Revista crianca e_missoes

8.712 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.712
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
285
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
166
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revista crianca e_missoes

  1. 1. A revista Criança & Missões é dirigida a você, líder de Ministério ou Departa- mento Infantil. Com esta publicação, você levará as crianças de sua igreja a conhecerem a Campanha 2011 de Missões Mundiais, cujo tema é: “Eles também precisam da Graça do Pai”, apoiado em Tito 2.11, “Porque a graça de Deus se manifestou, trazendo salvação a todos”. Leia atentamente todo o material e coloque em prática as atividades desenvolvi- das cuidadosamente por profissionais da área da educação de nossa denominação, a saber, as irmãs da UFMBB, comprometidas com a obra de evangelização mundial. Lembre-se que durante este período de campanha Deus vai tocar no coração dos meninos e meninas da sua igreja e eles serão conscientizados acerca da neces- sidade dos povos e da urgência da obra missionária. E não há duvidas de que as sementes, ao seu tempo, germinarão e darão muitos frutos para a glória de Deus. Por isso, reúna a sua equipe, ore e planeje as atividades, a fim de que Deus fale ao coração dos pequeninos que você tem o privilégio de cuidar através do seu ministério. Trabalhe para que cada um deles perceba que foi chamado para atender o clamor das nações por Jesus. Boa Campanha! • Palavra aos Líderes de Crianças ..........................................................................................................................................................2S u m á r i o • Música ................................................................................................................................................................................................... 3 • Roteiro dos Cultos Missionários ........................................................................................................................................................... 4 • Cultos ..................................................................................................................................................................................................... 5 • Atividade para o grupo de crianças - Acampadentro ......................................................................................................................... 26 • Festa para Crianças ............................................................................................................................................................................ 29 • Anexos .................................................................................................................................................................................................. 34 • Momentos missionários ....................................................................................................................................................................... 37 • Roupas típicas ...................................................................................................................................................................................... 41 • Fotos ..................................................................................................................................................................................................... 42 1
  2. 2. Palavra aos Líderes de Crianças Conheça a Revista Criança & Missões Como fazer as atividades com as criançasA Revista Criança & Missões é dirigida a você, líder de Ministério ou Departamento Infantil. Aqui estão as atividades para que a Campanha entre as crianças seja um sucesso. As atividades estãorelacionadas de modo a alcançar o seu objetivo: despertar nelas a consciência missionária e o ardor pelasalvação dos povos. Leia atentamente todo o material e coloque em prática as atividades desenvolvidas.1) CULTOS MISSIONÁRIOS 3) MOMENTOS MISSIONÁRIOS• Roteiro dos Cultos Missionários – Orientações O ideal é que sejam feitos diante de toda a igreja,e sugestões para o desenvolvimento dos cultos para que os adultos saibam que as crianças tam-(pág. 4) entre as crianças de 4 a 11 anos de idade. bém estão envolvidas na Campanha, e para que elas mesmas sintam-se participantes do esforço• Cultos – São quatro cultos (págs. 5, 11, 15 e 22). de toda a igreja. Veja as sugestões e saiba comoNão há necessidade de separar as crianças. Mas, desenvolve-las nas páginas 37 a 40.caso o grupo seja grande, divida-as por faixasetárias: de 4 a 7 e de 8 a 11 anos. 4) ROUPAS TÍPICAS Ilustrações de vestimentas típicas dos povos re- tratados na Campanha. Dão uma ideia de como• Atividades – No final de cada culto há uma as crianças poderão se vestir nas várias atividadesatividade didática para que as crianças assimilem sugeridas nesta revista.melhor o que aprenderam no culto. Mesmo que ascrianças tenham participado do culto juntas, nesse 5) ENCARTESmomento elas serão divididas em dois grupos (de Suplemento de apoio4 a 7 e 8 a 11 anos de idade) no mesmo local. à Campanha. HáAs atividades devem ser xerocadas e distribuídas cofrinhos paraàs crianças. que as crian- ças ajuntem2) ATIVIDADES PARA O GRUPO DE CRIANÇAS suas ofer-Devem envolver todas as crianças da igreja. Veja tas missio-como fazê-las nas páginas 26 a 33. nárias.• Acampadentro – Atividade que as crianças gos-tam muito. É um mini-acampamento realizado,geralmente, nas próprias dependências da igreja.E esse acampadentro será missionário, uma opor-tunidade para que as crianças aprenderem sobremissões de uma maneira divertida!• Festa Para as Crianças – Uma festa com brinca-deiras, barracas, comidas típicas de vários países,onde as crianças poderão conhecer como são ecomo vivem as crianças de outras culturas.2
  3. 3. MÚSICAMÚSICA DA CAMPANHA • versão para crianças Esta música está disponível no CD Missionário e no site: www.elestambemprecisam.org.br 3
  4. 4. Roteiro dos Cultos MissionáriosN o decorrer desta Campanha, o nosso objetivo vos do Oriente Médio. Na parte de cima do mural é fazer com que as crianças conheçam um escreva o tema da Campanha 2011: “Eles também pouco da realidade dos povos não-alcança- precisam da graça do Pai”.dos, que também precisam conhecer o amor do Pai,revelado por meio do sacrifício de Jesus na cruz. É Barraca árabe: Num local próximo de onde serãoesta a mensagem que os missionários anunciam e realizados os cultos, monte uma barraca e nelaque cada uma delas também deve anunciar. coloque um tapete, bandeiras de países como Egi- to, Marrocos, Irã, Turquia, Indonésia etc.; tecidosOs cultos podem ser realizados com crianças de 4 finos que podem ser usados como véus; bijuterias,a 11 anos juntas. Mas, para as atividades, sugerimos embalagens de perfumes; pequenas vasilhas comuma para as que têm de 4 a 7 anos de idade e alimentos típicos, tais como: coalhada, quibe, pãooutra para as que estão na faixa etária dos 8 aos 11 árabe, tabule (salada feita com farinha de quibe),anos. Para realização das atividades os dois grupos esfirra, beirute (sanduíche feito com pão sírio, ros-poderão ser divididos após o culto. Em todos os bife ou lagarto fatiado, queijo, alface, rodelas decultos cante sempre a música