra entre países e para fornecer uma plataforma para o diálogo. Ela comtém várias organizações subsidiárias para realizar suas missões.  Existem atualmente 193 países-membros, incluindo quase todos os Estados soberanos do mundo. De seus escritórios em todo o mundo, a ONU e suas agências especializadas decidem sobre questões dessubstantivas e administrativas em reuniões regulares ao longo do ano. A organização está dividida em instâncias administrativas, principalmente: a Assembleia Geral (assembleia deliberativa principal); o Conselho de Segurança (para decidir determinadas resoluções de paz e segurança); o Conselho Econômico e Social (para auxiliar na promoção da cooperação econômica e social internacional e desenvolvimento); o Secretariado (para fornecimento de estudos, informações e facilidades necessárias para a ONU), o Tribunal Internacional de Justiça (o órgão judicial principal). Além de órgãos complementares de todas as outras agências do Sistema das Nações Unidas, como a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Programa Alimentar Mundial (PAM) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF). A figura mais publicamente visível da ONU é o Secretário-Geral, cargo ocupado desde 2007 por Ban Ki-moon, da Coreia do Sul. A organização é financiada por contribuições voluntárias dos Estados-membros, e tem seis línguas oficiais: árabe, chinês, inglês, francês, russo e espanhol
  19. 19. DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS  Delineia os direitos humanos básicos, foi adotada pela Organização das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948. Esboçada principalmente por John Peters Humphrey, do Canadá, mas também com a ajuda de várias pessoas de todo o mundo.  Para conhecer todos os direitos humanos acesse: http://www.humanrights.com/pt/what-are-human- rights/universal-declaration-of-human-rights/articles-01-10.html "A Assembleia Geral proclama a presente Declaração Universal dos Direitos Humanos como o ideal comum a ser atingido por todos os povos e todas as nações, com o objetivo de que cada indivíduo e cada órgão da sociedade, tendo sempre em mente esta Declaração, se esforce, através do ensino e da educação, por promover o respeito a esses direitos e liberdades, e, pela adoção de medidas progressivas de caráter nacional e internacional, por assegurar o seu reconhecimento e a sua observância universal e efetiva, tanto entre os povos dos próprios estados-membros, quanto entre os povos dos territórios sob sua jurisdição.”
  20. 20. 8. MOVIMENTOS SOCIAIS
  21. 21.  “Os movimentos sociais, na pratica, são a representação da sociedade como organização, que os utiliza como instrumentos de ação num contexto histórico especifico. O conflito de classe e os acordos políticos são, consequentemente, canais dos movimentos para atingir seus fins.”  “O movimento deixa de ser apenas a expressão de uma contradição socioeconômica, e acaba sendo responsável pela detonação e pelo desenvolvimento dos embates de grandes proporções.”  Teoricamente podemos classificar os movimentos sociais em três categorias:  1) movimentos reivindicatórios; são movimentos presos a reivindicações imediatas, esforçam-se em pressionar instituições para alterar dispositivos que teoricamente lhes favoreciam. Têm um horizonte sem dúvida limitado, considerando que seus fins são relativamente simples e não vão além de demandas pontuais especificas. Ex. “Estou no vermelho” movimento de greve dos professores da UEL por melhorias salariais.  2) Movimentos políticos; tenta influenciar nos meio utilizados para se atingir os caminhos condutores a participação política direta. Também se esforçam, no decorrer do processo para mudar a correlação de forças, influindo nos grandes debates travados com outros grupos adversários. Ex. Movimento das Diretas Já! 1984.  3) Movimentos de classe; seu intuito seria o de subverter a ordem social de um período determinado e, consequentemente, transformar as relações entre os diferentes atores do contexto nacional, assim como os meios de produção, fazendo avançar as exigências da classe em ascensão, em superação histórica e na sua pressão para se posicionar como elemento hegemônico no processo econômico e político do país. Ex. MST (movimento
  22. 22. 8.1. MOVIMENTO FEMINISTA (ESTE UMA HORA CAI)  O feminismo é um movimento que tem origem no ano de 1848, na convenção dos direitos da mulher em Nova Iorque. Este movimento adquire cunho reivindicatório por ocasião das grandes revoluções. As conquistas da Revolução Francesa, que tinha como lema Igualdade, Liberdade e Fraternidade, são reivindicadas pelas feministas porque elas acreditavam que os direitos sociais e políticos adquiridos a partir das revoluções deveriam se estender a elas enquanto cidadãs. Algumas conquistas podem ser registradas como conseqüência da participação da mulher nesta revolução, um exemplo é o divórcio.  Os movimentos feministas são, sobretudo, movimentos políticos cuja meta é conquistar a igualdade de direitos entre homense mulheres, isto é, garantir a participação da mulher na sociedade de forma equivalente à dos homens. Além disso, os movimentos feministas são movimentos intelectuais e teóricos que procuram desnaturalizar a idéia de que há uma diferença entre os gêneros. No que se refere aos seus direitos, não deve haver diferenciação entre os sexos. No entanto, a diferenciação dos gêneros é naturalizada em praticamente todas as culturas humanas.  Houve momentos na história da humanidade, como na Idade Média, em que a mulher tinha direitos mais abrangentes como acesso total à profissão e à propriedade além de chefiar a família. Estes espaços se fecharam com o advento do capitalismo. De modo geral, quase sempre houve hegemonia masculina nos diferentes espaços públicos e da mulher no espaço doméstico.  A luta dos movimentos feministas não se esgota na equalização das condições de trabalho entre homens e mulheres. Trata-se de modificar a concepção, naturalizada, de que a mulher é mais “frágil” que o homem.
  23. 23.  O movimento feminista se fortifica por ocasião da Revolução Industrial, quando a mulher assume postos de trabalho e é explorada pelo fato de que assume uma tripla jornada de trabalho, dentro e fora de casa.  Na década de 1960, a publicação do livro O Segundo Sexo, de Simone de Beauvoir, viria influenciar os movimentos feministas na medida em que mostra que a hierarquização dos sexos é uma construção social e não uma questão biológica. Ou seja, a condição da mulher na sociedade é uma construção da sociedade patriarcal. Assim, a luta dos movimentos feministas, além dos direitos pela igualdade de direitos incorpora a discussão acerca das raízes culturais da desigualdade entre os sexos.  Porque os movimentos feministas se opõem às normas hegemônicas de atuação dos homens na sociedade, e por desinformação acerca dos objetivos do movimento, estes sofrem diversas críticas. Muitos acreditam que as mulheres pregam o ódio contra os homens ou tentam vê-los como inferiores. Os grupos feministas podem ser vistos, ainda, como destruidores dos papéis tradicionais assumidos por homens e mulheres ou como destruidores da família.  As feministas afirmam que sua luta não tem por objetivo destruir tradições ou a família, mas alterar a concepção de que “lugar de mulher é em casa, cuidando dos filhos”. O compromisso dos movimentos feministas é pôr fim à dominação masculina e à estrutura patriarcal. Com isso, acreditam, garantirão a igualdade de direitos sem, contudo, assumir o espaço dos homens.
  24. 24. 9. ENEM
  25. 25. REDAÇÃO DO ENEM MODELO
  26. 26. DA NOTA ZERO NO ENEM  Fuga ao tema Entre as novas regras do edital deste ano, textos que não forem coerentes com a estrutura textual dissertativa- argumentativa e que apresentarem trechos sem relação com o tema proposto configurarão “fuga ao tema” e receberão zero. Para que isso não ocorra, afirma a professora de redação e gramática do Cursinho do XI Edna Barbosa do Santos, os candidatos precisam ter segurança para escrever, o que depende de muita leitura. “Ler jornais e revistas vai fazer com que o aluno tenha vocabulário para desenvolver o seu pensamento”, orienta. A professora ainda ressalta três pontos essenciais para desenvolver um bom texto dissertativo: técnica, treino e conhecimento. Os dois primeiros, segundo ela, podem ser obtidos ainda na escola ou em cursos pré-vestibulares. O conhecimento, no entanto, precisa ser buscado pelo próprio aluno. “Não há professor que consiga oferecer essa parte. O aluno precisa ir atrás da informação, se atualizar”
  27. 27. DA NOTA ZERO NO ENEM  Texto muito curto A leitura também é fundamental para que o aluno não corra o risco de precisar “enrolar” no texto. Isso porque, caso não consiga escrever ou não alcance o número mínimo de linhas, o candidato terá a prova zerada. Para não se perder, portanto, o aluno deve criar uma lista, enumerando os pontos principais do texto. “Sugiro sempre que os alunos façam uma lista de compras antes de começar a escrever. Nela, coloca-se alguns tópicos, para que não se perca nenhum detalhe no que se quer abordar no texto. Feito isso, basta juntar os pontos e ordenar os fatos”, aconselha o professor de gramática e redação do Curso A4 Jeferson de Salles.
  28. 28. DA NOTA ZERO NO ENEM  Cópia ou xingamento Além de direcionar para o tema proposto, as coletâneas de apoio (textos que servem de abertura para o tema da redação) também podem se tornar grandes inimigas dos candidatos. Isso porque não é raro que os alunos acabem parafraseando ou, até mesmo, copiando partes desses textos, o que acarreta na anulação da prova. Para a professora Edna, o uso das coletâneas precisa ser moderado. “O máximo que os alunos podem utilizar são dados estatísticos ou alguma citação de autores incluída nos textos”, orienta. Além disso, frases com impropérios, insultos ou desenhos também serão anulados.
