11. módulo 6 just in time (lean manufacturing)

978 visualizações

Publicada em

JUST IN TIME

Publicada em: Marketing
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
978
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
53
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

11. módulo 6 just in time (lean manufacturing)

  1. 1. Reimberg PCP - Planejamento e Controle da Produção MÓDULO 6 JUST IN TIME (LEAN MANUFACTURING)
  2. 2. OBJETIVOS Apresentar, resumidamente, os conceitos fundamentais do Lean; Apresentar algumas das principais ferramentas; Mostrar como a Mentalidade Enxuta pode aumentar a competitividade das empresas. Discutir as tendências do PCP na atualidade; Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing)
  3. 3. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Origens da Mentalidade Lean 1985 – MIT (Masschussets Institute Technology) inicia um estudo sobre a indústria automobilística, pesquisando 90 plantas montadoras de veículos em 17 países; 1990 – Publicado o livro “ A máquina que mudou o mundo” (Womack, Jones e Roos) com resultados e análise da pesquisa iniciada em 85; – Usado terno Lean Manufacturing para caracterizar o TPS, que se apresentou como novo paradigma, em contra ponto à produção em massa; – Alta variedade baixos volumes com custos mínimos, investimentos reduzidos e elevados padrões de qualidade; – Metade dos operários em fábrica, espaço de fabricação, ativos fixos, tempo para desenvolver novos produtos, estoques, defeitos, etc. 1996 – Como resultado de estudos sub-sequentes, Womack e Jones publicaram o “Lean Thinking”.
  4. 4. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Lean Thinking • Filosofia gerencial baseada nas práticas e resultados do Sistema Toyota de Produção (TPS); – Especificar Valor sob a ótica do cliente; – Identificar o Fluxo de Valor e alinhar as atividades que criam Valor; – Realizar essas atividades em Fluxo Contínuo (sem interrupções); – Sempre que alguém as solicita (Puxado); – Buscando sua Perfeição (cada vez mais eficaz);
  5. 5. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Alguns resultados... •Aumento na demanda 5% em 2007; •Não há previsão para investimentos significativos em construções e aquisição de ativos; •O aumento da capacidade será todo pautado em trabalhos de Melhoria Contínua (Lean Manufacturing, TOC, Six Sigma, etc); •Nenhuma duplicação de máquinas é aprovada sem que as existentes estejam com seu OEE maior ou igual a 85%; A número 1 do mundo
  6. 6. Em 6 meses a 2 anos: Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Resultados típicos em implantações lean Redução lead time de 30 a 80% Redução de estoques de 30 a 80% Capital de giro: giros de até 25x/ano Entregas no prazo - atingindo 98 - 99% Redução de espaço de 30% a 50% Aumento de produtividade de 10 a 60% Reduções de custos de 10 a 30% Melhoria sensível da qualidade
  7. 7. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Simulação Fábrica de canetas 1º Rodada
  8. 8. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Lean Thinking • Defina Valor sob a ótica do cliente; – O que é importante para o cliente? • Identifique os Fluxos de Valor; – Conhecemos detalhadamente nosso fluxos de valor? • Faça fluir continuamente; – Os lotes de fabricação são iguais aos lotes de entrega? • Estabeleça a lógica puxada; – Os produtos são produzidos somente quando necessários? • Continue buscando a perfeição; – Assumimos os desperdícios com naturalidade e indignação?
  9. 9. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) 1. Valor • Percepção combinada do cliente, que considera: – Preço; – Qualidade; – Pontualidade (Atendimento); – Capacidade de responder a mudanças (flexibilidade); – Imagem (construída a partir do desempenho histórico); – Outros? Pós venda / atendimento ao cliente, etc.
  10. 10. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) 2. Fluxo de Valor (conheça o seu...) Todas atividades, que criam valor ou não, necessárias para transformar insumos em produtos.
  11. 11. Conceito Lançamento Pedido Entrega Uso Reciclagem Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Fluxos de Valor Multi-plantas / Multi-Empresas Planta (Porta a porta) Ação Ação Ação Ação Ação Ação Ação • Desafie cada etapa: MUDA = Desperdício – Por que isto é necessário? – O cliente perceberia a não realização de quais etapas?
  12. 12. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Desperdício: “Tudo que consome recursos,mas não adiciona valor”. • Taiichi Ohno, lendário líder da Toyota, classificou o desperdício em 7 categorias: Retrabalho Espera Movimentações desnecessárias Excesso de Produção Transporte Processamento desnecessário Estoque
  13. 13. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Mapa do Fluxo de Valor •Representação visual do Fluxo de Material e Fluxo de Informação; •Foto do estado atual (agregação de valor e desperdícios); •Guia para implementação dos conceitos Lean (Mapa Futuro);
  14. 14. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) 3. Fluxo Contínuo Alinhe as etapas que realmente criam valor de modo que elas ocorram em uma seqüência rápida. Reduza o tempo entre uma solicitação e sua entrega; Através da contínua eliminação das etapas desnecessárias: os desperdícios... Faça uma, mova uma • Arranjo celular; • Lote de transferência = unitário (One piece flow) • Lead Time = ?
  15. 15. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Em que ritmo produzir? • Tempo Takt... • Representa o ritmo de consumo do cliente; • Referência que nos serve para determinar o ritmo de produção. Takt Time = Tempo Disponível Demanda “Sincroniza o ritmo de produção com o ritmo da demanda”.
  16. 16. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) GBO - Gráfico de Balanceamento do Operador • Ferramenta chave para criar o fluxo Tempo de Ciclo (min) 14,5 24 15 99 por produto 39 60 120 100 80 60 40 20 0 Router (Lote) Prens a (Lote) Dobradeira Ajus tagem Es tamparia Montagem Tempo Takt 100 40