da Campanha na tomate e ovo frito), lentilha, grão de bico, sementesversão para as crianças, que está disponível no de abóbora, girassol e melancia. Para dar um climaDVD Missionário e no site da Campanha. Veja a ainda mais real, bom será se alguém puder estarletra na página 3. vestido com uma roupa típica do Oriente Médio. A cada semana, antes do culto começar, essa pessoa poderá falar algo para as crianças sobre os costu-Ornamentação: No local dos os cultos deve ser mes árabes e servir às crianças um alimento típicocolocado um mapa do mundo. Em um dos murais (mas cuidado para não servir nada condimentado,da sala, coloque gravuras que representem os po- que podem fazer-lhes mal). Costumes 1. Homens andam de braços dados; 2. Mulheres usam muitos colares, brincos e pulseiras de ouro e véus para não mostrarem os cabelos; 3. As pessoas entram descalças nas casas e sempre lavam as mãos; 4. Elas comem com a mão direita e não usam talheres; 5. Nos países muçulmanos acontece o Ramadã, que é um período sagrado para eles. Durante os dias desse mês, os muçulmanos não podem comer nem beber durante o dia, devem andar olhando para baixo e não podem brigar e nem entrar em guerras com outros países; 6. Corão, ou Alcorão, é o livro sagrado dos muçulmanos; 7. Maomé foi o profeta fundador do islamismo.4
  5. 5. CULTO 1 Culto 1 A Graça de Deus é para toda gente• Boas-vindas o mapa e mostra o Oriente Médio). Lá eu procuro• Cântico ou música da campanha na versão para fazer amizades com as pessoas, principalmentecriança. com os muçulmanos. Vocês já ouviram falar dos• Bate-papo: Mostre às crianças uma embalagem muçulmanos? Muçulmano é a pessoa que seguede presente e pergunte: “Em quais ocasiões vocês os ensinamentos da religião islâmica. Esta reli-costumam ganhar presentes?”. Após as respostas, gião surgiu depois que Jesus veio ao mundo. Seudiga: “Deus nos deu um presente muito especial, fundador foi um homem chamado Maomé. Elesmesmo sem merecermos. Isto é uma prova da graça acreditam que Jesus é um profeta e não aceitamdEle por nós, ou seja, Ele nos deu algo sem neces- que Ele é o Filho de Deus. Eles precisam sabersidade de pagá-Lo e sem merecermos. Vamos ver o que Jesus veio ao mundo para se tornar Salvadorque é?”. Peça a uma criança para que abra a caixa; de todo aquele que Nele crê e que todos os seusdentro dela deverá encontrar uma faixa escrita a seguidores devem viver em amor. É para anunciarfrase: “Salvação em Jesus”. Diga que Deus enviou esta verdade que eu fui enviado como missionário.Jesus para nos salvar do pecado e que Ele deseja Em muitos desses países é proibido falar deque o mundo todo saiba que a salvação é para toda Jesus. Em muitos lugares, quando descobrem quegente, por isso, todos precisam conhecer a Jesus. somos cristãos, sofremos perseguições e podemos até ser presos. Lá tem muita gente que nunca ou-...Assim, todos podem cantar louvores para viu falar que Jesus é o Filho de Deus, Salvador do mundo. Orem por nós. Agora preciso ir. Até breve!Deus!• Cântico • Oração: Peça a algumas crianças para que orem• Leitura bíblica: Salmo 96.2 e 3 em favor dos missionários.Dirigente: “Cantem ao Senhor, bendigam o seu • Participação especial de uma criançanome”Todos: “A cada dia proclamem a sua salvação!” ...Assim, todos podem ouvir Sua Palavra!Meninos: “Anunciem a sua glória entre as nações...”Meninas: “...seus feitos maravilhosos entre todosos povos!” Mensagem: Atos 11.19-30 A perseguição aos cristãos sempre existiu. A• Oração Bíblia conta que num certo tempo, todos os ami- gos de Jesus foram perseguidos pelas pessoas que...Assim, todos podem contar com Ele todos não criam que Ele era o Filho de Deus. Para fugiros dias! da perseguição, eles tiveram que viver longe de sua cidade e de suas casas.• Testemunho missionário: Entrar alguém com Algumas dessas pessoas foram morar na Fe-roupas típicas do Oriente Médio e apresentar o nícia, Chipre e Antioquia. Mesmo fugindo, porminimonólogo: serem amigos de Jesus, aonde eles chegavam falavam dEle; e, assim, muitas pessoas foram conhecendo Jesus. Olá crianças! Eu sou um missionário que traba- No entanto, alguns desses cristãos achavamlha num país bem distante do Brasil (aponta para que só podiam falar de Jesus para aqueles que 5
  6. 6. CULTO 1 eram judeus como eles. É como se um grupo de que enviou Jesus, Seu filho, para salvar toda a brasileiros fosse morar na Argentina e só falasse gente que nEle crê. de Jesus aos brasileiros que moram lá. Outros que foram para um lugar chamado Antioquia, na Grécia, começaram a falar de Jesus aos gregos e • Oração Deus ficou feliz com o que eles estavam fazendo, pois muitos gregos creram em Jesus como Filho ...Assim, todos podem contribuir com seus de Deus e Salvador. Esta novidade chegou à igreja bens e vidas! de Jerusalém. E esta igreja enviou Barnabé até Antioquia para ver o que estava acontecendo, • Cântico pois eles pensavam que só os judeus podiam ser • Dedicação de vidas e ofertas salvos por Jesus. • Oração Barnabé foi até Antioquia e, quando lá che- Atividade para crianças de 4 a 7 anos gou, percebeu que Deus estava presente naquele Todas as pessoas do mundo devem conhecer o trabalho. Barnabé ficou muito feliz e animou os amor de Deus. Peça para que as crianças comple- irmãos a continuarem crendo em Jesus, inclusive tem a cena, desenhando o que falta e depois pinte. os gregos. Para ajudar a igreja de Antioquia, Bar- (págs. 7 a 9) nabé foi até a cidade de Tarso procurar Saulo. Ao encontrá-lo, levou-o para a Antioquia. Durante Atividade para crianças de 8 a 11 anos um ano esses dois missionários moraram lá, se Peça às crianças para copiarem as palavras (pág. reuniram com a igreja e ensinaram muitas pessoas 10) seguindo as setas até descobrirem quem deve sobre Jesus. conhecer a graça de Deus. Com esse trabalho, a igreja começou a ver que Jesus deveria ser anunciado a todos os povos. Tito 2.11 É por isso que, ainda hoje, enviamos missio- “Porque a graça de Deus se manifestou, trazendo nários a todos os povos, pois todas as pessoas salvação a todos.” do mundo precisam conhecer a graça de Deus, 6
  7. 7. Todas as pessoas do mundo devem conhecer o amor de Deus. Complete a cena desenhando o que falta e depois pinte.7 CULTO 1 • Atividade- para crianças de 4 a 7 anos
  8. 8. CULTO 1 • Atividade- para crianças de 4 a 7 anos8 Todas as pessoas do mundo devem conhecer o amor de Deus. Complete a cena desenhando o que falta e depois pinte.
  9. 9. Todas as pessoas do mundo devem conhecer o amor de Deus. Complete a cena desenhando o que falta e depois pinte.9 CULTO 1 • Atividade- para crianças de 4 a 7 anos
  10. 10. CULTO 1 • Atividade- para crianças de 8 a 11 anos10 Copie as palavras seguindo as setas e você descobrirá quem deve conhecer a graça de Deus: Tito 2.11