  29. 29. RADICALISMO OU PRECONCEITO PODEM ZERAR A REDAÇÃO  O desrespeito aos direitos fundamentais está entre as cinco razões para ter a redação do Enem zerada. Por isso, é importante que o candidato valorize princípios de cidadania, igualdade, liberdade e diversidade, assuntos sempre presentes nos temas propostos. "O Enem é uma prova que exige dos alunos uma visão mais progressista e humana", afirma o professor de literatura e redação Daniel Welber, do Cursinho Henfil.  No ano passado, mais de 4 milhões de alunos participaram da prova, que tinha como tema da redação "o movimento imigratório para o Brasil no século 21". Com base nos textos de apoio oferecidos, os candidatos precisavam propor uma solução para o problema, parte essencial da avaliação. Segundo o professor, porém, é necessário evitar argumentos e posições radicais. "A ação precisa ser moderada. No caso do tema de 2012, qualquer proposta que envolvesse xenofobia, por exemplo, implicaria em uma diminuição da nota", diz Welber, referindo-se ao preconceito contra diferentes culturas e nacionalidades.  Implementada recentemente no edital da prova, a questão dos valores humanos é uma forma de estimular as escolas a promoverem o protagonismo e a cidadania dos alunos. "Com isso, os educadores precisam passar aos alunos não só conhecimentos de matemática e português, mas também os ensinar a utilizar os conhecimentos adquiridos dentro da sala de aula em transformações culturais e sociais", afirma o supervisor de língua portuguesa do Anglo Vestibulares, Francisco Platão Savioli.  Como exemplo, Savioli aponta a questão da violência no País. Para ele, o argumento ideal a ser proposto pelos candidatos seria o da igualdade social como forma de acabar com o problema. "Esse tema pode dar abertura a pensamentos radicais, como o da implantação da pena de morte no Brasil. No entanto, o mais adequado seria apresentar saídas para cortar o mal pela raiz. Ou seja, propor o cumprimento da lei e o tratamento das pessoas com dignidade", aconselha.  O professor ressalta, ainda, que argumentos vexatórios e preconceituosos na redação são motivos para ter a prova zerada em qualquer vestibular.
  30. 30. TEMAS DE REDAÇÃO DOS ENEMS ANTERIORES  Tema 2008 (OBS. DA ZATY: FAZ PARTE DOS DIREITOS HUMANOS DE TERCEIRA GERAÇÃO – CONFIRA) Como preservar a floresta Amazônica: suspender imediatamente o desmatamento, dar incentivo financeiro a proprietários que deixarem de desmatar ou aumentar a fiscalização e aplicar multas a quem desmatar? O debate sobre a economia sustentável e o cumprimento das leis ambientais está presente nas escolas, na mídia e na política do País. Os avaliados em 2009 tiverem de mostrar que possuíam consciência ecológica. O tema sobre o desmatamento na Amazônia estava inserido em uma linha de raciocínio que não tem sido mais cobrada pelo Enem, mas não se sabe se poderá voltar a ser solicitada. Naquele caso, deveria ser usada a contra-argumentação, pela qual o aluno expõem prós e contras de uma das alternativas apresentadas. A linha de pensamento usual nas provas mais recentes é a argumentação unilateral. O aluno deve ser capaz de identificar qual linha de raciocínio deve ser colocar no texto, conforme o tema proposto. Quando o enunciado incitar polêmica, a dica é sempre verificar os dois lados da questão. Novamente, o aluno não pode se esquecer de expor seu ponto de vista crítico. VEJAMOS:
  31. 31.  O texto acima, que focaliza a relevância da região amazônica para o meio ambiente e para a economia brasileira, menciona a “máquina de chuva da Amazônia”. Suponha que, para manter essa “máquina de chuva” funcionando, tenham sido sugeridas as ações a seguir:  1 – suspender completa e imediatamente o desmatamento na Amazônia, que permaneceria proibido até que fossem identificadas áreas onde se poderia explorar, de maneira sustentável, madeira de florestas nativas;  2 – efetuar pagamentos a proprietários de terras para que deixem de desmatar a floresta, utilizando-se recursos financeiros internacionais;  3 – aumentar a fiscalização e aplicar pesadas multas àqueles que promoverem desmatamentos não-autorizados.  Escolha uma dessas ações e, a seguir, redija um texto dissertativo, ressaltando as possibilidades e as limitações da ação escolhida.  Ao desenvolver seu texto, procure utilizar os conhecimentos adquiridos e as reflexões feitas ao longo de sua formação. Selecione, organize e relacione argumentos, fatos e opiniões para defender seu ponto de vista, sem ferir os direitos humanos.
  32. 32. Tema 2009 "O indivíduo frente à ética nacional" foi o tema de 2009, cobrado em uma época de polêmica sobre a corrupção no País. O que se esperava, naquele ano, era a capacidade de pensar no problema relacionado à realidade nacional, trazendo soluções do que podia ser feito e do que já estava sendo feito frente ao problema apresentado. Mostrar-se informado sobre o tema e ter cuidado para não cair no senso comum são maneiras de apresentar uma boa escrita. O estudante também precisa apresentar uma reflexão, pois mostrar que consegue problematizar o tema faz parte da composição de um bom texto. VEJAMOS: Com base na leitura dos textos motivadores seguintes e nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma culta escrita da Língua Portuguesa sobre o tema O indivíduo frente à ética nacional, apresentando proposta de ação social, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione corretamente argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.
  33. 33.  Andamos demais acomodados, todo mundo reclamando em voz baixa como se fosse errado indignar-se.  Sem ufanismo, porque dele estou cansada, sem dizer que este é um país rico, de gente boa e cordata, com natureza (a que sobrou) belíssima e generosa, sem fantasiar nem botar óculos cor-de-rosa, que o momento não permite, eu me pergunto o que anda acontecendo com a gente.  Tenho medo disso que nos tornamos ou em que estamos nos transformando, achando bonita a ignorância eloqüente, engraçado o cinismo bem-vestido, interessante o banditismo arrojado, normal o abismo em cuja beira nos equilibramos — não malabaristas, mas palhaços.  LUFT, L. Ponto de vista. Veja. Ed. 1988, 27 dez. 2006 (adaptado).  Qual é o efeito em nós do “eles são todos corruptos”?  As denúncias que assolam nosso cotidiano podem dar lugar a uma vontade de transformar o mundo só se nossa indignação não afetar o mundo inteiro. “Eles são TODOS corruptos” é um pensamento que serve apenas para “corfirmar” a “integridade” de quem se indigna.  O lugar-comum sobre a corrupção generalizada não é uma armadilha para os corruptos: eles continuam iguais e livres, enquanto, fechados em casa, festejamos nossa esplendorosa retidão.  O dito lugar-comum é uma armadilha que amarra e imobiliza os mesmos que denunciam a imperfeição do mundo inteiro.  CALLIGARIS, C. A armadilha da corrupção. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br (adaptado)
  34. 34.  Tema 2010 (OBS. DA ZATY: FAZ PARTE DOS DIREITOS HUMANOS DE SEGUNDA GERAÇÃO – CONFIRA) "O trabalho na construção da dignidade humana", tema de 2010, teve um caráter universal, onde o avaliado precisou atrelar seu pensamento argumentativo e reflexivo sobre o tema com o contexto no qual estava inserido, ou seja, a realidade brasileira. Citar exemplos, dados concretos ou estatísticas enriquece a redação e conta pontos positivos na correção. Ler muito e manter-se bem informado voltam a ser dicas preciosas para uma boa redação, pois mostram que o aluno possui repertório e é bem informado, principalmente no que se refere ao mundo das minorias
  35. 35.  Com base na leitura dos seguintes textos motivadores e nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma culta escrita da língua portuguesa sobre o tema O Trabalho na Construção da Dignidade Humana, apresentando experiência ou proposta de ação social, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.  O que é trabalho escravo  Escravidão contemporânea é o trabalho degradante que envolve cerceamento da liberdade  A assinatura da Lei Áurea, em 13 de maio de 1888, representou o fim do direito de propriedade de uma pessoa sobre a outra, acabando com a possibilidade de possuir legalmente um escravo no Brasil. No entanto, persistiram situações que mantêm o trabalhador sem possibilidade de se desligar de seus patrões. Há fazendeiros que, para  realizar derrubadas de matas nativas para formação de pastos, produzir carvão para a  indústria siderúrgica, preparar o solo para plantio de sementes, entre outras atividades agropecuárias, contratam mão de obra utilizando os contratadores de empreitada, os chamados “gatos”. Eles aliciam os trabalhadores, servindo de fachada para que os fazendeiros não sejam responsabilizados pelo crime.  Trabalho escravo se configura pelo trabalho degradante aliado ao cerceamento da liberdade. Este segundo fator nem sempre é visível, uma vez que não mais se utilizam correntes para prender o homem à terra, mas sim ameaças físicas, terror psicológico ou mesmo as grandes distâncias que separam a propriedade da cidade mais próxima.  Disponível em: http://www.reporterbrasil.org.br. Acesso em: 02 set.2010 (fragmento).