  17. 17. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Fluxo contínuo na fábrica de canetas
  18. 18. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Simulação Fábrica de canetas 2º rodada Valor O que o cliente quer? Fluxo de Valor Identificar o Fluxo Eliminar MUDA Fluxo Contínuo? Takt Time Medição (Gemba) GBO Balanceamento
  19. 19. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) 4 - Sistema Puxado Puxar X Empurrar O que é um sistema empurrado? PREVISÃO CONFIRMAÇÃO ROUTER DOBRADEIRA AJUSTAGEM MONTAGEM • É aquele em que as diferentes etapas do fluxo de valor estão desconectadas; – Cada etapa recebe sua própria programação; • Muitas vezes, a programação é baseada em projeções de demanda; – Que, quase sempre, não se confirmam; CONTROLE DE PRODUÇÃO MPR EMPRESA XYZ Demanda = 4pç / mês WIP WIP WIP
  20. 20. O que é um sistema puxado? Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) FORNECEDOR CLIENTE • É aquele que só faz o necessário, quando necessário (solicitado por alguém); • Solicitação através do “Supermercado”; • Através de mecanismos de controle da produção em excesso (Repensar o fluxo de informações).
  21. 21. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Puxando a Produção. Exemplo:
  22. 22. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Puxando a Produção. Exemplo:
  23. 23. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Como lidar com variações de demanda? Menor variabilidade FORNECEDOR Supermercado Variação da demanda Supermercados funcionam como “amortecedores”, que permitem aos processos anteriores a eles trabalharem com maior estabilidade...
  24. 24. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Os indesejáveis 3M’s Irregularidade gera sobrecarga e desperdícios... Muda (Ociosidade) Muri (Sobrecarga) Mura (Irregularidade) Nivelar significa distribuir de maneira uniforme, ao longo do tempo, a utilização de recursos = Heijunka Nivelamento de volume
  25. 25. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) O que é nivelamento de mix? • Produzir todos os itens dentro de um intervalo de tempo; • Quanto menor o intervalo maior o grau de nivelamento; • Maior grau de nivelamento significa capacidade de fazer pequenos lotes; Exemplo: Demanda semanal: 2000(A); 1000(B); 2000(C) 1000 400 200 A B C A B C A B C A B C A B C A B C seg ter qua qui sex seg ter qua qui sex pçs dias da semana
  26. 26. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Lote Econômico É claro que o custo da preparação da máquina versus o custo de manutenção dos estoques tem que ser levado em consideração através do lote econômico... Modelo tradicional de determinação do Lote econômico
  27. 27. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) ...e a Manufatura Enxuta considera válido o cálculo do Lote econômico, porém propõe como ideal o lote de produção que gera menos estoque. Para isso é necessário que o custo com a preparação de máquinas seja reduzido continuamente ou seja, redução de set up até viabilizar a produção unitária. Redução do custo de preparação de máquina
  28. 28. 1. Reduza o tempo de troca; 2. Aumente a freqüência de entregas; 3. Promova descontos a pedidos 4. Entenda e questione as flutuações de 5. Agilize o tempo de resposta a Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) O que fazer para nivelar o mix? Exemplo: Demanda semanal: 2000(A); 1000(B); 2000(C) 1000 400 200 A B C ABC ABC ABC ABC ABC seg ter qua qui sex seg ter qua qui sex pçs dias da semana C setup Setup B A regulares; demanda; problemas. Tempo disponível 40hs (5h x 5 dias) setup •37 hs de operação / sem •TPT Semana. •3 setup de 1h; •Total 3hs C setup seBtup A setup C setup seBtup A setup C setup seBtup A setup C setup seBtup A setup setup A Tempo disponível 40hs (5h x 5 dias) setup 37 hs de op / sem; TPT dia. C B setup de 1h p/ 12 min setup •15 setup de 12min; •Total 3hs 1. Reduza o tempo de troca; 2. Aumente a freqüência de entregas; 3. Promova descontos a pedidos regulares; 4. Entenda e questione as flutuações de demanda; 5. Agilize o tempo de resposta a problemas.
  29. 29. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Setup prensa de 1930 com TRF de 5 minutos
  30. 30. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Benefícios do nivelamento • Redução de estoques e, conseqüentemente, de lead time; • Flexibilidade de resposta ao cliente, permitindo produção mais próxima da demanda real; • Mudanças na demanda deixam de ser catastróficas e pode-se ajustar a programação durante o dia, semana ou mês.
  31. 31. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Simulação Fábrica de canetas 3º rodada Deixando o cliente puxar
  32. 32. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) 5. Perfeição Estado Atual Estado Futuro Próximo Estado Futuro Estado Original Melhoria Estabilização
  33. 33. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Lean Thinking – Especificar Valor sob a ótica do cliente; – Identificar o Fluxo de Valor e alinhar as atividades que criam Valor; – Realizar essas atividades em Fluxo Contínuo (sem interrupções); – Sempre que alguém as solicita (Puxado); – Buscando sua Melhoria Contínua (cada vez mais eficaz);
  34. 34. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) O Sistema Toyota de Produção Objetivo: A Melhor Qualidade, o Menor Custo e Lead Time Mais Curto Just in Time Jidoka Heijunka Trabalho Padronizado Kaizen Estabilidade Fluxo Contínuo Tempo Takt Sistema Puxado Parar e notificar anormalidades Separar o trabalho humano do trabalho das máquinas
  35. 35. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing)
  36. 36. Reimberg Just In Time (Lean Manufacturing) Fonte: www.leaninstitute.com.br

×