Quimica Atmosfera

4.619 visualizações

Publicada em

Quimica da atmosfera

Publicada em: Tecnologia, Educação
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.619
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
102
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Quimica Atmosfera

  1. 1. CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA ETEC PEDRO D’ARCÁDIA NETO 1. Processos de Degradação da Qualidade da Atmosfera Elias Fernando Daniel - Farmacêutico Industrial
  2. 2. <ul><li>A atmosfera da Terra é uma fina camada de gases que circunda o nosso planeta. </li></ul><ul><li>Nossa atmosfera tem 78% de nitrogênio, 21% de oxigênio, cerca de 0,9% de argônio, cerca de 0,03% de dióxido de carbono, e água e outros fases residuais. </li></ul> Atmosfera
  3. 3. <ul><li>O ser humano é dependente desse ar e cada indivíduo respira cerca de 22 mil vezes por dia. Se esse cobertor </li></ul><ul><li>de ar fosse removido, o homem não sobreviveria mais do que cinco minutos. </li></ul> Atmosfera
  4. 4. Atmosfera <ul><li>Entretanto, o homem pode usar este recurso precioso para descartar a maioria dos seus resíduos ou contaminantes. </li></ul><ul><li>Poluição principal causa destruição da qualidade da atmosfera. </li></ul>
  5. 5. ? Poluição ? <ul><li>poluição do ar é a presença ou lançamento de matéria e energia no ar que possa a vir danificar os uso desse recurso natural, previamente definido pela comunidade ou país que o contém. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>No começo da história do homem, a natureza podia tomar conta das suas próprias poluições naturais, tal como a erupção de um vulcão ou a queima de uma floresta. Havia ventos suficientes, chuvas e correntes de ar para dispersar estes poluentes. Entretanto, como o homem aumentou o volume dos seus poluentes, esta auto depuração natural do ar não pode se manter e a poluição aumentou aos </li></ul><ul><li>níveis atuais, influenciando na qualidade da atmosfera. </li></ul>
  7. 7. Atmosfera
  8. 8. Troposfera: É a camada da atmosfera que está em contacto com a superfície terrestre e que contém o ar que respiramos. CO 2 O que faz com que o planeta terra possua esta temperatura agradável a vida é o equilibrio que se encontra o CO2 na atmosfera, pois é este CO2 que retém os raios solares fazendo com que a terra guarde calor. A ausencia de CO2 resultaria num planeta terra muito frio, bem como o seu excesso faria com que o planeta terra superaquecesse ( por isso do aquecimento global relacionado a emissão de CO2)
  9. 9. Estratosfera: Formação da camada de (O3) Protege animais, plantas e seres humanos dos raios UV. Sol, que são nocivos quando em grande quantidade,
  10. 10. Estratosfera: (O3) A lista negra dos produtos danosos à camada de ozônio inclui os óxidos nítricos e nitrosos expelidos pelos exaustores dos veículos e o CO2 produzido pela queima de combustíveis fósseis, como o carvão e o petróleo. Mas, em termos de efeitos destrutivos sobre a camada de ozônio, nada se compara ao grupo de gases chamado clorofluorcarbonos, os CFCs.
  11. 11. <ul><li>Diversas substâncias químicas acabam destruindo o ozônio quando reagem com ele. Tais substâncias contribuem também para o aquecimento do planeta, conhecido como efeito estufa. A lista negra dos produtos danosos à camada de ozônio inclui os óxidos nítricos e nitrosos expelidos pelos exaustores dos veículos e o CO2 produzido pela queima de combustíveis fósseis, como o carvão e o petróleo. Mas, em termos de efeitos destrutivos sobre a camada de ozônio, nada se compara ao grupo de gases chamado clorofluorcarbonos, os CFCs. </li></ul>