  36. 36. O futuro do trabalho Esqueça os escritórios, os salários fixos e a aposentadoria. Em 2020, você trabalhará em casa, seu chefe terá menos de 30 anos e será uma mulher Felizmente, nunca houve tantas ferramentas disponíveis para mudar o modo como trabalhamos e, consequentemente, como vivemos. E as transformações estão acontecendo. A crise despedaçou companhias gigantes tidas até então como modelos de administração. Em vez de grandes conglomerados, o futuro será povoado de empresas menores reunidas em torno de projetos em comum. Os próximos anos também vão consolidar mudanças que vêm acontecendo há algum tempo: a busca pela qualidade de vida, a preocupação com o meio ambiente, e a vontade de nos realizarmos como pessoas também em nossos trabalhos. “Falamos tanto em desperdício de recusos naturais e energia, mas e quanto ao desperdício de talentos?”, diz o filósofo e ensaísta suiço Alain de Batton em seu novo livro The Pleasures and Sorrows of Works (Os prazeres e as dores do trabalho, ainda inédito no Brasil).
  37. 37.  Tema 2011 (OBS. DA ZATY: FAZ PARTE DOS DIREITOS HUMANOS DE QUARTA GERAÇÃO – CONFIRA) "Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado", proposta de 2011, estava inserida em um universo conhecido pela maioria dos alunos. O mundo digital é algo com que jovens e adolescentes convivem diariamente, mas acabam não refletindo sobre suas consequências na vida cotidiana. A prova incitou a reflexão de um tema banal, exigindo que o candidato problematizasse o tema, exercitando a sua capacidade crítica. Os temas relacionados ao digital, como o uso da internet como ferramenta de comunicação, a vida social em rede e os limites a serem respeitados avaliam se o estudante utiliza a autocrítica na hora de escrever. VEJAMOS:
  38. 38.  Com base na leitura dos textos motivadores seguintes e nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua portuguesa sobre o tema VIVER EM REDE NO SÉCULO XXI: OS LIMITES ENTRE O PÚBLICO E O PRIVADO, apresentando proposta de conscientização social que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.  Liberdade Sem Fio  A ONU acaba de declarar o acesso à rede um direito fundamental do ser humano – assim como saúde, moradia e educação. No mundo todo, pessoas começam a abrir seus sinais privados de wi-fi, organizações e governos se mobilizam para expandir a rede para espaços públicos e regiões onde ela ainda não chega, com acesso livre e gratuito.  ROSA, G.; SANTOS, P. Galileu. Nº 240, jul. 2011 (fragmento).  A internet tem ouvidos e memória  Uma pesquisa da consultoria Forrester Research revela que, nos Estados Unidos, a população já passou mais tempo conectada à internet do que em frente à televisão. Os hábitos estão mudando. No Brasil, as pessoas já gastam cerca de 20% de seu tempo on-line em redes sociais. A grande maioria dos internautas (72%, de acordo com o Ibope Mídia) pretende criar, acessar e manter um perfil em rede. “Faz parte da própria socialização do indivíduo do século XXI estar numa rede social. Não estar equivale a não ter uma identidade ou um número de telefone no passado”, acredita Alessandro Barbosa Lima, CEO da e.Life, empresa de monitoração e análise de mídias.  As redes sociais são ótimas para dissemiar ideias, tornar alguém popular e também arruinar reputações. Um dos maiores desafios dos usuários de internet é saber ponderar o que se publica nela. Especialistas recomendam que não se deve publicar o que não se fala em público, pois a internet é um ambiente social e, ao contrário do que se pensa, a rede não acoberta anonimato, uma vez que mesmo quem se
  39. 39.  Tema 2012 (OBS. DA ZATY: FAZ PARTE DOS DIREITOS HUMANOS DE QUARTA GERAÇÃO – CONFIRA) "O movimento imigratório para o Brasil no século XXI", tema cobrado pelo Enem no ano passado, era distante da realidade do aluno, que deveria mostrar-se informado sobre o assunto dentro dos mais diversos campos do conhecimento. O fato do Brasil ter passado a ser a sexta economia do mundo certamente contou para que o tema fosse apresentado, reforçando a ideia de que, para escrever bem no Enem, o estudante deve se manter informado sobre os temas atuais brasileiros, mostrando-se capaz de construir um pensamento crítico. Por isso, o aluno antenado aos assuntos debatidos atualmente, que procura leituras e informações relacionadas, sairá
  40. 40.  A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua portuguesa sobre o tema O MOVIMENTO IMIGRATÓRIO PARA O BRASIL NO SÉCULO XXI, apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.  Ao desembarcar no Brasil, os imigrantes trouxeram muito mais do que o anseio de refazer suas vidas trabalhando nas lavouras de café e no início da indústria paulista. Nos séculos XIX e XX, os representantes de mais de 70 nacionalidades e etnias chegaram com o sonho de “fazer a América” e acabaram por contribuir expressivamente para a história do país e para a cultura brasileira. Deles, o Brasil herdou sobrenomes, sotaques, costumes, comidas e vestimentas.  A história da migração humana não deve ser encarada como uma questão relacionada exclusivamente ao passado; há a necessidade de tratar sobre deslocamentos mais recentes.
  41. 41.  Acre sofre com invasão de imigrantes do Haiti  Nos últimos três dias de 2011, uma leva de 500 haitianos entrou ilegalmente no Brasil pelo Acre, elevando para 1.400 a quantidade de imigrantes daquele país no município de Brasileia (AC). Segundo o secretário-adjunto de Justiça e Direitos Humanos do Acre, José Henrique Corinto, os haitianos ocuparam a praça da cidade. A Defesa Civil do estado enviou galões de água potável e alimentos, mas ainda não providenciou abrigo.  A imigração ocorre porque o Haiti ainda não se recuperou dos estragos causados pelo terremoto de janeiro de 2010. O primeiro grande grupo de haitianos chegou a Brasileia no dia 14 de janeiro de 2011. Desde então, a entrada ilegal continua, mas eles não são expulsos: obtêm visto humanitário e conseguem tirar carteira de trabalho e CPF para morar e trabalhar no Brasil.  Segundo Corinto, ao contrário do que se imagina, não são haitianos miseráveis que buscam o Brasil para viver, mas pessoas da classe média do Haiti e profissionais qualificados, como engenheiros, professores, advogados, pedreiros, mestres de obras e carpinteiros. Porém, a maioria chega sem dinheiro.  Os brasileiros sempre criticaram a forma como os países europeus tratavam os imigrantes. Agora, chegou a nossa vez — afirma Corinto.  Disponível em: http://www.dpf.gov.br. Acesso em: 19 jul. 2012 (adaptado).  Trilha da Costura  Os imigrantes bolivianos, pelo último censo, são mais de 3 milhões, com população de aproximadamente 9,119 milhões de pessoas. A Bolívia em termos de IDH ocupa a posição de 114º de acordo com os parâmetros estabelecidos pela ONU. O país está no centro da América do Sul e é o mais pobre, sendo 70% da população considerada miserável. Os principais países para onde os bolivianos imigrantes dirigem-se são: Argentina, Brasil, Espanha e Estados Unidos.  Assim sendo, este é o quadro social em que se encontra a maioria da população da Bolívia, estes dados já demonstram que as motivações do fluxo de imigração não são políticas, mas econômicas. Como a maioria da população tem baixa qualificação, os trabalhos artesanais, culturais, de campo e de costura são os de mais fácil acesso.  OLIVEIRA, R.T. Disponível em: http://www.ipea.gov.br. Acesso em: 19 jul. 2012 (adaptado). 
  42. 42.  TEMA 2013:  A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo (de até 30 linhas) na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil”, apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.  Qual o objetivo da “Lei Seca ao volante”?  De acordo com a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), a utilização de bebidas alcoólicas é responsável por 30% dos acidentes de transito. E metade das mortes, segundo o Ministério da Saúde, está relacionada ao uso do álcool por motoristas. Diante deste cenário preocupante, a Lei 11.705/2008 surgiu com uma enorme missão: alertar a sociedade para os perigos do álcool associado à direção. Para estancar a tendência de crescimento de mortes no trânsito, era necessária uma ação enérgica. E coube ao Governo Federal o primeiro passo, desde a proposta da nova legislação à aquisição de milhares de etilômetros. Mas para que todos ganhem, é indispensável a participação de estados, municípios e sociedade em geral. Porque para atingir o bem comum, o desafio deve ser de todos.
  43. 43. Repulsão magnética a beber e dirigir A lei da física que comprova que dois polos opostos se atraem em um campo magnético é um dos conceitos mais populares desse ramo do conhecimento. Tulipas de chope e bolachas de papelão não servem, em condições normais, como objetos de experimento para confirmar essa proposta. A ideia de uma agência de comunicação em Belo Horizonte foi bem simples. Ímãs foram inseridos em bolachas utilizadas para descansar os copos, de forma imperceptível para o consumidor. Em cada lado, há uma opção para o cliente: dirigir ou chamar um táxi depois de beber. Ao mesmo tempo, tulipas de chope também receberam pequenos pedaços de metal mascarados com uma pequena rodela de papel na base do copo. Durante um fim de semana, todas as bebidas servidas passaram a pregar uma pega no cliente. Ao tentar descansar seu copo com a opção dirigir virada para cima, os ímãs apresentavam a mesma polaridade e, portanto, causando repulsão, fazendo com que o descanso fugisse do copo; se estivesse virada mostrando o lado com o desenho de um táxi, ela rapidamente grudava na base do copo. A ideia surgiu da necessidade de passar a mensagem de uma forma leve e no exato momento do consumo. Disponível em: www.operacaoleisecarj.gov.br. Acesso em: 20 jun. 2013.
