PNAIC - Caderno 04 (parte 2) - Operações na Resolução de Problemas

34.250 visualizações

Publicada em

Slides elaborados pela orientadora de estudos Eleúzia Lins para formação de Professores Alfabetizadores do PNAIC da cidade de Barueri SP.

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
34.250
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
31.482
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
223
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PNAIC - Caderno 04 (parte 2) - Operações na Resolução de Problemas

  1. 1. Caderno 04 (parte 2) Operações na Resolução de Problemas Orientadora de Estudo Eleúzia Lins da Silva
  2. 2. PREFEITURA MUNICIPAL DE BARUERI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PACTO NACIONAL ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA TURMA DE 2º ANO Orientadora de Estudo: ELEÚZIA LINS DA SILVA E-mail: lins.pnaicbarueri@gmail.com
  3. 3. NOSSA TURMA!
  4. 4. PREFEITURA MUNICIPAL DE BARUERI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PACTO NACIONAL ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA
  5. 5. PREFEITURA MUNICIPAL DE BARUERI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PACTO NACIONAL ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA OBJETIVOS DA UNIDADE 4 OPERAÇÕES NA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS • Elaborar, interpretar e resolver situações-problema do campo aditivo (adição e subtração) e multiplicativo (multiplicação e divisão), utilizando e comunicando suas estratégias pessoais, envolvendo os seus diferentes significados; • Calcular adição e subtração com e sem agrupamento e desagrupamento; • Construir estratégias de cálculo mental e estimativo, envolvendo dois ou mais termos; • Elaborar, interpretar e resolver situações-problema convencionais e não convencionais, utilizando e comunicando suas estratégias pessoais.
  6. 6. PAUTA DO ENCONTRO 1. Leitura Deleite: A Primavera da Lagarta (Rute Rocha). Será realizada pelas professoras da EMEF Reverendo Deiró Felício de Andrade: Maria Elisabete Alves do Nascimento, Willane Costa Oliveira e Lucimar Assunção de Oliveira. 2. Fechamento da aula anterior (retomada) 3. Slides – Conteúdos do Caderno 04 (parte 2): - Campo Conceitual Aditivo - Situações de Composição Simples (situações-problema) - Situações de Transformação Simples (situações-problema) - Situações de Composição de Transformação (situações-problema) - Situações de Comparação (situações-problema) 4. Vídeos: - D-20: Números e Operações: Jogos e Etnomatemática https://www.youtube.com/watch?v=nYwcwJjIKKE - A Primavera da Lagarta – Ruth Rocha https://www.youtube.com/watch?v=Bw3-6EANeqA - A Borboleta e a Lagarta (Palavra Cantada) https://mail.google.com/mail/u/0/#inbox/14858557b443c505?projector=1 5. Atividade Prática: - Jogo “Comprando Fichas” - Jogo “Dobros e Metades” 7. Avaliação do encontro. PREFEITURA MUNICIPAL DE BARUERI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PACTO NACIONAL ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA
  7. 7. LEITURA DELEITE LEITURA DELEITE realizada pelas professoras da EMEF Reverendo Deiró Felício de Andrade – Barueri /SP Maria Elizabete Alves do Nascimento Williane Costa Oliveira Lucimar Assunção de Oliveira
  8. 8. VÍDEO: A PRIMAVERA DA LAGARTA – Ruth Rocha https://www.youtube.com/watch?v=Bw3-6EANeqA
  9. 9. VÍDEO: A Borboleta e a Lagarta – Palavra Cantada) https://mail.google.com/mail/u/0/#inbox/14858557b44 3c505?projector=1
  10. 10. VÍDEO: D-20: Números e Operações uma visita à escola Brasilio Machado https://www.youtube.com/watch?v=UqNiAdl18zQ
  11. 11. CAMPO CONCEITUAL ADITIVO Corresponde a um conjunto de situações que pedem uma adição, uma subtração ou uma combinação dessas duas operações para serem resolvidas. Raciocínio Aditivo: envolve relações entre partes e o todo, ou seja, ao somar as partes encontramos o todo, ao subtrair uma parte do todo encontramos a outra parte. Envolve ações de juntar, separar e corresponder um a um.
