Diarréia aguda

3.913 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.913
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
123
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Diarréia aguda

  1. 1. DIARRÉIA AGUDAINTERNOS: KEITE IVI E ELIAS FILHOPreceptor: Dr. Carlos Aires
  2. 2. Introdução • Perda excessiva de água e eletrólitos através das fezes, Diarréia resultando em aumento do volume e frequência das evacuações e diminuição na consistência das fezes • Possui duração inferior a 14 dias. Na maioria das vezes temDiarréia aguda origem infecciosa Diarréia • Tem duração de 14 dias ou mais persistente • Se estende por período superior a 30 dias, podendo ou nãoDiarréia crônica haver síndrome de má absorção associada Disenteria
  3. 3. Epidemiologia Principal 1 bilhão causa de demorbidade crianças e (4-5mortalidade milhões) NE x Sul BR
  4. 4. Etiopatogenia absorção secreção osmótica secretora invasiva• Caracterizada pela • É caracterizada pelo • Também chamada de retenção de líquidos aumento da secreção inflamatória; dentro do lúmen intestinal de água e • Ocorre lesão da cél intestinal devido a eletrólitos, Cl- e HCO3; epitelial do intestino, presença de solutos • Maior volume fecal impedindo a absorção osmoticamente ativos • A desidratação ocorre de nutrientes; não absorvidos rapidamente • Também pode ter um mecanismo secretor
  5. 5. Etiologia O termo gastroenterite aguda denota uma causa infecciosa para a diarréia, que pode ser provocada por vírus, bactérias ou protozoários; Transmissão por via fecal-oral; Países desenvolvidos (vírus) x em desenvolvimento (rotavírus e bactérias)
  6. 6. Patogenia das enterites virais vírus Invasão do enterócito maduro (intestino delgado) Lesão do enterócitoRenovação do epitélio com células imaturas, levando à má absorção
  7. 7. Rotavírus Agente viral mais frequente em crianças < 2 anos; Faixa etária: 6-24 meses; Período de incubação: 48-72 horas; Sazonalidade: períodos de inverno (países temperados) e todo o ano (países tropicais); Clínica: vômitos, febre seguida de diarréia líquida e volumosa; Duração: 2-8 dias
  8. 8. Patogenia das infecçõesbacterianas Aderência Cél epitelial Ruptura do bordo citotoxicidade Invasão mucosa intacta em escova Produção de Perda de Penetração Infecção enterotox microvilosidades lâmina própria generalizada Salmonella typhi Ativa AMPc ou Macrófago; Lesão epitelial Salmonella GMPc inflamação paratyphi Aumenta Salmonella E. coli E. Colisecreção no tubo enteroinvasiva enteropatogênica digestivo Shiguella V. Cholerae E. C. difficile coli enterotox E. coli EH
  9. 9. E. coli enterotoxigênica Principal causa de diarréia bacteriana no BR; Faixa etária: todas as idades; Causa a diarréia do viajante; Transmissão: água e alimentos contaminados; Produz 2 toxinas: termolábil / termoestável; Clínica: evacuação abundante, aquosa e explosiva, sem muco ou leucócitos, com náuseas e dor abdominal. Não há febre; Duração: 3-5 dias
  10. 10. Shiguela É a principal causa de disenteria; Faixa etária: 1-4 anos; Transmissão: fecal-oral e interpessoal; Incubação: 1-4 dias; Clínica: diarréia aquosa leve que por volta do 2 dia evolui para disenteria com tenesmo e cólicas abdominais; Manifestações extraintestinais são comuns

×