  44. 44. 2014????????????????????????????? CONFIRA AS MAIS DE 20 PROPOSTAS!!!!
  45. 45. REDAÇÃO ENEM 2014: 1. PAPEL DA MULHER NO SÉCULO XXI  O papel da mulher no século XXI é um tema social que tem grande destaque na mídia e, portanto, é a aposta para tema de redação não só do Enem como também de outros vestibulares. Sobre esse tema é preciso discutir, por exemplo, sobre uma solução para a questão do assédio nos transportes públicos e outros problemas comuns no cotidiano das mulheres.  Por se tratar de um tema social, o papel da mulher no século XXI é aposta de professores como tema da redação do Enem e de outros vestibulares há algum tempo. “A mulher está mostrando um protagonismo como atora social, principalmente nas posições políticas, e esse tema ainda não foi cobrado”, comentou a professora. Ainda para a professora, esse tema apresenta uma necessidade de discussão social e “esse tema pode ser articulado com algo como os progressos na sociedade e o problema de que a mulher ainda tem que enfrentar alguns problemas comuns no cotidiano”.  VER DIREITOS HUMANOS
  46. 46. REDAÇÃO ENEM 2014: 2. OS 50 ANOS DO GOLPE MILITAR DE 64  A democracia é recente no Brasil. O Enem pode tratar a sua consolidação como tema da redação. O Golpe Militar de 1964 cessou muitos dos direitos humanos. O aluno deve ter a consciência de que a democracia instaurada após esse período precisa se solidificar.  VER DIREITOS HUMANOS
  47. 47.  Em 2014, completam-se os 50 anos desde o Golpe Militar acontecido em 31 de março de 1964. O movimento que culminou na queda do poder de Jango foi o marco inicial daditadura no Brasil, período que ainda levanta muitas questões envolvendo a democracia e os direitos humanos. Essa abordagem faz do tema extremamente relevante para a redação do Enem 2014.  Em primeiro lugar, é importante entender qual é a proposta da redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Geralmente, o exame aborda temas de relevância nacional, como por exemplo, a questão da Lei Seca no Brasil (proposta da edição de 2013). A partir deste tema, o estudante deverá redigir um texto dissertativo-argumentativo defendendo uma tese a partir do assunto proposto. O aluno também deverá apresentar uma solução para problemas envolvendo este conteúdo que respeite os direitos humanos.  Afinal, como os 50 anos do Golpe Militar de 64 são considerados um problema de relevância nacional? A professora de redação explica que a democracia é recente no Brasil e existem grandes chances de o Enem escolher a consolidação da democracia no País como tema. “O estudante deve ter essa consciência de que a democracia precisa se solidificar, portanto ele deve refletir sobre as soluções possíveis para essa consolidação”, comenta.  A dica para se informar sobre o tema é participar dos debates que, segundo a professora, com certeza vão acontecer nas principais instituições de ensino. Segundo ela, “é importante participar dessas discussões para refletir sobre o tema nas esferas social, política e econômica”. Além disso, é necessário saber qual foi o papel dos estudantes antes, durante e depois do período militar, ou seja, quem apoiou o golpe militar e o que desejavam os estudantes que se manifestavam nas ruas.  A professora não deixa de apontar a Comissão da Verdade como possível abordagem dos 50 anos do golpe. “Muita informação ainda precisa ser divulgada e investigada. Os alunos devem acompanhar o site da Comissão, pois ele precisa de dados para poder escrever sobre o tema”, disse.  Para concluir, a professora deixou claro que o senso comum é desvalorizado no Enem. Portanto, a visão dos estudantes de política como sinônimo de corrupção pode abaixar a sua nota. “Muitas vezes os jovens encaram a política como senso comum, o que é desvalorizado pelas bancas. É interessante refletir sobre essa analogia, se não seria um reflexo dos 21 anos de ditadura, período no qual os estudantes se afastaram da política por causa da censura e a falta de reflexão. É importante que esses jovens trazerem para perto deles um passado de atrocidades e violação dos direitos humanos para que o passado continue no passado”,
  48. 48. REDAÇÃO ENEM 2014: 3. OS “JUSTICEIROS” •Este foi um dos temas mais comentados em janeiro e fevereiro deste ano, principalmente por conta dos comentários da repórter do SBT Rachel Sheherazade sobre fazer justiça com as próprias mãos. Este e o ato violaram os direitos humanos e também um direito garantido na constituição federal chamado de principio da presunção de inocência, o qual dispõe o inciso LVII do art. 5º da carta magna de 1988: "ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória". Atenção: isto vale mesmo que a pessoa tenha sido presa em flagrante delito. •Este ano, observamos muitos casos de pessoas que tentaram fazer justiça com as próprias mãos e agiram de forma violenta, causando até mesmo o assassinato de pessoas em prol dos seus próprios valores. Até que ponto a justiça brasileira falha e onde acaba o direito de uma pessoa de tomar esse exercício para si? •Recentemente, observamos no País casos de pessoas que tomaram a justiça para suas próprias mãos. No dia 3 de maio, a dona de casa Fabiane Maria de Jesus foi linchada até a morte por moradores do Guarujá que acreditaram que ela sequestrava crianças. Episódios como esse que tiveram grande repercussão de mídia fazem dos “justiceiros” um possível tema pra a redação
  49. 49. REDAÇÃO ENEM 2014: 4. DIRETAS JÁ  O movimento das Diretas Já, consideradas uma das maiores manifestações populares do País, completa 30 anos. Novamente a questão da democracia é abordada, porém desta vez na vertente da redemocratização do Brasil. O fim do bipartidarismo e a mobilização popular podem ser tratados pelo Enem.
  50. 50. REDAÇÃO ENEM 2014: 5. PATRIOTISMO (VEJA MATERIAL COMPLEMENTAR)  Apesar de não acreditar que o Enem possa perguntar isto... Atenção:  O verde e amarelo caracterizaram ainda mais o País durante o Mundial, com bandeiras penduradas nos retrovisores de carros e janelas de casas. Por isso, o patriotismo pode ser abordado no exame como algo que só aparece durante eventos de futebol.  Ou, Por conta da Copa, o Brasil parou para assistir a Seleção Brasileira. O que chamamos de verde-amarelismo ficou ainda mais pulsante durante a competição, principalmente durante as execuções do Hino Nacional Brasileiro. É importante entender como isso é refletido no dia a dia do brasileiro pós-Copa do Mundo.
  51. 51. REDAÇÃO ENEM 2014: 6. REDES SOCIAIS X DIREITOS HUMANOS  Este ano a internet já foi tema de redação na prova da caixa econômica federal, mas o foco foi a obesidade mórbida.  Uma discussão que poderia ser levantada na redação é a questão da privacidade e os limites que englobam as redes sociais com foco nos Direitos Humanos. A proximidade do tema com o cotidiano dos alunos faz com que páginas como o Facebook e o Twitter sejam colocadas em debate quando falamos sobre o respeito e a privacidade.  Também temos: O que há algum tempo atrapalhava o desenvolvimento e a concentração dos alunos, hoje é usado a favor deles. Qual é a sua opinião sobre a adoção de tecnologias como computadores e até celulares durante as aulas? Você concorda? Por quê? Obs1: lembrando que a lei estadual mg n° 14.486, de 9 de dezembro de 2002 proíbe a utilização de aparelhos de celulares em sala de aula pelos alunos. Hoje mais Estados aderiram a esta legislação.  Ver direitos humanos e direito de imagem
  52. 52. REDAÇÃO ENEM 2014: 7. PLANO REAL  Se eu tivesse que apostar em um dos temas, é claro, que este seria um dos escolhidos.  O Plano Real, estratégia adotada pelo governo em a fim de controlar a hiperinflação econômica que o país vivia, completa 20 anos em 2014. As origens da inflação e o período antes do Plano podem ser colocados em destaque.  Ver este vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=3ApXByrAW Js  Vejamos:
  53. 53.  O Plano Real foi uma estratégia adotada pelo governo em 1994 a fim de, entre outras coisas, controlar a hiperinflação econômica que o país vivia. Neste ano, o Plano completa 20 anos, fato o que o torna um assunto relevante para a redação do Enem 2014.  Mas, você se sente preparado para argumentar sobre o tema? Se a sua resposta foi não, não se preocupe: a Universia Brasil conversou com diversos professores que explicaram os pontos mais importantes que levaram o Brasil à hiperinflação e quais eram os objetivos centrais do Plano Real. Conhecendo bem o assunto, você conseguirá estruturar a sua redação de uma forma muito mais segura e assertiva.  As origens da hiperinflação  Segundo o professor de ciências políticas João Peschanski, da Faculdade Cásper Líbero, pode-se dizer resumidamente que a hiperinflação foi o resultado da política inflacionária que começou no período do Milagre Econômico, caracterizado pelo enorme crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) entre 1968 e 1973. “O Milagre Econômico deu-se à custa de aumento de pressões inflacionárias e problemas na balança comercial, iniciadas com as crises dos anos 1970”, explicou.  Além disso, o Brasil se endividou bastante com as chamadas “obras faraônicas” e que não havia retorno desse crescimento à sociedade, como completou o professor Elias Feitosa, que dá aulas de história no Cursinho da Poli. “O governo começou a investir obras gigantescas, como a usina hidrelétrica de Itaipu e a rodovia Transamazônica, no entanto a pobreza aumentou, alimentando a insatisfação popular”, afirmou.  Durante esse período o Brasil já tinha contraído diversas dívidas externas, mas foi em 1973 que a situação se agravou: nesse ano ocorreu a Crise do Petróleo, que culminou no aumento no valor do produto e barrou o crescimento econômico acelerado, marcando o fim do Milagre Econômico e o início do ciclo de dependência com o FMI, pois a saída encontrada pelo governo para enfrentar a crise foi contrair um empréstimo.