  12. 12. Estratosfera: (O3) A lista negra dos produtos danosos à camada de ozônio inclui os óxidos nítricos e nitrosos expelidos pelos exaustores dos veículos e o CO2 produzido pela queima de combustíveis fósseis, como o carvão e o petróleo. Mas, em termos de efeitos destrutivos sobre a camada de ozônio, nada se compara ao grupo de gases chamado clorofluorcarbonos, os CFCs.
  13. 13. . <ul><li>Termosfera </li></ul><ul><li>Mesosfera e </li></ul><ul><li>A concentração de poluentes é bem dispersa, </li></ul>
  14. 14. Controlar a Emissão As emissões industriais de gases como o Dióxido de Carbono, Dióxido de Enxofre e outro tipo de contaminações contribuem largamente para a poluição atmosférica ao nível mundial. O Dióxido de Carbono contribui significativamente para o aquecimento global, enquanto o Dióxido de Enxofre é a maior causa da chuva ácida na zona noroeste dos Estados Unidos, no sudeste canadiano e na zona ocidental da Europa.
  15. 15. Classificação <ul><li>Estado Físico: Material Particulado; Gases e Vapores </li></ul><ul><li>Origem: Poluentes Primários (emitidos já na forma de poluentes); Poluentes Secundários (formados na atmosfera por reações químicas ou fotoquímicas) </li></ul><ul><li>Classe Química: Poluentes Orgânicos e Poluentes Inorgânico </li></ul>
  16. 16. <ul><li>Material Particulado : As partículas sólidas ou líquidas emitidas por fontes de poluição do ar ou mesmo aquelas formadas na atmosfera, como as partículas de sulfato, são denominadas de material particulado </li></ul>
  17. 17. <ul><li>O material particulado pode ser classificado de acordo com o método de formação: Poeiras: Partículas sólidas, geralmente formadas por processos de desintegração mecânica (moagem, britagem, etc).  As partículas formadas são geralmente não esféricas. Fumos : Partículas sólidas formadas por condensação ou sublimação de substâncias gasosas originadas da vaporização/sublimação de sólidos. A formação dos fumos é usualmente acompanhada de reações químicas (oxidação no caso de fumos metálicos).  Fumaça: Partículas principalmente sólidas, usualmente vindas da combustão de combustíveis fósseis, materiais asfálticos ou madeiras. Contém fuligem, partículas líquidas e, no caso da madeira e carvão, uma fração mineral (cinzas). Névoas: Partículas líquidas produzidas por condensação ou por disperção de um líquido. </li></ul>
  18. 18. <ul><li>Os poluentes lançados na atmosfera sofrem o efeito de processos complexos, que determinam a concentração do poluente no tempo e no espaço.  Por isso a importância de trabalhar em seu controle, diminuindo assim a degradaçao da qualidade na atmosfera. </li></ul>
  19. 19. <ul><li>Substâncias poluentes do ar : </li></ul><ul><li>compostos de enxofre; </li></ul><ul><li>compostos de nitrogênio; </li></ul><ul><li>compostos orgânicos de carbono; </li></ul><ul><li>monóxido e dióxido de carbono; </li></ul><ul><li>compostos halogenados; </li></ul><ul><li>material particulado. </li></ul>
  20. 21. Monitoramento Ambieltal <ul><li>Monitorar a qualidade do ar atmosférico (montar banco de dados). </li></ul><ul><li>Determinar a concentração mássica do material particulado. </li></ul><ul><li>Levantamento de fatores meteorológicos e suas possíveis influências na  carga de MP respirável suspenso na atmosfera. </li></ul><ul><li>Caracterização química do MP </li></ul><ul><li>Estudo estatístico e prováveis fontes emissoras. </li></ul>
  21. 22. Bibliografia <ul><li>LISBOA, H.M. Controle da poluição atmosférica: </li></ul><ul><li>ENS/UFSC, Montreal, 2007. </li></ul><ul><li>MOREIRA, D. TIRABASSI. T - Ambiente & Sociedade, 2004 </li></ul>
  22. 24. Obrigado

×