  12. 12. Estratégias de cálculo diferentes das tradicionais são construídas a partir da compreensão das propriedades das operações e do Sistema de Numeração Decimal de quem “inventa”.
  13. 13. Cálculos realizados por decomposição de números são utilizados com frequência por facilitar e tornar mais ágil o processo e estão apoiados na compreensão do princípio aditivo do sistema de numeração decimal.
  14. 14. As SITUAÇÕES ADITIVAS envolvem muitos diferentes conceitos que fazem parte dessa estrutura entre os quais citamos: COMPOSIÇÃO TRANSFORMAÇÃO COMPOSIÇÃO DE TRANSFORMAÇÃO COMPARAÇÃO
  15. 15. COMPOSIÇÃO Num parque havia 6 meninos e 7 meninas. Quantas crianças há no parque? Paulo tem 47 reais e precisa de 70 reais para fazer uma compra no supermercado. Ele pediu o restante à sua irmã. Que quantia a irmã deu a ele? Temos duas ou mais partes e queremos descobrir o todo Temos o todo e uma ou mais partes e queremos descobrir uma ou mais partes desconhecidas.
  16. 16. TRANSFORMAÇÃO Nesse grupo de problemas temos a mudança de um ESTADO INICIAL, através de uma TRASFORMAÇÃO , que pode ser positiva ou negativa, simples ou composta, para chegar a um ESTADO FINAL. Numa sala de cinema havia 108 pessoas. Chegaram mais 37 pessoas quase na hora de começar o filme e ninguém saiu durante o filme. Quantas pessoas ficaram na sala? Pedro tem 139 figurinhas e quer completar seu álbum com 200 figurinhas. Quantas figurinhas estão faltando? Pedro tinha várias bolinhas, perdeu 12 e agora tem 25. Quantas bolinhas ele tinha antes?
  17. 17. COMPOSIÇÃO DE TRANSFORMAÇÃO Conjunto de problemas em que há alterações sucessivas de um estado inicial. Tais mudanças podem representar as seguintes circunstâncias: acrescentar/acrescentar, tirar/tirar ou acrescentar/tirar ou tirar/acrescentar. Acrescentar - acrescentar No início de um jogo Flavia tinha 42 pontos. Ela ganhou 10 pontos e, em seguida, mais 25 pontos. O que aconteceu com seus pontos no fim? Tirar - tirar Dona Zilda foi a uma loja com R$ 100,00. Ela quer comprar uma saia de 29 reais, uma blusa de 24 reais e uma sandália de 35 reais. É possível fazer a compra? Vai sobrar ou faltar dinheiro? Quanto? Acrescentar – tirar No início de um jogo, Flávia tinha 42 pontos. Ela ganhou 10 pontos e, em seguida, perdeu 25. O que aconteceu com seus pontos no fim?
  18. 18. COMPARAÇÃO Jorge tem 134 figurinhas e Carlos tem 54 figurinhas a mais que Jorge. Quantas figurinhas tem Carlos? Num tonel há 400 litros de água e em outro 245 litros. Quantos litros de água há a mais no primeiro tonel? Carla tem dinheiro para comprar chocolate e Rita tem R$6,00 a menos que Carla. Sabendo que Rita tem R$13,00, quantos reais tem Carla? Nas situações de comparação não há transformação, uma vez que nada é tirado ou acrescentado ao todo ou às partes, mas uma relação de comparação entre as quantidades envolvidas.
  19. 19. MAIS EXEMPLOS...
  20. 20. SITUAÇÕES DE TRANSFORMAÇÃO SIMPLES • Aninha tem 3 pacotes de figurinhas. Ganhou 4 pacotes da sua avó. Quantos pacotes tem agora? Estado inicial: 3 pacotes de figurinhas – Transformação: ganhou 4 pacotes – Estado final: ? • Zeca tinha 7 bolinhas de gude. Deu 3 para Luís. Quantas ele tem agora? – Estado inicial: 7 bolinhas – Transformação: deu 3 bolinhas – Estado final:?
  21. 21. SITUAÇÕES DE COMPOSIÇÃO COM UMA DAS PARTES DESCONHECIDA Em um vaso há 8 rosas, 3 são vermelhas e as outras são amarelas. Quantas rosas amarelas há no vaso? – Todo: 8 rosas – Parte conhecida: 3 rosas vermelhas – Parte desconhecida: ?