  11. 11. CULTO 2 Culto 2 Vamos anunciar Jesus a todos Vamos anunciar Jesus a todos• Boas-vindas derem esmolas, irem a um lugar chamado Meca• Cântico ou música da campanha na versão para pelo menos uma vez na vida e jejuarem durantecriança. o dia no mês sagrado que é chamado de rama-• Bate-papo: Mostre o mapa do mundo às crianças dã. Eles creem que serão salvos se tiverem essase aponte para os países que estão na região do atitudes, mas a Bíblia diz que só somos salvosOriente Médio. Explique que em muitas dessas por meio da fé em Jesus. Vejam: abra a Bíblia enações o número de pessoas que segue a Jesus é leia João 3.16. Precisamos anunciar Jesus paraextremamente pequeno e que a igreja de Jesus que que todos saibam que Ele é quem perdoa osse encontra por lá não tem condições, de sozinha, nossos pecados.anunciar o Evangelho ao seu próprio povo. Por Orem para que as pessoas que vivem nessesisso, os povos que vivem naqueles países são con- países, e têm ouvido de Jesus, possam entendersiderados não-alcançados. Nessas regiões existem que só Ele é quem pode salvá-las, ou seja, levá-muitas crianças que nunca ouviram falar de Jesus, las para o Céu.portanto, precisamos enviar missionários para vi- Até breve, crianças!verem lá e anunciar Jesus a todos. Oração: Divida as crianças em pequenos grupos...Pois quem nEle crê será chamado filho de para orarem em favor das pessoas que têm rece-Deus e a Ele irá adorar bido a oportunidade de ouvir de Jesus.• Cântico ...Para que todos creiam que Ele é o• Leitura bíblica: Marcos 16.15 e Filipenses 2.10 Salvadore 11Meninos: “...vão pelo mundo todo e preguem o • Cânticoevangelho a todas as pessoas...”Meninas: “...para que ao nome de Jesus se dobre Mensagem: Atos 10todo o joelho, nos céus, na terra e debaixo daterra...” A Bíblia nos conta sobre um homem chamadoTodos: “...e toda a língua confesse que Jesus Cristo Cornélio. Este homem vivia na cidade de Cesa-é o Senhor, para a glória de Deus Pai.” réia e era um oficial do exército romano. Alguns oficiais romanos eram muito odiados pelos ju-• Participação especial deus, pois eram vistos como inimigos por terem invadido suas terras....Pois só Ele perdoa os nossos pecados Cornélio era diferente. Embora fosse romano, ele acreditava no Deus dos judeus e procurava• Testemunho missionário – Entrar alguém com obedecê-Lo. Por essa razão era respeitado por eles.roupas típicas do Oriente Médio e apresentar o Cornélio obedecia à lei dos judeus, mas nãominimonólogo: conhecia a Jesus. Por isso, Deus mandou que um anjo dissesse a Cornélio para procurar o discípulo Olá crianças! Hoje vim aqui para dizer a vocês Pedro, que estava na cidade de Jope. Imediata-que os muçulmanos creem que eles irão para o mente Cornélio chamou dois empregados de suaparaíso se adorarem Alá, aceitarem que Maomé é confiança e os enviou à Jope para buscar Pedroo mensageiro de Alá, orarem cinco vezes ao dia, Enquanto isso, Deus falou a Pedro para seguir 11
  12. 12. sas de muitas pessoas para anunciar Jesus comoCULTO 2 os homens que iriam chegar procurando-o, a fim de que fosse falar do amor de Jesus na casa de Salvador. Cornélio. Pedro convidou alguns irmãos em Cristo para irem juntos com ele. Quando chegaram à Cesaréia viram que a casa ...Pois com Ele temos alegria de viver estava cheia com familiares e amigos de Corné- lio, que haviam ido lá para ouvir a mensagem • Cântico de Deus. • Dedicação de vida e ofertas Pedro falou a todos sobre o amor de Jesus, • Oração da sua morte e ressurreição, pois eles ainda não sabiam nada a respeito de Cristo. Ele disse que Atividade para crianças de 4 a 7 anos somente Jesus podia dar salvação ao homem Peça às crianças para cobrirem os pontinhos com pecador. cola e jogarem areia para descobrir quem Deus Naquele dia, Cornélio e sua família ouviram enviou ao mundo para ser o Salvador. (Pág.13) com muita atenção o que Pedro disse e decidi- ram crer em Jesus como Salvador de suas vidas Atividade para crianças de 8 a 11 anos e foram batizados. Assim, Cornélio e toda a sua No diagrama da pág. 14, peça para que as crian- família passaram a fazer parte da Igreja de Jesus. ças encontrem as palavras do versículo que estão Eles pediram a Pedro e aos irmãos que perma- sublinhadas. (Pág.14) necessem alguns dias com eles, a fim de ouvirem mais sobre o amor de Deus. “Porque Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Como Pedro fez na casa de Cornélio, muitos Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê missionários também têm feito. Eles vão às ca- não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3.16). 12
  13. 13. Cubra os pontinhos com cola e jogue areia para descobrir quem Deus enviou ao mundo para ser o Salvador.13 CULTO 2 • Atividade- para crianças de 4 a 7 anos
  14. 14. CULTO 2 • Atividade- para crianças de 8 a 11 anos14 No diagrama abaixo, encontre as palavras do versículo que estão sublinhadas. “Porque Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. ” João 3.16
  15. 15. CULTO 3 Culto 3 Os filhos de Deus...• Boas-vindas que orem em favor dele (as fichas para intercessão• Cântico ou música da campanha na versão para e adoção também fazem parte do material que acriança. JMM enviou à sua igreja; peça-as ao Promotor de• Bate-papo: Faça o desenho de uma mala numa Missões, ao pastor ou à pessoa responsável pelafolha de papel 40 kg ou no quadro. Tenha à mão campanha na sua igreja).caneta hidrocor ou giz para escrever no desenho A seguir damos a relação de alguns missionáriosque fez. Mostre o mapa às crianças e pergunte se que estão evangelizando muçulmanos. Por se tratarelas sabem o que os missionários precisam para de uma área de risco, eles recebem pseudônimosir de um lugar para outro, a fim de falar de Jesus. (nomes fictícios).Conforme elas forem falando, vá escrevendo suasrespostas no desenho da mala. Provavelmente • Norte da África – Débora Oliveira, Ludmilairão responder: roupa, dinheiro, malas, bíblias, Schmitd, Mariana Duarte, Paula Oliveira, Sophiapassagens etc. Basma. Após as respostas, pergunte: “De onde vem o • Ásia – Dawei e Mali, Esther Beauty, Lian e Anadinheiro que os missionários recebem para com- Godoi, Marcos e Priscila, Meng Zhen, Sarah Fer-prar tudo isso que vocês disseram?”. Sim, das ofer- nandes, Martinho e Lee.tas missionárias! Incentive as crianças a entregarem • Oriente Médio – Abraham e Sara Rachel, Calebesuas ofertas para ajudar na obra missionária; fale da e Rebeca, Jessé e Quésia, Násser e Yasmim Mussaimportância de participar da Campanha Missionária • Cânticoque a igreja está fazendo em favor de missões; faletambém sobre o PAM Kids (informações no site ...Gostam de compartilhar Sua mensagemwww.jmm.org.br). Mensagem: Atos 12.1-19...Têm alegria em louvá-Lo Na Bíblia está escrito que o Rei Herodes deci-• Cântico diu maltratar algumas pessoas que eram da igreja• Leitura bíblica: Salmo 104.24 de Jesus e começou a persegui-las. Ele mandouTodos: “Ó Senhor, que variedade há nas tuas obras! prender Pedro, que era um dos discípulos deFizeste todas com sabedoria; a terra está cheia das Jesus. Na prisão, Pedro era vigiado por 16 solda-tuas riquezas.” dos. Enquanto ele estava lá, a igreja começou a orar por ele, pedindo que Deus o libertasse. Na• Oração noite antes do dia que Herodes iria apresentar Pedro ao povo, o apóstolo dormia, preso por...Sabem que Ele os ajuda de noite e de dia duas correntes, entre dois soldados. De repente, apareceu um anjo do Senhor que• Participação especial o acordou, dizendo: “Levante-se, depressa! Colo-• Testemunho missionário: Exibir um dos filmes do que suas sandálias e sua capa e venha comigo.”DVD da Campanha que a JMM enviou para a igreja As correntes que prendiam Pedro caíram das(peça-o ao Promotor de Missões, ao pastor ou à suas mãos e ele saiu da cadeia seguindo o anjo.pessoa responsável pela campanha na sua igreja). Estavam andando por uma rua, quando o anjo foi• Oração: Divida as crianças e dê a cada dupla embora e Pedro então compreendeu que Deusuma cartela com o nome de um missionário para havia realmente enviado o anjo para livrá-lo do 15
