UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO 
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS 
1º SEMINÁRIO DE FISIOLOGIA VEGETAL 
ÁCIDO JASMÔNICO OU 
J...
O ácido jasmônico (AJ), seu metil éster (MeAJ) e seus 
derivados (jasmonatos) estão amplamente distribuídos no 
reino vege...
ASPECTOHISTÓRICO 
 Perto de 1960, Estér do 
ácido libertado, foi isolado 
pela primeira vez a partir de 
culturas do fung...
 Em 1971, um promotor isolado de senescência 
da Artemisia absintthum inibição do crescimento 
de plantas diferentes. 
 ...
ESTRUTURA QUIMICA 
Estes ácidos graxos de 18 átomos de carbono(C18), derivados 
de lipídeos de membrana, representam na at...
ROTA METABOLICA
OCTADENOIDE COMO REGULADORES DE 
MECANISMO DE DEFESA DAS PLANTAS 
Os percursores de ácido jasmônico pode estar ativo por s...
VIA MICROBIANA PA 
PRODUÇÃO DE ÁCIDO 
JASMÔNICO 
BROADBENT- a partir do cultivo de B. Theobromae em um 
meio contendo glic...
MIERSCH – COM CEPAS ISOLADAS DA B. Theobromae DE 
RESUDUO DE LARANJA. cultivada num meio líquido com base 
sacarose, farin...
Via quimica 
Kitara - relataram uma rota para a síntese química de 
metiljasmonato e metilcucubarto a partir de, por um pr...
Funções dos 
Jasmonatos 
Imunidade 
Vegetal 
Sinalização Indução da 
Regulação do 
desenvolvimento 
Senescência 
Observaçã...
Imunidade das Plantas 
o Sinalização por jasmonates é 
essencial para a ativação de 
respostas de defesa contra 
insetos h...
Em plantas feridas é desencadeada a 
formação da sistemina, que é 
transportada para outros órgãos da 
planta, ligando-se ...
Regulação do Desenvolvimento 
o MeJA (Metil jasmonato) e jasmonates são essenciais para 
a maturação do pólen, alongamento...
Interação Jasmonates e Oxido Nítrico 
o ON interage com AJ em respostas de defesa e feridas. 
o Tem sido relatado que o NO...
INTERAÇÃO COM OS 
HORMÔNIOS 
Interação com a Auxina; 
O ácido jasmônico e o ácido 2,4-diclorofenoxiacético (Auxina) 
pode...
Interação com o 
Etileno; 
• MeJa e etileno 
formando induz a 
atividade da enzima, 
o que aumenta a 
quantidade de 
etil...
OBS.: 
a interação do AJ com 
AS e ET, os três juntos 
dá-se uma 
comunicação cruzada 
na defesa das plantas. 
Enquanto ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Slide tanielia - acido jasmonico

908 visualizações

Publicada em

Fisiologia Vegetal/ Fitormônios/ Ác. Jasmônico

Publicada em: Ciências
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
908
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
53
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slide tanielia - acido jasmonico