  54. 54.  Antes do Plano Real  Antes do Plano Real, o País passou por diversos planos, como o Cruzado e o Bresser, porém todos falharam. “A década de 1980 ficou conhecida como ‘A Década Perdida’”, disse o professor Feitosa.  Quando Collor assume, em 1987, o Brasil já está tomado pela inflação. O então presidente adota medidas drásticas para reverter a situação, como explica o professor Peschanski: “Collor adotou medidas como reformas monetárias, administrativas, fiscais e uma série de medidas liberalizantes, como a privatização”, disse.  O resultado? Segundo o professor, uma catástrofe. “O PIB retraiu mais do que nunca em 1990 e houve ainda confisco de liquidez. Vale notar que houve redução inflacionária imediata (que passou de 80% ao mês a 10% ao mês), mas isso durou pouco. Em 1991, a inflação era de 480% e, em 1993, atinge o teto de 2.708%”, completou o professor.  O Plano Real  É importante que o aluno saiba que o Plano Real teve três fases: a primeira foi o controle dos gastos públicos, com a criação de novos impostos e a concessão de mais flexibilidade ao governo a fim de facilitar a tomada de decisões mais rápidas; a segunda foi a criação da Unidade Real de Valor (URV), que “convertia” os preços em cruzeiros para URVs (1000 cruzeiros = 1 URV); e a terceira etapa foi a instituição do próprio Real como moeda.  Quanto aos pontos positivos do Plano Real, o professor Peschanski afirma que “com ele, a taxa de inflação caiu muito e de forma rápida e, além disso, a economia cresceu”. No entanto, ele completa dizendo alguns pontos não tão bons da estratégia: “O Plano Real é uma política insuficiente, já que não estabelece padrões e projetos de desenvolvimento e de redistribuição. Ele precisou (e precisa constantemente) harmonizar-se com políticas mais ambiciosas para o país”, concluiu o professor.
  55. 55. REDAÇÃO ENEM 2014: 8. RACISMO  O racismo na sociedade brasileira é uma das grandes apostas para a redação. Vivemos em uma democracia racial que é uma grande falácia, e isso pode aparecer com alguma alusão ao sistema de cotas. Além disso, o racismo nos campos de futebol pode ser apontado após o episódio sofrido pelo jogador Daniel Alves, que foi atingido por uma banana em uma partida.  Ver direitos humanos e, principalmente, o direito a igualdade e medidas para reduzir o preconceito, como por exemplo, cotas nas universidades.
  56. 56. REDAÇÃO ENEM 2014: 8. ESCASSEZ DE ÁGUA  O Enem também apresenta uma forte preocupação com o meio ambiente. A escassez de água enfrentada pelo País é um dos temas mais preocupantes, e o exame pode esperar que o candidato relacione o meio ambiente com as políticas públicas que pensem no bem estar do cidadão.  Ver direitos humanos de terceira geração
  57. 57. REDAÇÃO ENEM 2014: 9. CAMPANHAS DE VACINAÇÃO  Recentemente, foram lançadas Campanhas de Vacinação para meninas de 13 anos contra o HPV. Essas vacinas geraram problemas envolvendo o preconceito que existe sobre as campanhas de prevenção e a sexualidade em si. O candidato precisa avaliar os dois lados da moeda e refletir sobre o que pode ser feito para prevenir os cidadãos e, ao mesmo tempo, conscientizar os pais sobre a importância dessas vacinas.  Ver direitos humanos de primeira geração
  58. 58. REDAÇÃO ENEM 2014:10. CONSCIÊNCIA CÍVICA  Como 2014 é um ano de eleições presidenciais, é possível que o ENEM aborde esse tema e teste a consciência cívica (consciência do cidadão) dos estudantes, esperando que eles falem sobre o cenário político atual.  Todos os brasileiros, independente da condição social, cor, etnia ou religião, possuem direitos e deveres. Portanto, os cidadãos, para exercer sua cidadania plena, precisam conhecer, ter consciência da importância e colocar em prática seus direitos (exigindo-os e usufruindo-os) e deveres (exercendo-os). Em resumo, o cidadão exerce a cidadania quando cumpre seus deveres com o Estado e a sociedade e usufrui de seus direitos.  Direitos e deveres na legislação brasileira  Os direitos e deveres do cidadão estão previstos na Constituição do Brasil, principalmente no Título II, Capítulo I (Dos direitos e deveres individuais e coletivos).  Principais direitos e deveres do cidadão brasileiro:  DEVERES  - Respeitar e cumprir a legislação (leis) do país; - Escolher, através do voto, os governantes do país (presidente da República, deputadores federais e estaduais; senadores, prefeitos, governadores de estados e vereadores); - Respeitar os direitos dos outros cidadãos, sejam eles brasileiros ou estrangeiros; - Tratar com respeito e solidariedade todos os cidadãos, principalmente os idosos, as crianças e as pessoas com deficiências físicas; - Proteger e educar, da melhor forma possível, os filhos e outras pessoas que dependem de nós; - Colaborar para a preservação do patrimônio histórico-cultural do Brasil; - Ter atitudes que ajudem na preservação do meio ambiente e dos recursos naturais.  DIREITOS  - Direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade; - Direito à educação, saúde, moradia, trabalho e lazer; - Proteção à maternidade e à infância; - Liberdade de manifestação de pensamento, sendo vedado o anonimato; - Seguir a crença religiosa que desejar; - Exercer a profissão que quiser, respeitando as exigências relacionadas às qualificações profissionais; - Não ser tratado de forma desumana ou degradante. Não ser submetido a atos de tortura física, psicológica ou de qualquer outra natureza.
  59. 59. REDAÇÃO ENEM 2014: 11. A IMPORTÂNCIA DO MARCO CIVIL DA INTERNET  A Lei 12.965/14, conhecida como o Marco Civil da Internet, foi sancionada pela presidenta Dilma Rousseff no último dia 23/04 e entra em vigor a partir de hoje (23/06). Mas qual será a diferença a partir de então? Confira a seguir algumas das principais mudanças promovidas pelo Marco Civil da Internet, que estabelece princípios, garantias, direitos e deveres para o uso da Internet no Brasil.  Proteção à privacidade dos usuários  A partir da entrada em vigor do Marco Civil da Internet a operação das empresas que atuam na web deverá ser mais transparente. A proteção dos dados pessoais e a privacidade dos usuários são garantias estabelecidas pela nova Lei.  Isso significa, por exemplo, que as empresas de Internet que trabalham com os dados dos usuários para fins de publicidade – como aqueles anúncios dirigidos que aparecem no seu perfil nas redes sociais – não poderão mais repassar suas informações para terceiros sem o seu consentimento expresso e livre.  A proteção aos dados dos internautas é garantida e só pode ser quebrada mediante ordem judicial. Isso quer dizer também que se você encerrar sua conta em uma rede social ou serviço na Internet pode solicitar que seus dados pessoais sejam excluídos de forma definitiva. Afinal, o Marco Civil da Internet estabelece que os dados são seus, não de terceiros. Por isso, fique atento com relação à atualização dos termos de uso dos serviços e aplicativos que você utiliza!  Outra inovação promovida pelo Marco Civil da Internet é a garantia da privacidade das comunicações. Até a Lei entrar em vigor o sigilo de comunicações não era válido para e-mails, por exemplo. A partir de agora o conteúdo das comunicações privadas em meios eletrônicos tem a mesma proteção de privacidade que já estava garantida nos meios de comunicação tradicionais, como cartas, conversas telefônicas, etc.  A afirmação em Lei de que o conteúdo das comunicações privadas em meios eletrônicos é dado sigiloso é um avanço importante, que garante aos novos meios de comunicação a mesma proteção já garantida aos meios de comunicação tradicionais.