  16. 16. CULTO 3 poder do Rei Herodes. Não tinha sido um sonho. • Oração Pedro foi procurar sua amiga Maria, pois sa- bia que a igreja se reunia em sua casa para orar. ...Têm alegria de orar e contribuir para Quando bateu na porta, as pessoas que estavam missões reunidas ali perceberam que era ele mesmo e • Cântico ficaram muito contentes. Deus havia respondido • Dedicação de vidas e ofertas suas orações. Todos juntos agradeceram a Deus • Oração por todo bem que Ele havia lhes feito. Crianças, as orações em favor dos missioná- Atividade para crianças de 4 a 7 anos rios são muito importantes. Eles precisam de Peça às crianças para que pintem as cenas que saúde, de ideias para saber como trabalhar nos mostram as formas como elas podem participar países que têm perseguição aos cristãos e outras da obra missionária (págs. 17 a 20). Tirar xerox. necessidades; eles passam por muitos perigos. Quando sabem que nós estamos em oração por Atividade para crianças de 8 a 11 anos eles, os missionários ficam mais animados, pois Oriente as crianças a completarem a cruzadinha Deus os fortalece. Lembrem-se de orar pelos para que vejam como pode participar da obra missionários todos os dias. missionária.(pág.21) Tirar xerox. 16
  17. 17. CULTO 3 • Atividade para crianças de 8 a 11 anos Pinte as cenas que mostram as formasque você pode participar da obra missionária. ORANDO 17
  18. 18. CULTO 3 • Atividade para crianças de 4 a 7 anos Pinte as cenas que mostram as formas que você pode participar da obra missionária. CONTRIBUINDO 18
  19. 19. CULTO 3 • Atividade para crianças de 8 a 11 anos Pinte as cenas que mostram as formas que você pode participar da obra missionária.ENTREGANDO FOLHETOS 19
  20. 20. Pinte as cenas que mostram as formasCULTO 4 • Atividade para crianças de 4 a 7 anos que você pode participar da obra missionária. FALANDO DE JESUS 20
  21. 21. Complete a cruzadinha e veja como você pode participar da obra missionária.21 CULTO 4 • Atividade para crianças de 8 a 11 anos
  22. 22. CULTO 4 Culto 4 Os missionários falam da Graça do Pai • Boas-vindas Eu e todos os missionários que trabalham em • Cântico ou música da campanha na versão para países onde a maioria das pessoas segue o isla- criança. mismo precisamos de suas orações, pois alguns • Bate-papo: Pegue alguns clipes de alumínio muçulmanos não gostam que a gente fale de Jesus e um ímã, e mostre às crianças como os clipes e perseguem os cristãos, ameaçando-os se eles são atraídos pelo ímã. Diga que os missionários, não negarem a Cristo. quando chegam aos locais aonde trabalharão, co- Orem todos os dias por nós. Adeus! meçam a falar do amor de Deus. Com a mensagem que transmitem, atraem pessoas para Jesus, assim • Oração muitos podem conhecer a graça do Pai, quando passam a acreditar que Jesus é o Filho de Deus. ...E muitos vão conhecer a Verdade, que é Jesus ...E muitos aprendem a cantar louvores a Ele • Participação especial • Cânti-cos • Oração ...E muitos aprenderão a servi-Lo com amor • Leitura bíblica: Salmos 67.3 Todos: “Louvem-te os povos, ó Deus, louvem-te Mensagem: Atos 13. 14, 16 e 19 todos os povos” Na Bíblia está escrito que Paulo e Barnabé tra- ...E muitos podem buscá-Lo em oração balhavam na igreja de Antioquia. Um dia, quando todos os dias a igreja estava orando, Deus mostrou-lhes que Paulo e Barnabé deveriam ser enviados como • Cântico missionários a outros lugares para falar de Jesus. • Testemunho missionário: Uma jovem entra Paulo e Barnabé ficaram felizes por terem sido vestida com roupas típicas do Oriente Médio e escolhidos e se prepararam para a viagem. A igre- apresenta o minimonólogo: ja fez uma reunião de despedida e eles partiram. Fizeram a primeira viagem de navio e partiram Olá crianças! Eu sou missionária e trabalho num para Chipre. Ao chegar, eles foram até uma sina- país em que a maioria das pessoas segue a religião goga, que é o lugar onde os judeus se reúnem islâmica. Nesse país eu não posso entregar folhe- para estudar as Leis de Deus. Ali falaram de Jesus; tos, fazer cultos em qualquer lugar, ir aos hospitais uns creram e outros não. Os que não creram visitar as pessoas e orar em favor delas, pois se eu ficaram tão zangados que expulsaram Paulo e fizer isso posso ser presa e até expulsa do país. Barnabé da cidade. Eles, então, foram para ou- Ao chegar nessa nação, tive que estudar sua tros lugares e o mesmo aconteceu: quando eles língua para poder me comunicar e também pedi falavam de Jesus, uns criam e outros não. Durante que Deus me mostrasse como poderia iniciar o aquela viagem, Paulo foi apedrejado pelos judeus trabalho missionário. Ele então me mostrou que que não acreditavam no que ele dizia sobre Jesus. poderia ensinar as mulheres a fazer bijuterias. Na segunda viagem, Paulo levou como com- Com esse trabalho, demonstro amor e conquisto panheiro Silas; eles foram até as cidades onde a confiança das mulheres e assim, por meio das havia ido por ocasião da primeira viagem para ver amizades que faço, vou falando de Jesus. como os irmãos, que creram em Jesus, estavam. 22
  23. 23. CULTO 4Durante a viagem, conheceu o jovem Timóteo, novas igrejas são formadas. Nós também temos aque passou a acompanhá-los. Naquela viagem, missão de anunciar Jesus onde estivermos – sejaPaulo e seus companheiros pregaram à beira de para a nossa família, nossos amigos ou vizinhos.um rio, expulsaram um espírito mal que estavaem uma jovem e anunciavam a salvação emJesus por onde passavam. Muitos creram, foram • Oraçãobatizados e igrejas foram formadas. Na terceira viagem que fez, Paulo foi paraÉfeso, onde batizou algumas pessoas e ficou ...E muitos aprenderão a servi-Lo com amormuito tempo ensinando sobre o Reino de Deus. • CânticoEle também fez alguns milagres em nome de • Dedicação de vidas e ofertasJesus. Alguns judeus, que não acreditavam no • Oraçãoque Paulo ensinava, começaram a persegui-lo, oque fez com que ele viajasse para outras cidades. Atividades para crianças de 4 a 7 anosMas, aonde ele ia, falava de Jesus. Oriente as crianças a associar o missionário às Durante suas viagens, Paulo foi perseguido, atividades que elas podem realizar para falar deapedrejado e preso por falar de Cristo. Enquanto Jesus. (pág. 24)estava preso, ele escrevia cartas para as igrejas.Ele e seus companheiros não tinham vergonha Atividades para crianças de 8 a 11 anosnem medo de falar de Jesus, mas obedeciam a Peça às crianças para trocarem os símbolos pelasDeus. Assim, muitos se tornaram filhos do Senhor letras, descobrindo a mensagem que os missioná-porque creram em Jesus. rios precisam anunciar nos campos missionários. Assim como Paulo e seus companheiros fi- (pág. 25)zeram, ainda hoje existem muitos missionáriosanunciando o Evangelho. Eles chegam às cidades “Respondeu Jesus: Eu sou o caminho, a verdade ee falam de Jesus. Assim, muitas pessoas passam a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim”a crer em Jesus como seu Salvador e Senhor e (João 14.6). (Veja descrição das roupas na página 41.) 23
  24. 24. CULTO 4 • Atividade para crianças de 4 a 7 anos24 Ligue o missionário às atividades que pode realizar para anunciar Jesus.