  1. 1. UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS 1º SEMINÁRIO DE FISIOLOGIA VEGETAL ÁCIDO JASMÔNICO OU JASMONATO PETROLINA NOVEMBRO, 2014
  2. 2. O ácido jasmônico (AJ), seu metil éster (MeAJ) e seus derivados (jasmonatos) estão amplamente distribuídos no reino vegetal e são sintetizados a partir do ácido linolênico e linoleico através da via dos octadecanóicos. Jasmim manga Jasmim rosa Rosmarinus azul Ligia
  3. 3. ASPECTOHISTÓRICO  Perto de 1960, Estér do ácido libertado, foi isolado pela primeira vez a partir de culturas do fungo lasiodiplodia theobromae, como inibidor do crescimento da planta.  Em 1962, estrutura metil acido jasmônico – essência da flor do jasmim. Benedita
  4. 4.  Em 1971, um promotor isolado de senescência da Artemisia absintthum inibição do crescimento de plantas diferentes.  Em 1984, havia sido estabelecido plantas a existência do ácido jasmônico e a biossintese. Benedita ASPECTOHISTÓRICO
  5. 5. ESTRUTURA QUIMICA Estes ácidos graxos de 18 átomos de carbono(C18), derivados de lipídeos de membrana, representam na atualidade um novo tipo de fitormonios que desempenham papéis crucias no crescimento, desenvolvimento e em respostas a diferentes condições de estresse ambiental da planta.
  6. 6. ROTA METABOLICA
  7. 7. OCTADENOIDE COMO REGULADORES DE MECANISMO DE DEFESA DAS PLANTAS Os percursores de ácido jasmônico pode estar ativo por si e/ou utilizar a conversão para ácido jasmônico ou metabolito ácido jasmônico torna difícil estudar sua atividade e este aumento se podemos notar que eles não são investigado o papel de cis e de trans. Plantas silvestres e cultivadas mostram respostas induzidas por danos produzidos por insetos, trocas que ocorrem após o ataque de herbivoros. Benedita
  8. 8. VIA MICROBIANA PA PRODUÇÃO DE ÁCIDO JASMÔNICO BROADBENT- a partir do cultivo de B. Theobromae em um meio contendo glicose, glicerol ou uma fonte de carbono.O AJ foi isolado e filtrado o sobrenadante da biomassa foi acidificado e extraido com solvente organico. Aldrige 1971 –que a produção da síntese de 500 mg de AJ por B. Theobromae Na cultura superfície após 13 dias em vasos de cerâmica com 1 litro de Meio Czapek,observou que estes sobrenadantes de cultura inibiu o crescimento de plantas superiores, mostrando que o componente ativo foi a AJ.
  9. 9. MIERSCH – COM CEPAS ISOLADAS DA B. Theobromae DE RESUDUO DE LARANJA. cultivada num meio líquido com base sacarose, farinha de soja, licor de milho e a solução de sal de 30c, permitindo alcançar a concentração em sobrenadantes de cultura e produtividade aj 800MG. L-1 .1d e 114mg.l-1d. os estudos realizados por miersch foram selecionadas cepas produtora de aj em 46 especie de fungos pertencentes a 23 generos,crescido em igual condições do B. Theobromae. mostrou que género (collibya,coprinus e mycena foram as que mais se destacaram para a produção de aj, mas em concentrações quatro a oito vezes mais baixas do que as produzidas por B. Theobromae.
  10. 10. Via quimica Kitara - relataram uma rota para a síntese química de metiljasmonato e metilcucubarto a partir de, por um processo de hidroborao - oxidação do anel, seguido por 7 e 8 passos de reacção para o primeiro e sengundo. foram capazes de aumentar a taxa de transferência síntese de metiljasmonato a 20%. SUZUKI- eles tiveram sucesso no desenvolvimento de um novo método de síntese de Me AJ e Me- 6- cucurbato a partir de uma lactona tricíclico ativado por um substituinte trimetilsililo, preparado a partir da reação de Diels – Alder e, mediante a tres etapas da reação . em seguida, os lactona sete passos de reacção que permitem a síntese controlada destes enantiómeros é submetido
  11. 11. Funções dos Jasmonatos Imunidade Vegetal Sinalização Indução da Regulação do desenvolvimento Senescência Observação: O jasmonato pode exercer efeitos antagônicos, ou seja inibir ou promover o crescimento e o desenvolvimento, em plantas ou de órgãos das plantas.
  12. 12. Imunidade das Plantas o Sinalização por jasmonates é essencial para a ativação de respostas de defesa contra insetos herbívoros; o Produção jasmonates induz a formação de tricomas nas folhas, que são protetores de lâmina foliar; o Ativa a imunidade contra patógenos que se alimentam de tecidos mortos.
  13. 13. Em plantas feridas é desencadeada a formação da sistemina, que é transportada para outros órgãos da planta, ligando-se a um receptor, o que causa a ativação da lipase, promovendo a formação do ácido jasmônico.
  14. 14. Regulação do Desenvolvimento o MeJA (Metil jasmonato) e jasmonates são essenciais para a maturação do pólen, alongamento os filamentos dos estames e a abertura dos estames que permite a libertação pólen. Arabidopsis thaliana o Outro processo importante desenvolvimento em jasmonates está envolvido arquitetura raiz regulador. Tratamento plantas de Arabidopsis thaliana com AJ causa encurtamento da raiz primária e promove a formação de raízes laterais.
  15. 15. Interação Jasmonates e Oxido Nítrico o ON interage com AJ em respostas de defesa e feridas. o Tem sido relatado que o NO está envolvido na modulação da expressão de genes que codifica as proteínas para a biossíntese de AJ e interação com outras vias hormonais incluindo ácido abscísico, citocininas e etileno, para a fotossíntese e a apoptose; o Estudos realizados em folhas de Arabidopsis mostrou que, em resposta ao ferimento e tratamentos AJ , a concentração de NO foi aumentada, que forneceram evidências de uma possível reticulação entre AJ e ON
  16. 16. INTERAÇÃO COM OS HORMÔNIOS Interação com a Auxina; O ácido jasmônico e o ácido 2,4-diclorofenoxiacético (Auxina) podem ativar ou inibir a fase de polimerização da lignina dependendo da concentração utiliza. ( BBR, 2014) Interação com Ác. Abscísico; Eles dois tem efeitos sinérgicos. São dois reguladores de crescimento que promovam o envelhecimento das folhas. Interação com Ác. salicílico; São antagonistas; Induzem respostas de defesa após a infecção. Coopera na defesa de AJ na ferida.
  17. 17. Interação com o Etileno; • MeJa e etileno formando induz a atividade da enzima, o que aumenta a quantidade de etileno e a quantidade necessária para a maturação da fruta. • Agem na indução de defesa
  18. 18. OBS.: a interação do AJ com AS e ET, os três juntos dá-se uma comunicação cruzada na defesa das plantas. Enquanto os outros fitormonios ainda não apareceram estudos com a interação com AJ.

×