  60. 60.  Liberdade de expressão e a retirada de conteúdo do ar  Outro grande avanço garantido pelo Marco Civil da Internet é a maior proteção da liberdade de expressão na Internet. A Lei assegura a liberdade de expressão, como preconizado na Constituição de 1988, garantindo que todos sigam se expressando livremente e que a Internet continuará sendo um ambiente democrático, aberto e livre, ao mesmo tempo em que preserva a intimidade e a vida privada.  A grande mudança que a nova Lei promove é com relação à retirada de conteúdos do ar. Antes de sua entrada em vigor, não havia uma regra clara sobre este procedimento. A partir de agora a retirada de conteúdos do ar só será feita mediante ordem judicial, com exceção dos casos de “pornografia de vingança”. Pessoas vítimas de violações da intimidade podem solicitar a retirada de conteúdo, de forma direta, aos sites ou serviços que estejam hospedando este conteúdo.  Nos casos em que ocorrer a retirada de conteúdo os provedores de acesso deverão comunicar “os motivos e informações relativos à não disponibilização de conteúdo, com informações que permitam o contraditório e a ampla defesa em juízo”, como atesta o artigo 20 da Lei.  Ainda segundo a Lei, os Juizados Especiais serão os responsáveis pela decisão sobre a ilegalidade ou não dos conteúdos, antes que eles sejam retirados do ar. Isto se aplica aos casos de ofensa à honra ou injúria, que serão tratados da mesma forma como ocorre fora de Internet. Essas violações são analisadas pelo Judiciário, garantindo que todos tenham seus pedidos avaliados por um juiz e não pelo provedor de Internet, que pode ser pressionado a retirar ou censurar conteúdos por diversos motivos, como financeiros, políticos, religiosos entre outros
  61. 61.  Garantia da neutralidade de rede  Outro grande avanço promovido pelo Marco Civil da Internet é a garantia da neutralidade da rede, o que significa que os provedores de acesso devem tratar todos os dados que circulam na Internet da mesma forma, sem distinção por conteúdo, origem, destino ou serviço.  Com a neutralidade, por exemplo, um provedor não pode beneficiar o fluxo de tráfego de um site ou um serviço em detrimento do outro. A neutralidade poderá ser excepcionada somente em caso de requistos técnicos ou serviços de emergência. Assim, a Lei garante a liberdade de manifestação do pensamento, a escolha do usuário sobre o conteúdo que deseja acessar, a livre concorrência na rede e a possibilidade de inovação.  Debate público sobre a regulamentação  A Lei do Marco Civil da Internet prevê, em seu texto, que para o funcionamento de algumas de suas normas, deverá ser editado um regulamento por meio de Decreto Presidencial. A presidenta Dilma Rousseff já afirmou que esta regulamentação será feita na forma de debate público, utilizando a Internet como plataforma, nos mesmos moldes como foi feito com o texto da Lei.
  62. 62. REDAÇÃO ENEM 2014: 12. “ABOLE-SE A ESCRAVIDÃO, MAS O PRECONCEITO CONTINUA”, DIZ PROFESSOR SOBRE POSSÍVEL TEMA DO ENEM 2014  Nesta terça-feira (13/05/2014), completam-se 126 anos desde a abolição da escravatura no Brasil. O tema envolve diversas questões dos Direitos Humanos tornando candidato a aparecer na prova de redação do Enem 2014 na opinião dos professores.  “Abole-se a escravidão, mas o preconceito continua. É um tema de relevância nacional”, afirmou. “Talvez a data 13 de maio não seja o tema abordado, mas o racismo em si. Este assunto apareceu bastante nos últimos meses por causa de eventos nas partidas de futebol (o caso do jogador Daniel Alves que foi atingido por uma banana em partida). Teve repercussão com personalidades falando sobre isso.”  No entanto, é preciso tomar cuidado. O Enem espera que os candidatos assumam uma posição de acordo com os direitos humanos e que não viole nenhuma dessas normas. “Não há espaço para que o aluno seja contrário aos direitos humanos. Portanto, é preciso entrar em contato com o documento para não cometer esse deslize”, comentou o professor.  É fundamental que você tenha uma base bem estruturada para construir a sua dissertação. A dica do professor é que você leia textos de jornais, revistas e sites que falem sobre o tema. Também é um diferencial assistir a filmes e ler livros que tratem a questão do racismo e a escravidão, como por exemplo, o vencedor do Oscar, o longa “12 Anos de Escravidão” . Outro filme que pode ajudar a refletir sobre o tema é "Amistad", a história de um navio negreiro interceptado que acaba
  63. 63. REDAÇÃO ENEM 2014: 13. "CULTURA DO ESTUPRO": A CULPA É DA VÍTIMA?  Poucos dias depois da divulgação de atos de assédio sexual no metrô de São Paulo e da revelação da existência de uma página intitulada "Encoxadores", no Facebook, o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), órgão vinculado ao Governo Federal, divulgou dados de uma pesquisa sobre o estupro, segundo a qual 65% dos entrevistados (homens e mulheres) concordaram em que mulher que exibe seu corpo, usando roupas curtas e/ou decotadas, "merece ser atacada". (Atenção, veja observação no início da proposta!) A partir dos dados, uma socióloga declarou existir no país uma "cultura do estupro", que considera a vítima responsável pela violência (sexual) que sofreu. Acerca do estupro, o Ipea apresentou outro estudo, que você pode ver a seguir, juntamente com mais informações afins. A partir disso, exponha sua opinião sobre o tema, numa dissertação argumentativa, procurando explicar as causas desse problema social brasileiro.  Mulher com roupa curta merece ser atacada  Um estudo divulgado nesta quinta-feira (27) pelo Ipea revela que a maioria da população brasileira acredita que “mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas” e que “se as mulheres soubessem como se comportar, haveria menos estupros”.  A pesquisa [...] sobre a tolerância social à violência contra as mulheres, entrevistou 3.810 pessoas em todas as unidades da federação durante os meses de maio e junho de 2013, sendo que as próprias mulheres representaram 66,5% do universo de entrevistados.  Na pesquisa do Ipea, os entrevistados foram questionados se concordavam ou não com frases sobre o tema. Nada menos que 26% concordaram que a mulher que usa roupa que mostra o corpo merece ser atacada.
  64. 64.  Cultura do estupro  Na opinião da professora do Departamento de Sociologia da PUC-SP Carla Cristina Garcia, os resultados [da pesquisa] mostram uma inversão de papéis entre mulheres e agressores. "O comportamento da vítima jamais pode ser apontado como motivo da violência", alerta. "É preciso acabar com essa cultura do estupro, que está naturalizada."  Segundo Carla, é comum educar a mulher para sobreviver em um mundo sexista e violento, com restrições sobre roupas e lugares que frequenta. "Já as campanhas contra assédio no trabalho e no transporte público, por exemplo, aparecem menos."  Perfil das vítimas  Os registros demonstram que 89% das vítimas são do sexo feminino e possuem, em geral, baixa escolaridade. Do total, 70% são crianças e adolescentes. “As consequências, em termos psicológicos, para esses garotos e garotas são devastadoras, uma vez que o processo de formação da autoestima - que se dá exatamente nessa fase - estará comprometido, ocasionando inúmeras vicissitudes nos relacionamentos sociais desses indivíduos”, aponta a pesquisa.  Em metade das ocorrências envolvendo menores, há um histórico de estupros anteriores. Para o diretor do Ipea, “o estudo reflete uma ideologia patriarcal e machista que coloca a mulher como objeto de desejo e propriedade”.
  65. 65. REDAÇÃO ENEM 2014: 14. ATUAL SISTEMA DE SAÚDE  Os problemas da saúde pública no Brasil são antigos e bem conhecidos, mas voltaram a ser foco de discussão após os protestos desencadeados em junho. Apesar da alta carga tributária em vigor no país, os brasileiros sofrem com um atendimento de saúde precário, que acumula reclamações como demora no atendimento, infraestrutura insuficiente, médicos mal distribuídos pelo território nacional e profissionais despreparados e até negligentes.  Sob o pretexto de atender as exigências da população, o governo apresentou o controverso programaMais Médicos. Anunciado pela presidente Dilma Rousseff e pelos ministros Aloizio Mercadante (Educação) e Alexandre Padilha (Saúde) no dia 8 de julho, o pacote previa, inicialmente, soluções como o incentivo para médicos atuarem longe dos grandes centros (onde são escassos), aimportação de profissionais estrangeiros, dois anos extras na formação dos alunos de medicina com atendimento obrigatório no Sistema Único de Saúde (SUS) e a expansão de vagas nas faculdades de medicina. Por causa da resistência do meio acadêmico, o programa ainda está em discussão. Mas uma proposta do governo já caiu: os dois anos a mais na formação dos médicos foramtransformados em parte da residência médica.  Desenvolvimento: “A redação do Enem apresenta um problema a ser solucionado. Então, a melhor maneira de começar o texto é elencar as questões adversas e pensar em maneiras de resolvê-las”, diz a professora de redação Daniela Aizenstein, do CPV Vestibulares.  Segundo ela, o aluno pode debater sobre o programa proposto pelo governo e analisar os pontos favoráveis e desfavoráveis. Por exemplo: quais os problemas decorrentes da “importação” de médicos estrangeiros e o que fazer para superar essas dificuldades? O mesmo vale para a iniciativa de levarfaculdades de medicina para regiões mais afastadas das grandes capitais e assim por diante.  Ao analisar os pontos listados, o aluno deve propor soluções que exponham seu ponto de vista. Algumas respostas possíveis são investimentos em infraestrutura de hospitais, principalmente em locais afastados, como meio para atrair médicos. A valorização do profissional da saúde e a melhoria da sua qualificação também são bons argumentos.  Tenha cuidado: Mesmo sendo um tema controverso, não existe um posicionamento certo ou errado. Por isso, não é necessário ficar com receio de apresentar uma proposta “errada”. “A ideia é incentivar o aluno a pensar e buscar respostas, mostrar maturidade”, diz Daniela.