  25. 25. Troque os símbolos pelas letras e descubra a mensagem que os missionários precisam anunciar nos campos missionários.25 CULTO 4 • Atividade para crianças de 8 a 11 anos
  26. 26. ACAMPADENTRO ATIVIDADE PARA O GRUPO DE CRIANÇAS ACAMPADENTRO S erá uma noite muito especial para cada criança; um momento diferente onde elas estarão fora do seu convívio habitual para estarem mais próximas dos amigos e, principalmente, de Deus. Para a equipe, o momento também será importante, pois seus integrantes poderão se aproximar das crianças, conhecê-las de uma forma diferente e, assim, ministrar-lhes a Palavra de Deus. O Acampadentro é um momento para ser lembrado para sempre! Objetivos • Proporcionar às crianças um momento de integração e divertimento; • Estreitar laços de relacionamentos; • Conhecer uma nova cultura e como vivem as crianças de outros países; • Proporcionar às crianças o conhecimento e o entendimento do islamismo – a religião dos muçulmanos; • Orar pelas crianças muçulmanas. Equipe de voluntários • Pessoas para a cozinha; • Enfermeira; • Líder para acompanhar os meninos e líder para acompanhar as meninas. Programação Primeiro dia • 18h – Chegada das crianças. Cada criança receberá seu crachá e o material (a abertura deverá ter a participação dos pais ou responsáveis); • 19h – Devocional (Leitura do texto da divisa da Campanha de Missões Mundiais). Tema: “Eles tam- bém precisam da graça do Pai”; Divisa: “Porque a graça de Deus se manifestou, trazendo salvação a todos” (Tito 2.11) • Louvor - música da campanha na versão para criança. • Oração • Avisos e orientações • 20h – Festa (pode ser a festa sugerida na pág. 29) • 23h – Hora de dormir Segundo dia • 7h – Hora de acordar • 8h – Café da manhã • 9h – Devocional • 10h – Curiosidades: Caixa Cultural (nesse momento, o líder deverá levar uma caixa com questões curiosas sobre os povos muçulmanos); 1 – A caixa deverá passar de mão em mão enquanto toca uma música; 2 – Quando a música parar, a criança que estiver com a caixa na mão deverá tirar uma curiosidade; 3 – Em seguida, faça a leitura para todos, começando sempre com: “Você sabia que...” (a cada curio- sidade lida, o líder deverá comentar com o grupo e fazer observações quando necessárias). • 11h – Momento de Oração pelos povos muçulmanos. 26
  27. 27. ACAMPADENTRO1 – Para esse momento sugerimos, para inspiração e apoio, o livro “Conexão criança: despertando nacriança o poder da oração’’, da autora Cláudia Guimarães (Editora Vida);2 – Divida as crianças em duplas;3 – Para cada dupla poderá ser entregue o pedido de oração e informações dos povos pelos quaisintercederá;4 – Se fizer uso do livro “Conexão criança: despertando na criança o poder da oração’’, cada duplapoderá ler sobre um país diferente e orar por ele (de preferência os países cuja maioria das populaçõessegue o islamismo).• 12h – Almoço• 14h – Tarde de Jogos e Brincadeiras• 15h30 – Livre• 16h30 – Lanche• 17h – Até a próxima!• Material: Sugerimos uma pasta com uma caneta ou lápis, um bloco de anotações, um programa im-presso, um crachá com a assinatura do responsável no verso e um telefone de contato.Orientações às crianças e seus responsáveis:• Informar aos responsáveis sobre os horários. Cada um deverá levar um programa com todos os horários;• Informar às crianças sobre: horários, colchonetes, cuidado com o material etc.Cardápio:• Café da manhã: leite, café, achocolatado, pão e bolo;• Lanches: suco ou guaraná natural, bolo e um sanduíche árabe (se não puder fazer o sanduíche,prepare um cachorro-quente);• Almoço: avalie se uma comida típica seria interessante (se as crianças vão gostar) ou faça algumacoisa bem prática. CURIOSIDADES Use as informações abaixo para dinamizar ainda mais a programação.• Tudo na comida muçulmana come-se com pão.• Em muitos países islâmicos os alimentos são consumidos com as mãos, dispensando talheres. O pão,com a agilidade dos dedos, remove qualquer alimento no prato, levando-os saborosamente à boca;• No calendário islâmico há um período, chamado ramadã, que as pessoas são obrigadas a jejuardesde o amanhecer até a noite, durante um mês. Toda criança é obrigada a jejuar a partir dos 12 anos.• Determinados alimentos são proibidos para os seguidores do islã, pois são considerados impuros.Um desses alimentos é a carne de porco.• No mundo islâmico existem vários termos para se identificar as lideranças políticas e religiosas.Eis alguns: político e religioso de um Estado árabe”. Os califasAiatolá – O termo vem do árabe ayat allah (que governaram até a queda do Império Otomano, emsignifica “manifestação de Deus”) e surgiu no 1918. No começo viviam com simplicidade, mas aIrã, no século XIX. Ele designava os juristas mais força do império deu aos califas ares de realeza.graduados, os maiorais da hierarquia dos mulás Emir – O título não tem relação com a religião(estudiosos do islamismo). O aiatolá é a principal e é dado a lideranças militares, governadores oureferência da comunidade xiita (certos seguidores autoridades. Surgiu da palavra árabe amir, quedo islamismo). significa “comandante” ou “príncipe”.Califa – Do árabe khalifah, que quer dizer “suces- Imã – O título gera bastante contestação e varia desor”; o termo surgiu depois da morte do profeta do acordo com regiões e seitas. Geralmente, o imã éislã, Maomé. Segundo consta, Abu Bakr, um dos a pessoa que coordena a oração na mesquita (odiscípulos do profeta, foi nomeado seu sucessor, local de reunião dos muçulmanos). Os muçulma-ou seja, califa. A palavra passou a designar o “líder nos sunitas dão o título a um homem sábio que 27
  28. 28. ACAMPADENTRO tem a tarefa de orientá-los nas questões religiosas. e governadores. Durante o Império Otomano, o representante do califa era chamado de grão-vizir Mulás e Ulemás – São as pessoas que estudaram para diferenciá-lo dos demais vizires. o islamismo e viraram autoridade no assunto: professores, teólogos e advogados. O termo Xá – O termo tem origem persa xah, que quer mulá, do árabe muwla, que significa “senhor” ou dizer “rei”. Desde o século VI antes de Cristo os “chefe”, é usado no Irã pelos muçulmanos xiitas. líderes políticos da Pérsia, atual Irã, recebiam Ulemá, de ulamas, que significa “os que possuem essa denominação. O título foi usado até 1979, conhecimento”, são da linha sunita. quando a Revolução Islâmica no Irã instituiu o governo do aiatolá. Paxá – A expressão surgiu no século XIII para nomear os parentes do sultão. Mais tarde, o título Xeque – A denominação pode ser usada por qual- de honra mais alto do Império Otomano passou quer pessoa que tenha autoridade religiosa. Vem do a ser concedido a militares, governadores de árabe shaykh, que significa ancião. Os xeques são províncias e vizires. bastante respeitados na comunidade muçulmana. Sultão – Do árabe sultan, que significa “potên- Sites consultados: cia”; esse título é dado a qualquer um que tenha http:www.portasabertas.org.br autoridade política. É usado pelos soberanos do htp://www.acidigital.com/islam/perguntas.htm mundo islâmico, como nos países Omã e Brunei. http://100porcentoquintaserie.blogspot. No século XI, quando o califado começou a se com/2008/10/curiosidades-sobre-o-islamismo. fragmentar, os sultões passaram a governar os html pequenos reinos que surgiram. htp://www.webartigos.com/articles/519/1/Egi- to-Costumes-E-Curiosidades/pagina1.html Vizir – O termo quer dizer “aquele que ajuda a carregar o peso” e vem do árabe wazir. A função Livro: surgiu no século VIII e cabia ao vizir ficar entre o “Conexão criança: despertando na criança o po- califa e o povo. Mais tarde, o título foi estendido der da oração” – Cláudia Guimarães, São Paulo a todos os integrantes do ministério, até os oficiais – Editora Vida, 2010. RECEITAS TÍPICAS ÁRABES ARROZ COM LENTILHAS Ingredientes: • 1/2 kg de lentilhas • 2 litros de água • 1 folha de louro • 1 galhinho de tomilho • 1 copo de arroz • Sal a gosto • 2 cebolas grandes • 1/2 copo de azeite de oliva • 1 dente de alho. Modo de preparo: • Cozinhar a lentilha na água com a folha de louro e o tomilho até ficar macia, colocar o arroz e o sal. • Cortar a cebola em tirinhas e dourar no azeite, juntamente com o alho picado. • Quando o arroz estiver cozido, colocar numa travessa coberta com a cebola dourada. Rendimento: 4 pessoas. CREME DE DAMASCO Ingredientes: • 300g de damasco • 1 copo de água • 1 envelope de gelatina sem cor e sem sabor • 2 ovos • 2 xícaras (chá) de açúcar • 2 copos de leite • 1 colher (sopa) maisena • 200g de creme de leite. Modo de preparo: • Ferver o damasco com água até amaciar. • Umedecer a gelatina com colheres (sopa) de água fria, formando uma pasta. • Dissolver em seguida com um pouco da água da fervura do damasco, juntar ao damasco e passar no liquidificador. • Bater as gemas com metade do açúcar e misturar ao leite frio, juntamente com a maisena. • Levar ao fogo, mexendo sempre até engrosar. • Acrescentar o damasco batido com a gelatina. desligar o fogo e colocar o creme de leite. • Bater as claras em neve firme com o restante do açúcar. • Misturar ao creme de damasco e levar à geladeira. 28