  22. 22. SITUAÇÕES DE TRANSFORMAÇÃO COM TRANSFORMAÇÃO DESCONHECIDA Aninha tinha 5 bombons. Ganhou mais alguns bombons de Júlia. Agora Aninha tem 8 bombons. Quantos bombons Aninha ganhou? – Estado inicial: 5 bombons – Transformação: ? – Estado final: 8 bombons Zeca tinha 8 bombons. Deu alguns bombons para Luís e ficou com 3. Quantos bombons Zeca deu para Luís? – Estado inicial: 8 bombons – Transformação: ? – Estado final: 3 bombons
  23. 23. SITUAÇÕES DE TRANSFORMAÇÃO COM ESTADO INICIAL DESCONHECIDO Maria tinha algumas figurinhas. Ganhou 4 figurinhas de Isa. Agora Maria tem 7 figurinhas. Quantas figurinhas Maria tinha? – Estado inicial: ? – Transformação: ganhou 4 figurinhas – Estado final: tem 7 figurinhas Paulo tinha alguns carrinhos. Deu 4 carrinhos para Pedro e ficou com 7. Quantos carrinhos Paulo tinha? – Estado inicial: ? – Transformação: deu 4 carrinhos – Estado final: ficou com 7 carrinhos
  24. 24. SITUAÇÕES DE COMPARAÇÃO João tem 7 carrinhos e José tem 4 carrinhos. Quem tem mais carrinhos? – Parte conhecida: 7 carrinhos – Parte desconhecida: 4 carrinhos – Final desconhecido: João tem 7 carrinhos e José tem 4 carrinhos. Quantos carrinhos João tem a mais do que José? – Parte conhecida: 7 carrinhos – Parte desconhecida: 4 carrinhos – Final desconhecido:
  25. 25. Por exemplo: quantos carrinhos temos que dar a José para que ele fique com a mesma quantidade de João? Pensando dessa forma o problema se torna semelhante a um problema de transformação desconhecida: 4 + ? = 7, tornando-se mais fácil de ser resolvido por envolver uma informação mais precisa em relação à ação a ser realizada. Nunes et. al. (2005), sugerem que uma boa estratégia para ajudar as crianças a pensarem sobre “quantos tem a mais” é solicitar que relacionem os números envolvidos no problema a partir de uma ação, reformulando a pergunta do problema.
  26. 26. OBA!! HORA DO JOGO!! FONTE DA IMAGEM: http://coisasparablogsesites.blogspot.com.br/2011/08/gifs-de-carinhas-animadas.html
  27. 27. COMPRANDO FICHAS
  28. 28. JOGO: DOBROS E METADES MATERIAIS: • 2 baralhos de números pares com cartas do 2 ao 20; • 1 dado com as seguintes faces: dobro, metade, dobro, metade, dobro, metade; • Objetos para contagem: fichas ou palitos. NÚMERO DE JOGADORES: 4
  29. 29. REGRAS DO JOGO: - Colocar as cartas do baralho sobre a mesa, embaralhadas, com a face virada para baixo. - Distribuir as cartas do outro baralho entre os 4 jogadores. - O primeiro jogador vira a primeira carta do monte e joga o dado. - Se a carta for 4 e no dado cair metade, deverá procurar entre as suas cartas se tem o 2. - Caso tenha, junta o quatro da mesa formando um par e o coloca ao lado para posterior contagem de pontos. - Caso não tenha, passa a vez ao próximo jogador que deverá proceder do mesmo modo, ou seja, procurar entre suas cartas o 2, se tiver como, forma o par e se não tiver passa a vez, caso não seja possível formar o par (por exemplo, ao virar a carta do monte saiu 20 e o dado caiu como dobro). - O próximo jogador joga o dado novamente. - Sempre que um dos jogadores formar um par, o próximo deverá virar mais uma carta do baralho que está sobre a mesa.
  30. 30. JOGO: DOBROS E METADES
  31. 31. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA: CADERNO 04 – Operações na Resolução de Problemas http://pacto.mec.gov.br/images/pdf/cadernosmat/PNAIC_MAT_Caderno%204_pg001- 088.pdf IMAGENS http://www.tiendafestaamida.com/globus-forma-nombre/globus-en-forma-de-nombrehttp:// www.tiendafestaamida.com/globus-forma-nombre/globus-en-forma-de-nombre http://coisasparablogsesites.blogspot.com.br/2011/08/gifs-de-carinhas-animadas.html VÍDEO: D-20: Números e Operações: uma visita à Escola Brasílio Machado https://www.youtube.com/watch?v=UqNiAdl18zQ
  32. 32. PREFEITURA MUNICIPAL DE BARUERI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PACTO NACIONAL ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA TURMA DE 2º ANO Orientadora de Estudo: ELEÚZIA LINS DA SILVA E-mail: lins.pnaicbarueri@gmail.com

×