  66. 66. REDAÇÃO ENEM 2014: 15. NOVOS MODELOS FAMILIARES  É essencial que os estudantes estejam antenados com os novos modelos de família. Hoje, é possível encontrar pais fazem o papel de mães, e vice-versa. Também temos famílias criadas pelas relações homoafetivas. Seja qual for o caso, é necessário analisá-las e manifestar um posicionamento sobre o fato. O respeito deve ser o elemento norteador para que se evitem as ofensas e o preconceito. Lembre-se: ambas as posturas que eliminam o candidato!
  67. 67. REDAÇÃO ENEM 2014: 16. COMISSÃO DA VERDADE  No ano de 2012, tivemos um intenso debate sobre a formação da Comissão da Verdade, uma comissão formada por membros designados pelo governo federal para investigar os crimes cometidos pelo Estado durante o século XX. Contudo, quais seriam esses crimes que eles investigarão? Que verdade é essa a ser exposta? Enfim, de que modo essa comissão tem a possibilidade de aparecer nos vestibulares de 2012?  A primeira questão óbvia é que a Comissão da Verdade terá como grande meta investigar os crimes de tortura, prisão arbitrária e assassinato acontecidos na Ditadura Militar (1964 - 1985). Desse modo, o vestibulando precisa ficar atento aos métodos de coerção e repressão que aconteceram durante o regime militar. Nesse aspecto, sugerimos aquela “revisada especial” no Ato Institucional nº 5, nas propagandas oficiais que pretendiam acobertar a repressão daquele tempo e o processo de formação das guerrilhas daquele período.  Por outro lado, não podemos cair na bobeira de só estudar o Regime Militar por conta da formação da Comissão da Verdade. Bancas de prova mais atentas podem também relacionar o fato com oEstado Novo, o governo ditatorial de Getúlio Vargas que também será investigado pela comissão. Sendo assim, sugerimos que o vestibulando observe atentamente o processo de formação do Estado Novo, dando atenção especial ao Plano Cohen (que justificou o golpe dado por Vargas) e a atuação contra os opositores do regime.
  68. 68.  Além dessas questões, podemos ver que a atuação da Comissão da Verdade também abre precedente para a formulação de questões mais complexas, típicas de uma segunda fase de vestibular. Sendo assim, fique atento para questões relativas às justificativas que legitimam o papel a ser desempenhado por esta comissão. Isso implica em fazer associações entre história, memória e cidadania. Mas, de que forma essas coisas poderiam aparecer?  A Comissão da Verdade não vai punir ninguém, logo a sua função será investigar documentos e recolher relatos que permitam um olhar mais amplo sobre nossas ditaduras. A Comissão será uma forma de tornar nossas imagens sobre o passado um tanto quanto mais nítidas. Afinal, organizamos uma nova democracia na década de 1980 sem reconhecer quais foram as personagens que atuaram contra um tipo de regime que consideramos fundamental para a conquista e garantia dos direitos do cidadão.  Finalizando nossas dicas sobre o tema, ressaltamos que a Comissão tem que ser vista em um espectro mais amplo de ações que visam reparar alguns resquícios presentes do passado ditatorial. Em algumas cidades, já tramitam projetos de lei, por exemplo, que visam retirar o nome de vias, prédios, escolas e monumentos públicos que façam qualquer tipo de homenagem aos dirigentes do regime militar. Sendo assim, a Comissão pode aparecer nas provas ao lado desse tipo de ação revisora de nosso passado recente.
  69. 69. REDAÇÃO ENEM 2014: 17. A MULHER NA POLÍTICA NACIONAL  A sugestão é da professora de Língua Portugesa e Redação Maria Carolina Oliveira, do Colégio Notre Dame. Segundo ela, o tema é forte porque, neste ano, a regulamentação do voto feminino pela Constituição de 1934 completa 80 anos. Além disso, em 2014, o povo terá que ir às urnas para escolher seus representantes pelos próximos quatro anos.  O dia 08 de Março, dia internacional da mulher, convida- nos a uma reflexão sobre as mulheres e o mundo da política. Pensar no papel social desempenhado pelas mulheres na sociedade brasileira (mais especificamente sob a ótica da política) é sempre um exercício interessante, principalmente quando levamos em consideração uma sociedade como a nossa, construída sob a égide do machismo, do patriarcalismo, na qual o homem sempre ocupou o espaço público e a mulher, o
  70. 70. •Mas e na política, ainda temos um espaço fechado entre os homens? Não, isso vem mudando, e a participação política das mulheres é prova disso, seja como eleitoras (desde a década de 1930), seja como candidatas a cargos públicos, mas tal mudança ocorre a passos lentos. Porém, mesmo que ainda tímida, a presença cada vez maior de candidatas é algo fundamental para o fortalecimento da democracia, afinal, a representatividade feminina é extremamente necessária quando pensamos nas lutas pelos direitos das mulheres em um contexto no qual, como se sabe, ainda há muito preconceito, exclusão e violência contra elas. Ao apontarmos que dentre os eleitores no Brasil as mulheres são maioria (pouco mais de 51,7% do total, segundo o governo federal), certamente este é um aspecto explorado pelos candidatos (ou candidatas) na tentativa de arregimentar esse voto feminino. Mais do que isso, é um indício de que há a necessidade de atenção para essa parcela considerável da população, ainda mais em se tratando de uma sociedade que busca se fortalecer enquanto democracia. Esta, por usa vez, já há algum tempo vem se consolidando, e uma participação maior das mulheres vai ao encontro disso. • Na década de 70 do século passado, as mulheres representavam 35% do eleitorado, ultrapassando a marca dos 50% no ano de 2006, quebrando a hegemonia do eleitorado masculino. Em relação à disputa eleitoral, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o número de candidaturas femininas alcançou 31,7% do total de registros nas últimas eleições de 2012, o que significa certo avanço. • Mas uma pergunta vem à tona: esse aumento na participação do voto pelas mulheres é a confirmação de que elas estão conquistando seu espaço? Podemos dizer que sim, embora os desafios encontrados pelas mulheres tanto na política quanto na sociedade de modo geral (e um bom exemplo são as dificuldades no mercado de trabalho) ainda são consideráveis. No entanto, mesmo que possamos dizer que as mulheres estão conquistando seu espaço, é preciso considerar que, por conta das chamadas cotas, fruto de políticas afirmativas para ampliar a participação feminina, os partidos são obrigados a reservarem uma participação de, no mínimo, 30% para cada sexo.
  71. 71.  Dessa forma, a ampliação da participação das mulheres, em termos dos registros de candidaturas, não está ligada apenas a uma maior sensibilização quanto à importância da política entre elas ou à revolução da mulher (do feminismo) desencadeada na década de 1960 ou, ainda, à ampliação da politização da sociedade civil de modo geral, tal crescimento pode ser associado à obrigatoriedade do cumprimento de uma lei eleitoral. Obviamente, a própria instituição dessa lei foi resultado de uma luta pela maior participação feminina, o que pode ser considerado um avanço. Contudo, vale ressaltar que leis e as normas por si só possuem um poder relativo (embora sejam importantes instrumentos) na luta contra o preconceito, seja ele de qualquer natureza.  Nesse sentido, o maior número de candidaturas pode ser associado a uma maior emancipação feminina, o que não deixa de ser fato quando avaliamos as mudanças e transformações pelas quais o papel da mulher brasileira passou, mas não se resume a isso. Mesmo assim, segundo o site da Câmara dos Deputados federais, um estudo da União Interparlamentar, ligada à Organização das Nações Unidas (ONU), colocou o Brasil em 120º lugar em um ranking da proporção de mulheres nos parlamentos, o que significa estar atrás de países islâmicos como Paquistão, Sudão e Emirados Árabes Unidos.  O papel social da mulher e sua posição na sociedade brasileira ainda são permeados de contradições. Em termos quantitativos, basta analisarmos alguns dados apresentados pelo governo, observando-se que a participação das mulheres na Câmara dos Deputados é de 9% e, no Senado, de 10% do total. Além disso, o número de governadoras de estado também ainda é muito pequeno.  Obviamente, a eleição da primeira presidenta do Brasil contribuiu de alguma maneira para mudar esse quadro de atrofia da participação feminina e talvez motivar outras candidaturas de mulheres. O significado desse evento do ponto de vista de uma afirmação da figura de Dilma em um cenário absolutamente masculinizado ao longo da história (já que o poder sempre esteve associado à figura do homem) ficou estampado em sua preferência em ser tratada por presidenta e não presidente, embora as normas da língua culta admitam as duas formas. Falar em diferenças comportamentais entre homens e mulheres no exercício de alguns cargos e funções trata-se de algo bastante relativo, pois aspectos como questões morais não necessariamente manifestam-se de forma diferente a depender do sexo. Assim, bom governante é aquele que tem compromisso com a democracia e com a coletividade, seja homem ou mulher.
  72. 72. REDAÇÃO ENEM 2014: 18. A QUESTÃO DO LIXO  O professor Filipe Couto, coordenador de Português e Redação do colégio pH, destaca como a greve de garis no Rio de Janeiro, no início do ano, ganhou repercussão nacional e levantou o debate sobre a relação da sociedade com os trabalhadores e detritos. "Trata-se de um tema que envolve consciência social e ambiental simultaneamente", diz.  O aumento da população humana, o sistema capitalista das grandes nações e o grande uso de itens descartáveis, vem ocasionando um incremento no volume de lixo produzido no planeta. E o tema vem sendo frequente em provas do Enem. Confira o resumo abaixo.  Soluções para o lixo:  1) Lixões  Termina neste sábado (2/08/2014) o prazo de quatro anos para as cidades brasileiras adequarem sua gestão do lixo às regras da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Sancionada em 2 de agosto de 2010, ela determina ações como a extinção dos lixões do país, além da implantação da reciclagem, reuso, compostagem, tratamento do lixo e coleta seletiva nos municípios.  Pela lei, a partir deste domingo (3/08/2014), as prefeituras com lixo a céu aberto podem responder por crime ambiental, com aplicação de multas de até R$ 50 milhões, além do risco de não receberem mais verbas do governo federal. Os prefeitos, por sua vez, correm o risco de perder o mandato.