  29. 29. FESTA PARA CRIANÇAS FESTA PARA CRIANÇAS Tema: “Crianças brincando sob a Graça do Pai ”Objetivo: Mostrar aos pequeninos o valor e a importância de conviver com crianças de outros países etambém de conhecer culturas diferentes, com o objetivo de apresentar-lhes “a Graça do Pai”.1 - Preparativos: do, assim, de um modo geral, o nosso amor pelos• Contato – Entre em contato com todas as pes- povos não-alcançados que estão sendo enfatizadossoas que possam ajudar na programação e divida nesta campanha missionária e, em especial, pelosas tarefas com elas. Por exemplo: ornamentação, estrangeiros que vivem no Brasil. A sala pode serlanche, confecção dos convites, compras, progra- decorada com tapetes, almofadas coloridas, pufesma, brincadeiras etc. (aqueles assentos baixos, coloridos e de tamanhos variados), fotos das crianças representando outras• Participação da MCA – Como a festa acontecerá nacionalidades, um globo terrestre ou um mapa-dentro da Campanha da Junta de Missões Mundiais, múndi, flores, tecidos finos e esvoaçantes (presosserá interessante contar com as integrantes das como se fossem cortinas). Espalhe cartazes deMulheres Cristãs em Ação (MCA) ou ministério de anúncios de viagens (ver com agências de turis-mulheres da igreja. Essa organização missionária mo, muitos trazem fotos lindas de vários países).poderá ficar responsável pelo lanche que será Providencie cartazes com frases e versículos queservido às crianças. Esse momento de confraterni- demonstrem o amor de Deus e estimulem a ami-zação é muito significativo e promove a integração zade e a comunhão entre os povos (use textos eme a comunhão das diversas faixas etárias da igreja. português, inglês, espanhol, árabe etc.). Prepare umA criatividade nessa hora é quem manda e, com datashow (e notebook) e um aparelho de som. Usecerteza, dará um toque especial à festa! cânticos que falem sobre amizade, sobre o amor de Deus e o desejo dEle de ver todos os povos da• Lanche – Prepare uma mesa com salgados ou Terra salvos, através de Jesus Cristo. Se for possível,comidas que lembrem países ou povos. Exemplos: consiga músicas de outros países e deixe tocandopizza (Itália); esfirra, quibe e sanduíches feitos com enquanto as crianças chegam. Outra boa opção é opão árabe (povos do Oriente Médio), além de ros- CD do PEPE (veja anúncio na pág. 33). Sugerimosquinhas, sorvete, bolo, salada de frutas, sucos, água também a exibição de um dos vídeos da Campanhae refrigerante. A intenção é ter comidas típicas de de Missões Mundiais (peça o DVD ao Promotor dealguns países para que eles possam provar e saber Missões, ao pastor ou à pessoa responsável pelaa origem de cada prato. campanha na sua igreja).• Convites – Poderão ser feitos no formato de uma • Cantinho para fotos – Preparar um cantinhotenda árabe, bem bonita, conforme o modelo da com um espelho grande, tapete, uma arara (ar-página 34. Os convidados serão as crianças da mação para pendurar roupas) com roupas deigreja e seus amigos estrangeiros, vizinhos, colegas crianças de outros países para que seus peque-de escola, colegas da natação, do futebol, do curso ninos possam vesti-las e posar para fotos. Se forde inglês... Será uma festa onde se dará ênfase à possível, decore esse cantinho com um globoamizade entre os povos e como Deus, o Pai, ama terrestre ou com um mapa-múndi e com o cartaza todos sem distinção. da Campanha da JMM, para que sirva de fundo para a foto. No espelho, pode escrever uma frase• Decoração e ornamentação – A ideia é que a festa bem legal sobre o quanto Deus a ama, para queaconteça dentro de uma tenda árabe, demonstran- a criança leia enquanto se veste. 29
  30. 30. poder aprender do amor de Deus, fazer novasFESTA PARA CRIANÇAS • Lembranças – Sugerimos que seja oferecido um porta-retratos (veja modelo na pág. 34) para cada amizades e brincar debaixo da graça de Deus, o criança colocar a foto tirada, no dia da festa, com nosso “Pai”. a roupa típica do país que ela escolher. Atrás do porta-retratos coloque uma etiqueta com o tema da • Cânticos – Escolha cânticos alegres. Procure festa, a data e o local. Convide um fotógrafo para usar uma das variações, tais como: cantar com tirar as fotos daqueles que não levarem máquinas gestos; batendo palmas; de mãos dadas; com as fotográficas. mãos erguidas; assobiar uma frase; um grupo senta outro levanta... • Crachá – Confeccione crachás com o mapa- múndi de fundo e, em destaque, o rosto de crianças 3 - Atividades: de vários países. Deixe um espaço para colocar o • Jogos e brincadeiras – Devem ser planejados para nome da criança. Se desejar, poderá escrever os ajudar as crianças a conhecer brincadeiras e jogos números no verso. Assim, se precisar formar gru- comuns em vários países e também para fixar na pos, poderá fazer uso deste recurso (veja modelo mente delas assuntos relacionados com o amor na pág. 35) de Jesus, amizade, respeito, amor, paz, perdão... A orientadora poderá usar todas as atividades 2 - Desenvolvimento: sugeridas ou selecionar as mais adequadas à rea- • Orientadores e auxiliares – Uma festa, para al- lidade das crianças de sua igreja, ou ainda usar a cançar o sucesso desejado, deve ser muito bem criatividade e modificar as sugestões apresentadas. preparada. Cada atividade requer tempo e análise Providencie alguns brindes para serem entregues para ser desenvolvida. Tudo o que vai ser feito aos vencedores. antes e durante a festa está relacionado com o A festa poderá ser realizada em um local com ensino e a formação do caráter da criança e dos espaço suficiente para que as crianças possam que as auxiliam. Pense com carinho nas crianças pular e até mesmo correr. As atividades também que estão sob os seus cuidados, lembrando que, podem ser realizadas de forma simultânea, desde mesmo pequenas, elas já dão testemunho do que haja pessoas para coordená-las. Assim, as grande amor de Deus em suas vidas. Cabe a você crianças poderão passar por todas as atividades. despertá-las e conduzi-las pelo caminho certo para O ideal é que, antes dos jogos e brincadeiras, seja amar os povos deste mundo sem distinção de cor, feita uma apresentação, informando sua origem, raça ou credo e anunciar que só Jesus Cristo salva. suas regras e os diferentes nomes que recebem pelo mundo. • Recepção – O ambiente deve estar preparado, tendo um fundo musical com ênfase ao grande • Pipas que anunciam as boas-novas – As pipas amor de Deus e amizade entre as pessoas. Dê podem ser confeccionadas pelas crianças ou já orientações corretas e precisas para cada criança estarem prontas para, apenas, elas colarem frases que chegar, informando o lugar para sentar-se. relacionadas à paz, amor, salvação, amor de Je- Coloque o crachá, dê um abraço e diga a cada sus, versículos bíblicos, folhetos evangelísticos... criança que ela é muito importante para Deus e Na UFMBB você encontra dois tipos de folhetos para você. próprios para criança: “Quando estou” e “O Plano de Deus para você”*. O objetivo é fazer com que • Abertura – Com as crianças sentadas nas al- as pipas, ao se perderem no vento, levem uma mofadas e nos pufes, dê as boas-vindas e fale o mensagem para quem as encontrar. No final da motivo da festa: festa, entregue as pipas para que as crianças levem O motivo desta festa é mostrar o quanto Deus para casa. nos ama, independentemente de quem somos e de onde viemos. A graça do Pai é tão grande que • Amarelinha – Esta é uma brincadeira em que as alcança todas as crianças do mundo e hoje pode- crianças devem pular quadrados desenhados no mos dizer que ela nos alcançou. Sabem por quê? chão. Sugerimos que dentro de cada quadrado seja Um dia, em nossa vida, decidimos seguir Jesus e colado ou desenhado com giz um símbolo bíblico, crer que Ele é o Filho de Deus, o nosso Salvador. globo terrestre, mãos póstumas (oração), o tema e Estamos felizes porque temos conosco crianças a divisa da Campanha 2011 de Missões Mundiais, que vieram de outros países acompanhando seus um versículo bíblico etc. Participantes: a partir de pais, que vieram trabalhar no Brasil, e juntas vamos dois. Acessórios: uma pedrinha ou saquinho de 30
  31. 31. FESTA PARA CRIANÇASareia. Como brincar: desenhe a amarelinha no explique simplificadamente os nomes de Deus quechão, indo do número 1 ao 10. As crianças de- as crianças mencionarem. A apresentação deverávem decidir quem vai começar. O escolhido joga ser feita para todas as crianças e, se possível, noa pedra (ou o saquinho de areia) no número 1. datashow ou em uma TV, que as crianças possamA seguir, pula casa por casa com um pé só, até ter uma boa visão. Você pode encontrar os vídeoschegar ao número 10. Na volta repete o trajeto, no You Tube.só que pegando a pedrinha. O mesmo deve serrepetido até chegar à última casa. Perde a vez • Corrida para levar o Evangelho – Prepare umquem pisar na casa em que está a pedra, pisar na local ao ar livre para a realização desta atividade.risca, não pegar a pedra ou errar a casinha na hora Atrás da linha de chegada coloque o cartaz da Cam-de jogar a pedrinha. Benefícios: desenvolvimento panha de Missões Mundiais fixado num quadro.do raciocínio, coordenação motora, atenção, equi- Deixe pedaços de fita Durex ou crepe já cortadoslíbrio, noção de espaço e tempo, conhecimento próximos a este quadro. Imprima, em folhas A4,dos números e habilidade para lidar com regras os mapas dos países onde o islamismo é a religiãoe limites. oficial. Dê o mapa a cada criança participante da corrida. Determine uma linha de partida e outra• Peteca – Este momento pode ser bem descon- de chegada. Cada criança deve partir em direçãotraído. Dois grupos podem ser formados ou um à linha de chegada, pisando sobre o papel, dandocírculo para jogar a peteca. A peteca é colocada em um só passo de cada vez. Em caso de pisar fora,jogo por meio de um saque; ela vai sendo jogada ela deverá voltar ao ponto de partida. Nessa ativi-de uma criança para outra, mas não pode cair. dade o importante é que todos cheguem, mesmoQuem deixá-la cair, sai do jogo. Ganha o prêmio que seja com a ajuda do líder. Cada criança queo jogador que permanecer até o final. ultrapassar a linha de chegada deverá colar o mapa no quadro. No final da atividade, o líder poderá• Pular corda – É uma atividade muito divertida, concluir fazendo a seguinte comparação: “O Evan-e quanto mais você pratica, mais craque se torna. gelho é como uma corrida: em alguns países eleVocê precisa de uma corda grande e duas pessoas, chegará logo, mas em outros vai precisar de ajudacada uma segurando numa ponta da corda. Com as e de muita oração. O importante é levar a Palavracrianças pode ser feito o tipo “Leve”: pular com os de Deus sem desanimar, porque o Pai estará nodois pés; pular com os pés alternados. Caso prefira, controle e é Ele quem vai abrir as portas”. Tenhapoderá disponibilizar várias cordas pequenas, uma brindes para oferecer aos vencedores (pode ser,para cada criança pular sozinha. por exemplo, o marcador de bíblia que vem junto com a ficha de intercessão e adoção da Campanha• Jogo da memória com os símbolos bíblicos – de Missões Mundiais (as fichas fazem parte doPode ser feito em pedaços de papelão ou cartolina material promocional que a JMM enviou; peça-asdupla face, onde serão coladas as figuras, depois ao Promotor de Missões, ao pastor ou à pessoarecortadas para poderem ser viradas pelas crian- responsável pela campanha na sua igreja).ças. Desejando, o jogo (veja modelo na pág. 35)poderá ser feito no computador e apresentado • História Bíblica: “Jesus e as Crianças” – Leia comno datashow, com a participação individual das antecedência os textos bíblicos sobre o ministériocrianças. Ganha a criança que fizer os pares no de Jesus. Busque informações sobre a vida em fa-mais curto espaço de tempo. É muito bom que a mília no período que Jesus iniciou seu ministério.líder faça com as crianças um comentário sobre O objetivo é enriquecer a história conhecendoo significado das gravuras apresentadas nesta ati- os hábitos familiares, alimentação, brincadeirasvidade. Figuras que podem fazer parte do jogo: infantis, tipo de moradia, festas e comemorações.estrela, manjedoura, cruz, bíblia, peixinhos, barco, Enfatize o encontro de Jesus com as crianças e opães, crianças, templo, ovelha, túmulo vazio etc. valor que Ele lhes deu. Mostre também a impor- tância da família para Deus, informando que foi• Nomes de Deus (vídeo) – Apresente os vídeos Ele quem a instituiu desde a criação do mundo.“Os nomes de Deus na Aliança do Sangue” ou Deus, em sua sabedoria, providenciou uma famí-“Experiência com Deus”. Veja-o antes e escolha lia para Jesus nascer, pois sabia que uma criançao mais adequado para o seu grupo. Peça para os precisa dos cuidados, do amor, do carinho, dapequeninos prestarem atenção nos nomes que são atenção e da proteção dos pais. Precisa tambémdados a Deus e, após a apresentação, comente e conhecer o amor e a graça do Pai e a salvação que 31
  32. 32. FESTA PARA CRIANÇAS nos é dada através de Jesus Cristo. Conclua essa de folhas cheia de pequenas pedras, amarrada a parte apresentando para as crianças o plano da uma espiga de milho, que chamavam de Peáteka, Salvação. Na UFMBB você encontra dois tipos de que em tupi significa “bater”. O jogo de peteca folhetos próprios para crianças – “Quando estou” pode ser na quadra, na praia ou no calçadão. As e “O plano de Deus para você”* – que poderão ser mãos servem como raquete e a “bola” tem até uma entregues aos participantes. Ouça o que a criança coroa que normalmente é de pena. A verdade é tem a dizer e ore com todas elas. Caso sinta o que, além de ser considerado um esporte desde desejo de fazer o apelo, faça! 1985, o jogo de peteca é uma diversão para milha- res de pessoas. O esporte não tem limite de idade. 4 – Finalizando: Jovens, crianças ou adultos que se encantam com • Oração o vai-e-vem da peteca acabam por agregar saúde • Louvor ao lazer. • Agradecimentos • Lanche e encerramento Amarelinha Essa brincadeira tão tradicional entre as crianças Sugestão de roteiro: brasileiras também é chamada de maré, sapata, 1. Recepção avião, academia, macaca etc. Na Colômbia é 2. Motivo da festa e saudação chamada de Rayuela. A amarelinha tradicional 3. Brincadeiras (ativas) é desenhada no chão com giz e tem o formato 4. Apresentação do vídeo de uma cruz, com um semicírculo em uma das 5. Brincadeiras (passivas) pontas, onde está a palavra céu, lua ou cabeça. 6. Cânticos Depois vem a casa do inferno (ou pescoço) e a 7. História bíblica área de descanso, chamada de braços (ou asas), 8. Oração e agradecimentos onde é permitido equilibrar-se sobre os dois pés. 9. Lanche, entrega da lembrança e encerramento Por último, a área do corpo (ou quadrado). Jogos tradicionais para crianças de todo o mundo Como se joga amarelinha: 1ª etapa Não se conhece a origem desses jogos. Seus O primeiro jogador lança a pedra na primeira casa criadores são anônimos. Sabe-se, apenas, que são (1) e, com um pé só, pula pisando no 2, depois no provenientes de práticas realizadas por adultos, de 3 e 4 ao mesmo tempo, depois no 5 com um pé só, fragmentos de romances, poesias, mitos e rituais e depois no céu (6 e 7) com os dois pés simultanea- religiosos. A tradição e universalidade dos jogos mente. Vira e volta, quando chegar no 2 pega a pedra assentam-se no fato de que povos distintos e anti- no 1 e pula fora. gos como os da Grécia e do Oriente brincaram de Depois joga no 2. Pula no número 1 com um amarelinha, empinar papagaios, jogar pedrinhas, pé só, salta o 2 e assim por diante. Se pisar na linha pular cordas, pião, xadrez, tiro ao alvo, jogo de fio passa a vez para o outro. 