  73. 73.  2) Aterros sanitários  O solo é nivelado e selado com argila e mantas de PVC de modo que fique impermeável e, assim, não ocorra a contaminação do solo pelo chorume. Este é coletado e encaminhado para a estação de tratamento de efluentes; não há, portanto, contaminação do solo (nem do lençol freático).  A operação do aterro sanitário, prevê a cobertura diária do lixo, não ocorrendo a proliferação de vetores, mau cheiro e poluição visual.  Nos aterros sanitários, micro-organismos anaeróbios promovem a decomposição da matéria orgânica com a consequente produção de metano, que pode ser coletado para uso como combustível em residências e indústrias ou, ainda, queimado. 3) Incineração  Corresponde à queima do lixo a altas temperaturas, sendo o processo recomendado para lixos hospitalares, que são muito contaminados.  O processo reduz muito o volume do lixo. O problema mais grave deste método é o da poluição do ar pelos gases da combustão e por partículas não retidas nos filtros e precipitadores.
  74. 74.  4) Compostagem  Técnica que consiste em transformar o lixo orgânico em composto orgânico que pode ser usado como adubo. É o que ocorre na natureza desde o surgimento dos decompositores! Além de contribuir para a produção de adubo orgânico, promove a ciclagem da matéria orgânica.  Para a realização da compostagem é necessária a coleta seletiva do lixo, que corresponde à separação do lixo orgânico (cascas de frutas, restos de alimentos, trapos de pano, papel toalha molhado...) do lixo que pode ser reciclado (papel, papelão, metal...).  Vantagens da compostagem: - Reduz o volume de lixo que seria destinado aos aterros sanitários; - Produz adubo orgânico, que pode ser usado na agricultura; - Esse composto orgânico auxilia na retenção de água do solo.  Vantagens da coleta seletiva: Os maiores beneficiados por esse sistema são o meio ambiente e a saúde da população. A reciclagem de papéis, vidros, plásticos e metais - que representam em torno de 40% do lixo doméstico - reduz a utilização dos aterros sanitários, prolongando sua vida útil. Além disso, a reciclagem implica uma redução significativa dos níveis de poluição ambiental e do desperdício de recursos naturais, através da economia de energia e matérias-primas. Observação: Lixo nuclear A poluição radioativa é decorrente do vazamento de fontes que utilizam a energia nuclear, como as usinas nucleares ou aparelhos de raios-X, ou ainda, pelo destino inadequado dos resíduos radioativos. Esses devem ser colocados em recipientes especiais e depositados em locais revestidos com concreto. O período de permanência nesses depósitos depende da meia-vida do isótopo radioativo (meia-vida é o tempo necessário para que uma amostra radioativa tenha sua massa reduzida à metade). Em muitos casos, o lixo nuclear fica “confinado” por um tempo superior a 200 anos. A radiação tem ação mutagênica e, por consequência, tem forte papel indutor do surgimento de tumores (cânceres).
  75. 75.  Questão proposta:  (Enem/2010 – Prova Reaplicada) O volume de matéria-prima recuperado pela reciclagem do lixo está muito abaixo das necessidades da indústria. No entanto, mais que uma forma de responder ao aumento da demanda industrial por matérias-primas e energia, a reciclagem é uma forma de reintroduzir o lixo no processo industrial. SCARLATO, F.C.; PONTIN,J.A. Do nicho ao lixo. São Paulo: Atual, 1992 (adaptado). A prática abordada no texto corresponde, no contexto global, a uma situação de sustentabilidade que a) reduz o buraco na camada de ozônio nos distritos industriais. b) ameniza os efeitos das chuvas ácidas nos polos petroquímicos. c) diminui os efeitos da poluição atmosférica das indústrias siderúrgicas. d) diminui a possibilidade de formação das ilhas de calor nas áreas urbanas. e) reduz a utilização de matérias-primas nas indústrias de bens de consumo.
  76. 76. REDAÇÃO ENEM 2014: 19. CONSOLIDAÇÃO DA DEMOCRACIA NO BRASIL  O atual período democrático vivido pelo Brasil teve início há menos de 30 anos. Após 21 anos de regime militar (1964-1985), o país reestabeleceu um governo civil, em 1985, e só em 1989 voltou a realizar eleições diretas para Presidente. Em comparação com regimes mais antigos, como o americano, por exemplo, que se estabeleceu no final do século XVIII, pode-se dizer que somos uma democracia em consolidação.  Desde a redemocratização, contudo, o Brasil tem dados passos importantes nesse sentido. Em 1988, promulgou sua nova Constituição, que estabeleceu direitos plenos ao cidadão. Em 1992, um presidente (Fernando Collor) sofre um processo de impeachment, que resultou em sua saída do governo. Tudo correu na mais perfeita ordem, sem tentativas de golpe de Estado ou qualquer interrupção da ordem democrática.  O processo do mensalão, encerrado no fim de 2013, mostrou por sua vez a autonomia do Poder Judiciário. Na Corte do Supremo Tribunal Federal, mais alto tribunal do país, foram condenados, por desvio de recursos públicos e compra de apoio parlamentar, lideranças políticas ligadas ao partido que está no poder. Novamente, não houve qualquer distúrbio à ordem legal e o Brasil seguir trabalhando no dia seguinte às condenações. No Congresso, igualmente, segue a normalidade institucional.  "O Enem pode tratar do tema da consolidação da democracia brasileira, abordando questões como a importância desse processo e a a relação dos cidadãos com o governo e as instituições", diz Díran Ferreira, professor de língua portuguesa e redação do Cursinho da Poli.  Em fevereiro de 2014, o Datafolha realizou uma pesquisa de opinião para saber a avaliação dos brasileiros sobre democracia e regime militar. Segundo a pesquisa, 62% dos brasileiros acreditam que a democracia é a melhor forma de governo. Mas a população é crítica quanto a seu funcionamento: 59% se disseram pouco satisfeitos, 28% insatisfeitos e apenas 9% muito satisfeitos. O restante não respondeu.  “Entre as abordagens possíveis para a prova de redação está a reflexão sobre as maneiras pelas quais a sociedade pode exercer seu poder e participar da vida política do país", diz Ferreira. Reflexões pertinentes são temas como a reforma política, que veio à tona no ano passado, em meio aos protestos de junho.
  77. 77. REDAÇÃO ENEM 2014: 20. CICLO VIAS  Particularmente, acredito que este assunto não caia este ano, pois não foi comentado muito na mídia até maio deste ano. Mas...  O uso da bicicleta como alternativa para o transporte nas grandes cidades brasileiras está na ordem do dia. As bikes contribuiriam para resolver problemas de mobilidade urbana, por ajudar a retirar carros das ruas e ocupar menos espaço do que eles. Além disso, trata-se de um meio de transporte que não produz poluição, nem do ar, nem sonora. Contudo, ao lado dos inegáveis pontos positivos, há vários problemas em fazer das bicicletas um meio de transporte viável no Brasil: como torná-las seguras em meio ao trânsito caótico e como obrigar os motoristas respeitarem os ciclistas? A implantação de ciclovias, em São Paulo, por exemplo, tem gerado polêmicas. Há também quem argumente que aqui não é a França ou a Holanda, onde o uso da bicicleta como meio de transporte (e não apenas de lazer) é uma realidade. Como você se coloca diante dessa discussão? Acredita que a bicicleta é uma opção viável ou acha que, independentemente de intervenções governamentais, as bikes não deixarão de ser utilizadas somente como meio de esporte e lazer? Leia a seguir algumas informações que podem ajudá-lo a refletir sobre o assunto e discuta-o numa dissertação argumentativa.
  78. 78. DICAS DE VÍDEOS  A história da tua escravidão: https://www.youtube.com/watch?v=RU6edrUKLd4  A verdadeira história da água mineral: http://www.sistemawinner.com.br/edabiopai  A história dos cosméticos: https://www.youtube.com/watch?v=N_Jr8BBfD_U  A importância da beleza: https://vimeo.com/73344145  Plano Real: https://www.youtube.com/watch?v=K_PhYIs5FLc  Dancem, macacos, dancem: https://www.youtube.com/watch?v=ZY2z12ORYJI  Mas afinal o que são direitos humanos?: https://www.youtube.com/watch?v=ZY2z12ORYJI  A história das coisas: https://www.youtube.com/watch?v=7qFiGMSnNjw  Para relaxar: https://www.youtube.com/watch?v=sNEa4pKCSDM
  79. 79. QUE NOSSA SENHORA PASSE NA FRENTE DA PROVA DE VOCÊS, QUE JESUS ESTEJA AO LADO DE CADA UM E QUE O ESPÍRITO SANTO ILUMINE A TODOS PARA QUE TIREM UM NOTÃO!!!!!!!! BJS! ELISANGELA

×