2ª etapa – Chutinho – Joga- ou cama-de-gato, entre outros. Até hoje as crianças se a pedra perto, antes da amarelinha. Começa a os fazem quase da mesma forma. Esses jogos foram chutar sem tocar nos riscos, se errar é a vez de outra transmitidos de geração em geração. Muitos jogos criança. 3ª etapa – Joga-se sem pedra com os olhos preservam sua estrutura inicial, outros se modifica- vendados, então pergunta: “Pisei?”. E as outras crianças ram, recebendo novos conteúdos. A força de tais respondem: “Não”. Se pisar e disserem “sim” é a vez jogos explica-se pelo poder da expressão oral. A de outra. 4ª etapa – De costas, joga a pedra por trás antiguidade de muitos jogos tradicionais infantis de si, sem ver ainda onde parou. Onde a pedra cair é atestada pela obra do Rei de Castille Allphonse exclui-se marcando um X com giz. Vira e começa a X que, em 1283, redigiu o primeiro livro sobre os pular igual à primeira etapa, porém na casa excluída jogos na literatura europeia. Nessa obra, segundo pode-se pisar com os dois pés. Grunfeld (1979, p. 9), o rei descreve diversos jogos presentes até os tempos atuais. Hoje vamos brincar e Pipa conhecer alguns jogos e brincadeiras comuns entre Pipa, papagaio, arraia, raia, quadrado, pandor- crianças de vários países. ga... No Brasil, dependendo da região, o nome é diferente. As pipas apareceram na China, mil anos Peteca antes de Cristo, como forma de sinalização. Sua cor, Quando os portugueses chegaram ao Brasil en- desenho ou movimento poderia enviar mensagens contraram os índios brincando com uma trouxinha entre os campos. Da China elas foram para o Japão, 32
  33. 33. pula corda, além de se divertir com os amigos, FESTA PARA CRIANÇASpara a Índia e depois para a Europa. Chegou aoBrasil trazida pelos portugueses. Os tipos de pipa pode também desenvolver suas habilidades e semais conhecidos são o de três varas, o de cruzeta fortalecer fisicamente. Na China, Colômbia, Indo-e o de caixa. Para confeccioná-las bastam algumas nésia, Venezuela, Brasil, dentre outros países, asfolhas de papel, varinhas e linha. Pois bem: ao crianças gostam muito de pular corda.que tudo indica, as pipas teriam sua origem noOriente, mais especificamente na China. Hoje, no BibliografiaOriente, o povo acredita que as pipas têm ainda RICKERSON, Wayne – “Passatempos e Brincadeirasum significado religioso, tendo por finalidade para a Família”, JUERP, 1983, Rio de Janeiro, RJ“espantar maus espíritos”. GONZÁLEZ, Miguel – “Você não é uma Ilha”, dinâ- micas de grupo 3ª edição, Edições Paulinas, 1993,Pular Corda São Paulo/SP Pular corda é um jogo popular em vários paí-ses. Outra versão desse jogo é feita com elásticos http://www.jogos.antigos.nom.br/imgacao.aspligados entre si para fazer uma longa corda (essa http://www.topics-mag.com/edition11/games-é a forma jogada em muitos países). Quando você section.htm *Alguns materiais sugeridos nesta atividade e nesta revista, como os folhetos “Quando estou” e “O plano de Deus para você”, são encontrados na União Feminina Missionária Batista do Brasil. Pedidos pelo Tel. (21) 2570-2848 ou pelo e-mail ufmbb@ufmbb.org.br. Saiba mais em www.ufmbb.org.br. 33
  34. 34. ANEXOSFESTA PARA CRIANÇAS • ANEXOS CONVITE TENDA PORTA-RETRATO 3x4 - EM EVA* (etil vinil acetato) * E.V.A (etil vinil acetato) é um material emborrachado que tem sido utilizado de diversas maneiras nos acessórios domésticos, na decoração de festas infantis, em painéis nas escolas etc. 3 1 2 4 34
  35. 35. FESTA PARA CRIANÇAS • ANEXOSFOTOS DE POVOS 35JOGO DA MEMÓRIA CRACHÁ
  36. 36. 36
  37. 37. ROUPAS TÍPICAS ROUPAS ÁRABES TÍPICASO s turbantes e túnicas usados hoje nos países árabes são quase idênticos às vestes das tribos de beduí- nos que viviam na região no século VI. É uma roupa que suporta os dias quentes e as noites frias dodeserto. A partir do século VII, a expansão do islamismo difundiu esse vestuário pela Ásia e pela África,fixando algumas regras. A religião não permite que os fiéis mostrem em público as partes íntimas para oshomens, a região entre o umbigo e o joelho; e, para as mulheres, o corpo inteiro, exceto o rosto e as mãos.Por esse motivo, as vestes não podem ter nenhuma transparência nem serem justas a ponto de delinear ocorpo. Essas partes só podem ser vistas pelo cônjuge e alguns familiares. Dentro de casa, portanto, veste-se qualquer roupa. Existem também normas para diferenciar a aparênciafeminina da masculina. Os homens não devem usar objetos de ouro ou seda. Vestidos a rigor: Simbolismo das roupas de origem árabe varia conforme a região. (Veja ilustração na pág. 23)Icharb: Túnica:Na maioria dos países árabes, as mulheres utilizam A principal peça do vestuário árabe é esse vestido deroupas semelhantes às túnicas masculinas e, na manga comprida que cobre o corpo inteiro. Ela costu-cabeça, um lenço que deixa só o rosto à mostra. ma ser clara e larga para refletir os raios solares, fazerO nome deu origem ao francês écharpe. o ar circular e refrescar o corpo durante o dia. O corteXador: e o material variam em cada país, podendo receberO Alcorão determina que as mulheres se vistam nomes como caftan, djellabia, dishdasha ou gallibia.de forma a não atrair a atenção dos homens. Esse Cirwal:mandamento é levado ao pé da letra em países Calça larga, usada por baixo da túnica. Acredita-se quecomo Irã e Arábia Saudita, onde se recomenda foi uma invenção dos persas, adotada pelos árabes ao uso do xador, uma veste que envolve o corpo partir do século VII. É feita para permitir a liberdadetodo, com exceção dos olhos. de movimentos e foi muito utilizada entre soldados eBurqa: camponeses. Deu origem à palavra ceroula.As vestes femininas são conhecidas pelos árabes Tarbush:como hijab, ou cobrimento. As partes do corpo que Também conhecido como fez, trata-se de um pe-a mulher deve cobrir, no entanto, variam de acordo queno chapéu de feltro ou pano, algumas vezescom o país. No Afeganistão, o Taleban instituiu o utilizado em conjunto com um turbante. Tornou-uso da burqa, uma versão radical do xador que se muito popular durante o Império Otomano,cobre até os olhos. quando foi incorporado ao traje oficial do governo.Cafia: Ihram:Traje muito comum no Oriente Médio, que consiste Durante as peregrinações, como as que todoem um pano quadrado preso por uma tira chamada muçulmano deve fazer à Meca, os fiéis ficamegal (também agal, igal ou ogal). Por baixo dela, descalços, sem qualquer tipo de adorno e cober-uma touca prende o cabelo. Sua origem remonta tos apenas por duas toalhas brancas. Essa veste,aos beduínos, que a utilizavam como máscara pro- conhecida como ihram, retira do corpo todos ostetora contra o frio e contra tempestades de areia. sinais de poder e riqueza para mostrar que todosA cor da cafia e da tira que a prende indicam o são iguais perante Deus.país e a região em que a pessoa nasceu. A versão Turbante:quadriculada em preto e branco, consagrada por De origem desconhecida, já era utilizado noYasser Arafat, é típica dos palestinos. Oriente muito antes do surgimento do islamismo.Abaia: Consiste em uma longa tira de pano que, às ve-É uma grande capa de lã. Os beduínos a carrega- zes, chega a 45 metros de comprimento enroladavam em volta do corpo durante o dia e a vestiam sobre a cabeça. As inúmeras formas de amarrá-loà noite para se esquentar. Também a utilizavam, compõem uma linguagem: o turbante indica ajunto com um cajado, para improvisar uma cabana posição social, a tribo a que a pessoa pertence eque os protegesse do sol. até o seu humor naquele momento. 41
  38. 38. FOTOS42
  39. 39. FOTOS 43
  40. 40. FOTOS44

×